História Bad End Friends ( Hiato ) - Capítulo 8


Postado
Categorias Gravity Falls, Hora de Aventura, O Segredo Além do Jardim (Over the Garden Wall), Rick and Morty, Star vs. as Forças do Mal, Undertale
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Chara, Dipper Pines, Finn, Frisk, Mabel Pines, Marco Diaz, Morty Smit, Star Borboleta, Wirt
Tags Beast, Besta, Bill, Bipper, Butterfly, Chara, Cipher, Demon, Dipper, Dreemurr, Evil, fera, Finn, Firt, Frisk, Ice, Mabel, Mad, Marco, Mewberdade, Mewberty, Morty, Party, Past, Pines, Pitty, Sad, Sod, Star, Starco, Wirt, Zach
Visualizações 62
Palavras 960
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Fluffy, Luta, Magia, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi,voltei.

Boa leitura!

Capítulo 8 - As irmãs


Fanfic / Fanfiction Bad End Friends ( Hiato ) - Capítulo 8 - As irmãs

Apesar de inicialmente terem se surpreendido com um intruso no Desconhecido, ninguém decidiu procurar pelo garoto. Mantiveram com sua "rotina" durante toda a semana,pareciam ter esquecido que havia gente entrando e saindo da floresta.




Star chutou a porta sem piedade,quase a destruindo, e entrou marchando.

— Alguém destruiu a casinha! – Ela gritou com ódio evidente em sua voz.

Wirt ergueu os olhos,parecia entediado.

— Aquele banheiro? – Ele indagou. – Não estávamos usando para nada. -

Star pareceu extremamente ofendida.

— Eu passei um dia inteiro construindo aquela casinha. Sabe quanto é um dia para uma princesa?! – Beast arqueou uma sombrancelha. – Um dia! -

Frisk riu baixo,se divertindo com o jeito dramático de Star.

— Você é uma princesa? – Finn perguntou.

— Eu sou a princesa de Mewni. Star Butterfly. – Fez uma curta reverência.

— E o que você 'tá fazendo aqui? – Chara perguntou, com descrença.

Marco pareceu um pouco perturbado.

— Não mudem de assunto! – A garota apontou cada um de seus seis braços para um ser naquele cômodo, ação que era tão cômica quanto estranha.

— Certo. E o que você pretende fazer? – Wirt questionou, se levantando do sofá.

— Vamos atrás dos intrusos. – Sugeriu. – E mostrarei meu ódio, que queima com a fúria de mil sóis!-

Ela abriu suas asas e saiu voando com extravagância da casa.

(•••)

Arrumou os binóculos para que pudesse enxergar melhor.

Podia ver Star discutindo com Marco, mas nada dos invasores.

Morty suspirou,entediado. Quando decidiu pesquisar os seres que viviam no Desconhecido e neutraliza-los,não pensou que acabaria se aliando a eles. E nem que,com todo o poder que tinham, passavam suas tardes brigando e procurando humanos comuns.

Tantos espécimes para investigar,e havia escolhido os mais irritantes.

Entretanto , se tornando aliado, Morty tinha a oportunidade de observar de perto as criaturas,não se importava com as três humanas,quando acabasse sua observação e conseguisse mais equipamento,levaria os espécimes e as largaria naquela floresta horrível.

— Por que você não 'tá procurando? seu folgado. – Também havia o gato,outra criatura interessante, mas extremamente irritante.

O de camiseta amarela arqueou as sombrancelhas, como se aquele ato fosse uma resposta.

— Me responde, mané! – Morty não respondeu. – Vou te atirar daqui de cima. –

Olhou para baixo,era uma árvore bem alta,mas já tinha um plano. Sabia que para provocar Zach só precisaria de uma palavra.

— Duvido. – Foi como mágica, o azulado fez uma careta estranha de ódio e empurrou o humano sem pensar duas vezes.

Ouviu quando Morty atingiu o chão, e o grito agudo que deu, o ouviu dizer que alguém amassou seu vestido e...vestido?

Zach olhou para baixo,espantado. O humano havia caído sobre Star.

— Idiota sortudo! – O gato saltou de cima da árvore, e caiu em pé.

Mal sabia ele que Morty não acreditava em sorte.

A princesa soltou um gritinho e , graças ao susto, prendeu Zach em uma árvore com sua "gosma roxa".

— Ei,o que está fazendo? – Ela questionou enquanto tirava a substância que cobria o amigo.

— Esse mané duvidou de mim, então taquei ele da árvore! – Morty ignorou o vocabulário ridículo de Zach,procurando por seus binóculos. – Cara,não me ignora! –

— Você é o culpado, eu estava progredindo com a minha observação...idiota. – O humano cruzou os braços.

— Cara,você usa binóculos de tapa-olho! – Após a fala de Zach, Morty encarou o objeto em suas mãos com dúvida.

— Calem a boca. – Marco falou, se aproximando de Star,ao seu lado estava Mabel.

— Essa floresta é enorme. – A Pines comentou,olhando ao seu redor.

— Wirt disse que eles estavam próximos daquela cabana velha que vimos outro dia. – Demon disse, e passou a caminhar para o sul.

Ele andava muito rápido, e Mabel não conseguia acompanha-lo.

— Ei,me espera! – Por impulso, ela agarrou o braço de Marco,que parou por uns segundos.

Sentiu o outro braço entre as mãos de Star.

— E-eu tenho medo dessa floresta. – A Butterfly mentia muito mal.

Marco suspirou e voltou a andar.

Mais atrás, Morty e Zach olhavam para a cena.

— O que acabou de acontecer? – O humano perguntou, mas o gato ao seu lado estava chocado demais para responder.

(•••)

As duas crianças caminhavam devagar,ambas assustadas. A mais velha aparentava ter 14 anos, tinha cabelos curtos e castanhos e olhos da mesma cor,o vestido era azul e usava botas marrons.

A mais nova tinha apenas 9 anos,cabelos castanhos e olhos azuis,o vestido cor de rosa e as sapatilhas pretas.

— Sabe que não precisava vir comigo. – A mais velha disse,apertado com força o galho em suas mãos.

— Eu sei,Anna. Mas eu quero ajudar a achar o Ben! – Molly respondeu, determinada.

Anna riu baixinho, puxando Molly para perto.

Ouviram sons estranhos, parecia alguém correndo em sua direção.

— Molly,corre! – A irmã mais nova correu, sendo seguida pela mais velha. Tentaram desviar das árvores ao máximo, seus pés faziam um barulho irritante em contato com as folhas secas.

Anna olhou para trás, via algo as seguindo, mas não sabia identificar o que era. Engoliu em seco e voltou a olhar para a frente.

Logo estava no chão. Havia batido de cara em uma árvore, sangue escorria de seu nariz. Sua visão estava embaçada, podia ouvir a voz de sua irmã, porém não entendia o que a mesma falava. Sua cabeça doía.

Tentou falar alguma coisa,mas apenas um grunhido confuso foi proferido. Então tudo ficou escuro.

(•••)

— Uma delas está inconsciente. – Wirt disse,de repente.

Delas? Não era um intruso? – Chara perguntou,se aproximando da Besta.

— Aparentemente, não. – Finn se aproximou, resmungando.

— Quem é Ben? – O loiro cruzou os braços, parecendo impaciente. – E quem são Anna e Molly? –

Finn tirou o chapéu de Wirt e usou para cobrir sua boca, e passou a sussurrar no objeto.

— Você parece menos Gnomo sem esse cone. – Bipper comentou,enquanto arrancava a pele da ponta dos dedos.

— Não é hora 'pra falar sobre isso! – Ice exclamou, devolvendo o chapéu de Wirt. – E como você sabe tudo iss- com quem? –

Finn olhou para os lados, depois para a Besta. Agarrou o pulso de Wirt e saiu correndo, sendo seguido pelo mesmo.

— Eu sei onde elas estão! – O loiro gritou.


Notas Finais


•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•
Até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...