História Bad Blood (Camren) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Demi Lovato, Fifth Harmony, Shawn Mendes
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Allyson Brooke, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Karla Cabello, Lauren Jauregui, Lesbicas, Lobisomem, Michelle Jauregui, Normani Kordei, Norminah, Romance, Sobrenatural, Vampiro
Visualizações 2.833
Palavras 1.227
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção, Hentai, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obs: Algumas partes não serão tão diferentes da versão anterior da história.

Prontas crianças?

Capítulo 1 - In the childhood


Fanfic / Fanfiction Bad Blood (Camren) - Capítulo 1 - In the childhood

25 de Fevereiro de 2007

O grande lobo branco andava pela enorme floresta a procura de um cheiro que já o incomodava há certo tempo. Suas patas doíam, ele estava com fome e cansado, mas ainda se mantia sobre as quatro patas, marchando na direção de onde vinha aquele doce cheiro.

- Cachorrinho! - ele ouviu a voz da pequena criança e a olhou, seus grandes olhos amarelos se arregalaram de imediato e uma corrente elétrica passou de suas patas até a ponta de seu focinho. Era dela que o cheiro vinha. - Cachorro bonito! - a garotinha estendeu a mão em direção ao lobo e ele pode ver a marca em seu pulso.

A marca de Téras.

Ele deu alguns passos para trás e pensou em correr de volta para o acampamento da sua matilha e avisar a todos que outra alcatéia estava por perto, mas a garotinha começou a chorar e ele  sentiu um aperto no coração e se aproximou dela.

A pequena se assustou com a aproximação repentina do grande animal e encarou os olhos amarelos dele, ela ergueu a mão, ainda com medo, e afagou a cabeça do lobo, assistindo o mesmo aproveitar o leve carinho. Seus olhinhos curiosos passaram por todo o animal e de repente ela pulou sobre ele e o abraçou pelo pescoço.

[...]

O lobo  havia acabado de voltar para o acampamento e sobre suas costas trazia a pequena garotinha com seu ursinho em mãos. Ele tinha em mente que havia feito uma idiotice tremenda ao levar um de outra alcatéia para o acampamento, mas ele não sabia o que o havia levado a fazer esse ato extremamente perigoso.

Ele fez um sinal com a cabeça, indicando para a garotinha um local ali perto onde algumas crianças corriam e gritavam alegremente, ela desceu de suas costas e foi até as crianças, onde logo começou a conversar com outra garotinha e depois foi brincar.

Agora vamos ao problema maior.

Caminhou até sua tenda e voltou a sua forma humana, vestindo uma roupa qualquer rapidamente e saiu novamente, indo para a tenda do alfa.

- Você sentiu a garota, não é? - perguntou, fazendo uma leve referência ao alfa.

- Porque você trouxe alguém de Téras para o nosso acampamento, Harry?

- Ela estava sozinha e algo em mim me disse que eu deveria trazê-la.

- Você sabe o que pode nos acontecer caso descubram que ela está aqui.

- Eu me responsabilizo por tudo, senhor - se ajoelhou e abaixou a cabeça.

- Você não tem jeito mesmo - o alfa levantou de sua cadeira e afagou os cabelos do mais jovem.

- Traga a garota até nós! Boatos dizem que um Aimatirí Lýkos (lobo sangrento) nasceu entre os lobos de Téras e sobreviveu, pode ser essa garota - a esposa do alfa se pronunciou pela primeira vez.

- Um Aimatirí Lýkos? Porque não me disseram isso antes? - ergueu a cabeça e encarou a mulher a sua frente.

- Eram apenas boatos - deu de ombros.

- Se ela for esse tal Aimatirí Lýkos, o que farão com ela?

- Apenas traga a garota, Harry!

Harry abaixou a cabeça novamente e assentiu, não adiantava nem insistir. Ele se levantou e caminhou a passos lentos até a área onde as crianças brincavam.

- Ei, garotinha - chamou e ela rapidamente correu até ele. - Qual seu nome?

- Você é o cachorrão branco? - ela perguntou curiosa e ele apenas assentiu. - Meu nome é Karla!

- Meus pais querem te conhecer - abaixou para ficar na altura da pequena.

- Eles vão brigar comigo também? - seus lindos olhinhos azuis se encheram de lágrimas e Harry a abraçou.

- Claro que não, pequena! Ninguém vai brigar com você - Karla se afastou dele, o narizinho vermelho por ter segurado as lágrimas e um sorrisinho tímido em seus lábios. - Vamos? - Harry levantou e ela assentiu, segurando a mão dele e o seguindo até a tenda do alfa.

Assim que entraram na tenda, Harry se ajoelhou e abaixou a cabeça. O alfa se levantou e caminhou até eles.

- Qual seu nome? - perguntou.

- Karla - a garotinha respondeu firme, encarando o alfa. - Karla Estrabao!

- O que você fazia sozinha na floresta?

- Eu fugi... - algumas imagens passaram pela cabeça da pequena e ela fechou os olhos com força.

- Fugiu? Hmm... quantos anos você tem?

- Nove...

- Ela é muito nova - o alfa suspirou. - Não da para saber se ela é o Aimatirí Lýkos - falou para sua esposa.

- Eu sou! - Karla falou, ou melhor, gritou, apertando seu ursinho em seus braços, fazendo todos na tenda a encararam surpresos. - A mamãe morreu e o papai foi embora por minha causa... por isso ele me odeia!

A pequena começou a chorar e saiu correndo em direção a floresta.

- Droga! - Harry resmungou levantando. - Karla! - gritou e saiu correndo atrás da garotinha.

- É ela, não é? - o alfa voltou a se sentar ao lado de sua esposa.

- Uma criança com sangue de licantropo que nasceu durante a lua de sangue e sobreviveu... - ela respirou fundo e encarou seu marido. - Sim, é ela.

[...]

Depois de correr por um bom tempo atrás de Karla, Harry finalmente conseguiu alcançá-la quando ela desistiu de correr e sentou perto de uma árvore.

- Para uma criança você corre bastante - Harry se sentou ao lado da garotinha que ainda chorava. - Você não precisa mais ficar aqui sozinha, deveria ficar no acampamento com a gente.

- Eu sei que sou um perigo para vocês.

- E quem disse que isso importa? - ele sorriu. - Nós somos uma família, certo? Protegemos todos e você é totalmente bem vinda.

- Mas...

Harry levantou e estendeu a mão para Karla.

- Vem ou não? - Karla pensou um pouco antes de segurar a mão de Harry e levantar. - Bem vinda ao clã dos lobos do Norte.

[...]

03 de Março de 2007

Camila:

- Como assim eram gêmeas? - ouvi meu pai gritar e desci mais alguns degraus. - A Sinuhe nunca me disse nada, mas que droga! - ouvi o som de algo se quebrando e olhei com cautela para a sala, vendo meu pai com as mãos sujas de sangue. - E onde está a outra?... como assim você não sabe?... desgraçados, me enganaram esse tempo todo - ele jogou o celular no sofá e levou as mãos até a cabeça.

- Papa? - abracei meu ursinho e meu pai me olhou.

- Oi, minha pequena - ele limpou as mãos rapidamente na calça jeans e agachou para me pegar no colo. - O que faz acordada?

- Com quem o senhor falava? - abracei ele é tive meu corpo tirado do chão.

- Com o John - assenti e meu pai começou a andar em direção as escadas.

- Eu sonhei com um lobo branco, papa... ele ajudava uma garotinha igual a mim, mas não era eu.

- Igual, mas não era você?

- Sim, ela até tinha um ursinho parecido com o Timmy.

- Foi apenas um sonho, meu amor - ele me colocou em minha cama e cobriu meu corpo, dando um beijo na minha testa em seguida. - Agora dorme.

[...]


Notas Finais


Trailer da fanfic 🌚:
https://youtu.be/_CvwsywVHZU

Comentem e favoritem, please

Bye Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...