História Bad Dreams - Sterek - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Brett Talbot, Claudia Stilinski, Cora Hale, Derek Hale, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Personagens Originais, Peter Hale, Rafael McCall, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Talia Hale, Theo Raeken, Victória Argent
Tags Frallison, Gália, Sterek, Stheo, Thiam
Visualizações 168
Palavras 1.246
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpem a demora, espero eue gostem!! ❤

Capítulo 5 - Play Date


Fanfic / Fanfiction Bad Dreams - Sterek - Capítulo 5 - Play Date

STILES

O que uma noite pode virar quando o caus atinge seu ápice para um adolescente de 13 anos? Um conto de terror? Ou apenas a realidade? Tantos sentimentos e tantos acontecimentos que me preendem a este momento, onde me pego sentado ao lado do cara que amo; de um policial; de um porteiro e do primo do cara que amo, que supostamente é apaixonado por mim.

- Minha tia avisou se iria demorar?

- Não, deve ter acontecido alguma coisa - ele levanta e pega o celular em seu bolso - Liga para eles.

-Alô?

- Tia, cadê você?

- Eu tô na estrada querido houve um acidente enorme na rodovia. Talvez eu demore muito para chegar.

- Ok, eu vejo se posso dormir na casa da Malia.

- Você está bem? A policia me explicou o que aconteceu e se quiser conversar mais tarde.

- Estou bem, depois conversamos.

- Ok. Passa para o policial.

Entrego o telefone para Jordan e me sento entre Theo e Derek, me viro para Derek ele parecia pensativo, não conversamos após ele falar com o Jordan.

- Ei, você está bem?

- Eu pareço estar bem? - ele me encara.

- Ele só perguntou, seu idiota - Theo me defende.

- Não, tudo bem Theo. Nenhuma ignorância de um babaca vai piorar minha noite - me levanto para falar com Parrish.

- Ok, pode deixar - ele encerra a ligação - Para a sua sorte eu estou responsável por você, então irei dormir no apartamento da sua tia está noite até ela chegar.

- Sério? Vamos então.

Me aproximo de Theo e Derek, mais de Theo, ainda estou chateado com Derek. Ele nem ao menos me encara agora.

- Bom, eu não vou precisar dormir na casa da Malia - encaro eles - Vou dormir na minha casa, são e salvo.

- Mas pelo o que eu ouvi na ligação, sua tia pode demorar para chegar - Theo se levanta me encarando confuso.

- Por isso que eu, como responsável por ele, dormirei lá - Jordan fala rindo.

Na mesma hora Derek se manifesta.

- Eu vou dormir lá com você também - ele se levanta.

- Não obrigado, mas eu dispenso - entro para dentro do condomínio deixando eles lá dentro.

Logo em seguida Parrish me segue.

- O que houve entre vocês?

- Eu só... tô cansado - suspiro.

- Ok, me espera aqui - ele da um leve aperto em meu ombro como forma de conforto - Vou colocar a viatura para dentro.

- Cadê o seu parceiro? - grito.

Ele para e fala.

- Para a policia daqui, um caso como o seu é considerado inútil - ele sorri sem humor.

- E por que está aqui? - pergunto confuso.

- Sinceramente? Eu não sei - ele sai correndo pelo portão.

Theo e Derek entram, Derek passa reto mas Theo para. Ele me abraça.

- Você vai ficar bem? - ele estava preocupado.

- Vou, essa noite já deu o que tinha que dar - sorri e acenei em despedida enquanto ele se afastava.

Parrish apareceu poucos minutos depois dizendo que liberaram o estacionamento para ele. Fomos até o meu prédio, subimos de elevador enquanto conversavamos. Chegando no andar peguei a chave no meu bolso e suspirei aliviado e finalmente abri a porta.

Me joguei no sofá e observei Parrish encarar tudo surpreso, parecia que ele acabou de encontrar um pote de ouro, soltei um risinho e ele me encarou.

- Do quê está rindo?

- Você com essa cara de tonto - ele da um tapinha na minha cabeça - Aí!

- Bom, eu precisava tomar um banho - ele fala apontando para sua farda - Teria roupas e um banheiro?

- Vou pegar roupas do meu irmão, ele é grande, deve servir.

- Você tá me chamando de gordo? - ele se finge de ofendido.

- Não. Você é forte e malhado - eu coro.

- Faço treinamento duas vezes por semana na Acadêmia de Policia de Nova York.

- Para de se gabar, vou lá pegar as roupas.

Subo no andar de cima e vou no closet do Scott e pego uma regata branca, uma calça moletom cinza e  uma cueca. Volto para a sala entrego para Parrish.

- Pode tomar banho no banheiro do meu quarto se quiser - me sento ao seu lado.

- Não precisa, deve ter outro que ninguém use. - ele estava com vergonha.

- Tem um aqui no andar de baixo, entra naquele corredor, segunda porta a direita - aponto.

- Vai tomar um banho também, você tá fedendo - ele ri.

- O que você disse? - rio de volta e corro atrás dele, até ele entrar no banheiro e fechar a porta.

Descido seguir seu conselho e vou tomar um banho, mas antes deixei o colchão dele preparado, não sei quanto tempo demorei no banho mas quando cheguei na sala senti um cheiro de comida.

- Parrish? - grito.

- Aqui na cozinha - ele grita de volta.

Entro na cozinha e vejo ele cozinhando algo, não sou bom na cozinha, então não sei identificar.

- O que está fazendo?

- Macarronada lá Jordan, não sou muito bom de cozinha mas previ que você estaria com fome - ele sorri para mim.

- E você está totalmente certo - fico observando - Vai demorar muito?

- Está pronta - ele pega dois pratos e coloca no balcão.

- Por que não comemos assistindo?

- Porque vamos conversar - sorri, pega dois copos e o refrigerante.

- Ok, então - sento e começo a me servir.

Estavamos conversando e estava maravilhoso, ele era legal; inteligente; gostava dos mesmo livros que eu. Eu estava gostando dele? Não, eu não posso.

Ele me encara e quando percebe que eu notei, ele desvia o olhar.

- O que foi?

- Nada só que... - ele se aproxima de mim e passa o dedo sobre o canto da minha boca, tirando um pouco de molho. Só que ao invés dele limpar o dedo no guardanapo, ele chupou o dedo, aquilo me arrepiou.

- Ah, obrigado - sorrio.

Depois de comermos, colocamos a louça suja na lava-louças e fomos para a sala. Liguei a televisão e coloquei em um filme de comédia até começar a pegar no sono.

JORDAN

Stiles dormiu e eu o levei até o seu quarto, mesmo não sabendo direito onde era, encontrei. Coloquei ele na cama dele e percebi que havia um colchão ali pareparado, era para mim.

Voltei lá para baixo, desliguei as luzes e a televisão e subi de volta, olhei no relógio e já são 4:02 hrs. Me deitei no colchão e fiquei pensando.

Fiquei pensando nele, eu não o conseguia tirá-lo da minha cabeça e que talvez o que eu disse para Derek seja loucura mas eu estou afim de arriscar. Fecho meus olhos e pego no sono.

Acordo com gritos não muito altos e alguns gemidos, era de Stiles, olhei no relógio e já eram 5:25 da manhã. Me levanto e vejo ele se contorcendo na cama.

- Por favor, não atira nele - toco nele e ele soava - Ele não merece morrer.

- Ei Sti! - sussuro em seu ouvido.

-  Me mata, por favor! - ele grita.

- Stiles! - dessa vez eu falo um pouco mais alto enquanto sacudo ele.

Ele acorda e me encara, de repente ele começa a chorar e eu o abraço e me deito ao seu lado.

- Calma, eu não vou sair daqui - me deito junto a ele e coloco sua cabeça em meu peito e sinto sua respiração se acalmar - Está mais calmo?

- S-Sim - ele me encara e sorri - Não me deixa, por favor.

- Nunca - sorrio sozinho.

Estava tudo calmo, mas eu ouço o barulho de algo se quebrando lá embaixo. Stiles se assusta e acorda junto comigo, levanto rápido e pego minha arma no criado-mudo.



Notas Finais


Gostaram? Comentem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...