1. Spirit Fanfics >
  2. Bad Daddy (Jeon Jungkook) >
  3. Prólogo.

História Bad Daddy (Jeon Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Enfim, não consigo me controlar kkkkkk

Diferente dos plots que estou costumada a fazer, trouxe um hot básico e pecaminoso para vocês.

Jungkook tem trinta anos.
Sasha tem vinte anos.

Espero que gostem, boa leitura.💗

Capítulo 1 - Prólogo.



“Esse pecado é adoravelmente delicioso, querida.”

Kim Sasha

Estou sentada de maneira desajeitada no sofá enquanto meus olhos estão vidrados na televisão, onde passava um dos meus seriados favoritos. Era madrugada e eu estava sozinha em casa, estranhamente mamãe ainda não havia chegado do trabalho e como sei que ela odeia ser interrompida, resolvi não ligar. Comia um pote de sorvete de baunilha, o sabor que eu amava, enquanto sorria alto para as cenas engraçadas do episódio.

Ouço a fechadura da porta girar e rápido direciono o olhar para a madeira recém aberta, na esperança de encontrar a minha mãe e pular na mesma como um urso filhote e abraçá-la, como fazia todos os dias. Entretanto, ela não estava sozinha.

— Mãe? — Indago confusa. Arqueei as sobrancelhas e analisei o moreno ao lado da minha mãe, que por sinal, também me olhava curioso.

— Filha, desculpe-me por não ter ligado. Jeon me levou a um restaurante e o meu celular acabou a bateria. — Sorriu pequeno, demonstrando preocupação. — Comendo sorvete novamente? Você ficará gripada.

— Jeon…? — Indago, novamente, confusa. Não prestei atenção no sermão que mamãe me dava por comer gelato a essa hora da madrugada, eu só queria saber quem era o bonitão ao lado dela.

— O Jungkook é o meu colega, ele é professor de biologia e estamos trabalhando juntos em um projeto da escola. — Explicou, levantei uma das sobrancelhas olhando-os com cinismo. Colegas… Uh! Tenho certeza que têm um lance diferente ali.

— Você não contou para ela? — O tal Jeon perguntou baixo no ouvido da minha mãe e recebeu um leve tapa no ombro. Cruzei os meus braços. — É um prazer, Sasha!

— O prazer é meu, Jungkook.

Ficamos nos olhando astuciosamente. O bonitão tinha um perfil bem desenhado. Seus cabelos são escuros e têm uma ótima combinação com os olhos, que são da mesma cor, mas continuamente há uma pitada de luxúria neles, que me olham com tanta intensidade. Seu maxilar é perfeitamente alinhado e tem um encontro incrível com seus lábios avermelhados, molhados e aparentemente recém beijados.

— O papai ligou, mãe. — Mordo os lábios ao ver o olhar apreensivo entre os dois. — Disse que logo, logo chegaria de viagem e que eu poderia passar alguns dias na casa dele.

Eles assinaram o divórcio a um tempo.

— A decisão é sua. Enfim, eu preciso de um banho. Jungkook, fique a vontade.

A progenitora saiu da sala de estar, subindo as escadas e logo sumindo do meu espaço de visão. Sento-me novamente no sofá gigantesco em formato de L e olho de relance o moreno que acabara de sentar ao meu lado. O seu cheio é forte, continuamente delicioso e fica impregnado em minhas narinas. E claro, não posso evitar de observar de soslaio o volume entremeio suas pernas.

— Gosta do que vê? — Ele indaga e sinto-me gelar completamente.

— Então você é o namoradinho da minha mãe… — Fico de joelhos no sofá, de frente para ele que me olha atencioso, mas ainda assim, há uma quantidade de luxúria ali. — Desde quando?

— Você é bem inteligente para uma marrentinha de vinte anos. — Riu baixo, fazendo-me respirar frustrada. — Não faz tanto tempo…

— Uh! Escute bem, seu mané! — Agarro a gola da sua camisa social branca e me aproximo do seu rosto, o vendo ficar levemente assustado e me diverti com aquilo. — Se estiver apenas brincando com a minha mãe, eu juro que corto o seu pau.

O vejo rir alto e fico confusa.

— Faria isso? Jogaria um excelente trabalhador no lixo? Aigoo, Sasha! — Sua voz soa em um timbre rouco que me faz arrepiar. O vejo inclinar o corpo e me jogo de costas no sofá, fico ali espatifada enquanto sinto o meu ventre esquentar com aquele moreno musculoso em cima de mim. Então, ele estende o braço para pegar o pote de sorvete em cima da mesinha de canto e se senta novamente, com um sorriso totalmente cretino nos lábios. — Baunilha… hum… O meu sabor favorito!

Prevejo que a rotina ao lado do meu novo padrasto não será nada fácil. 


Notas Finais


E aí?

Pelo visto Jeon tem uma personalidade intimidadora... Sasha também não é nem um pouco submissa, ambos têm características fortes.

Meu perfil: @gguktiti

Até o próximo.💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...