História Bad Girl Good Girl - IMAGINE Taehyung - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Girls' Generation
Personagens Hyoyeon, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jessica, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Seohyun, Sooyoung, Sunny, Taeyeon, Tiffany, Yoona, Yuri
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine Taehyung, Snsd, Taehyung, Taehyunxvocê, Taeny, Tiffany, Yulsic
Visualizações 64
Palavras 1.607
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor



Capítulo 1 - Error


Depois de um longo período de aula, deu para ouvir o barulho do sinal, indicando que aquela tortura havia acabado. Sempre depois da aula, havia um período amais para quem fazia dança na escola. Nós éramos quem representava a escola em vários eventos, e precisávamos trabalhar duro para isso. Também éramos chamados de "Bully's", nós não praticavámos tal ato, porém usavámos violência quando era necessário. Chegando na sala onde havia apenas um enorme espelho e alguns aparelhos de som, junto de microfones, todos estavam lá, inclusive Hyoyeon, a professora de dança. Ela não era velha ou algo do tipo, ainda tinha seus 24 anos, e era bom saber que a mesma tinha uma certa intimidade com as 12 pessoas que faziam a aula. Porém tudo tem seu lado ruim. Ele estava lá. Taehyung era o meu pior pesadelo, toda aula acabava em uma discussão nossa. Me aproximei de Jessica, que estava treinando os passos novos e me juntei. Para variar, o diabo abriu a boca.

-Cuidado para não errar.-Disse Taehyung, na intensão de me desconcentrar. Ele sabe que eu tenho medo de errar, e sou muito cuidadosa com isso, porém é difícil. -Errou.-Falou, quando eu acabei tropeçando e errando um passo.

-Cala a boca, filho da puta.-Respondi me sentando, sentindo meu tornozelo doer. Passei a mão de leve, vendo região arroxear. Hyo entrou na sala e quando me viu, se aproximou largando suas coisas no chão.

-O que aconteceu? -Perguntou massageando a área machucada, e eu gemi de dor.

-Ela errou.-Taehyung respondeu de maneira debochada.

-Fica quieto, aborto do capeta!-Falei e logo justifiquei o que aconteceu.

-Tudo bem, vocês sabem que nós vamos apresentar Oh NaNa e Bad Girl Good Girl, então apenas oito pessoas irão participar disso. -Hyo se levantou enquanto falava.

-Eu posso participar das duas?-Perguntei, e ela assentiu.

-Só não vai errar.-O garoto falou, e eu mordi o lábio com força.

-Caralho moleque, se tu não calar a boca eu vou enfiar um garfo no seu...

-Tiffany!-Todos gritaram, me impedindo de terminar a frase. Respirei fundo, vendo Hyo continuar.

-Eu pensei assim, em Bad Girl Good Girl, as dançarinas seriam; Jessica, Tiffany, Yuri e Yoona. Em Oh NaNa seriam; Jungkook, Taeyeon, Tiffany e Taehyung.-Olhei para a loira totalmente incrédula. Eu não acreditava que teria que dançar com esse garoto.-Eu vou liberar vocês mais cedo porque eu fiquei sem as músicas aqui, então por enquanto é isso.-Terminou, e nós saímos da sala. Andei até a parte de trás da escola, retirando um tijolo que ficava em um canto no chão, revelando a carteira de cigarros que eu escondia ali. Retirei apenas um, escondendo o resto novamente. Quando acendi e me virei, Taehyung estava ali. O mesmo tirou o cigarro da minha mão, colocando uma bala de menta na mesma.

-Não se machuque.-Falou jogando o cigarro na mão e pisando em cima. Quando eu fui reclamar, ouvi uma voz feminina gritando seu nome. Era sua mãe.

-Taehyung! Eu peguei seu boletim, 4 em inglês de novo?!-Gritou batendo com a bolsa no garoto, que se escondeu atrás de mim enquanto segurava seus ombros, e a mais velha tentava bater nele ainda, gritando em um tom de brincadeira.

-Mãe!-Taehyung gritou saindo de trás de mim enquanto corria um pouco devagar, e sua mãe foi atrás.

-Tiffany, por que ele não segue seu exemplo de ir bem na escola? -A maior riu quando se virou.

-Eu estudo muito, fala pra ela, Tiffany!-O garoto respondeu, e a mais velha voltou a correr atrás dele.

Eu sentia falta de tudo isso. Quando tínhamos 9 anos de idade, éramos próximos demais. Eu sentia falta até mesmo da sua mãe. Eu tinha inveja do seu relacionamento com a mesma, porque era bom. Se eu tirasse uma nota abaixo de oito, eu apanhava na certa e ainda recebia vários castigos. Encarei o cigarro no chão, em seguida, a bala que estava nos meus dedos. Apertei a mesma com força, saindo dali. Caminhei até meu dormitório, abrindo a porta e vendo Taeyeon jogada na cama, enquanto Yuri e Jessica estudavam. Fui em direção ao banheiro, até uma voz se fazer presente.

-Sua mãe estava aqui na escola lhe procurando, ela ficou furiosa porque você pegou segundo lugar de novo. -Revirei os olhos quando Tae acabou de falar. Minha mãe não aceitava o fato de que Jungkook sempre seria o primeiro lugar, e não seria eu quem mudaria isso. Suas notas eram muito boas para eu conseguir ultrapassar.

-Ainda bem que ela não me viu, senão eu estaria quebrada.-Soltei uma risada nasal, fazendo piada com a minha própria desgraça. As três me olharam me repreendendo, pelo fato de se preocuparem demais comigo para aceitar as piadas que eu fazia.-Que foi? É aquele ditado, rir para não chorar. -Saí do banheiro e me deitei na beliche acima de Taeyeon.

-Sua mãe é muito exagerada.-Yuri falou, mas ela não sabe metade do que acontece. Apenas Taeyeon sabe que eu apanho, o resto acha que minha mãe apenas me xinga.

-Ela é mesmo. Amanhã vai ter prova e eu não estudei nada, quero ver a reação dela quando sair o resultado. -Brinquei, soltando uma risada nasal.

-Cala a boca! Você é aquela pessoa que nunca estuda e sempre vai bem nas matérias! Eu me mato estudando e sempre vou mal! -Taeyeon respondeu fazendo um biquinho. Seu pai sempre batia nela pelo fato de suas notas sempre serem na média, e sempre me usava de exemplo, dizendo que suas notas deviam sempre ser iguais às minhas.

-Suas notas não são ruins! Pelo menos com elas você consegue não reprovar de ano! -Jessica finalmente deu sinal de vida, quando Yuri saiu de sua cama e foi para a beliche em cima dela.

-Estudar é um saco, eu só sei disso! Alguém me dá um caderno para eu dar uma revisada rápida.

-Os dormitórios irão se fechar em uma hora, se os alunos Jungkook e Taehyung não entrarem, terão que dormir na rua. -Me levantei e pulei da beliche na hora, quando a voz da diretora se fez presente nos microfones. Jungkook era bem próximo de mim, e eu não deixaria o mesmo dormir na rua.

-O que nós vamos fazer?-Yuri se pronunciou, também pulando da beliche. As outras duas se levantaram e pegaram lençóis, amarrando-os no pé da cama.

-Vamos sair por aqui. Duas saem e duas ficam, caso aconteça algo. -Jessica disse, terminando de fazer uma espécie de corda com os lençóis.

-Eu e Taeyeon vamos. Tranquem a porta, se a diretora abrir, digam que eu estava doente e fui até a enfermaria. -Segurei a ponta de um lençol, subindo na janela.

-Se ela perguntar, eu estou no banheiro. -Tae falou e eu pulei, chegando bem perto do chão, sentindo o lençol ser segurado pelas meninas. Logo minha melhor amiga fez o mesmo, e nós fomos procurar os garotos. Os dois estavam na sala de dança, treinando a coreografia que iríamos aprender.

-O que foi?-Jungkook perguntou, desligando a música.

-Deram falta de vocês no dormitório. Eles fecharam os portões, então nós vamos ter que entrar pela janela. -Tae saiu da sala, sendo seguida por todos. Quando estávamos no meio do caminho, a diretora apareceu, e nós saímos correndo. Ela não havia se tocado, mas para o nosso azar, a mais velha fez nós nos separarmos. Ainda correndo, avistei um monitor ali, e meu braço foi puxado, e uma mão foi colocada em minha boca. O cheiro de Taehyung entrou em minhas narinas, e eu nem havia percebido que estava sentada em seu colo, atrás de um balcão. Qualquer ação minha poderia nos entregar, então me manti quieta.

-Você está muito nervosa!-O garoto sussurrou em meu ouvido, e eu senti meu corpo se arrepiar por completo.

-A culpa é sua! Quem mandou se atrasar?!-Ele ia dizer algo, mas o monitor passou por nós bem na hora. Aproveitei para me levantar e sair correndo, junto do garoto. Chegando perto da janela, vimos Jungkook e Taeyeon subindo. Agarrei o lençol e comecei a subir, com Taehyung atrás. Acabei escorregando e quase caindo, tentando achar um lugar para colocar o pé, mas minha visão ficou turva e eu me senti perdida

-Você não pode errar!-Ouvi a voz de Taeyeon, e eu fiquei mais perdida ainda, fechei os olhos soltando um suspiro. Errar sempre foi meu maior medo. Em um momento de descuido, acabei soltando o lençol, sem perceber o que estava acontecendo. Abri os olhos, e Taehyung me segurava em seus braços, enquanto Jungkook o segurava também. Fui puxada para cima e entrei no quarto, vendo todos ali. Taehyung subiu na minha beliche, começando a mexer nas minhas coisas.

-Saí daí, pedaço de merda!-Falei indo até o garoto.

-Me obriga, bobona.-Revirei os olhos com o seu xingamento infantil. Ouvi batidas na porta, e logo a voz da diretora. As meninas se jogaram na cama e fingiram dormir, Jungkook foi para baixo da cama e eu deitei cobrindo eu e Taehyung até a cabeça. O garoto me olhou e estava bem próximo de mim, se segurando para não rir. Coloquei a mão em sua boca, sentindo uma mordida na mesma em seguida.

-Caralho..-Sussurrei e ele me olhou de maneira divertida, se aproximando de mim. Comecei a ir para trás, e se a beliche não tivesse um encosto, eu teria caído.

-Você fica bonita quando está quieta. -Disse sorrindo, aquele seu sorriso retângular era lindo. O barulho da porta batendo se fez presente, e eu me levantei rapidamente, antes que acontecesse algo.

-Vão embora, rápido!-Falei e Jungkook bateu a cabeça na cama quando foi se levantar, arrancando risadas. Taehyung se sentou na ponta da beliche, bagunçando meus cabelos e piscando em seguida. Os dois foram até a porta, e antes de sair, o maior me olhou novamente.

-Você não errou dessa vez.-Taehyung se referiu à eu não ter caido antes, saindo do quarto em seguida.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...