História Backstage Queen - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Dua Lipa, Zayn Malik
Personagens Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Ansel Elgort, Austin Butler, Avan Jovia, Backstage, Cindy Kimberly, Dua Lipa, Fanfic, Groupie, Halsey, Kendall Jenner, Madelaine Petsch, Romance, Zayn Malik
Visualizações 48
Palavras 4.387
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores, eu sumi mas já voltei com capítulo novo pra vocês.
Explico tudo nas notas finais,

Boa leitura. X

Capítulo 8 - Capítulo 7.


Fanfic / Fanfiction Backstage Queen - Capítulo 8 - Capítulo 7.

- ZAYN -


O avião a caminho de Manchester se encontra em perfeito silêncio. Noah não fala comigo desde a nossa pequena discussão no show de Londres, confesso que tive 100% de culpa, eu nunca havia agido daquela forma, principalmente com ele. O primeiro passo a ser tomado é pedir desculpas a ele e tentar melhorar a nossa relação. Eu nunca consegui esconder nada dele e esconder o segredo desse contrato com Kristen corrói cada pedaço meu. A minha sorte é que hoje de manhã Kristen pegou o rumo para os Estados Unidos, talvez ela apareça durante mais algum show durante a turnê pela Europa, mas pelo menos vou ter paz por alguns dias.

O difícil de hoje foi ver a Liv incrivelmente linda na recepção do hotel fazendo o check-out, nunca vi uma mulher que mexesse tanto comigo como ela. Tudo parece mais leve quando ela está por perto, mesmo que eu lute com todas as forças possíveis pra não cair na tentação. O bom ou ruim é que provavelmente eu nunca mais a verei na vida, então não ficarei a desejando a cada minuto que dou de cara com ela. Vou sempre ter a lembrança dessa mulher com sorriso encantador, que atormentou todos os meus sonhos e pensamentos.

Acho engraçado essa atração que sinto pela Liv, nunca fui aquele tipo que se encanta de primeira, preciso primeiramente confiar muito na pessoa pra tentar ter alguma coisa, mesmo que seja uma amizade. Com ela foi exatamente ao contrário. Quando vi já estava a convidando pro meu quarto no meio da madrugada sem pensar em nenhuma consequência.

Quando parei de pensar em Liv, vejo Noah sozinho e decido ir sentar próximo a ele, precisava restaurar minha relação com o mesmo.

- A gente pode conversar? - o pergunto.    

- Se for pra você bancar o idiota, agradeço, mas não.  

Abaixo a cabeça sentindo o peso de como tudo o que fiz ontem havia o magoado, conheço Noah como a palma da minha mão.

- Não vou, a gente pode conversar ali? - aponto para a parte privada do avião, a mesma que no voo anterior descobri sobre o contrato de Kristen.

- Vamos.

Ele e eu levantamos e seguimos em direção a sala privada, Noah entrou primeiro se acomodando em uma sofá longo que tinha por ali, enquanto eu fechava a porta e puxava uma cadeira para sentar próximo a ele. Noah me olhava como se esperasse que eu começasse a falar.

- Queria te pedir desculpas por ontem, sei que fui um idiota.

- Que bom que reconhece - Noah disse me cortando.

- Noah, eu peguei pesado falando da sua sobriedade, eu só queria comemorar com a minha família e com você.

- Porque que eu acho que você está mentindo, Zayn? Eu sei que você não ama a Kristen, não sei porque insistir nisso.

Engoli em seco, Noah sabia me ler perfeitamente. Acredito que o teatrinho durante o show não deve ter o convencido.

- Tudo está falso demais. - disse ele confirmando o que havia pensado.

- Noah, isso tá me deixando louco.

- O que tá te deixando louco, Zayn? Se você falasse eu poderia te ajudar.

Me levanto verificando se a porta da sala está fechada e se não tem nenhuma saída para que alguém escute a nossa conversa do outro lado. Noah me olha com uma cara desconfiada ainda sentado no mesmo lugar, mas parece entender que estava escondendo algo que ninguém pode saber. Volto em direção a ele chegando bem próximo e falando baixo.

- Eu não poderia fazer isso, mas não consigo esconder nada de você.

Noah só concordou com a cabeça me ouvindo com atenção.

- Quando comecei a namorar Kristen, na minha época mais apaixonado ela me fez assinar um contrato, tipo um pré-nupcial só que de namoro. - Noah concordou com a cabeça mais uma vez - O contrato dizia que se ela me pegasse a traindo, eu deveria pagar 60% do meus gastos anuais pra ela. Kristen descobriu da Alexia de alguma maneira, deu uma mexida no meu celular e achou algumas conversas. A gente brigou feio durante os últimos dias nos Estados Unidos…

- Eu lembro, meu quarto era do lado do seu, só não sabia o motivo. Você deu mole, Zayn - Noah disse interrompendo.

- Voltando… No dia que fomos pra Londres, Nolan me chamou nessa mesma sala, disse que os empresários de Kristen tinham entrado em contato e que estavam dispostos a voltar atrás com o contrato, porque além dos 60% que são 6 milhões de libras, ela entregaria todos os podres da banda, incluindo seu vício e tudo mais. A única forma de fazer isso não acontecer era ficando noivo dela, era pegar ou largar.

- ELA QUER 6 MILHÕES E AINDA ACABAR COM A BANDA? - O olhei feio devido a altura do seu tom de voz - Depois as pessoas não sabem o porque do meu ódio por ela, maldita hora que vocês se conheceram.

Noah estava extremamente irritado. Ele e Kristen nunca tiveram uma relação muito boa, mas de uns tempos pra cá, tudo só vem piorando.

- Você nunca leu esse contrato, Zayn?

- Li, mas achei que ela nunca fosse capaz de usar - respirei fundo - Além disso estou proibido de me relacionar com qualquer pessoa do sexo feminino, estou sendo vigiado constantemente e nem sei por quem.

- Zayn, você está muito fudido - Noah então se levantou e começou a andar de um lado pro outro - Eu nem sei como eu estaria no seu lugar. Agora sei porque surtou ontem comigo, você está carregando tudo nas costas sozinho.

- Sim, o pior é que ninguém podia saber, estou correndo um grande risco contando pra você, mas não consigo esconder nada de ti.  

Noah então parou e veio em minha direção me abraçando, o retribui da mesma forma. Sabia que ele estava sentindo tudo o que eu estava passando.

- Posso só te aconselhar de uma coisa? Não deixe sua banda de lado por isso, vamos pra festas com a gente e tudo mais, se não os outros vão suspeitar de algo e vai acabar criando uma “crise” entre a gente que pode sair na mídia, isso seria pior que as bombas da Kristen.

- Nolan disse que eu não poderia mais ir, por causa das groupies e tudo mais.

- Zayn, se realmente tem alguém te vigiando, essa pessoa vai ver que você não vai estar envolvido com ninguém, vai só estar na sua bebendo e curtindo sua banda. Você vai ter que ter muito autocontrole. - Noah então riu do que havia dito - Zayn e controle não são coisas que dão muito certo.

Eu acabei rindo com o mesmo, ele tinha razão. Nunca fui uma pessoa com um autocontrole desenvolvido.

- Me desculpa por tudo e obrigado por me entender!

- A gente é da mesma família, sempre estaremos juntos.

Nós dois nos abraçamos mais uma vez. Ficamos ali conversando por mais uns minutos sobre mais alguns assuntos até que ouvimos a comissária de bordo avisar que deveríamos no preparar para o pouso em Manchester. Saímos da sala e seguimos em direção aos nossos acentos.

- Vejo que as meninhas voltaram a se falar - disse Jesse rindo

- Sim Jes, você sabe que não vivo sem ele - Noah entrou na brincadeira acariciando meu rosto.

Dei um tapa na mão do mesmo rindo.

- Não mesmo.

Tudo estava normalizado na banda, sem Kristen as coisas seriam muito mais divertidas nessa nova etapa da turnê.

Assim que o jatinho pousou em Manchester seguimos em direção ao nosso novo hotel na mesma van de sempre, conversávamos sobre os próximo show que seria daqui dois dias. Seguiremos o mesmo esquema que foi em Londres, hoje teríamos o dia livre, provavelmente os meninos vão programar alguma coisa em alguma suíte do hotel, no próximo dia teremos a parte de divulgação e no posterior será o dia do show.

O Hotel que ficaremos dessa vez é o Hilton Manchester Deansgate, ele fica no centro de Manchester e tem um dos melhores bares que existe dentro do edifício, então bebidas de boa qualidade estavam garantidas.

Assim que a van estacionou Nolan se dirigiu à recepção fazendo o nosso check-in, seguimos juntamente com ele para a recepção, mas nos sentamos em uma dos sofás disponíveis para esperar.  Não havia fãs na porta do hotel dessa vez, ainda eram 7 da manhã, saímos praticamente de madrugada de Londres, o provável era não ter ninguém ali mesmo. Nolan se dirigiu a nós com os papéis e chaves em mãos para começar a distribuição.

- Noah, a recepcionista mandou avisar que os seus dois quartos já estão liberados e abertos... - Ouvi Nolan dizer enquanto o olhava confuso.

- Ah, obrigado Nolan, é a Ellora. - disse ele se levantando e indo em direção ao elevador, mas antes de entrar no mesmo acabou voltando, provavelmente se esquecendo de algo - Quais são os quartos mesmo?

- Ai Noah, 2208 e 2209, último andar - disse Nolan sem paciência - Zayn, o seu é o 2210, Jesse 2207 e Ned 2206.

Nolan então entregou as chaves para cada um e subimos pelo elevador. Como de costume, o meu quarto era sempre o último do corredor, sempre gostei de paz e de ter uma bela vista da minha janela, além do espaço, que era evidente até pelo corredor. Vi cada um dos meninos entrar no seu respectivos quartos e segui em direção ao meu. Da mesma forma que aconteceu em Londres, eu estava sozinho no corredor direcionando a chave do para abrir a minha porta quando ouvi o quarto da frente ser aberto. Como o quarto da frente estava reservado para o Noah, mas ele já havia entrado no 2208, então provavelmente seria Ellora. Me virei para cumprimentar a mesma, sabia que pelo olhar de Noah que aquilo entre os dois iria longe, mas pra minha surpresa quem estava saindo do quarto era a mulher que mais me deixou louco nesses últimos dias, Liv. Ela estava a mais simples possível, totalmente sem maquiagem, com uma calça jeans e camiseta branca, mas eu nunca tinha a visto tão linda. Mais uma vez eu estava hipnotizado por ela. Ela sorriu pra mim e levantou uma sobrancelha enquanto dizia.

- Feliz em me ver, Malik?


- LIV -

Eu e as meninas havíamos acordado cedo, na verdade nem dormimos direito para dar andamento na nova etapa da turnê. Seguimos em direção a Manchester com um voo comercial. As duas cidades eram extremamente perto, então em uma hora estaríamos lá. Quando estávamos fechando o hotel a banda desceu para fechar os deles e seguir em direção ao novo destino. Como já estávamos de saída e iríamos direto pro aeroporto, provavelmente chegaríamos antes deles no hotel. Eles tinham vários trâmites com o avião particular, o que demoraria mais um tempo.

Noah já estava ciente de toda nossa aventuras com a banda pelo próximo mês e como ele estava louco pela Ellora, resolveu nos ajudar com tudo. De início ele queria bancar todos os nossos gastos de agora em diante, desde hotel até alimentação e meio de transporte, mas não achamos justo. Estávamos ali sim por causa da banda, principalmente pra estar na cama deles, se Noah pagasse tudo eu iria me sentir quase como uma prostituta, fornecendo sexo em troca de favores e não era isso que eu e muito menos Ellora e Íris queríamos ser associadas. Algumas pessoas até pensam que as groupies são exatamentes desse jeito, mas garanto que não somos. Gostamos de ter as coisas com nossos próprios méritos. Ele nos ajudou com o hotel solicitando um quarto a mais e dizendo especificamente que queria em frente ao quarto de Zayn. Lá ficaríamos eu e Íris, enquanto Ellora ficaria com ele. Mesmo o hotel estando dentro das reservas da banda, quem realizou o pagamento fomos nos, diretamente pro Noah.

Quando chegamos no hotel, antes da banda, como planejado, a recepcionista liberou as nossas chaves e subimos em direção aos nossos quartos. Ellora ficou no 2208, enquanto eu e Íris no 2209, o mesmo padrão do hotel anterior. Nosso quarto era enorme, com duas grandes camas de casal e com uma grande janela de vidro que dava pra uma bela vista de Manchester. Claro que o de Londres era mais luxuoso, mas esse não saía perdendo tanto assim.

Assim que acabamos de arrumar nossas coisas, tomei um banho e me troquei decidida a descer para tomar café da manhã. Mesmo que a banda chegasse nesse meio tempo, precisava comer para poder descansar um pouco. Íris decidiu que não iria descer e que já iria dormir.

Segui em direção a porta a abrindo para ir a área do restaurante onde seria servido o café, quando abri a minha porta Zayn estava ali parado abrindo a dele da mesma forma que em Londres. Parecia que tudo tinha se alinhado pra aquilo acontecer daquela forma novamente. Não consegui controlar a minha felicidade e acabei sorrindo para o mesmo, mas fazendo uma cara de interrogação pois ele parecia que tinha se perdido enquanto olhava pra mim.

- Feliz em me ver, Malik? - Não consegui me controlar e precisei começar o papo.

Zayn não respondeu, continuou a me olhar de forma enigmática, analisava cada pedaço presente em mim como se não acreditasse que realmente era eu ali.

- É...É… - balbuciou ele.

- Um gato comeu sua língua no caminho?

Ele então balançou a cabeça e começou a rir, parecia que tinha saído do transe.

- Não comeu não, só não imaginava te ver de novo - ele deu uma pausa no que dizia e encarou meus olhos - Não da mesma forma que te vi da outra vez.

- A gente nunca sabe o que a vida prepara pra gente, não é mesmo?!

- Não mesmo. Nunca fui de acreditar nisso, mas acho que o destino ta brincando com a gente.

- Disso eu tenho certeza.

Nós dois acabamos rindo enquanto um olhava pro outro, a gente até pode ter um começo idêntico ao de Londres, mas agora estava tudo diferente.

- Bom, eu preciso descansar um pouco - disse ele abrindo a porta do seu quarto.

- Estou descendo tomar café da manhã, não quer ir?

- Agora não, preciso mesmo dormir - Zayn entrou no seu quarto deixando as malas sobre a cama e voltando a porta.

- Até mais tarde então Zayn e bom descanso - fechei a porta do meu quarto e segui em direção ao elevador.

- Até mais, Liv - disse ele desviando minha atenção e me fazendo olhar pra trás.

Zayn me deu uma piscada de olho, ele estava encostado em sua porta me observando enquanto seguia em direção ao elevador. Quando já estava dentro do mesmo e as portas começaram a se fechar percebi que ele ainda me olhava. Zayn parecia me querer da mesma forma que eu o queria, e dessa vez estava caminhando pra tudo dar certo.

- Hoje você não me escapa, Zayn Malik - pensei comigo mesma.


- ZAYN -

Depois que vi Liv desaparecer dentro do elevador, entrei em meu quarto e me joguei sobre a cama, era incrível em como essa mulher conseguia me desestabilizar e me fazer ser outra pessoa, uma pessoa melhor. Quando ela está por perto todos os meus problemas somem e sinto que tudo é possível. Fiquei alguns minutos pensando na mesma até que senti meu olhos pesarem. Foi dessa forma, pensando nela, que adormeci.

Acordei com um barulho estrondoso vindo do bolso da minha calça, era meu celular, levei a minha mão até ele o atendendo.

- Zayn, onde você se meteu o dia todo? - perguntou Noah preocupado.

- Calma Noah, eu estava dormindo - me espreguicei para mandar o sono embora.

- São 11h da noite, você dormiu o dia todo Zayn, mais de 12 horas. Eu cansei de te ligar e bater no seu quarto.

- Eu só estava muito cansado, acabei apagando.

- Mas você ta bem mesmo?

- Sim mãezinha, estou - ri dele quando disse isso, Noah riu do outro lado da linha também.

- É o seguinte bela adormecida, vamos dar uma festa pequena na suíte especial do hotel, Nolan conseguiu pra gente. Algumas bebidas, poucas pessoas, mais a gente e os membros da equipe, topa?

- Não sei Noah…

- Lembra do que eu te disse Zayn, você só vai beber, só precisa ter controle.

Pensei no que ele disse e Noah tinha razão, uma festa só pra beber não me faria mal.

- Okay Noah, vou só tomar um banho rápido e bato na sua suíte.

- To te esperando.

Noah desligou a ligação e corri em direção ao banheiro. Tomei um banho, nem muito rápido e nem muito lento, foi o suficiente para relaxar cada parte do meu corpo. Coloquei uma calça escura, bota, camiseta branca e uma jaqueta por cima, quando acabei de me arrumar e peguei o celular em mãos havia uma mensagem do Noah.

“Já subimos, a suíte é a de conferências e festas, fica no andar de cima, 23. São apenas duas, mas somos os únicos aqui. Vem logo noiva, N.”

Ri com a mensagem dele, Noah nunca foi paciente, ainda mais se tinha mulher pro meio. Sai do meu quarto o trancando e segui em direção ao elevador para me direcionar ao andar da festa. Quando saí do mesmo era nítido o barulho vindo da sala a minha direita, também havia a presença de dois seguranças na porta. Segui em direção a sala, cumprimentando eles e entrando. A minha primeira visão na festa foi Ned e Íris sentados no sofá conversando junto com Nolan e mais alguns membros da equipe técnica, havia algumas poucas mulheres com eles também que eu não fazia idéia de quem eram. Noah se encontrava próximo a mesa onde se encontrava um DJ que conversava com ele e Ellora. Jesse ainda estava sozinho encostado próximo a uma grande janela observando a vista.

Fui em direção ao bar, precisava molhar a garganta. A primeira pessoa que vi ali foi a Liv. Ela estava deslumbrante num vestido justo preto, que realçava cada parte dela, como a cintura bem definida, os seios médios e a bunda avantajada, ela realmente me deixava louco. Por cima do vestido ela tinha uma jaqueta de couro. Coisas que nós dois tínhamos em comum. Seguindo em direção ao bar, fiquei pensando nas loucuras que poderia fazer com ela, mas me caiu a ficha que nada daquilo seria possível devido a Kristen. A minha frustração era tão grande, porque eu nunca desejei alguém como a Liv e sei que ela me quer da mesma forma, era nítido em seus olhos. Mas infelizmente o Zayn grosso que precisa urgentemente afastar as pessoas vai entrar em ação agora, tratando a Liv como um ser invisível mais uma vez.

- Um whisky duplo, por favor - solicitei ao barman.

Liv assim que reconheceu minha voz virou em minha direção e sorriu, mas imediatamente fechei a cara e fingi que ela não estava ali.

- Dessa vez não precisei ir te buscar? - disse ela sentando sobre a banqueta e levando o copo com algum destilado aos lábios.

A minha cabeça girava a mil, era necessário afastá-la.

- Nem seria necessário, não iria vir só porque você foi me chamar - disse sem a olhar.

- Okay - ela levantou os braços em rendição - alguém acordou de mal humor ou a foda de comemoração do noivado não foi boa.

Liv levou o copo mais uma vez aos lábios gargalhando em seguida.

- Eu não vou perder meu tempo com você, Jesse está me esperando.

O barman a entregou mais um copo e a mesma se levantou indo em direção ao Jesse o entregando. Eu senti meu rosto queimar de raiva naquele momento, era pra ser eu e não ele.

- Está pronto, senhor - disse o barman me tirando dos meus pensamentos e entregando meu whisky.

Fui em direção a um poltrona onde eu tinha uma vista de toda a sala, quem estivesse me observando veria que eu estava ali apenas bebendo.

Do meu lugar eu via Liv perfeitamente também e ela estava realmente com Jesse. O que acabou me afetando de uma maneira que eu nunca imaginei que aconteceria. Jesse em todo o momento jogava seu charme para a mesma, que acabava sempre rindo com tudo o que ele dizia. Eles conversavam ao pé do ouvido e quando ele podia acabava sempre tocando o seu braço ou a perna. Fiquei os observando com raiva por um tempo e bebendo mais doses de whisky, eu queria estar no lugar dele e isso era tão improvável acontecer no momento, que me causava mais raiva.

- Zayn, tira uma foto, dura mais - disse Noah.

Virei o olhando, nem tinha notado que ele havia chegado ali.

- Não to olhando pra ninguém - levantei da minha poltrona me dirigindo ao bar para deixar o copo.

- É nítido pra mim o quanto você está interessado na Liv.

- Mas não a posso ter, lembra? - disse bravo. Eu já estava num nível extremo de irritação, justamente por causa dela.

- Eu sei, mas se você quiser, posso pensar em algo…

- Obrigada Noah, mas não. Vou subir no terraço fumar, preciso me distrair.

- Tudo bem, vou voltar pro lado da Ellora.

Vi Noah se distanciar e segui em direção a porta. Como a área de festas era no último andar do edifício ela tinha um acesso facilitado e uma escada ao lado do elevador que dava diretamente pro terraço. Eu só precisava fumar em paz, e dessa vez não seria apenas cigarro, precisava do meu beck de maconha que sempre se encontrava juntos dos meus cigarros. Sempre tive um disponível.

Não sei explicar essa minha atração por altura quando quero ficar chapado, pode ser porque consigo ter uma vista mais privilegiada do céu e das estrelas, pode ser por causa dos ventos que sopram diferentes por aqui, eu só me sinto bem.

Peguei o beck dentro do maço de cigarro e o acendi enquanto me dirigia a mureta de proteção do terraço. Dei minha tragada devagar para absorver o máximo que conseguia e então soltei a fumaça lentamente sentindo os efeitos que a maconha me proporcionava, juntamente com a fumaça saindo da minha boca, também diminuía meu nível de raiva e irritação.Quando estava levando a beck a boca novamente ouvi a porta do terraço ser aberta, me virei para enxergar quem estaria perturbando meu momento de paz, e pra minha felicidade ou não, era a Liv.

- Me seguindo? - a perguntei.

Ela riu e foi em minha direção tirando o maço de cigarro da bolsa.

- Você não é o único que tem vícios, Malik - Ela então colocou o cigarro entre o lábios o acendendo, logo em seguida o tragou e soltou a fumaça - Além do mais eu tava ocupada com seu amigo lá embaixo, você não é o centro do universo.

Eu ainda sentia raiva da proximidade dela com Jesse e foi exatamente por isso que saí pra fumar, mas quando estou sozinho com ela tudo some e acabei levando essa patada mais como brincadeira.

- Ai, essa doeu - disse a ela rindo e ela me acompanhou

Liv estava ali, incrivelmente linda, apenas eu e ela, sem os olhares de ninguém, sem ninguém da Kristen me vigiando. Realmente estava começando a pensar na obra do destino entre a gente. Ninguém além de Noah sabe que eu só gosto de ficar chapado em lugares altos.

- Ta querendo ficar chapado porque? - ela me perguntou.

- Nada demais, só querendo relaxar mesmo.

- Você sabe que tem outras formas bem mais gostosas de se relaxar, não sabe?!

Liv disse isso rindo e me lançando um olhar que não tinha visto ainda, na verdade tinha, mas apenas nos meus sonhos. O olhar de que me quer de verdade, ela estava me desafiando. Eu entraria a dela.

- Sei, mas acho que seria melhor se você me mostrasse.

Liv gargalhou enquanto apagava seu cigarro e o jogava, acabei fazendo o mesmo com o beck. Em seguida pegou em minha mão me guiando até ela enquanto a mesma se encostava sobre a mureta do terraço. Me posicionei em sua frente a segurando pela cintura. Liv chegou próxima a minha orelha dizendo.

- Espero que goste, Zayn.

Ela então deu uma leve mordiscada no lóbulo da minha orelha, senti meu corpo todo arrepiar. Acabei não me contendo nesse momento e seguirei a cintura dela com força com uma mão, levando a outra até a sua bunda. Senti ela rir enquanto dava um beijo em meu pescoço, me fazendo ficar mais arrepiado e a desejar de todas as formas. Só de Liv estar perto de mim fazendo apenas isso eu já me sentia excitado, a minha ereção já começava a ficar evidente.

Liv seguiu trilhando os beijos pelo pescoço, queixo, até que chegou no canto da minha boca, ela então parou e começou a passar a mão pelo meu tórax descendo em direção a minha ereção a apertando em seguida.

- Animadinho, Zayn?

Eu estava hipnotizado por ela, não conseguia responder nada, apenas observava cada movimento a desejando mais e mais. Liv acabou invertendo nossas posições me colocando encostado na mureta e se posicionando na minha frente. Ela novamente chegou bem próxima ao meu ouvido e colocou os braços sobre meus ombros.

- Como você já realçou fumando, dessa outra forma vai ficar pra outra hora, porque agora eu vou voltar pra festa beber.

Ela então deu mais um beijo no canto da minha boca e saiu de perto de mim. Ainda estava tão hipnotizado por aquela mulher que não tive reação nenhuma. Quando ela estava próxima de abrir a porta me dei conta do que estava acontecendo.

- Vai me deixar assim? - disse apontando pra minha ereção.

- Me procure quando realmente quiser acabar com isso - ela riu.

- Liv - disse em tom de súplica.

- Hoje você dá conta sozinho, eu tive que fazer isso aquele dia em Londres.

- Isso é uma vingança?

- Não Zayn, só estou esperando o momento certo.

- Liv, por favor….

- Você sabe onde me achar! Até mais, Zayn.

Ela então piscou pra mim e me lançou um beijo saindo pela porta do terraço em seguida. Ela havia me deixando sozinho e louco por ela, mais uma vez.


Notas Finais


Olá meus amores, eu demorei mas voltei.
Primeiro quero me desculpar pela demora, eu estou de férias e vim pra cada dos meus pais, mas esqueci de trazer o notebook. Este capítulo foi todo escrito pelo celular, então mesmo com toda a ideia na cabeça, eu tinha preguiça de escrever.
Se caso tiver algo desconfigurado ou algo assim é porque além de escrever eu também estou postando pelo celular....

O que acharam desse capítulo? Vocês devem estar se perguntando até quando Zayn e Liv vão ficar nesse chove não molha, e eu lhes digo que em breve rola algo. Hahahahahha

Me digam o que estão achando de tudo, quero sempre críticas!!!
Não se esqueçam de votar e comentar, isso me ajuda muito.

Também estou no twitter esperando por um papo @__itsyou

Até a próxima, Kels.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...