1. Spirit Fanfics >
  2. Bad boy está no chão! >
  3. A ruína do bad boy

História Bad boy está no chão! - Capítulo 4


Escrita por: e Softsintese


Notas do Autor


Esperamos que gostem, boa leitura!!!

Capítulo 4 - A ruína do bad boy


 

Naquele mês de janeiro eu foquei em, além do trabalho, produzir uma música sobre a gente.

 

Eu acabei mandando sem querer a música que fiz para a Hosook para o meu chefe no email, em vez da música certa que era bem fofa e diabética do Red Velvet.

 

Eu fui para empresa com esperança do meu chefe não ter visto ou ele ia cair matando em cima de mim. Porque ele odeia tudo que eu faço se não sai exatamente como ele pediu.

 

Mas quando cheguei lá, sua secretária logo me falou que ele queria falar comigo.

 

Vish, seria xingamentos até uma hora.

 

Subi até a sua sala, e então dei batidinhas na porta esperando que ele atendesse. Assim que me autorizou, eu entrei já preparado psicologicamente pro que viria a seguir.

 

— Suga. — ele me encarou com seus olhos marcante de vampiro sugador de almas.

 

Por incrível que pareça seu rosto me lembrava o de alguém, eu só não sei quem.

 

Bom, devia ser só delírio da minha cabeça.

 

Coitado da pobre alma que se parece com esse velho infeliz!

 

— Sim senhor? Sua secretária lhe informou que me chamou.

 

— Sim, eu gostaria de conversar a respeito da música que mandou...

 

— Ah sim, eu também gostaria de falar sobre ela, eu sei que não foi aquilo que pediu para que eu escrevesse, eu tive um equívoco na hora de mandar os áudios e mandei o arquivo errado. Essa é uma composição que estava fazendo para nada relacionado a empresa e…

 

— Garoto, está me dizendo que a composição que mandou é pra hobbie? Ou ia vender pra empresa inimiga? — questionou desconfiado.

 

— Estava fazendo para uma garota na verdade senhor, sinto muito eu realmente mandei errado.

 

— Pra uma garota? Sua namorada?

 

— Quase isso — respondi concordando com a cabeça.

 

— Garoto você deveria ter se apaixonado antes, porque essa foi a melhor música que você já fez para vender. Está perfeita e vamos usar ela. Pode dizer pra sua garota que a música do próximo comeback do Red Velvet foi composição sua.

 

— Sério? Oh... acho que ela vai ficar feliz obrigado.

 

Espera, esse velho disse que eu estou apaixonado? Mas que desgraçado. Eu não estou apaixonado pela Hosook e ela não é a minha garota também...

 

E não tem nada a ver de minha namorada!

 

Éramos apenas ficantes e nada mais.

 

Droga, pior que olhando a letra da música realmente parecia que eu estava apaixonado…

 

Bom, isso significa que eu sou apenas um bom artista, né? Quase como um ator, sei escrever sentimentos, e deixar os meus mais bonitinhos para uma composição.

 

— Com certeza vai ficar muito feliz de ver que o bad boy foi pro chão — ele sorriu debochado.

 

Aish! Aquele velho... Tirando uma com a minha cara!

 

— Ahh eu odeio a minha vida — dramatizei, mas quem eu odiava mesmo era meu chefe, esse desalmado.

 

— Quantos anos você tem mesmo, Yoongi? — questionou.

 

— Farei vinte e cinco esse ano.

 

— Ahh, não parece, eu sabia que não era tão novo já que faz mais de dois anos que trabalha na empresa, mas você parece ter a idade da minha filha — comentou.

 

— Ah sim, ela tem quantos?

 

— Vai fazer vinte — respondeu. — Lembrei dela porque ela é bem fã do Red Velvet.

 

— Entendi.

 

— Sua namorada gosta do grupo também?

 

— Não sei, senhor, acho que não — o respondi.

 

— Tomara que ela seja fã também, assim com certeza esse "quase" namoro vira namoro logo, jovem apaixonado — debochou novamente.

 

— Aish eu nunca mais faço uma música com os meus sentimentos — reclamei. Se bem que... aquele não eram os meus sentimentos né?

 

Céus eu não fui pro chão, eu só queria que ela se sentisse poderosa pra ficar felizinha.

 

— Pois eu discordo, é melhor que faça com os seus sentimentos mesmo, assim elas ficam boas — falei e eu me controlei pra não rolar os olhos na frente dele.

 

— Certo, posso ir agora senhor? Tenho mais trabalho pra fazer.

 

— Claro, pode ir sim, eu tenho que falar com a minha filha agora — ele disse e então assenti, saindo da sala.

 

Fui até o elevador e apertei o botão pra ele aparecer, assim que as portas se abriram eu pude ver Hosook ali.

 

Eita, o que será que ela iria falar com o chefe agora? Algo a respeito do seu debut?

 

Bom, não tínhamos como conversar muito na empresa. Eu vou deixar para contar a novidade pra ela da música quando estivermos a sós em outro lugar.

 

Ela deu um sorriso para mim e um "olá" tímido com a mão, eu sorri para ela assentindo e fui para o elevador para voltar ao meu andar e ir ao estúdio.

 

Eu trabalhei o dia todo e quanto meu expediente acabou eu fui para casa, tomei um bom banho e vesti uma roupa confortável, foi aí que eu decidi ligar para Hosook.

 

— Yoongi, estava mesmo pensando em você — foi o que ela disse quando atendeu.

 

— Pensando em mim?

 

— É... Está ocupado? Eu queria te ver.

 

— Cheguei em casa agora. Quer vir aqui?

 

— Quero abre a porta, to chegando, eu já estava no elevador do seu prédio — riu.

 

— Que abusada, vindo sem avisar, está assim desde o ano novo.

 

— Não gosta é?

 

— Eu adoro boas surpresas — respondi indo até a porta a abrindo e vi ela sair do elevador desligando o telefone andando até mim.

 

— Me ligou por que? Estava com saudades? — me provocou.

 

— Não, eu só queria te contar que fiz a música de presente, mas que enviei sem querer para a empresa, ela foi aprovada, então meu presente para você foi ter uma música que eu produzi pensando na gente sendo cantada pelo Red Velvet... — tentei explicar resumidamente a situação.

 

— Oh minha nossa! Red Velvet? Eu amo Red Velvet! — ela disse completamente animada, e então me abraçou, esmagando aqueles peitos contra o meu corpo.

 

— Ufa, que bom que gosta então — eu disse retribuindo o abraço, passando os meus braços pela minha cintura.

 

— Eu vou poder ouvir? — questionou me olhando com aquele brilho no olhar.

 

— Claro — sorri de lado.

 

— Ai minha nossa, cadê?

 

— Vai poder ouvir no dia do comeback delas — falei.

 

— Ahh não, isso não é justo Yoongi — reclamou me dando um tapa no braço, ficando emburradinha.

 

— Acredite, vai ser muito mais bonito ouvindo na voz delas do que da minha.

 

— Mas eu sempre tive curiosidade pra saber como é sua voz hm... Me mostra alguma coisa vai — pediu abraçando minha cintura.

 

— A canção do Red velvet é surpresa, desista.

 

— Então cante alguma coisa no meu ouvido que tal? — riu.

 

Acabei rindo a puxando para dentro de casa e fechando a porta, me aproximei a minha boca do ouvido dela.

 

— Eu posso fazer um rap pra você, que tal? — sussurrei de forma rouca e baixinho ali.

 

— Eu vou adorar... — ela respondeu e eu pude ver os pelinhos no seu pescoço e do seu braço se arrepiarem todos.

 

Dei uma risadinha, e então comecei a cantar a parte de um cypher que eu tinha composto para um grupo masculino de kpop.

 

Tinham muitas palavras sujas ali, apesar de ser no sentido de uma crítica, eu queria que Hosook se sentisse provocada.

 

Principalmente na parte que eu falava que a minha língua levava qualquer um até Hong Kong.

 

Aquilo teve um efeito melhor que o esperado, senti as mãos dela arranhar meus braços e ela me jogou contra  a parede depois que cantei uma parte bem rápida. Senti a boca dela contra a minha e ela me beijou parecendo se sentir excitada. Eu adorei isso, se eu soubesse que ela gostaria da minha voz teria a usado antes contra ela.

 

Dessa vez ela teve toda a atitude, me prensando na parede até mesmo apertando minha cintura. Acabei sorrindo abraçando o pescoço dela.

 

— Faz tempo que a gente não vai pra cama Yoongi — reclamou baixinho.

 

— Vamos resolver isso — falei sorrindo abertamente.

 

— Ok,mas eu posso ficar com a blusa né? — questionou.

 

— Se quiser pode, mas tem algum problema?

 

— Eu engordei de tanto comer esse final de ano, sabe como é, ainda nao comecei a dieta — explicou.

 

— Ahh, mas eu nao ligo pra isso, você continua gostosa. Não precisa de dieta, pode engordar vinte quilos — fui sincero.

 

— Não, eu realmente estou muito feia, você vai me achar nojenta... —  ela disse.

 

—  Isso são duas coisas impossíveis, Hosook —  falei. —  A primeira é você ficar feia, a outra é eu te achar  nojento.

 

—  Não, mas dessa vez eu realmente não estou bem com o meu peso e…

 

—  Hey... —  então eu peguei a sua mão, e a guiei levando até por cima do meu membro por cima da calça que já começava a dar sinais de vida. —  É assim que você me deixa, acha mesmo que eu te acharia nojenta? Hosook você é gostosa demais, de todos os  jeitos possíveis, nem imagina o quanto eu gosto de te ter para mim, não importa se engordou ou não.

 

— Fala isso, mas vai broxar se me ver sem roupa — reclamou.

 

— Por que não faz o teste.

 

— Ehh tem razão, vou provar — concordou e tirou a blusa. De fato a barriga dela não estava mais lisinha.

 

Estava normal, parecida com a minha. Eu não via problema nisso, ela estava gostosa igual, afinal ela era ela.

 

— Eu estou muito excitado te vendo assim — falei e pegando pela cintura apertando aquelas gordurinhas fofas de suas laterais.

 

— Y-Yoongi? — questionou confusa.

 

— é muito bom de apertar Hosook, está ainda mais gostosa — beijei o pescoço dela.  — Você me deixa louco — apertei os cabelos dela, sentindo seu cheirinho.

 

— Está dizendo isso porque quer transar né? — riu. — Eu sei que preciso de dieta e…

 

— Se quiser mesmo fazer dieta tudo bem, eu até faço com você, também estou gordinho. Mas não acho que isso importe muito, eu te acho gostosa de qualquer jeito. Eu sou lerdo Hosook, se você não tivesse dito que tinha engordado eu provavelmente nem notaria.

 

— E-eu... — ela parece ter ficado sem palavras. — Você é a primeira pessoa que diz que  gosta de mim assim.

 

— Eu gosto de você de todo jeito...  — falei. — Na verdade  acho que até prefiro você mais assim... tem mais lugar pra apertar —  eu disse fazendo umas cosquinhas de leve e então ela riu.

 

— Yoongi, para! — pediu.

 

— Paro sim, se você parar com essa insegurança — eu disse. — Não precisa ter  vergonha perto de mim, ainda mais de quem você é.

 

— Mas é muito estranho esse seu jeitinho — reclamou pulando em cima de mim me abraçando com força e eu acabei rindo já que ela era bem fortinha e conseguia quase me erguer sem dificuldade.

 

— Por que sou estranho?

 

— Porque você é um homem, deveria ser mais detestável — explicou.

 

— Ei, eu já sou falido e nem posso te levar em lugares legais, pra que quer que eu tenha mais defeitos? — questionei meio bravo.

 

— Hm... por que assim é zero risco de eu gostar de você — explicou mordendo a minha orelha.

 

— Uma garota perigosa como você não se apaixonaria tão facilmente — neguei.

 

— Eu perigosa? — questionou.

 

— Sim, eu passo por momentos difíceis. Ahh Hosook eu estou tão excitado, vamos para o quarto logo — pedi.

 

— Ah, então me leva Yoongi! — ela pediu e então eu a peguei no colo, Hosook abraçou a minha cintura com as pernas, e então fui andando com ela a carregando até o meu quarto.

 

Assim que cheguei lá a joguei na cama, e não resisti em ir atacar aquela barriguinha gostosa.

 

Como ela podia dizer que não gostava? Estava ainda melhor que antes.

 

Eu dava beijinhos e mordidinhas, dessa vez não me importei de não marcar tanto, já que era em um lugar não visível quando estivesse de roupa.

 

A barriguinha dela estava tão fofa que eu me aproveitei bastante ali, escutando ela rir e gemer e isso me deixava ainda mais animado.

 

Se fosse comparar a nossa primeira vez e como estamos atualmente tudo era diferente.

 

Antes era puro tesão, parecia sensacional, mas se tivéssemos o mesmo entrosamento agora eu sentia um vazio e falta dos nosso jeito esquisito. Porque a gente muita vez se divertia tanto que não só gemia como ria em meio ao sexo.

 

Como da vez que a gente quis ousar em uma posição nova, eu fiquei com dor na coluna e ela teve cãibra na perna.

 

Depois do ano novo, as coisas entre a gente estava indo de bom a melhor em um piscar de olhos.

 


Notas Finais


Teorias, teorias e teorias e.e

Esperamos que tenham gostado <3

Até o próximo

Continuem acompanhando softmindo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...