1. Spirit Fanfics >
  2. Bad at romances >
  3. Knocking on my door

História Bad at romances - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


+1

Capítulo 12 - Knocking on my door


Fanfic / Fanfiction Bad at romances - Capítulo 12 - Knocking on my door

Acordei tarde pelo ocorrido do dia passado, merda tinha sido incrível demais, olhei meu celular e já eram 13h28, levantei me espreguiçando com lembranças do dia anterior, tomei um banho quente e relaxante, coloquei um shorts jeans claro cintura alta e um body preto de mangas compridas com as costas abertas, penteei meus cabelos recém-lavados e fui almoçar/tomar café, peguei um pacote de cookies e suco de morango, só esperando Alexy e Rosa virem até minha casa perguntar o porquê de eu ter faltado hoje, me sentei no sofá ao lado Hades que estava brincando com um brinquedinho em forma de osso, coloquei na tv o programa bossal que eu mais amo no mundo “De férias com o ex”, como esperado bateram na minha porta e assim que abri estavam os dois:

- já sabia que vocês viriam- disse abrindo a porta e deixando eles entrarem

- que bom que sabia, agora me diz por que faltou?- Alexy disse e eu ri

- Tá rindo do que?- Rosa perguntou confusa

- digamos que ontem a noite foi longa, e antes que perguntem, não transei- disse sorrindo 

- então tá feliz por quê? O que aconteceu?- Rosa perguntou curiosa 

- Eu sai com o Castiel, que apareceu aqui em casa 23h, fomos até o píer e depois ficamos andando na praia, até entramos no mar se vocês quiserem saber, depois ele me deixou aqui em casa e a gente se pegou um pouco e so isso- eu disse como se fosse a coisa mais comum do mundo 

- COMO ASSIM AQUELE BOY GOSTOSO VEIO AQUI PRA TE LEVAR PRA PASSEAR, VOCÊ BEIJOU ELE E NÃO TRANSOU?- Alexy gritava 

- VOCÊ DESPERDIÇOU UMA OPORTUNIDADE QUE QUALQUER GAROTA QUER- rosa gritou junto

- Aí gente, tava tarde e eu nem sei se ele foi pra escola hoje, não que eu não queria transar com ele, se o beijo já foi incrível e cheio de pegada, imagina a transa desse homem- disse sorrindo 

- nem me fale, ele tem uma cara de quem fode muito bem e faz gostoso- Alexy disse se abanando sobre o assunto

- Não desperdiça a próxima oportunidade Heloísa, ele tá tão na sua e só você não percebe- Rosa disse

- Verdade amiga, ele tá tão caidinho por você, aquele garoto não para por qualquer uma não- Alexy disse

- Relaxa, esqueceram que temos uma viagem da escola e um hotel todinho pra explorar- eu disse e eles entenderam o que eu queria dizer

- Aliás a Diretora passou pra gente a programação das festas que vai ter na viagem e vai ter festa a fantasia- Rosa disse- então hoje a gente vai ir comprar as fantasias agora, vamos levanta esse bundao do sofá pra irmos a alguma loja de fantasia 

Dito isso levantei fui até meu quarto, coloquei um all stars preto cano alto e plataforma, peguei minha bolsa e meu celular, tinha uma mensagem do castiel escrito “espero que tenha gostado mesmo do passeio, eu gostei mais do final e onde podia ter terminado” e eu respondi “eu amei o passeio, o final foi incrível e o resto a gente resolve na viagem”, desci e Alexy e Rosa estavam sentados no chão brincando com o Hades que pulava animadamente, quando eles me viram se levantaram, fomos até meu carro. 

O caminho foi tranquilo, chegamos na loja, os dois não paravam quietos, eu via as fantasias sem esperar algo grandioso, eu queria algo sexy porém não algo que todo mundo vai estar vestido tipo “diabinho” ou coisas usuais, Rosa experimentava uma fantasia de Viking sexy e Alexy de rainha de copas, que virou rei né:

- AÍ AMIGA EU AMEI TEM QUE SER ESSA- Alexy disse apontando pra Rosa que realmente estava linda 

- VOCÊ FICOU SENSACIONAL TAMBÉM ALEXY- ela dizia pra ele

- vocês estão maravilhosos- eu disse vendo a fantasia deles que realmente estava muito lindo 

- e voce gata, escolheu o quê?- Alexy perguntou 

- Não achei nada a minha cara, quero algo sexy e elegante sabe?- disse

- eu vi uma perfeita então- Rosa disse e foi pegar- toma experimenta- ela me entregou e eu entrei no provador

Era uma fantasia de “coelha”, as orelhas eram de látex preto e tinha um véu bem pequeno de renda também preto que cobria até a parte dos olhos, um vestido de alcinhas todo colado preto curto com uma fenda que chegava até o quadril que dava o ar sexy no vestido com um pompomzinho branco que era o rabinho, também acompanhava um par de luvas pretas que iam até um pouco acima do cotovelo  pra dar o da elegância, eu achei perfeito e sai do provador fazendo uma pose:

- acho que tá perfeito- disse fazendo graça 

- GOSTOSA, DEUSA, COMA MEU CU- Alexy e Rosa falavam juntos 

Pagamos nossas fantasias e fomos comer alguma coisa na rua, achamos uma loja de doces gourmets então entramos, pedi um cappuccino e alguns macaroons enquanto Rosa e Alexy pediam café e alguns pedaços de bolos:

- Heloísa, por que Castiel foi na sua casa ontem?- Alexy perguntou- Porque tipo ok o passeio todo, mas por quê?

-eu ainda não sei, ele falou que era pra tirar o meu espírito de idosa- eu disse dando de ombros 

- ele bem que conseguiu né- rosa disse maliciosa

- sério ele beija tão bem que é difícil não querer mais, o que ele tem de garoto sério, ele tem de gostoso e de pegada- eu disse mordendo o lábio- o dia que eu sentar naquele homem nem guindaste- eu disse e demos risada

- mas amiga já reparou o jeito que ele te olha?-  Alexy perguntou 

- Não, você sabe que eu sou horrível pra esse papo de reparar emoções a não ser que me falem o que tá acintecendo- eu disse virando o resto de cappuccino que tinha na minha cabeça

- Ele não te olha só querendo transar com você, ele tem alguma coisa a mais- Rosa disse- ele te admira toda hora e tenho certeza que se preocupa

- mas como ele conseguiu criar sentimentos logo pela minha pessoa?- eu disse- eu não tenho nada interessante 

- Claro que tem, você é linda, gostosa, inteligente, tem um bom papo, tá sempre querendo ajudar quem precisa da sua ajuda, beija bem e transa melhor ainda- Alexy disse 

- verdade amiga, eu lembro quando eu te beijei ano passado, sei beijo é sensacional só perde pro Leigh- Rosa disse 

- obrigada gente, fiz um curso pra aprender a beijar- falei brincando e demos risada

- tá, vamos mudar de assunto- rosa disse- o ônibus vai sair domingo 22h  na porta da escola, a gente podia fazer uma festinha do pijama amanhã pra se preparar- rosa disse

- eu concordo, iria ser um máximo, minhas malas já estão prontas mas tenho que fazer minha mochila que vai ficar junto comigo no ônibus- Alexy disse

- eu já to com tudo pronto, a festa do pijama vai ser na casa de quem?- eu perguntei 

- na sua ué- Alexy disse como se fosse óbvio- você é a única que mora sozinha numa casa grandona 

- tá bom então, só nós três?- perguntei

- claro que não né Heloísa, vamos chamar o Castiel, Lysandre, Iris, Kim, Prya, Viollet, Bia e Kentin- Alexy disse

- todo final de semana isso meu pai não aguento mais- disse brincando 

- aguenta sim, ano que vem cada um vai estar em um lugar diferente fazendo faculdade vamos aproveitar esse ano- Rosa disse 

Terminamos de comer, pagamos, deixei os dois em casa e fui para a minha, chegando lá Hades pulava animado com minha chegada, fiz carinho nele, tirei meus tênis deixando eles jogados por aí, subi até meu quarto, tomei um banho de banheira super relaxante, quando sai coloquei uma  lingerie preta que parecia um body toda rendada, sinceramente fiquei uma gostosa, tirei algumas fotos digamos que sensuais no espelho e selfies também, postei algumas nos stories do WhatsApp e no Snap, deitei na cama olhando quem tinha me mandando mensagem mas ninguém que eu falasse “uau você é tudo” então liguei minha tv e coloquei na Netflix, passava por vários filmes e séries até parar em Orange Is the New Black, coloquei um episodio pra assistir até meu celular apitar com a mensagem do abençoado “Heloísa, quer sentar comigo no onibus da viagem?” Castiel perguntou mesmo que fofo, respondi “Claro, mas vai ter que levar doce pra mim comer  e deixar eu escolher filme pra gente ver no meu iPad” eu disse e a resposta não podia ser melhor “Levo sim, confia no seu gosto pra filme contanto que não seja romance tá tudo bem” eu respondi “ romance só dos anos 90, mas meu gosto pra filmes é outro nível pode esperar um filme incrível” e ele fez uma pergunta “tá fazendo alguma coisa?” Respondi “não,  por quê?” e a reposta inesperada “tá to indo pra sua casa”. Coloquei um shorts jeans por cima do body/ lingerie só para não parecer que eu estava indo dormir, 20 minutos depois ele bate na minha porta e eu abri:

- Oi, desculpa aparecer de repente mas desde ontem eu to você na cabeça então- antes dele terminar de falar ele me puxou pra um beijo totalmente selvagem porém muito bom, ele desceu o beijo até meu pescoço e dando uma leve mordida que me fez arfar

- merda Castiel, você faz isso tão bem- eu disse com as mãos no cabelo dele totalmente viciada no que ele fazia, ele me beijou de novo e trancou a porta com a mão dele que estava livre, o que me fez dar uma leve risadinha no meio do beijo 

Ele me prensou ali mesmo na porta me fazendo me sentir totalmente rendida, ele me olhou nos fundos dos olhos e me puxou pra cima me fazendo subir no colo dele com as pernas enlaçadas na sua cintura enquanto ele beijava meu pescoço e suas mãos apertavam minha bunda de uma maneira sugestiva, eu conseguia sentir a pressão do seu meninão embaixo das calças, ele me levou até o sofá e deixou que eu ficasse por cima, eu dei uma leve reboladinha pra ele sentir que eu queria aquilo tanto quanto ele, deu pra escutar um gemido rouco e grave saindo da boca dele, continuei a beijar ele mas já com as mãos prontas pra tirar sua blusa e foi isso que eu fiz em menos de 2 segundos:

- você é habilidosa hein- ele disse me virando fazendo ficar por baixo e dar um riso safado digamos assim

- você também não tá nada mal- disse irônica e ele deu um sorriso sacana me beijando e apertando minha cintura, ele foi beijando meu pescoço até chegar a parte que cobria meus seios, ele abaixou o bastante pra ter a visão que queria e começou a massagear de um forma bruta que me deixava alucinada me fazendo soltar um gemido baixinho mas ele escutou e sabia que estava fazendo certo

(POV- Castiel)

Cada ato dela é tão sexy que eu não aguentei, eu precisava fazer isso, agora ela me olhando com aquela carinha de safada era minha perdição, o próprio pecado, desabotoei o shorts dela que saiu rapidamente sem pestanejar, ela só estava de body mas já dava pra ver o formado do corpo curvilíneo dela, ela embaixo de mim com as mãos na minha nuca dando leves arranhões era a melhor sensação do mundo, desabotoei o fecho do body que abriu com facilidade e coloquei minha mão gélida na sua intimidade, ela soltou um gemido que era igual música pros meus ouvidos, estimulava ela enquanto ela gemia com a cara no meu pescoço e eu sussurrava sacanagens no ouvido dela, podia sentir o corpo dela se contrair, desci dando beijos e mordidas pelo corpo dela ainda coberto pelo tecido do body, me encaixei no meio das pernas dela e comecei a chupar ela que soltou um gemido alto me fazendo saber que estava fazendo certo, senti ela chegando no ponto alto dela e as pernas dela fazer uma pequena pressão nas minha orelhas  e senti ela se desmanchar na minha boca, a sensação dela ali pra mim era tudo, arranquei o body dela rapidinho, meu deus o corpo dela não tinha outro igual, era perfeito e branco como mármore, era a visão do paraíso:

- posso ficar por cima?- ela perguntou pra mim completamente excitada

- pode sim- disse virando ela deixando ela por cima de mim e ela se sentou bem em cima do meu membro me fazendo pulsar e soltei um gemido alto que fez ela soltar um riso safado sabendo que estava me deixando duro

Ela me beijou de forma intensa, ela foi dando beijos e chupadas em toda a extensão do meu corpo ao chegar na borda da minha calça ela deu um sorriso pra mim que me fez crer que aquela menina era o diabo de tão sexy que ela estava, abaixou minha calça e cueca tudo junto, pude ver ela mordendo o lábio inferior de uma maneira que deixa qualquer cara louco, ela começou dando beijos na cabeça do meu membro me fazendo ficar louco e soltar gemidos, quando menos esperava ela começou a me chupar e eu fui a loucura, não dava pra segurar os gemidos ela fazia do jeito mais perfeito que existia me fazendo querer explodir, quando eu gozei, ela engoliu tudo sem nem pensar duas vezes:

- garota, você não existe, mas agora vamos pra melhor parte- eu disse puxando ela e deixando por baixo, rocei a cabeça do meu membro na sua entrada com o que fez ela soltar um gemido e eu continuei provocando

- castiel, me fode logo porra- ela disse no meu ouvido de um jeito tão sensual e suplicando pra que eu fizesse aquilo

Dito isso, coloquei meu membro dentro dela que estava fervendo de Tesao, fazia movimentos de vai e vem, nós dois estávamos gemendo um mais alto que o outro, ela pediu pra ficar por cima e eu coloquei sentada no meu membro sem nem pensar, ela rebolava e quicava de um jeito que me deixava louco, eu apertava e dava tapas na bunda dela com que fazia que ela estimulasse cada movimento, estávamos perto de chegar no nosso ápice e eu coloquei ela por baixo de novo, dando fortes estocadas, minha mão estava no pescoço dela fazendo uma leve pressão e deu pra perceber que ela gostava daquilo, pra mim era a visão do paraíso ver os olhos dela se revirando de prazer e o rostinho dela vermelho, eu queria poder fotografar esse momento pra sempre, assim que chegamos no ápice junto eu sai de dentro dela que fez ela soltar mais um gemido e dar uma risadinha:

- caralho Castiel, você foi incrível- ela disse ajeitando o cabelo e olhando pra mim

- digo o mesmo pra você, essa com certeza foi a melhor transa da minha vida- eu disse 

- a minha também, você e seu amiguinho trabalham bem em equipe- ela disse apontando pro meu membro e dando uma risada- amiguinho não né, porque de pequeno não tem nada 

- eu não posso falar isso de você, tão apertada Heloísa- eu disse e ela deu uma risada 

- depois dessa foda, duvido que continuei assim- ela disse e eu gargalhei

- isso eu já não sei, mas foi muito bom- eu disse dando um selinho nela e peguei meu maço de cigarros no bolso da minha calça jogada no chão da sala- quer um?- ofereci e ela pegou

- obrigada- ela disse dando um sorriso e acendendo- vou usar tua blusa tá? To com preguiça de ir até meu quarto buscar uma roupa- ela disse pegando minha blusa do chão e vestindo 

- pode ficar pra você, fica melhor e bem gata- eu disse e ela riu soltando a fumaça do cigarro na minha cara 

- se amanhã eu acordar de perna bamba a culpa é sua castiel- ela disse soltando uma gargalhada 

- eu assumo essa culpa e espero que tenham próximas vezes- eu disse rindo 

- vai ter sim, pode ter certeza que vai- ela disse rindo- não vou desperdiçar o cara que me fez ter a melhor foda do mundo 

- obrigada pelo elogio, digo o mesmo da senhorita- eu disse brincando e demos risada

- você vai pra casa ou vai querer passar a noite aqui?- ela me perguntou- já tá tarde pra você voltar sozinho

- Se não for atrapalhar, posso dormir aqui- eu disse

- Claro que não vai atrapalhar, anda vamos deitar, to cansada- ela disse se levantando me chamando e eu vi a perna dela bamboleando

- parece que tá já bamba- disse no ouvido dela que soltou um riso e eu dei um tapa na bunda dela que soltou um gemidinho

- a culpa é de quem?- ela disse safada, recolhemos a roupa do chão da sala e fomos até o quarto dela

Tomamos banho juntos e rolou alguma brincadeirinhas, ela colocou o pijama dela que era um shortinhos solto verde água e uma blusa curta preta e o meu pijama era minha cueca e minha blusa, nos deitamos e dormimos de conchinha. 



Notas Finais


Espero que tenham gostado ♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...