História Bad Girl - Capítulo 32


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7
Visualizações 19
Palavras 4.568
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellooo Mochis <3
Demorei pakas,eu sei,desculpem <3

Capítulo 32 - "Encontros" !!!!!!


Fanfic / Fanfiction Bad Girl - Capítulo 32 - "Encontros" !!!!!!

S/n On: 

Acordo ainda ao lado do Tae,me levanto fazendo o maximo de silêncio pra não acorda-lo,nem irei hoje pra escola,pouco me importa isso agora;Vou em direção ao banheiro e jogo um pouco de água no rosto e lavo minha boca,saio do banheiro e me deparo com Tae sentado na cama,que assim que me ver dá um largo e bonito sorriso quadrado,me aproximo do mesmo.

Eu: Bom dia Tae - Dou-lhe um beijo na testa - 

Taehyung: Bom dia princesa - Retribuiu o beijo na testa - 

Eu: Como se sente? - Analiso seus gazes - 

Taehyung: Tô otimo,será que vou ter alta? - O olho - 

Eu: Espero que sim,mas até lá... - Faço ele se deitar novamente na cama - ..Trate de ficar bom logo - Ele suspira - 

Taehyung: Ah claro,até porque eu AMO ficar em hospital - Sorri - 

Eu: Vou te trazer algo pra comer. - Vou até a porta - ..Nada de esforços - O repreendo e ele assente - 

Taehyung: Sim Omma - Dei risada e saí - 

Ando pelo corredor e sinto minha garganta ficar seca,olho um bebedouro e paro pra beber água.Logo escuto vozes vindo de um corredor,termino de beber água e vou em direção a voz,cruzo o corredor e olho a Lily vaca,me escondo atrás da parede pra que ela não me veja,parece que ela tá falando ao celular,e pelo jeito não deve ser bom.

Lily: Só quero saber se tá tudo certo pra amanhã....Está?ok,ok.... - O que essa vadia tá aprontando dessa vez - ...Só faça como combinado Lisa.. - Ah claro têm que ter a outra vadiazinha por trás disso também - ...Claro que irá receber bem por isso...Relaxa...Eu sei no que eu tô me metendo..Tchau tenho mais o que fazer - 

Eu: O que cê tá aprontando vadia - Digo baixo.Olho a mesma se distanciando,saio de trás e logo vejo Yoongi com uma bandeja com comida nesta,assim que me ver dá um sorriso fofo,espero que ele já esteja bem,me dói vê-lo naquele estado.

Yoongi: Estava indo levar seu café e do Tae - Me deu um selar na testa - 

Eu: Humm,se preocupando comigo? - Analiso as guloseimas na bandeja pegando uma torrada e a comendo - 

Yoongi: Se eu não me preocupar você não vai se cuidar...e outra,você têm que alimentar meu afilhado aí - Fez um gesto com a cabeça engraçado me fazendo rir - 

Eu: Tinha até me esquecido que tenho um bebê dentro de mim - Digo sorrindo e vejo Yoongi revirar os olhos - 

Yoongi: Alzheimer nessa idade - Disse se afastando e sorrindo - Nós se ver..por aí - Aceno mesmo ele não vendo minha ação -  

Me direciono ao quarto do Jungkook,abro a porta do mesmo que me recebe com um lindo sorriso no rosto,esse sorriso me fez lembrar quando ele me pediu em namoro,automaticamente levei meu olhar pra pequena aliança em meu dedo e sorri por relembrar desse dia,levo minha atenção pro moreno que está com os braços abertos me chamando pra um abraço,e assim fiz,um abraço que traz logo pela manhã proteção e o calor.

Jungkook: É bom saber disso - Me deu um selar na cabeça - 

Eu: Do que? - Pergunto afundando meu rosto em seu pescoço - 

Jungkook: Saber que mesmo com tudo isso acontecendo,você ainda não deixou de se preocupar comigo - Acariciou minhas costas - 

Eu: Por amor as pessoas fazem tudo que for preciso - O olho - Eu nunca vou desistir de você - Ele sorrir fraco - 

Jungkook: Vê o que está dizendo? - Arqueio minha sobrancelha - 

Eu: Não entendi - Ele se ajeita na cama - 

Jungkook: Você sabe de tudo isso,de tudo o que eu vou ter que fazer - Mordo o lábio - E...sabe também que tenho que me relacionar com outra mulher - Ele fecha os olhos,como que se arrepende-se por ter dito aquilo - E-eu só não quero que apesar do que acontecer entre nós... - ele crava seus olhos em mim - Você não deixe de ser feliz por minha causa - Pego em sua mão - 

Eu: Você não entende? - Digo fraco - Você é minha felicidade - Ele solta minha mão - 

Jungkook: S/n..olha,E-eu..

Eu: Jungkook,independente do que acontecer... - Olho pro lado - ...Eu sei que não vai conseguir amar aquela garota,e sei também que está tendo um relacionamento com ela porque foi forçado - Ele suspira forte - 

Jungkook: Só não quero que me espere muito tempo S/n e deixe de viver sua vida - O olho incrédula - 

Eu: E-está dizendo pra mim desistir de você? - Ele olha pro lado - 

Jungkook: Você sabe que não vai ter como nós dois ficarmos juntos... - Pego em seu rosto fazendo ele me olhar - 

Eu: Nunca mais diga isso - O abraço - 

Jungkook: S/n... - Sussurrou - 

Eu: Nunca mais diga - Falo baixinho - 

Jungkook: Me desculpe... - Fez carinho em meu cabelo - Só não sei como sair disso,não tenho outra escolha

Eu: Só queria ser feliz com você - Ele desfaz o abraço - 

Jungkook: Talvez seja melhor que não nos olharmos mais - Gelei - 

Eu: J-jungkook,porque está dizendo essas coisas? - Mordo meu lábio pra não chorar - 

Jungkook: Escuta S/n,eu não posso mais te ver... - Falou baixo - Não posso botar em risco sua segurança - Me sento no sofázinho pequeno - 

Eu: Não tenho medo dela Jungkook - Coloco minhas mãos no rosto - 

Jungkook: Não é dela que estou falando - Disse alto - 

Eu: Como? - O olho - 

Jungkook: Têm pessoas que dariam tudo pra que você estivesse morta e pra ver todos nós sofrer mizeravelmente - Me aproximo novamente dele - Não posso deixar que nada aconteça com vocês... - Olhou pra minha barriga - Não quero que nada de mau aconteça com as pessoas mais importantes da minha vida,eu já perdi uma pessoa e não quero perder mais - Pegou em minha mão - 

Eu: Mais que droga - Sorri pra não chorar - Essas pessoas querem desgraçar de vez com a gente né? - Ele me puxa e me abraça - 

Jungkook: Só quero que saiba,que...eu não vou deixar de amar você S/n - Assinto - Por favor,não quero que esqueça - Me apertou mais em si - 

Eu: Jamais me esquecerei - Sorri de canto - 

“A primeira vez que a pessoa se apaixona muda a vida dela para sempre, e por mais que você tente, o sentimento nunca desaparece.” - Diário de Uma Paixão - Nicholas Sparks.

Jungkook: O enterro do Hope vai ser a tarde - Disse baixo - A máfia deixou que fizesse-mos um enterro só pros amigos íntimos dele... - Fecho meus olhos forte - 

Eu: Tenho tanto medo - Sussurrei - 

Jungkook: De? - Aperto seu braço - 

Eu: Perder mais algum de vocês pra sempre,assim como o Hope foi, qualquer um de vocês podem ir também,porque não saem desse negócio ? - Ele suspira - 

Jungkook: Já te disse que não funciona assim S/n - Me deito na cama junto com ele - Na mafia,nós somos como um...prêmio..entende?,se sairmos da mafia eles sempre vão ter um jeito de nos trazer de volta,e foi o que fizeram comigo

Eu: Então foram eles né? - Ele assente - 

Jungkook: Não querem nos deixar sair de jeito nenhum S/n,por isso nos ameaçam de qualquer jeito -  Toco sua abs amostra por conta dos ferimentos leves que levou noite passada - É assim que funciona - Brincou com a aliança em meu dedo - Vejo que não tirou - Sorriu - 

Eu: E porque tiraria? - Nos encaramos,seus olhos estavam tão brilhantes.Ele aproxima nossos rosto e sela nossos lábios,beijo apaixonante e lento - 

Jungkook: Eu tenho certeza que você é a pessoa certa pra mim - Acariciou minha bochecha -  Sou tão feliz por ter você S/n - Sorri fofa - 

Eu: Tão romântico - Brinquei - Nem parece o Jungkook de sempre - Ele dá uma risada - 

Jungkook: Ora,eu só quero ser mais carinhoso com minha namorada - Me olhou de soslaio - 

Eu: Namorada? - Fico por cima dele que resmunga com o peso - Desculpa - Ri - Esqueci que tá dodói - Saio de cima do mesmo mais me puxa novamente pra cima dele - Não tá doendo? - Ele me abraça - 

Jungkook: Por você eu suporto qualquer dor - Sorri boba - Só...fica aqui comigo - Me dá um selar na cabeça -  

(...)

Hana: S/n você vai se atrasar - Gritou lá de baixo - Seus amigos estão te esperando já faz minutos - Bato a porta do meu quarto e desço as escadas encontrando os meninos ali e Ayumi também,todos de terno preto,tão formais e realmente ficam mais lindos assim,sinto uma pontada por não ver Hoseok ali,Ayumi está esplendida,como consegue ficar tão maravilhosa com um simples vestido justo preto?beleza natural das coreanas é incrivel - 

Jimin: Meu deus S/n - Abriu a boca - 

Yoongi: Só pra te relembrar - Encruzou os braços - Nós vamos em um enterro e não pra uma festa black - Analiso meu vestido longo e preto com folhagens finas,ele é bem bonito,me lembro bem que vesti ele no enterro dos meus pais e ainda cai como uma luva em mim,e um decote bem no meio (CAPA) ,minha tia que escolheu esse vestido pra mim usar no dia do enterro dos meus pais,disse que fico bonita nele,e que preto fica bem em mim  - 

Ayumi: Não vejo problema de ir com ele - O Jungkook se aproxima de mim - 

Jungkook: Está linda do mesmo jeito  - Afastou meu cabelo pra trás - 

Eu: O-obrigada Jungkook - Sorri corando - 

Namjoon: Dá pra irmos ou tá dificil? - Sorrimos de canto - 

Ayumi: Tá linda lady - Me puxou pra andar,saímos da mansão e entramos nos carros - 

Passando pela mesma fase mais uma vez,garanto a vocês que é horrivel perder as pessoas que amam,perder uma pessoa pra sempre,acreditam nisso?como a vida é cheia de mistérios,umas vem e outras vão,mas na minha vida parece que elas só querem "ir",parece que estão me castigando por algo que fiz,tirando as pessoas de perto de mim,tão fácil como atirar uma pedra em um pequeno  lago,eu sou a pedra,e estou afundando cada vez mais em minhas próprias decisões.

Chegamos em um local bem sombrio,desci do carro assim que Yoongi o estacionou perto de uma arvore,senti um calafrio na espinha me fazendo arrepiar por inteiro,a névoa dá um toque mais assustador nesse lugar,ao som de corvos ecoando de algum lugar por aí;andamos até eu ter uma visão plena de onde estava agora,um cemitério,a grama verde não se via completamente por conta da névoa entre nossos pés,agarrei a mão do Yoongi com força,nunca pensei que estaria novamente em um local como esse,cemitério,essa palavra me persegue assim como a infelicidade,Mais a frente um  grupo de pessoas e um pequeno palco e á frente deste um caixão branco,parei de andar e Yoongi me olha entendendo a situação,ele acaricia minha mão como forma de me passar algum conforto,ando novamente olhando para as pessoas e não reconheço nenhuma destas,concluo que devem ser da máfia em que Hope era,me sento em uma das cadeiras marrons de frente para o palco.

Yoongi: Sei que é dificil... - Segurou minhas duas mãos forte - Mas isso vai passar,e só vai ficar uma saudade boa - Assinto - 

 Eu: Só de pensar nele ali dentro Yoongi...me dá um aperto no coração - Meus olhos ficam marejados - 

Yoongi: Shhhhh - Me abraçou - Vai ficar tudo bem - Disse baixinho - 

(...)

Despedidas,algo que eu certamente sempre odiei em toda minha vida,é realmente estranho você passar seus dias sem aquela pessoa ao seu lado,sei que vou sentir falta dele,eu sei que vou,afinal,as melhores pessoas te marcam de um jeito que você nunca esquece.E agora sempre que a chuva cair vou me lembrar dele,fizemos uma promessa que toda vez que a chuva caísse lá fora,iriamos nos encontrar pra brincar como duas crianças ao ver a chuva pela primeira vez,você irá cumprir?espero que não esteja triste por me ver triste também,vou sentir sua falta Hoseok.

Voltando pra casa em silêncio,tempo frio me faz ainda mais lembrar dele,Ah meu amigo, serei eternamente grata pelo que fez por mim.Olho pelo retrovisor do carro o rosto triste do Yoongi,percebo que ele está um caco por dentro,ele chorou tanto,não conseguiu se segurar naquele momento,ele têm esse jeito de marrento e rebelde,mas no fundo ele é tão sensivel,que me dá até medo de toca-lo por que penso que vou quebra-lo ou algo assim;Ele me olha também e tenta dá seu melhor sorriso,um que me pareceu um grande esforço.

Yoongi: Que acham de comer algo? - Disse baixo mais podemos ouvir - 

Ayumi: Seria bom - Disse encostando a cabeça no vidro do carro - 

Yoongi: Vou parar em uma lanchonete aqui perto - Sorriu fraco pra nós - Melhorem essa cara de vocês - Suspirou - 

Eu: E tem como? - Olho as paisagens passando pela janela - 

Yoongi: Pelo menos sorriem um pouco - Desacelerou o carro parando em um lugar com iluminação um pouco baixa - Vamos esperar os outros - Estacionou o carro e nos olhou - 

Eu: Não tem como sorrir uma hora dessas - Ele me faz cocegas e eu dou risadas - 

Yoongi: Ele não iria gosta de nos ver tão tristes assim S/n - Sorriu - 

Eu: J-hope... - Disse sorrindo - Tão falante - Yoongi riu - 

Yoongi: Eu tinha vontade de colocar uma fita na boca dele pra parar de falar tanto - Ayumi sorriu - 

Eu: É,só que agora ele se calou pra sempre - Suspiramos quase ao mesmo tempo - 

Ayumi: Aish que horror - Resmungou - O enterro também é aqui? - Sorri fraco - Parem com isso,J-hope tá em um lugar melhor - Assentimos.Derrepente alguém bate no vidro ao meu lado me assustando - 

Taehyung: Saem logo daí - Disse com voz abafada por está do outro lado.Saímos do carro e olhamos todos ali nos esperando na porta da lanchonete,todos menos o Jungkook - 

Eu: Cadê o Jungkook? - Disse me aproximando deles - 

Jin: Ah ele foi pra casa junto com a lily - Entrou no estabelecimento junto com os outros.Já disse pra vocês que a vadia também teve coragem de aparecer no enterro do Hope?pois é,ela foi,e eu esqueci que ela é a nova mulherzinha do MEU homem,e que eu tenho que fingir indiferença quando olho os dois juntos no mesmo local que eu,o que vai ser uma missão impossivel. - 

(...)

Já cheguei em casa depois de horas e horas conversando naquele lugar com os garotos,e confesso que foi muito divertido,ele SÃO divertidos,uma pena não ter todos ali;Deitada na cama só com o silêncio em meu quarto e o som do vento balançando os galhos da arvore ao lado de casa.Eu sei que a cada dia ficará mais fácil e que vai chegar um dia em que a dor passará;e eu espero ansiosamente por esse dia.Até lá vou seguir minha vida,sentindo saudade?sim,mas sei que você vai está dentro do meu coração e se eu olhar pra cima vou lembrar de você também e sorrir.

“ Enquanto puder olhar sem medo para o céu, saberá que é puro por dentro, e encontrará a felicidade outra vez. ” - O Diário de Anne Frank -  Anne Frank .

(...)

Acordo de bom humor hoje,parece que o Mini Hoseok entrou em mim,estou tecnicamente elétrica,Vou direto pro banheiro e faço minhas higienes Saindo de lá depois de alguns minutos pra não me atrasar pra aula,Me visto e penteio meu cabelo e faço uma make básica;Desço as escadas pra tomar café e me sento na mesa junto á minha tia.

Eu: Bom dia - Falo com entusiasmo me servindo logo em seguida -  

Tia: Bom dia - Me olhou tomando café - Aconteceu algo? - A olho - 

Eu: Ah Não - Continuo comendo - 

Tia: Humm - O seu celular começa a tocar - Licença querida - Se distanciou - 

Hana: Bom dia meu amor - Me pegou de surpresa me dando um beijo na cabeça - 

Eu: Ah Bom dia - Digo sorrindo - Tava aonde? - Ela se senta a minha frente - 

Hana: Fui buscar seu primo nos portões da mansão - Arqueio minha sobrancelha - 

Eu: Primo? - Pergunto - 

Kwan: Bom diaaaa família lindaa - Disse se sentando na mesa - 

Eu: O que ele veio fazer aqui? - Digo o olhando - 

Kwan: Passar os dias com minha prima preferida - Suspiro - 

Eu: Por que não me avisaram? - Digo um pouco alterada - 

Hana: Pensei que sua tia tivesse lhe dito S/n..desculpe - Sorriu fraco - 

Eu: De qualquer forma não tem o que fazer mesmo - Termino de comer - 

Kwan: Eu anda tô aqui tá? - O olho - 

Eu: Infelizmente - Resmungo - 

Kwan: Como? - Me levanto - 

Eu: Nada - Dei um sorriso cínico - Tchau Omma - Lhe dei um beijo - Tchau priminho querido - Faço voz engraçada e Hana rir - 

Kwan: Chata - Revirou os olhos.E eu saí - 

Otimo meu bom humor acaba de ser estragado completamente,acordei tão espontânea,eu não acredito que vou ter que passar meu dias nessa casa com esse chato e metido,e sem falar que é um tremendo pervertido,que horror,nunca vou me esquecer de suas mãos pegando em minha coxa naquele dia do jantar "especial" pra minha tia,Argh que raiva dele.

Chego na escola com a cara que é um cu,olho Jackson se aproximando de mim logo o repreendo passando por ele.

Eu: Nem vem - Digo erguendo minha mão cuja ele pega - 

Jackson: O que houve? - Suspiro - 

Eu: Só o meu primo Kwan que resolveu ficar uns dias lá na mansão - Ele arqueia a sobrancelha - 

Jackson: E o que têm demais nisso? - Me solta - 

Eu: Longa história - Balanço a cabeça - Ele já tentou algo comigo então não quero ficar sozinha com ele naquela mansão enorme - Brinco com os dedos de Jackson - 

Jackson: Mais que moleque filho da puta - Bufa - E sua tia?Não vai ficar em casa? - Nego - 

Eu: Vai pra empresa e provavelmente vai chegar bemmmm tarde - Pego seu anel e o coloco em meu dedo - E a Hana sempre vai embora a noite,Então... - 

Jackson: Quer que eu durma lá hoje? - O olho - 

Eu: Faria isso por mim? - Ele sorri - 

Jackson: Claro - Puxou meu nariz de leve - Vou com você depois da aula - Assinto - 

Eu: Nos vemos depois então - Beijo sua bochecha que cora - Tchau Jack - Aceno - 

Jackson: Ei meu anel - Gritou e eu sorri - 

Eu: Você quis dizer MEU - Respondo e ele dá uma risada - 

 Logo chego na minha sala e me sento no meu devido lugar esperando o horário tocar,depois de alguns minutinhos o horário toca e os alunos vão entrando na sala e os garotos também que assim que me vêem dão um lindo sorriso,Ah e meu moreno dá um sorriso fofo e mordi o lábio inferior, - o nosso sinal - ,isso significa que ele quer que conversemos depois,aderimos isso pra que nós dois quando quisermos nos encontrar pudesse-mos  passar despercebidos por todos e também por aquela Lily vaca,digamos que é o nosso sinal "secreto",só nosso;Mordi meu lábio também como resposta que sorriu e se sentou ao lado do Yoongi,O professor logo chega e dá inicio á aula tediosa,olho pro lugar vazio do Hope e suspiro,me doí ainda muito isso,só peço que Deus me dê forças pra lidar mais uma vez com essa situação.

(...)

Intervalo,uma das coisas mais maravilhosas do mundo também,pode osar estranho,mas pra quem passa o tempo todo em uma sala chata,com um professor chato,e uma aula chata,30 minutos são sagrados pra nós alunos.Compro meu lanche e me sento junto com os garotos,e como esperado,o Jungkook não está e nem a Luana que até hoje não sei o motivo de não ter me dado explicações do que fez,pelo menos ter me avisado seria bom,me sento ao lado do Tae logo comendo a comida.

Jimin: O que acham de uma festa? - Yoongi logo resmunga - 

Yoongi: Não dá pra você parar de pensar em festa por um minuto? - Disse com tédio - 

Jimin: Não - Sorriu - E então? - Olhou para nós - 

Jin: Não tô com cabeça pra ir em festa agora - Disse de boca cheia - 

Jimin: Namjoon? - Este o olhou - 

Namjoon: A-a não,valeu - ele olha pro Tae que também nega,e finalmente direciona seu olhar pra mim - 

Jimin: E você S/n?não vai me deixar no vácuo né? - Sorri da sua cara de súplica - 

Eu: Desculpe bolinho,mas não estou com cabeça pra festas também - Ele resmunga - 

Jimin: Caramba como vocês são entediantes - Sorrimos - Com ou sem vocês eu vou dá uma festa - Se levantou e conversou com alguns garotos da mesa mais afastada e saiu dando pulinhos - 

Jin: Ele não para - Sorriu - 

Yoongi: Eu aposto se ele vai mudar - Termino de comer - Esse já não tem jeito - Sorri de canto - 

Eu: Pois eu espero que ele largue essa vida de "solteiro" - Fiz aspas com as mãos - 

Namjoon: Também espero,já chega disso - Suspirou - 

Taehyung: Até porque YUMII gosta muito dele - Assenti - 

Eu: E eu não quero que ela sofra de novo - Olho pra mesa da Lily vaca e vejo o moreno me secando também,corei e sorri - 

Yoongi: A Ayumi ainda gosta do Jimin? - Perguntou olhando pra sua latinha de refrigerante - 

Eu: Pelo que eu sei,ainda sim - Ele solta um longo suspiro - Gosta dela? - Pergunto pois o mesmo tava com um semblante triste - 

Yoongi: Sim,mas se ela gosta do Jimin  eu não vou atrapalhar os dois - Sorriu fraco - 

Jin: Esse negócio de amor é bem esquisito - Sorrimos - 

Taehyung: Por isso eu só quero me divertir mesmo - Colocou sua perna encima da mesa - 

Jin: Que modos são esses Kim Taehyung - Disse o repreendendo - 

Taehyung: Desculpa - Se sentou direito - 

Eu: Você é outro - Ele me olha - 

Taehyung: Outro o que?

Eu: Que depois que se apaixonar por alguém,vai deixar de se "divertir" - Ele solta uma gargalhada - 

Taehyung: Eu? - Assenti - Jamais princesa - Piscou pra mim - 

Jin: Nunca diga nunca

Taehyung: Eu não disse"nunca" - Sorriu - 

Jin: Mas foi tipo um jeito de dizer "nunca" - Sorri.Esses meninos são uma graça;Vejo Jungkook se levantando e saindo,acompanho seu trajeto até a porta com os olhos,ele para na porta,me olha e mordi o lábio novamente,eu rapidamente mordo o lábio e ele sai;Olho os garotos ainda conversando e sorrindo,estão muito bem distraídos,me levanto - 

Taehyung: Já tá indo pra sala? - Hesito - 

Eu: A-a,não..vou pro meu lugar favorito - Ele se levanta - 

Taehyung: Quer companhia ? - Olho pros garotos e eles ficam me olhando atentamente - 

Eu: Não precisa Tae,quero ficar um pouco sozinha - Beijo sua bochecha e saio as pressas dali - 

Passo por varios corredores procurando o Jungkook,os corredores estão bem cheios,pessoas falando ao mesmo tempo e dando risadas super altas,me ergo entre um amontoado de alunos andando lentamente a minha frente tapando minha visão,alguém me puxa bruscamente e fecha a porta,é um lugar escuro,mas consigo reconhecer quem é,e ele me prende na parede e me beija com ferocidade,logo meu corpo vai ficando suado por conta da velocidade dos beijos e das suas mãos passeando por todo meu corpo,ele desce seus beijos para o meu pescoço e dando um chupão no mesmo me fazendo soltar um gemido de prazer,ele continua descendo seus beijinhos até meus seios cobertos pelo uniforme,ele me olha com súplica e puro prazer,logo ele tira sua parte de cima do uniforme e me dando a visão completa de sua ABs definida,o moreno tira minha saia devagar e meu coração acelera,ele quer mesmo fazer isso aqui?ah foda-se eu também quero;Logo ele desfivela o cinto e abaixa a calça,mesmo com a pouca claridade pude ver sua box muito bem marcada.

Jungkook: De costas - Disse rouco e eu me arrepio com sua voz.Assim fiz como ele pediu - Fica empinadinha pro seu Daddy - Sorri maliciosa ao ouvir ele dizer "Seu";Fico mais empinada possivel - 

Ele logo me penetra e para logo na entrada,e eu resmungo.

Jungkook: Calma - Sorriu - Não quero machucar o nosso bebê - Beija minha costa - 

Ele começa com movimentos lentos,um tanto cuidadoso,não quer me machucar e nem o nosso filho(a),ao som de nossos corpos se chocando e o ambiente ficando mais quente,nos faz ficar mais excitados,ouço os gemidos roucos do moreno,o que é musica para os meus ouvidos,Uma coisa que a vaca da Lily nunca ouvirá de sua boca,gemidos baixos mais o máximo para nós ficarmos mais excitantes,penetrações um pouco mais rápidas,e logo pude sentir meu orgasmo chegar.

Jungkook: A-a...tão apertada - Deu um tapa forte na minha bunda - 

Eu: Daddy....- Gemidos e mais gemidos saindo quase que no modo automático da minha boca - Eu...vou.... - Mais estocadas,um pouco fortes o que me faz gozar,depois de mais algumas penetrações ele se desfez dentro de mim e se jogando em minhas costas,apoiada nas paredes gélidas - 

Jungkook: E-eu te a-amo - Sussurrou em meu ouvido - 

Eu: E-eu te amo m-mais - Ele me dá um selar na minha nuca - 

“ E naquele momento eu seria capaz de jurar que éramos infinitos. ” - As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky.

Nos vestimos novamente pra irmos pra sala,até porque o sinal já tocou faz alguns minutinhos,e queremos manter nossos "encontros" bem secretos de todos,pois nossa segurança está em jogo e com aquele Lily vaca atrás do Jungkook faz isso ficar ainda mais perigoso,mas nós dois adoramos uma adrenalina;Antes de sair ele me puxa pra mais um beijo dentre muitos outros o que não deixa de ter amor,bem lento e demorado até a maldita falta de ar nos separar.

Eu: Temos que ir - Falo baixo - 

Jungkook: Eu sei - Acariciou minha bochecha - Vamos - Lhe dei um selinho e mordi seu lábio forte que resmunga - Você não para mesmo com isso não é? - Sorri inocente - 

Coloco minha cabeça do lado de fora pra ver se tinha alguém passando,tudo limpo,me viro pro Jungkook que levo um espanto por ele está tão perto de mim e me desequilibro com meu próprio pé,ele tenta me segurar mais acaba caindo também,nossa queda faz a porta abrir e ele cair em cima de mim.

Eu: Aiiii caralho - Resmunguei - 

Jungkook: Porra - Ele resmungou também.Nos olhamos por alguns minutos e começamos a rir,sério,foi exatamente isso que aconteceu - 

Xxx: O que estão fazendo? - Gelei o Jungkook também ficou estático me olhando;Fechei meus olhos e os abri e olhamos para o lado pra ver a pessoa e engoli o seco -  

Eu/Jungkook: L-Luana? - Dissemos em uníssono e nos olhamos de novo,e pude ler os lábios do Jungkook em um lindo e completo " A gente tá fudido " -   

 

 


Notas Finais


E esse foi mais um cap...
Até o proximo Mochis <3
Bei-Jin <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...