1. Spirit Fanfics >
  2. BAD BLOOD - Draco Malfoy >
  3. Malia Gendle

História BAD BLOOD - Draco Malfoy - Capítulo 27


Escrita por:


Capítulo 27 - Malia Gendle


Fanfic / Fanfiction BAD BLOOD - Draco Malfoy - Capítulo 27 - Malia Gendle

Draco

Chegamos a estação 9 3/4 em poucas horas, meus pais sempre me levavam, mas dessa fez tive que me virar sozinho. Eu ainda estou mal por eles me largarem aqui, sei que não somos a família mais unida desse mundo, mas eu ainda tenho o sangue deles.

O trem estava lotado, muito diferente do ano passado que você poderia ir sozinho em uma cabine que não faria diferença alguma, hoje está até me lembrando minha primeira vez indo a Hogwarst. Eu nunca tinha estado tão nervoso quanto aquele dia, meu pai me falava o quão era importante eu estar na Sonserina, pois seria humilhante seu único filho sujar o nome da familia indo para outra casa, já minha mãe era diferente, ela dizia que seria honroso continuar a tradição, mas que se eu estivesse em outra casa não teria problema algum, porque ela acreditava no meu potencial. Isso me deixava maluco, os dois mesmo sendo parecidos ainda são extremamente diferentes.

 - Vai querer Draco? - Alhena me tira dos meus pensamentos.

- Ah? O que? - ela deu risada e me encarou zombando de mim.

- Chocolate, você vai querer?

- Quero,  pega dois e algum bolo.

- Quer uma massagem também? - zombou.

- Eu quero. - ela sorriu e saiu ds cabine me deixando sozinho, ela era tão... ela, isso me deixa louco, ao mesmo tempo que ela me dá rios de amor, ela também zomba e me desafia, ao contrário de todas as garotas que já fiquei que apenas faziam tudo o que eu queria.

- Aqui Draquinho. - ela disse entrando e carregava um monte de doces, ela estava acompanhada por Gina e Hermione, para minha sorte. - Olha quem eu encontrei.

- Você vai ficar doente se comer tudo isso, Alhena.  - falei ignorando totalmente as duas garotas. Ela apenas jogou os doces em meu banco e se sentou ao meu lado enquanto as meninas se sentavam a nossa frente, a ruiva estava comendo algumas balas, já a sangue-ruim estava comendo uma tortinha.

- Eu falei pra ela. - Gina sorriu. - Ah oi Draquinho. - a encarei e ela deu risada junto com as outras duas, essa seria a viagem mais longa que já fiz nesses anos.

- Eu não comprei só pra mim, estamos em quatro pessoas e até chegarmos a Hogwarst vai demorar.

- Mas ainda existe comida em Hogwarts Lhena. - Hermione lembrou e eu deixei uma risada baixa escapar.

- Estão todos contra mim? - acenamos a cabeça confirmando e ela ficou emburrada comendo suas balas.  - Os meninos não vinheram mesmo?

- Não.

- Eles são muito cabeça dura, é importante terminar os estudos, eles poderiam trabalhar depois. Eu falei com eles...

- Se tem uma coisa que a Mione fez foi falar. - as duas riram da castanha que ficou aparentemente brava, apenas ouvi a conversa sem dizer nada.

- E você Draquinho o que vai fazer depois que terminar os estudos? - Gina falou em tom de ironia.

- Depois que terminar quero me tornar um medibruxo, mas se continuar me chamando assim vamos voltar a Câmara e te deixarei lá. - Granger arregalou os olhos assustada.

- Voltar? Como assim voltar a Câmara Secreta? Vocês sabem muito bem que não podem entrar lá! Espera! Como entraram? - nós três nos olhamos e Alhena gargalhou.

 - Temos nossos segredos, Mione.

- Porque entraram? É perigoso e Gina você é monitora! 

- Ah Hermione! Estávamos apenas ajudando a Alhena, e eu já estive lá antes.

- Se alguém descobrir vocês...

[...]

Após uma hora de sermão da senhorita sabe-tudo, as meninas sairam da cabine para se trocarem e nos deixaram sozinhos, Alhena fechou as cortinas acampando a visão de todos para nos trocarmos.

- Tá bom, não sei como aguenta a Granger. 

- Ela é legal, quando não está palestrando e vocês dois são cabeça dura. - Alhena guardou os doces que sobraram em sua bolsa e pegou nossos uniformes. 

- Nem pense! Não existe um mundo onde eu me daria bem com ela! - tirei minha camiseta e os sapatos. - Ela é totalmente egocêntrica e arrogante.

- Para de bobagem, se desse uma chance. - Alhena tirou suas blusas, nunca conheci ninguém tão frienta quanto ela. - Você e a Gina se dão super bem.

- Ela não me provoca.  - troco minha calça e coloco a camisa da escola. - Deve ser o sangue puro. - Alhena revirou os olhos, e colocou sua roupa.

- Tão lindo, mas tão cabeça dura.

- Não estou mentindo. 

- Eu sei. - ela fechou sua camisa. - detesto esse uniforme.

- São confortáveis. - coloquei minha gravata e sorri a olhando. 

- Você pode usar calças. - ela colocou sua capa e me encarou. - Agradeço por essa capa todos os dias. - me aproximei e a puxei para perto. 

- Eu gosto das saias. - beijei seu rosto.

- Porque? São horríveis. 

 - Muitos motivos, mas o principal. - a beijei e me sentei no banco, coloquei ela por cima do meu colo e apertei suas coxas. - São fáceis, não acha? 

- Sim, mas detesto ainda. - beijei seu pescoço e me aproximei de sua orelha.

- Eu posso mudar isso, se quiser... - sussurrei alisando sua intimidade com os dedos e ela sorriu. 

- Aqui? Sério? - conformei e ela abriu minha calça, meu membro já estava latejando, só a ideia de fazer ali no trem me deixava maluco. 

- Pode?

- Uhum. - puxei sua calcinha para a lateral e alisei sua intimidade com meu membro, ela estava totalmente úmida. Penetrei com certa força e ela conheçou a fazer movimentos de sobe e desce, estimulei sua partes e sentia que ela estava quase gozando, segurei o máximo que pude, meu corpo estava quente assim como dela, nossas respirações ficavam cada vez mais ofegante e ela sorria, em poucos minutos chegamos ao ápice e gozamos juntos, ela parou os momentos e ficou no meu colo me olhando, guardei meu membro e a beijei suavemente. - Você é maluco.

- E você gosta.

[...]

A nova direção do Castelo estava sendo feita pela Minerva, o castelo parecia estar intacto, mesmo estando todos animados podia sentir todos olharem para mim, isso era horrível. A cerimônia dos novos alunos foi feita e suas casas foram escolhidas, havia uma nova aluna, seu nome era Malia Grendle, ela tinha dezesseis anos, deve ter sido transferida.

Alhena

O jantar estava incrivel, mas a garota nova me chamou atenção, tudo bem que vai fazer dois anos que entrei em Hogwarts, mas sei que não é comum aceitarem alunos transferidos assim do n6ada, algo estava errado.

Acordei exausta essa manhã, o dia ia começar com aula de poção e depois a maravilhosa herbológia, que Merlin me ajude. Cheguei ao salão comunal e me sentei com as meninas, os alunos ainda sstavam em seus quartos, mas eu não queria atrasar hoje.

- Bom dia, flor do dia. - Gina disse irônica.

- Bom dia princesa. - sorri.

- O que fez essa noite? Está um caco. - Mione perguntou, ela estava decorando um livro sobre Merlin sabe lá o que.

- Eu só dormi, mas parece que um trator passou por cima de mim.

 - Trator? - Gina parecia confusa, as vezes me esqueço que ela nunca conviveu com trouxas.

- É um carro bem grande Gina. - Mione interrompeu. - O que acharam da garota nova?

- Estranha, não parece confiável. 

- Para Lhena, vamos dar um voto de confiança, afinal ninguém falou com ela ainda.

- Vocês que vão dividir quarto mesmo. - sorri e prendi meu cabelo. 

- Eu teria mais medo de dividir com Pansy e Astória.

- Nem me fale, já tinha até me esquecido isso. - as duas riram me olhando enquanto eu comia alguns cup cakes que insistiam em chamar de bolinho.

- Ela está vindo ai. - Gina olhou para a entrada do salão comunal e rapidamente olhamos a garota, ela parecia tímida, já estava até com todos seus livros em mãos. Ela caminhou até a mesa da Grifinoria e se sentou próximo de nós. 

- Vocês vão ter aula de herbológia ainda? - perguntei.

- Não, eu concluo todos os módulos, só falta adivinhação, trato de animais e DCAT.

- Novidade, Mione! - Gina riu. - Esse ano vou me dedicar totalmente ao quadribol. 

- Eu ainda vou precisar recuperar algumas matérias, maldita guerra. - Malia nos olhou assustada e voltou a cabeça para seu livro.

- Ei, Malia, né? - Gina chamou sua atenção e ela confirmou com a cabeça. - Senta aqui com a gente. Você foi tranferida?

- Oi... sim.  Eu estava estudando em Paris.

- Nossa... Prazer, Hermione Granger, essa é a Gina Weasley e aquela é Alhena Virgo.

- É um prazer. - ela sorriu timidamente.

- Porque mudou para Londres? - perguntei.

- Era para vir ano passado, mas com todos aqueles conflitos meus pais não me deixaram vir, eles vinheram ajudar e acabaram falecendo. Eu convenci meus tios a me trazerem de volta esse ano.

- Sinto muito. - falei.

Conversamos por um bom tempo, ela não falava muito mas parecia familiar, sua pele era clara, mas não como a de Draco. Seus cabelos eram pretose e seus olhos o eram mais escuros ainda, não conseguia confiar nela, tem algo de errado com ela.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...