História Back to you: T.C. - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Magcon, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Carter Reynolds, Hayes Grier, Jack and Jack, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Mahogany LOX, Matthew Espinosa, Nash Grier, Personagens Originais, Shawn Mendes, Taylor Caniff
Visualizações 45
Palavras 1.254
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


SIMPLESMENTE NÃO TÔ PRONTA PARA DIZER TCHAU A ESSA FANFIC, TÔ CHOROSA (ಥ_ಥ) espero que gostem do cap <3 <3 <3.

Capítulo 26 - The end that we deserve


Narrador pov's on.

Faith respirava profundamente pela ansiedade ao seu ver rodeada de seus amigos, colegas de escola, professores, recebera alta do hospital a alguns dias e depois de resolver pendências na escola, agora estava na mesma, numa situação que antes tanto desejava agora parecia simples, baile de formatura, nem acreditava que eles tinham conseguido terminar o terceiro ano já que seus amigos assim como ela tinham perdido aulas e avaliações, mas por um milagre suas faltas foram abanadas e as avaliações foram retomadas de uma vez dois dias antes daquele baile.

Então...qual faculdade pretende seguir depois daqui?— Lox perguntou a menina que aparentemente estava alheia a situação.

É, não vou fazer uma faculdade agora, não agora, eu preciso refrescar minha mente— respondeu tomando um gole da bebida em seu copo.

E com isso o que você quer dizer?— a cacheada perguntou confusa.

Bom, por em prática a ideia mais louca que já tive, num ato de loucura imensa pedi que fugisse comigo— Faith respondeu simples fazendo a amiga se engasgar com sua bebida.

Como assim fugir?— perguntou assim que se recuperou.

Fazer um mochilão, tinha planos diferentes, mas como eu mesma já disse a ele, percebi que as coisas que eu queria antes podem mudar, a vida é curta demais para viver de clichês — disse com brilhos nos olhos, sem perceber ainda possuía o mesmo brilho nos olhos ao falar do mesmo.

Isso foi uma ideia insana, mas não discordo em nada— abraçou a amiga de lado.

Por falar nele, olha ele vindo aí— Lox avisou e Faith instantaneamente olho para a direção que ela apontava.

Sentia seu coração acelerar, o que ela achava uma imensa ironia já que seu coração era a coisa que a deixava mais próxima de seu pai, levou as mãos até seu peito numa forma de conforto ao se lembrar que quando visitassem Manhattan, não veria mais o mesmo.

Calmamente a menina andou até seu namorado ou ex, era confuso, ex que virou atual?ainda se sentiam confusos sobre isso, mas se estavam juntos era o que importava. Num movimento nada cauteloso levou suas mãos a nuca do menino e o puxou para si, assim o dando um beijo caloroso, ainda sentiam falta disso, como se estivessem separados a tanto tempo que mal pudessem contar.

Melhor recepção impossível — Taylor comentou assim que se separaram.

Senti sua falta — sussurrou de volta como se a qualquer momento fossem se separar.

Vocês se viram ontem— Carter disse revirando os olhos, fazendo todos rirem.

Não foi tempo o suficiente, Carter— Faith apenas respondeu e logo voltou a beijar Taylor.

Era pra gente estar se divertindo, vocês vão praticamente sumir amanhã e acho que não estamos prontos para perder o Taylor— Nash falou rindo e Faith se soltou dele devagar.

Ok, ok, vou deixar ele com vocês um pouco, mas só um pouco, ainda preciso conversar com o meu namorado— deu entonação na última frase apenas para provoca-los.

Vocês vão viajar?— Cameron pareceu confuso com a situação, Faith respirou fundo, talvez um pouco cansada de explicar várias vezes seus planos e estar pronta para ouvir que era loucura.

Sim e não, vamos digamos que...fugir da nossa realidade, preciso de um tempo e acho que ele também, só não queria fazer isso sozinha— deu de ombros. Na cabeça dela aquilo era o mais certo a se fazer, para ambos, sem porém, um tempo a sós.

Entendo— o garoto respondeu, mas na verdade não entendia nada. Ainda se sentia mal pelo ocorrido dias atrás, mesmo tendo feito uma burrada, não queria que terminassem sua amizade por ali. Faith pareceu perceber o incômodo dele e deu um sorriso caloroso ao mesmo.

Cam, nós ainda somos amigos, não importa o que aconteceu antes, estavamos confusos, eu não menti quando disse que te amava, fui sincera, apenas não te amo como pensei que amava— explicou tocando o ombro do mesmo de leve, ele sorriu e a puxou para um abraço.

Olha, uma música lenta — comentaram praticamente juntos e riram disso.

Bom, se não for incômodo preciso pegar minha fé de volta— Taylor apareceu ao lado dos dois fazendo um trocadilho com o nome de Faith.

Nenhum incômodo, acho que já "resolvemos" o que queríamos — Cameron respondeu se sentindo em paz agora com a breve conversa que tiveram.

Taylor a tomou para si e fez uma coisa que ele nem imaginava fazer, dançar uma música lenta, naquele momento foi o pequeno clichê de se sentirem apenas os dois, só se ouvia a música, num ato de conforto a garota recostou sua cabeça a seu peito, se sentia feliz por ouvir as batidas do coração de quem amava, para ela era a mais bela canção já inventada, em passos nada coreografados e um pouco desajeitados eles dançavam, mas nem ligavam se estavam indo bem ou não.

{•••}

Despedidas, ninguém ou pelo menos a maioria não gosta nem de pensar nessa pequena palavra, talvez pelo medo da saudade, medo da perda, mas exeto dessa vez, todos sentimentos naquele minuto que aquilo era necessário a eles, como se fossem alcançar a sua paz, seus corações se apertavam ao pensar que não tinha mais volta, já estavam com as malas em mãos, andando em direção ao carro sendo acompanhados de seus amigos.

Eu vou sentir tanto a falta de vocês — Lox disse e sem aviso prévio abraçou Faith com todas as suas forças.

Eu também, por favor não falam essas coisas, sei que vocês ainda estão meio bêbados de ontem, mas se disserem mais um "ai" eu choro— a apertou na mesma intensidade.

Por mais que talvez sequer cogitasse a ideia de desistir, sentia que ali não era mais seu lugar, pelo menos não agora, queria se encontrar e para isso queria mais que tudo abrir seus horizontes, pensar cada vez maior e seus planos de ajudar as pessoas ainda eram os mesmos. Taylor a olhava com o carinho mais puro possível, achava que o que estavam fazendo era loucura, mas não abriria mão disso, era o tipo de loucura que faria muito bem aos dois.

Com seus corações ainda apertados pensando na saudade que sentiriam de seus amigos, de suas casas, se despediram enfim, sentindo uma liberdade estranha e indescritível ao ligar o carro e saírem sem rumo.

{Quebra no tempo}

Tempo, esse parecia passar rápido e devagar, juntos criaram seu mundo perfeito, construíram tanta coisa juntos e definitivamente não se arrependiam de nada, a não ser da saudade. 

Aproximadamente três anos e alguns meses se passaram depois de Los Angeles, se sentiam andarilhos ou siganos, bom, isso antes da chegada de Makena, sim agora tinham uma filha. Faith não pensou duas vezes em meio as lucuras que fizeram nesse tempo, em correr atrás de seus sonhos, numa visita a um orfanato no qual ajudavam financeiramente, encontraram a pequena, alí perceberam que os laços de sangue não significam nada quando se existe amor, Makena podia não ser biológica, mas o amor que a mesma recebia de seus pais, era incomparável, aos poucos conforme o crescimento da pequena e dos dois, queriam a ensinar as melhores coisas possíveis a se apreciar na vida, absolutamente se sentiam sortudos por tê-la com eles, e a pequena de cinco anos, se sentia sortuda por tê-los com ela.

Com tudo o que viveram até alí, mesmo sendo pouco e também muito, sentiam que tinham uma história para contar a ela e aos seus futuros filhos, já que agora não eram mais dois e sim quatro, Taylor, Makena, Faith e o pequeno bebê em seu ventre, para os mais velhos aquele era o melhor clichê "não clichê" que teriam em suas vidas, e que com toda a certeza não precisavam de mais nada para se sentirem completos.

•••


Notas Finais


SOU IMENSAMENTE GRATA PELOS →❤← PELOS COMENTÁRIOS, PELA INTERAÇÃO E MAIS AINDA PELO CARINHO🙆 TANTO QUE NEM POSSO AGRADECER EM PALAVRAS, VOCÊS SÃO INCRIVEIS, VOU SENTIR FALTA DE POSTAR CAPS NESSA FIC, MAS ELA CHEGOU AO FIM -INFELIZMENTE- ESPERO QUE TENHAM GOSTADO DELA TANTO QUANTO EU GOSTEI DE ESCREVÊ-LA, COMO É O ÚLTIMO CAPÍTULO ALÉM DE AGRADECER E SENTIR VONTADE DE CHORAR, VOU DEIXAR AQUI EM BAIXO OS LINKS DAS MINHAS OUTRAS FICS CASO ALGUÉM AQUI SÓ LEIA ESSA, ENTÃO CASO FOREM LER OUTRA, NOS VEMOS EM OUTRA FIC ;) .

💕LINKS DAS FICS💕

https://www.spiritfanfiction.com/historia/how-be-famous-magcon-12208675

Sinopse: "Se for para assinar esse tipo de contrato, desisto da fama!"

Onde se Astrid soubesse que depois de estreiar em um filme com Cameron seria obrigada a tanta coisa, nunca teria aceitado.

https://www.spiritfanfiction.com/historia/moon-girl-bg-13447503

Sinopse: “Seu sorriso me ilumina como a lua ilumina a noite, seus abraços são tão quentes quanto o sol, ouvir suas idéias é como viajar a Marte... você é a estrela que mais brilha entre as constelações”

Onde Blake descobre o lado bom da vida quando conhece a "garota da lua" em uma sessão de terapia.

https://www.spiritfanfiction.com/historia/phobia-hg-11748329

Sinopse: “As pessoas costumam achar que tudo o que é diferente é estranho e, que tudo o que é estranho dá medo. Chamo essas pessoas de ignorantes”

Onde Hayes quer ajudar Miranda a se encaixar socialmente esquecendo todos os seus medos.

https://www.spiritfanfiction.com/historia/dont-make-me-beg-jg-11506337

Sinopse: "Não me faça implorar"

Onde Gilinsky manda mensagens à sua ex namorada na esperança de que ela o responda.

https://www.spiritfanfiction.com/historia/the-one-that-got-away-me-11636383

Sinopse: “Em uma outra vida, você seria minha garota, nós manteríamos todas as nossas promessas, seríamos nós contra o mundo. Em uma outra vida, eu faria você ficar, então, não teria que dizer que você foi embora”

Onde Stacy manda mensagens anônimas para Matthew a mandado de suas amigas.

https://www.spiritfanfiction.com/historia/hierarchy-cd-11473492

Sinopse: “Vou te mostrar que é possível, você vai ver que não são necessários rótulos, quando eu destruir essa hierarquia eles vão ver que títulos não nos definem!”

 Onde Brooke está cansada de toda mesmice de grupos com títulos:populares, nerds, atletas, etc. Ela está disposta a tudo para mostrar que quando se quer se pode mudar qualquer coisa, mas Cameron quer lhe provar a importância dos rótulos que as pessoas têm.

https://www.spiritfanfiction.com/historia/four-things-jg-11842170

Sinopse: “Assim como promessas e regras, corações foram feitos para serem quebrados. Quanto mais rápido entender as quatro coisas que as pessoas mais querem foder, você vai ser...feliz”

Onde Dakota acredita que a razão pela qual não se encontra o amor, é porque ele não existe.

BJS ATÉ A PRÓXIMA FIC😘💋💋💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...