1. Spirit Fanfics >
  2. Backstage - NamJin >
  3. Capitulo único

História Backstage - NamJin - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiê meus anjos, como vocês estão? Espero que bem!

Bom aqui está mais uma oneshot pra vocês, ela é bem curtinha. Eu a escrevi esses dias, foi um plot que surgiu do nada e resolvi compartilhar com vocês. Essa é a primeira de algumas fanfics que irei postar nessa quarentena, acompanhe meu perfil pra ler as próximas.

*Não revisado*

Se puderem deixem seus comentários!

Boa leitura!

Capítulo 1 - Capitulo único


Eu fiquei ao lado do palco principal, olhando para a platéia onde Seokjin estava sentado ao piano. Eu assisti com admiração, ouvindo a emoção crua que ele derramou no primeiro verso. Eu foquei meus olhos na maquiadora trabalhando no meu rosto, dando-lhe um pequeno sorriso quando ela pegou a dica e parou o que estava fazendo no momento. Eu senti meu corpo se mover pela a melodia que ele estava tocando, epiphany sempre será uma música que me tocará profundamente. Eu observei ele derramar seu coração na música, sentindo lágrimas nos meus olhos enquanto eu observava a pura alegria no rosto de Seokjin enquanto ele cantava. Ele era meu melhor amigo, sempre foi e sempre será. O fato de ele e eu estarmos nessa montanha-russa com nossa carreira com o grupo sempre nos deixou perplexos, mas nunca paramos de agradecer. Nós fazemos uma grande escolha com a música há cerca de 7 anos. Mas foi recentemente que começamos a ter notoriedade no mercado da música, graças a nós mesmo, os sete, e aos armys.

Conseguimos até nos apresentar no Grammy, ainda não foi uma apresentação solo, mas foi algo que eu nunca poderíamos ter previsto em 2013, acho que só o Yoongi Hyung tinha esse pensamento e é positividade. Eu não conseguia impedir que os aplausos deixassem ou o sorriso enquanto ele saia do palco e vinha em minha direção com os braços abertos. Seu corpo colidiu com o meu e mesmo seu suor escorrendo sobre mim e fazendo meu corpo inteiro se sentir úmido, eu não me importei. Eu ri quando ele me puxava para a área de troca de roupas e antes que eu percebesse, seus lábios estavam nos meus. Ele sorriu e se foi para sua próxima troca de roupas e eu não tive chance de reagir.

– Deus, isso foi incrível Joon. — Ele falou assim que sentei pra me arrumar depois de ter cantado Trivia:Love, ele mexeu no meu cabelo, bagunçando assim que equipe começou a me preparar para próxima música, todos falando ao mesmo tempo. Seokjin manteve os olhos em mim e uma mão na minha, mantendo-me firme. Ele sabia que eu estava estressado, logo antes de fazer qualquer coisa no palco eu ficava ansioso, e embora ele provavelmente não soubesse, seu beijo me relaxou completamente.

Levantei-me, olhando para o palco quando minha contagem regressiva de 30 segundos começou, iria cantar outro: tear. Eu ajustei minha postura, sacudindo meus membros. Seokjin sussurrou encorajamentos no meu ouvido, mas eu me recusei a ouvir, me recusei a sentir a respiração dele no meu pescoço. Respirei fundo e respirei profundamente. A contagem chegou a 5 segundos e eu dancei um pouco para sacudir os membros, abri um sorriso nas minhas feições e caminhei com confiança para o palco, observando a grande platéia diante de mim.

Quando o show acabou e nos despedimos dos armys o staff nos chamou para tirar uma foto, após cada um foi para um lado para se trocar e ir para o hotel, meus olhos começaram a procurá-lo. Ele esteve aqui um segundo atrás, onde ele poderia ter ido? Procurei mais um pouco e o achei escondido em um canto falando ao telefone, era a mãe dele eu tenho certeza. Com o fuso horário, as ligações para sua mãe são sempre muito aleatórias para ela não ter que dormir tarde esperando por ele. Jin me vê se aproximando e avisa a mãe dele que eu estava próximo e me dá o celular.

– Oi senhora Kim, como está? — digo enquanto olho Seokjin sorrindo pra mim.

– Está cuidando bem do meu filho Namjoon?

– Senhora Kim eu até tento, mas ele sempre cuida mais de mim. 

– Eu imagino, bom vou me despedir de vocês, vão descansar.

– Tá certo Senhora Kim, vou passar pro Hyung, tenha um bom dia.

– Você também Namjoon.

Passei o celular e ele continuou falando e após uns minutos ele deu tchau e disse que amava ela e desligou.

– Eu amo a sua relação com sua mãe hyung.

– E eu amo você Kim NamJoon. — sua declaração repentina me fez sorrir e querer beijá-lo ali mesmo, mas me contive e só disse que o amava também segurando sua mão enquanto íamos nos arrumar para irmos para o hotel.

Quando chegamos ao hotel, meu manager estava falando sem parar e comecei a me sentir sobrecarregado. Seokjin percebeu e falou:

– Sejin Hyung, podemos falar sobre isso amanhã? Precisamos descansar. Prometemos que amanhã estaremos mais dispostos a te ouvir.

Ele assentiu, murmurando algo sobre acordar cedo, coisa que realmente não ouvi, estava cansado de mais. Continuei andando até nosso quarto, dando um leve suspiro de alívio quando me joguei na cama.

– Ei vamos tirar essa roupa e tomar um banho? Eu te ajudo.

Me levanto a contra gosto e vou aos poucos tirando minhas roupas e jogando elas no chão, ouço Seokjin no banheiro possivelmente enchendo a banheira.

Entro no banheiro apenas de cueca e o encontro tirando sua calça, ver Seokjin seminu é uma das visões mais lindas que já tive o prazer de ver, nem todas as paisagens ou monumentos históricos chega aos seus pés, nenhuma obra de arte tem a beleza natural e surreal que meu hyung tem, ele é lindo, de todas as formas, Seokjin hyung é o homem mais lindo do mundo, e é meu namorado.

– Hyung você é tão lindo. — digo ainda o observando, agora com ele só de cueca, assim com eu.

Ele sorri, com aquele sorriso fofo que tanto amo e se aproxima de mim segurando minha cintura.

– Joon você é tão lindo. — ele diz repetindo exatamente o que eu disse antes de me beijar suavemente, automaticamente coloco minhas mãos em seu cabelo, que estão levemente grandes onde faço um leve carinho o fazendo arrepiar, ele se afasta de mim dando leve beijinhos. Ele desliza as mãos pela minha cintura até chegar a barra da minha cueca e lentamente vai a descendo até meus pés, onde eu os levanto um de cada vez ficando completamente nu na sua frente, ele faz o mesmo processo com si mesmo, só que mais rápido e sem delicadeza alguma.

Ele entra primeiro na banheira e se senta, eu entro após e me encosto em seu peito, respirando suavemente com a água morna e cheirosa da banheira, Jin começa a fazer uma carinho no meu cabelo me deixando mais sonolento.

– Hyung se você continuar assim eu vou dormir.

– Pode dormir meu bem, só relaxe que hoje foi cansativo e amanhã será estressante. — ele diz com as mãos em meus ombros e dando beijos em minha bochecha e descendo para o meu pescoço me arrepiando.

– Hyung assim eu vou ficar excitado. — digo isso, mas já estou de olhos fechados e com a cabeça encostada lhe dando liberdade para continuar beijando meu pescoço.

A mão de Jin desce sutilmente pelo meu braço enquanto continua dando beijinhos e leves chupadas em meu pescoço.

– Eu amo suas veias Joonie.

Sua mão vai para minha barriga alisando e me deixando excitado.

– Oh, hyung... — falo em um gemido suave.

– Quer que eu pare Joonie? — ele fala tão suavemente próximo a minha orelha a chupando em seguida.

– Definitivamente não hyung, você sabe como me relaxar.

– Benefícios de ser seu melhor amigo: eu já sei o que você quer, depois de anos ouvindo você e conhecendo cada pedacinho do seu corpo.

Sua mão que estava fazendo um carinho gostoso na minha barriga desceu para minhas coxas onde ele começa um vai e vem próximo a minha virilha.

Minhas mão estão apoiadas em seus joelhos e sinto em minha bunda seu membro, já semi ereto, assim como o meu.

– Não é só eu que estou animado. — digo fazendo Seokjin soltar um riso próximo ao meu pescoço.

– Tem como não ficar olhando para seu corpo? Mas hoje o hyung vai cuidar de você bebê.

Dito isso Seokjin desliza sua mão para meu falo onde começa uma masturbação lenta, intercalando entre um vai e vem gostoso e umas leves pressões, soltar gemidos nesse momento era inevitável, eu estava muito sensível e o Jin sabia muito bem onde tocar.

– Tão bom te ouvir gemer Joonie. — ele diz ainda me masturbando. 

Com a mão livre ele leva até o meu mamilo, dando atenção aquela área, fazendo pressão e alisando. 

– Hyung se você continuar falando assim eu vou gozar rapidinho. — digo tentando a todo custo ser claro, já que a masturbação estava me deixando totalmente desnorteado.

– Mas esse é o propósito bebê, você gozar para ir deitar e dormir. — ele diz aumentando a velocidade e me fazendo gemer alto já próxima ao orgasmo, nesse momento eu já não conseguia raciocinar, só gemer e pedir pra ele ir mais rápido porque eu estava próximo e assim ele fez.

Enquanto minha cabeça estava apoiada em seu ombro, e ele continuava a me masturbar rapidamente e fazendo uma fricção gostosa em meu mamilo eu gozei, gemendo vergonhosamente alto, ficando mole e sem forças. Seokjin ainda continuou a masturbação, só que lenta, enquanto eu dava espasmos involuntários de prazer e meus olhos lacrimejavam. 

– Agora você está relaxado Joonie? — sim ele me perguntou isso após me fazer chorar de prazer.

– Você ainda pergunta hyung? — sorriu fraco, ainda com a cabeça apoiada em seus ombros e de olhos fechados. – Você sempre me relaxa, só sua presença já me deixa melhor. Você me tem em suas mãos hyung.

– Literalmente. — ele diz com a mão ainda em meu pênis me fazendo sorrir.

Após essa sessão Seokjin me ajudou a me lavar e eu fui para o quarto enquanto ele resolvia seu problema. Alguns minutos depois ele entra no quarto e se deita ao meu lado me puxando, fazendo eu ser a conchinha de fora e sentindo seu abraço gostoso.

Antes de dormir já com a voz sonolenta ele diz: – Eu te amo muito Joonie. — e dá um beijo em meu pescoço e eu apenas sorri com os olhos já fechados, me perguntando como diabos eu tive tanta sorte.


⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀


Notas Finais


Eu tenho algumas oneshot curtinhas assim e tou pensando em posta-las, o vocês acham?

Bom espero que tenham gostado.
Obrigada e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...