História Bad Girl-(Jennie e Yoongi) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Blackpink, EXO, G-Dragon, Red Velvet
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, G-Dragon, Irene, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Joy, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sehun, Seulgi, Suho, Wendy, Xiumin, Yeri
Tags Yoonie
Visualizações 208
Palavras 2.449
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem ❤️❤️❤️ e desculpa qualquer erro 🌹🌹
Capítulo Betado por @Byun_dudda

Capítulo 3 - Cap.3


(Yoongi.On)


Acordei olhando ao redor, não reconhecendo o lugar onde estava. Até vir flashbacks da noite passada. Depois que eu havia pedido para a garota que se chamava Da Young me esperar do lado de fora da balada, a levei para um motel e... Bom, já sabem o que aconteceu.
Levantei da cama sem acordar Da Young, vesti minhas roupas que estavam jogadas pelo quarto e fui para minha casa. Ao chegar em casa, tomei um banho rápido e vesti uma roupa qualquer, me joguei na cama sentindo um alívio tomar conta do meu corpo, dei um suspiro fundo me desprezando mentalmente, ouço meu celular tocar e me sentei na cama o procurando embaixo dos lençóis, ao encontrar olho a tela vendo que meu pai estava me ligando.


— Alô? — Perguntei confuso.
— Alô, filho. Liguei para lhe avisar que semana que vem terá um jantar em nossa casa, para conhecermos a sua noiva e tratarmos de alguns assuntos sobre o contrato.
— O quê? Pai eu não irei me casar e você sabe disso.
— Yoongi não discuta comigo eu sou seu pai... Conversamos sobre o assunto em casa, estou indo para uma reunião agora. — Desliga.


Ele desligou na minha cara...
Me levanto da cama em um movimento brusco e jogo meu celular na parede descontando todo o ódio que esse miserável me traz, por que tem que ser assim? Por que ele tem que me forçar a me casar com alguém?

(Yoongi.Off)


(Jennie.On)


Acordei com meu celular tocando ao meu lado... Quem está me ligando às 13h30min DA TARDE? Atendi meio sonolenta ouvindo uma voz conhecida do outro lá da linha... Meu pai.


— Alô? — Minha voz saiu rouca
— Jennie, que bom que atendeu! Só liguei para lhe avisar que semana que vem teremos um jantar importante na casa do seu noivo, então se prepare, pois será um jantar de negócios. Bom, era só isso, preciso desligar estou indo a uma reunião. Até mais. — Desliga.


Ele disse tudo muito rápido, e sem deixar que eu dissesse algo ele desligou na minha cara... "Não se estresse, não se estresse Jennie" — falei mentalmente enquanto respirava fundo.
Decidi mandar uma mensagem para as meninas, talvez fizer compras no shopping me acalmasse, por incrível que pareça, era algo que eu amava, antes de minha avó morrer nós amávamos passar a tarde no shopping comprando mais que podíamos, mas isso mudou... Depois de sua morte, fazer compras e me divertir não pareciam ser a mesma coisa.
Me levantei meio bamba e fui para o banheiro tomar um banho, ao terminar, vesti uma meia arrastão, um short jeans, um cropped branco e um coturno preto.

Peguei a chave do meu carro que estava dentro da minha bolsa e saí em direção à garagem.

— Olha só que belezinha... — Passei a mão pela minha Ferrari preta, entrei na mesma e dei partida.
Chegando ao shopping vi Lisa, Rosé e Jisoo sentadas um uma mesa tomando sorvete.
— JENNIE! — Gritou Lisa quando me viu, vindo correndo até mim me abraçando.
— Maknae, não faz nem dois dias desde a última vez que nos vimos, por quê tanta saudade?
— Eu sei, eu sei... Só estou feliz por você ter convidado a gente, pra fazer compras... Achei que não gostava disso. — Disse apreensiva.

— Eu só estava precisando relaxar, meus pais estão me enchendo com seus problemas. — Disse me lembrando do maldito contrato.
— Tá, agora chega de conversa... Vamos às compras! — disse Rosé me tirando dos meus pensamentos.
— Vamos! — Jisoo riu em seguida, entrando no shopping. Fomos a várias lojas, Chanel, Gucci, Nike, Adidas, Puma, entre outras butiques famosas, que são nossas favoritas. Depois de comprar muitas coisas e sair cheias de sacolas, voltei pra casa. Estava exausta, então não foi difícil eu dormi, ao tomar um banho me joguei na cama e dormi de toalha mesmo. Hoje foi um dia cansativo, mas diferente dos outros depois de anos eu finalmente tive um dia pra e divertir.
(Jennie.Off)



(Yoongi.On)
Havia acordado tarde hoje, estava com muita preguiça de levantar, então fiquei lá estirado na cama pensando em coisas aleatórias para passar o tempo, até que lembranças vieram a minha cabeça.

(Lembranças.On)
Seria o primeiro dia de aula, eu estava no último ano do ensino médio, mas eu sou diferente de outros, eu estudei naquela escola a minha vida inteira, então não estava nem um pouco nervoso ou ansioso pelo primeiro dia de aula.
Já estava pronto esperando o meu motorista, ouvi uma buzina ao lado de fora e sai de casa, a caminho da escola ouvia música em meus fones. Bem típico. Chegando à escola saí do carro, e vi todos os alunos me observando, já estava acostumado com o olhar das outras pessoas sobre mim, então apenas passei ignorando todos. Sem mais delongas fui para minha nova sala e lá encontro meus amigos; Jin, Hoseok, Namjoon, Jimin, Taehyung e Jungkook. Todos estavam sentados no fundo e como sempre estavam conversando, fui até eles.
— O por quê de tanta conversa? Quais as novidades? — Pergunto me sentando na mesa.
— Você nem imagina, mas parece que tem uma aluna nova, dizem que ela veio da Nova Zelândia... Tão falando por aí que ela é gata, e eu posso confirmar isso. — disse Hoseok apontando para uma garota no fundo da sala ao lado da janela, com fones de ouvido olhando a alguma coisa pelo outro lado da janela.
Observo a garota que mantinha um olhar calmo sobre a paisagem, até que ela me encara de volta, ficamos nos encarando por alguns segundos e ela desvia o olhar novamente para a janela.
— Parece que temos carne nova, garotas. — Disse Irene, a patricinha da sala com suas amiguinhas ridículas: Wendy, Yeri, Seulgi e Joy. Elas fazem a vida de todos na escola um inferno, principalmente das garotas que se aproximam de nós. Bom, vamos dizer que da escola inteira elas são as melhores na cama... Sim, não somos santos ou algo perto disso, nós somos as beldades da escola, somos conhecidos como os bad boys da escola, não teve uma menina nessa escola que não tenhamos colocado nossas mãos... Se nós nos orgulhamos disso? Não, tá... Por um lado sim, mas fazer o que...
Irene e suas amigas foram em direção à garota que as ignorava ainda olhando a janela.
— Ora, ora, ora, mas o que temos aqui tem cheiro de carne nova, ou melhor: Carne podre! — disse Irene rindo mexendo no cabelo da garota nova.
— O que foi querida... Está com medo? Não se preocupe não irá te acontecer nada se seguir nossas regras... — Irene disse, mas foi interrompida pela garota.
— E quem é você posso saber? Ah, esquece não me interessa... Apenas não fique no meu caminho se não quer se machucar. — disse a garota segurando fortemente a mão de Irene que estava em seu cabelo. A garota levantou pegou sua mochila e saiu da sala sumindo de vista.
— Caramba, vocês viram isso? — falou Taehyung olhando pra Irene e suas amigas que estavam vermelhas de raiva.
— Hum, acho que essa será um pouco mais difícil de pormos a mão... — falou Namjoon.
— Isso é o que você pensa... É só questão de tempo e ela estará beijando nossos pés. — Disse voltando o olhar para eles malicioso. Rimos, mas tivemos que voltar aos nossos lugares, pois o professor havia acabado de entrar na sala.




###Quebra de Tempo###

Depois de uns 10 minutos ouvimos batidas na porta.
— Entre. — disse o professor que passava a matéria na lousa. A porta foi aberta e a garota nova entrou.
— Senhorita está atrasada, da próxima não entra. — ela apenas o reverenciou e começou a ir em direção a sua mesa, mas foi impedida pelo professor.
— Por favor, se apresente pra sala senhorita! Venha aqui na frente. — A garota revirou os olhos e foi até a frente.
— Olá, meu nome é Jennie tenho 18 anos e vim da Nova Zelândia. —A mesma falou com cara de tédio.
— Nova Zelândia? Você fala tão bem coreano... — O professor disse impressionado.
Jennie já estava indo pra sua cadeira, mas antes de sentar falou:
— É porque eu sou coreana, falei que vim da Nova Zelândia, não que nasci lá... — Um murmúrio correu pela sala.

— Bom, vamos voltar à matéria... — Voltou sua atenção à lousa, envergonhado.

A mesma se sentou na sua cadeira e começou a fazer as atividades que eram passadas no quadro, fiquei parado a observando até ela soltar o lápis e me fuzilar com os olhos, sorri de lado e voltei minha atenção ao professor. Com tantas explicações chatas e sem graças acabei dormindo na sala, acordei assustado com o sinal do intervalo e olhei ao redor. Todos já haviam saído. Menos a garota... Ela pôs sua bolsa pendurada no ombro e saiu da sala quase correndo. Depois de um segundo estático, percebi que ao sair da sala ela foi para a direção contrária, para direção do terraço... Espera o terraço? Todos naquela escola sabiam que o terraço é território apenas meu e dos meninos e que ninguém entrava lá sem nossa permissão.
— Mas onde essa garota pensa que tá indo? — Sussurrei para mim mesmo saindo da sala e indo até o terraço.
Chegando lá vejo Jennie apoiada sobre a grade de proteção olhando para longe, até que ela perde o equilíbrio, corro e seguro seu pulso.
— O que pensa que tá fazendo, tá maluca? — digo quase gritando a assustando um pouco pelo meu tom de voz.
— O que faz aqui? Me solta. — disse ela se soltando de mim.
— Eu que te pergunto, todos na escola sabem que não podem vir ao terraço sem minha permissão.
— E por quê eu preciso de sua permissão? — disse ela cruzando os braços me olhando.
— Todos sabem que esse é meu território, apenas eu e meus amigos podemos subir aqui.
— você se acha demais não é? Saiba que você não manda em mim.— disse  ela, não percebendo a minha aproximação repentina... Quando ela estava se apresentando na sala olhei pra ela direito e percebi o quanto ela é gata e gostosa. Cabelos castanhos até a cintura, olhos amendoados, corpo com curvas, seus seios, pernas, bunda e rosto... Seu jeito rebelde e despreocupado estava me deixando louco, ficava totalmente excitado só de olhá-la.
— Princesa, eu posso mudar o que pensa sobre mim, apenas com isso. — disse a virando pra mim selando nossos lábios. Ela me empurrou, nós separando bruscamente, dando um tapa, fazendo meu rosto virar pela força.


Coloquei a mão no lugar onde ela bateu, sorrindo de lado.
— Jennie, Jennie, você pode tentar o máximo possível, mas um dia você vai ser minha. — disse olhando em seus olhos sorrindo malicioso.
— Nem nos meus piores pesadelos. — ela disse saindo apressada batendo a porta do terraço com força, fazendo um barulho alto, me deixando sozinho, totalmente excitado.

Após esse acontecimento, toda vez que passa por Jennie ela me olhava com um olhar mortal, mesmo eu tentando de vários jeitos, nunca consegui beijá-la novamente, pois desde aquele dia ela se afastava cada vez mais de mim e dos meninos. Assim foi por um bom tempo eu tentando de todos os jeitos ficar com Jennie, ela se afastando cada vez mais das pessoas, até que depois de alguns meses era difícil vê-la na escola, pois a mesma sempre faltava e quando voltava, estava agindo estranho fazendo ligações durante os intervalos, sumindo durante as duas últimas aulas e faltando o resto da semana. Por mais estranho que pareça, da última vez que eu a vi ela estava diferente, ou melhor: machucada. Em seu rosto havia alguns curativos e seus olhos olheiras profundas. Vê-la daquele jeito me assustou, fiquei dias pensando no que poderia ter acontecido para ela ficar naquele estado. Esperava vê-la na formatura para ver o seu estado, mas de toda a sala ela foi à única que não foi. Isso me deixou mais preocupado, mas o tempo foi passando e o assunto foi fechado. Foi à última vez que vi Jennie.
(Lembranças.Off)


“Onde será que Jennie vive agora?”
“O que será que ela faz? Como ela está?”
Me peguei pensando na garota, então me levantei da cama e fui tomar um banho para tentar me livrar desses pensamentos em que tanto me atormentam, vesti apenas uma calça moletom e fiquei sem camisa. Fui para sala com esperança de encontrar algum canal bom, mas nada... fiquei passando os canais até que desisti e fui ver as mensagens que os meninos estavam mandando no grupo.


(Mensagem.On)
Hoseok: Yoongi? Você está vivo? Depois daquela festa não vimos mais você.
Yoongi: Estou bem, vamos dizer que eu aproveitei a noite, se é que me entendem!
Jin: É você não muda mesmo Yoongi...
Yoongi: Você fala como se não fizesse o mesmo.
Namjoon: O Yoongi tem razão, não somos santos.


Taehyung: Não posso falar nada, pois a minha noite foi igual.
Jungkook: Então é por isso que você sumiu ontem na festa...

Taehyung: É meu amigo, aqui o trabalho é rápido e bem feito.
Jimin: Sem detalhes, por favor, não quero ter pesadelos essa noite com a cena.
(Mensagens.Off)


Joguei meu celular no sofá e fui procurar algo para comer, até que finalmente encontrei uma marmita na geladeira que a empregada havia deixado para mim, a coloquei no micro-ondas e ouvi meu celular chamar, fui até a sala e olhei para a tela que mostrava: “Pai”


— Alô? — Voltei para a cozinha e encostei-me à bancada.
— Oi filho, liguei para lhe avisar que o jantar para conhecermos sua noiva foi remarcado para amanhã. — falou meu pai do outro lado da linha.
— O que, amanhã? De novo remarcado, quantas vezes vão fazer isso? — falei incrédulo com o que ele havia dito.
— Sim, amanhã. Então trate de se vestir adequadamente, pois o jantar será amanhã às 20h00min. — disse ele parecendo irritado e sem me deixar contestar, desligou na minha cara.

Com essa notícia, a raiva já me consumia, pus meu celular no balcão quase que quebrando, o que fez com que o mesmo trincasse, ouvi o micro-ondas avisando que já havia terminado e revirei os olhos. Fui até meu closet e troquei de roupa, vesti uma calça de couro preta, uma camiseta branca, um tênis e minha tão amada jaqueta.

Fui até a garagem e entrei em na Ferrari vermelha do meu pai, passei a mão por baixo do banco e encontrei a chave, ele sempre escondia ali achando que eu não soubesse, pois sou proibido de andar em seus carros, mas quem é ele para me impedir? Dei partida e saí rumo ao stripper mais perto.  Já não ligo mais pra nada, quero apenas ficar bêbado e transar com alguma prostituta, amanhã minha "noiva" conhecerá o famoso Yoongi, verá o que terá que enfrentar daqui pra frente...


(Yoongi.Off)

Mal sabia ele que a tal noiva já o conhecia e sabia muito bem como lidar com pessoas difíceis.


Notas Finais


Vim avisar que semana que vem eu talvez não consiga postar, pois é minha semana de provas, mas prometo que assim que possível retornarei com um novo capítulo, lembrando que idéias e sugestões são sempre bem vindas, eu quero a ajuda de vocês para escrever essa fic.
Até a próxima 😘❤️🌹🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...