História Bad boy not an angel - Min yoongi - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Min Yoongi
Visualizações 22
Palavras 1.535
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Luta, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oii meus amores !
como prometi estou fazendo capítulo todo dia, mas amn talvez não possa escrever e então não se preocupem que vai ter capítulo dobrado na sexta !
Obrigado por lerem minha fic!
bjss e FUI

Capítulo 4 - Lado amigável?


Fanfic / Fanfiction Bad boy not an angel - Min yoongi - Capítulo 4 - Lado amigável?

Uma amizade estava florescendo ali, pensei enquanto olhava para o Taehyung, ele parecia tão calmo mesmo com toda essa maluquice acontecendo, talvez ele já estava acostumado e por isso não está apavorado que nem eu! Nós passamos alguns minutos conversando sobre a pressão nos nossos ombros, estava tudo indo bem diante das circunstâncias... foi o que eu pensei, no mesmo momento em que o mais novo me fez rir o Yoongi aparece, estava claramente bravo, tentei conter a minha risada e não desmontar que estava mais calma, uma coisa que aprendi estando nesse fim de mundo é que o Yoongi gosta quando estão com medo dele, ou até mesmo quando demonstram desprezo a ele, peculiar posso afirmar mas ao mesmo tempo intrigante. Ele chegou perto de mim, olhou para o Taehyung -que estava encarando a para de com se nada tivesse acontecido- e depois olhou para mim com uma cara suspeita, tentei demostrar que não ligava para a sua presença, mas era meio difícil com ele estando menos de dez centímetros de distância do seu rosto. Yoongi se afastou e sussurrou no ouvido do Taehyung, ele me deu uma última olhada e saiu da sala, o mais novo se aproximou e se abaixou para tirar as cordas dos meus punhos e calcanhares, olhei para ele confusa e ele apareceu não notar 

- Ei, por que está me desamarrando ? - Falei chamando sua atenção, ele continuou calado me ignorando, me perguntei o que aconteceu com o menino sorridente de dois minutos atrás 

- Ei ! tá me ouvindo não!? É surdo agora ?! - falei um pouco irritada 

- Não tenho permissão para falar com você, por favor não dessa isso mais difícil do que já é - Ele falou e ao mesmo tempo me puxou para ficar em pé, me virou de costas para tirar as cordas dos punhos. Com certeza foi o Yoongi, que mandou ele me ignorar, não posso nem mais conversar não?! eu ein ! não posso nem falar com um menino mais não? vou ficar no máximo uns dois meses, também preciso de entretenimento ! SOU HUMANA ! 

Assim que Taehyung acabou de me dessamarar ele me segurou pelas mãos e me guiou até outro quarto, parecia que cometi um crime aonde passava me olhavam, percebi que haviam outras pessoas sem ser os sete meninos naquele lugar, uma espécie casa abandonada mas ao mesmo tempo muito segura, notei umas três meninas que pareciam ser uns três anos mais velhas que eu, usavam roupas colocadas presta quase vulgares. Quando Taehyung parou em frente de uma porta de madeira ele mandou eu esperar, deu três batidas em uma melodia peculiar, ao mesmo tempo a porta se abriu, pensei deve ser uma senha para saberem que é ele, quem abriu a porta foi o Jin, ele me puxou para o quarto e deixou o Taehyung de fora 

- Você vai ficar aqui, pelos menos nesses dois meses - Jin falou com uma expressão de desânimo 

- Ok, não é tão ruim assim, só você ignorar de que estou sendo mantida em cativeiro! aí não tem tanto problema - Falei irritada e confiante, não tenho medo de mostrar o que sinto ou penso, sou forte emocionante e fisicamente, Jin pareceu um pouco assustado com a minha confiança, acho que nunca presenciou uma cena aonde a menina se impõem, bom ser a primeira pois vai se acostumando meu querido, não vai ser a última. O garoto alto revirou os olhos para mim e falou que ninguém tem a chave desse quarto a não ser ele, Jimin, Taehyung e Yoongi, o som do nome dele me dá calafrios, como uma pessoa pode ser tão fria e cruel ? quem sabe ... 

- Como assim vocês tem a chave do meu quarto? Vocês não acham invasão de privacidade ?!

- Fale com o Chefe, não quero entar em encrenca com ele... seria assinar um contrato com a morte - Jin faz uma cara assustada e depois deixa o quarto e o tranca

Já que sabia que não sairia dali tão cedo, então comecei a procurar coisas e até arrumar ele para dar um "up", cama empoeirada, móveis com cheiros estranhos, cortinas meio bambas, tudo irregular, fiz o meu máximo, a cama agora já estava melhor os movies ainda com cheiro estranho mas nada que um perfume não resolva- esqueci que não tenho minhas coisas aqui- e a cortina agora está mais segura, subi em uma cadeira e tentei fazer o máximo para que as cortinas não caíssem. Já era tarde,  sei que perdi a noção de tempo tentando arrumar aquele quarto, estava jogada na cama sem propósito quando alguém bate na porta, digo para entar, pela voz tenho certeza de que era o Taehyung

- O chefe quer a sua opinião- Ele falou entrando no quarto com tablet na mão 

- Sobre ?- tentei não mostrar que estava surpresa com esse "ato" do Yoongi 

-Roupas, você não tem nenhuma e não pode ficar usando sempre o uniforme da escola! - ele falou chegando perto da minha cama, aonde estava sentada, comecei a olhar as fotos das opções que ele havia me dado, para ser honesta não eram tão ruins assim, apesar de ser super grosseiro ele até que tem um bom gosto   

- Gostei desses dois - Falei mostrando uma calça militar com uma blusa mais colada no corpo preta e uma calça jeans rasgada com suéter branco 

- Ok, iriremos providenciar tudo ... mas uma coisa os sapatos 

- Até parece que estou no shopping! -  Falei com um sorriso malicioso no rosto, ele tentou controlar mas percebi que também havia rido. Escolhi um vans vermelho e um converse branco, simples mas estiloso 

Eu estava já imaginado como seria esses dois meses, "nada fácies" era oque sempre me aprecia, como iria ficar dois meses sem me comunicar, sair dessa casa ou até mesmo ir ao banheiro sem ter um alguém do meu lado? Me joguei para trás com frustação, não sabia como agir na frente do Yoongi, ele de alguma maneira inexplicável me deixa nervosa como se toda a coragem e confiança que tenho não fosse o bastante. Meu pai deve estar movendo céus e terras para conseguir o que as serpentes querem, não é fácil abrir mão do que você ama, mas se valer apena se jogue, era isso que ele sempre me disse quando ficava com medo de entar em escolas novas e deixar os amigos que fiz para trás, Pai só queria você aqui do meu lado para me disser que vai ficar tudo bem e que eu sou forte e que tenho que ter fé e acreditar que tudo no final ficará bem. Nunca pensei que falaria isso mas até sinto saudade daquele moleque preguiçoso do Bong-ki! Das suas palhaçadas que sempre me fazem rir, e até mesmo dos raros abraços que me dá quando me vê triste ou chorosa, sendo de sangue ou não você sempre vai ser meu irmão seu pateta, falava isso quando os meninos tiravam sarro dele pro ter uma irmã estrangeira, claro que ia bater nos meninos depois mas  o Bong-ki não soube disso até os treze anos, foi quando criei coragem para dizer pra ele... 

Estava cansada e resolvi deitar um pouco, esquecer os problemas e tentar focar nas coisas boas da minha vida, estava tudo indo bem quase adormecendo quando o Jimin entra no quarto sem mesmo bater 

- Ah ! desculpa não sabia que esse era seu quarto - Ele falou envergonhado, que por sinal deixava ele ainda mais fofo 

- Não tem problema, mas você precisa de algo ? ou só entrou pra ver o quarto mofado ? - Falei rindo para não o deixar constrangido, felizmente ele triu tambem

- Eu só queria achar o Jungkook, ele roubou o meu celular e tá por aí lendo minhas coisas - Ele falou checando o corredor

- Ninguém entrou aqui além de você e o Taehyung

- Ok, obrigada mesmo assim, e por sinal você tá com o cabelo bagunçado mas relaxe você fica fofa desse jeito S/N - Falou dando uma risadinha e saindo do quarto me deixando envergonhada 

Fofa? eu ? tenho aqueles momentos aonde me sinto fofa, mas nunca quando estou com o cabelo bagunçado, Jimin seu gosto é questionável... mas fofo. Voltei ao meu plano inicial de ir dormir, finalmente consegui e acordei na outra amanhã com um raio de sol no meu rosto, devia ter percebido antes que as cortinas tinham furos ... não sabia que horas eram então levantei e coloquei meus tênis da escola, os únicos sapatos que tinha, fiz minha cama e percebi que havia duas sacolas em cima da mesa do quarto, quando abri vi as roupas e três sapatos, três? não havi a pedi três só dois... peguei o terceiro que era uma espécie de bota mas pantufa e vi que tinha um cartãozinho pendurado com meu nome escrito

Um presente para você, desculpe por  te ignorar na quela hora só não queria me meter em encrendmca com meu irmão, e não tenha uma ideia errada dele S/N, ele no fundo é uma boa pessoa, só precisa de alguém pra o ajudar a despertar esse lado amigável  e carinhoso dele 

Taehyung 







Notas Finais


Lado amigo e carinhoso? Será que realmente o Yoongi pode ter um lado amável ?
Esperam que tenham gostado ! próximo capítulo só sexta mas vou postar dois pelo dia perdido !
bjss e FUI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...