1. Spirit Fanfics >
  2. Bad boy - Jikook >
  3. "Eu gosto dos bad boys, Gukkie"

História Bad boy - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Favorita e comenta ❤

Meu perfil: @yoontear

Capítulo 1 - "Eu gosto dos bad boys, Gukkie"


Obs: a caminhonete de Jungkook é aquela dupla que tem banco na parte de trás também




Park Jimin estava nervoso, sentado no banco de carona do carro de Jeon Jungkook.

Jeon era o típico popularzão que se acha o pica das galáxias, zero defeitos, última bolacha do pacote. Acontece que a última bolacha do pacote vem sempre deformada e isso significa um defeito do Jungkook: ele não conseguia manter sua pose de bad boy na frente de Park Jimin.

O que poderia ser cômico, se não fosse trágico, visto que Park tinha fetiches em bad boys, aqueles que saem para festas e não estão nem aí para o que vai acontecer, aqueles que gostam da adrenalina.

Jungkook podia ser tudo isso e mais um pouco, mas na frente de Jimin ele nunca conseguia segurar essa pose toda de mal e sempre virava um boiola pelo crush supremo, o que de fato Jimin era.

Jungkook estava nervoso, com seus amigos ele era o fodão, com Jimin, ele tava fodido. Ele só queria poder manter a pose de bad boy que Jimin adora, é pedir muito?

-- Jungkook, para onde está me levando? -- Perguntou Jimin ao ver o mais novo desviar do rotineiro caminho até o shopping.

-- Vamos passar pela estrada dessa vez -- Disse Jungkook com o olhar fixo no asfalto.

-- Mas por quê? -- Perguntou -- Você é meu melhor amigo e eu confio em você e tal, mas se a gente for pela estrada vai demorar quase uma hora a mais.

Jeon o encarou por alguns segundos e voltou o olhar para a rua, ligou o ar condicionado e ignorou o baixinho.

-- Não me deixa no vácuo, Gukkie -- Jimin disse com uma leve raiva na voz, fazendo Jeon vacilar com o apelido.

-- Se não o que? -- Perguntou Jungkook olhando rapidamente o mais velho, arqueando uma sombrancelha e ao voltar o olhar para frente, rindo nasalado.

O plano de Jeon mostrar para Jimin que era um bad boy só havia começado. Ele só não sabia que não daria muito certo.

-- Jeon Jungkook você é um chato -- Disse Jimin fazendo um biquinho e cruzando os braços.

-- Uhum, você diria que eu sou um bad boy? -- Perguntou Jungkook realmente ancioso.

-- Eu diria que você é um pé no saco, Jeonggukkie -- Falou Jimin com a voz manhosinha.

Park não é bobo, ele sabia que Jeon queria ficar com ele, mas também não ia ser tão fácil assim. Pelo menos é o que ele achava.

-- Credo -- disse fazendo uma leve cara enojada -- Mas por quê? Eu sou lindo, musculoso, tenho um cabelo bonitinho, sou legal e o mais importante de tudo, eu sou cheiroso.

-- Eu sei disso tudo -- Suspirou Jimin -- Mas você sabe... Eu gosto dos bad boys, Gukkie.

-- Mas eu posso ser o seu bad boy -- disse ainda olhando para a estrada.

-- Onde você é um bad boy, Gukkie? -- Disse Jimin desacreditado com a frase do mais velho.

-- Eu posso ser o seu bad boy, Park -- Falou baixinho e ao chegar no acostamento, estacionou o carro -- Entre quatro paredes -- sorriu de lado, olhando nos olhos do Jimin e logo desviando seu olhar para todo o carro, o analisando e tomando coragem -- Ou então entre quatro portas.

O coração de Jimin parou por um milésimo, logo voltando a bater rápido. O rosto corado de Jimin era o menor de seus problemas no momento.

Sua mente era um looping infinito da fala de Jungkook, era um branco, vazio, pensava apenas no sorriso ladino e a frase com segundas intenções de seu dongsaeng.

Com um pouco de dificuldade, o Park olhou nos olhos do mais novo e assentiu. Jungkook até tinha um pouco da pose de bad boy que o menor tanto gostava, mas ás vezes ser fofo também era bom certo? Aquele sexo violento é gostoso, mas cá entre nós, fazer amorzinho também é muito bom.

Não que um amasse o outro, Jungkook até gostava do mais velho e vice versa, mas amor é algo muito complexo, é uma emoção muito forte para sair dizendo para qualquer um.

Que se foda! Jungkook é um gostoso e não é pelo fato de ele ser um bad boy falso que eles não iriam transar, certo?

-- O quão disposto você está para ser meu bad boy entre quatro portas? -- perguntou Jimin, irônico, depois de respirar um pouco e recobrar a consciência.

Jeon riu e deu um selinho no mais velho, verdadeiramente feliz.

-- Muito, muito disposto. -- atacou os lábios do mais novo com força, num beijo afobado e um tanto necessitado pela parte dos dois.

Jungkook tirou seu cinto, se inclinando para tornar o beijo mais profundo. Tirou o cinto do Jimin também e colocou suas mãos na cintura do loiro, com um pouco de dificuldade pelo freio de mão e o porta copos que separava um banco do outro.

Jimin usava uma mão para puxar levemente os cabelos pretos e sedosos do mais novo enquanto a outra pousava no pescoço do mesmo.

-- Você realmente aceitou isso, né? -- Perguntou Jungkook depois de se separarem, com as testas coladas enquanto tentava reajustar a respiração.

Jimin deu um risinho e o beijou de novo.

Eles ficaram se beijando até Jungkook descer sua mão para a bunda do mais velho e dar um forte aperto seguido por um tapa estalado na mesma, o que fez Jimin dar um gemido baixinho entre os lábios do moreno.

Aos poucos Jimin foi chegando mais perto e quando percebeu já estava sentado no colo do Jeon e rebolava devagar.

Ao parar o beijo, Jungkook retirou sua camisa e a de Jimin, agora com os dois abdômens definidos a mostra, os meninos puderam ter um contato com o outro um pouco mais íntimo, mas não íntimo o suficiente para eles.

Aos poucos, o ar gelado do refrigerador do carro, mesmo em potência máxima, foi perdendo o efeito pois o calor entre os dois era mais forte que qualquer ar que foi refrigerado por motores.

Jimin já podia sentir o membro grande e grosso do seu dongsaeng abaixo de si. Ele não sabia se mordia os lábios pensando nas senssações maravilhosas que ele o proporcionaria, ou pensava nas consequências do pós-sexo.

Jungkook então levantou Jimin e o colocou de joelhos no banco, com as costas apoiadas no volante e abaixou suas calças, até a canela e a retirando com os pés, fazendo o mesmo com a bermuda de malha que o Park usava.

Jimin novamente se sentou sobre o colo do mais novo e o beijou. Enquanto fazia alguns movimentos com a cintura, suas ereções se esfregavam por cima dos tecidos finos das boxers que usavam.

O Park e o Jeon gemiam baixinho entre o beijo. Enquanto os gemidos de Jeon podiam ser classificados como roucos e um tanto graves, Jimin os soltava totalmente entregue, bem manhosinho.

Quando se cançaram de ficar assim, Jimin com um pouco de dificuldade se soltou do beijo e, aos poucos, do jeito que podia, conseguiu retirar sua cueca, fazendo seu membro bater no abdômen de Jungkook e ele arfar.

Jungkook levou seu dedão até o membro não muito grande do mais novo e começou a fazer movimentos circulares na cabecinha suja de pré-gozo do mais velho que ele.

Jimin só conseguia gemer arrastado, maravilhado com os toques do menino, enquanto se segurava forte no painel da caminhonete.

Até que Jungkook desceu seus dedos e invadiu de uma vez a entrada de Park, a seco. Jimin gemeu enquanto murmurava o primeiro xingamento que vinha em sua cabeça, sem pensar direito.

Jungkook se deliciava em assistir as expressões do menino em sua frente. Com a mão livre, Jeon puxou o garoto para outro beijo, que foi correspondido imediatamente.

Enquanto se beijavam, Jeon fazia movimentos de vai e vem com dois dedos dentro do Jimin.

Depois com a outra mão, Jungkook retirou sua boxer com uma dificuldade absurda, mas deu tudo certo no final.

Pelo fato de Jimin estar em cima dele, seu membro mesmo duro continuou "abaixado" fazendo pressão contra a bunda de Jimin.

Ao perceber o que o Jeon havia feito, Park se separou de seus beijos e com um pouco de paciência, pode se virar, ficando de costas para Jungkook e de frente para o volante.

Jungkook introduziu seu membro aos poucos e com cuidado no cuzinho apertado e já preparado de Jimin, fazendo os dois citados gemerem arrastado ao sentir toda a extensão do pênis preencher por inteiro o Park.

Aos poucos, Jimin começou a se mover, quicando sobre o colo do Jeon, enquanto as mãos deste ajudavam nos movimentos, indo para cima e para baixo junto com o corpo do mais velho.

E os movimentos aceleravam cada vez mais, fazendo eles gemerem alto dentro daquele carro enquanto o ar condicionado falhava em trazer um ar frio e agradável para o interior daquele carro.

Os corpos de Jimin e de Jungkook se chocavam fazendo barulhos eróticos muito gostosos de ouvir. Park até poderia reclamar mais tarde de dor por ter quicado tão fortemente, mas todo o prazer que envolvia ele, não o deixava se preocupar com o pós-foda.

Jimin levou uma de suas mãos até o volante enquanto a outra tentava masturbar seu próprio membro, tentava pois não estava dando muito certo.

Jeon ao ver a situação que o menor se encontrava, decidiu levar uma de suas mãos ao encontro do pau necessitado de Jimin enquanto a outra continuava a ajudar nos movimentos frenéticos, para cima e para baixo. Levou também, seus lábios finos até as costas do moreno que, mesmo suadas, receberam beijinhos.

Jungkook realmente era um bad boy, ele poderia estar fodendo o menor com força no banco de trás de sua caminhonete, mas estava ali, no banco do motorista só assistindo Jimin quicar sobre ele.

E entre beijinhos e chupões nas costas, o ponto doce de Jimin foi acertado, deixando ele tão necessitado de uma foda violenta.

Ao perceber isso, Jungkook retirou Jimin de si e o colocou na parte de trás do carro, era a sua vez de fazer algo.

Jimin observava tudo atentamente, esperando apenas Jeon falar como que ele teria que ficar.

-- Deita aqui, amor -- Park fez o que foi pedido, um tanto atordoado pelo apelido.

Jimin se deitou com a barriga para cima e um pouco de lado no banco, de um jeito que uma parte de seu corpo ficava para fora, sem apoio. Jungkook se posicionou atrás dele, com cuidado para não machucar as pernas do mais velho e sorriu, mordendo os lábios em seguida com o pensamento que tudo aquilo era só dele. Pelo menos por um momento o corpo de Jimin seria só dele, ou pelo menos ele achava que Jimin ser dele duraria só um momento.

Sem esperar mais, Jungkook levou suas mãos até a cintura de Jimin, fazendo o pequeno arfar com o toque e empinou ele o máximo possível, logo retirando uma de suas mãos dali e a levando até seu membro, que pulsava pela falta de contato.

Ao preencher Jimin novamente, Jungkook sorriu enquanto um pequenho gemido saia por seus lábios. Jeon começou a estocar o Park que voltou a gemer igual uma cadelinha, a cadelinha de Jungkook.

E depois de algumas estocadas, Jungkook achou novamente a próstata de Jimin, e pode perceber isso pelo grito um tanto escandaloso que o menor fez e por ele ter arqueado sua coluna.

Deu um tapa forte na coxa do mais velho, enquanto murmurava um palavrão, por ter conseguido ir mais fundo ainda após a coluna do Jimin ter arqueado

Depois de um tempo, Jungkook sentiu que seu orgasmo já estava próximo e por Jimin começar a se contrair, percebeu que ele também.

Jeon aumentou o ritmo fazendo Jimin enlouquecer de tamanho prazer que ele sentia no momento, com certeza ele não esqueceria esse dia com Jungkook, nem se ele tivesse auzheimer. Ele dava um "olé" na doença e ficaria com todos os momentos e sensações naquele carro com Jungkook, o bad boy. Jimin também imaginou como seria se essa cena pudesse se repetir mais vezes, não necesariamente no carro, mas na cozinha, no banheiro, na garagem... aonde o moreno estivesse disposto a foder ele.

E com esse pensamento e o dedo de Jungkook na fenda de seu pênis os jatos do líquidos branco e pegajoso foram expelidos e junto com eles um alto gemido arrastado.

Ao ver aquela cena e a porra de Jimin em sua mão, Jungkook liberou a sua também, que veio em fortes jatos na bunda do Park.

Depois de se recuperar do orgasmo recente, Jeon se inclinou para frente e deixou um beijo na clavícula do Park e logo subiu para sua boca, e o menino mesmo ainda afetado, retribuiu, iniciando um ósculo lento e gostoso, daqueles que você não quer que acabe.


Notas Finais


Sim, essa one tem um bônus (também) mas não sei quando vou postar.

Eu espero que tenham gostado, já que eu não sou muito confiante com os meus hots.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...