1. Spirit Fanfics >
  2. BAD GUY - Min Yoongi (18) >
  3. Capítulo XXX

História BAD GUY - Min Yoongi (18) - Capítulo 31


Escrita por:


Notas do Autor


gente, ta ai

Capítulo 31 - Capítulo XXX


Fanfic / Fanfiction BAD GUY - Min Yoongi (18) - Capítulo 31 - Capítulo XXX

Todos me parabenizaram pelo meu dia, menos Yoongi, que parecia perdido. Eu entendo, realmente entendo, mas dói. O amar dói, não poder o amar dói mais ainda.

Taehyung não pode estar comigo, já que papai o chamou para os dois resolverem um assunto urgente na empresa, e como é final de semana, os outros alunos foram para suas casas.

Eu deveria saber que ninguém estaria aqui

Estou no meu dormitório, sozinha. São quase onze horas da noite, e eu ainda espero que ele entre por aquela porta.

E  mais uma vez, nao há ninguém aqui comigo, e eu não estou surpresa

Agora é onze e meia
Eu ainda estou sentada no chão de madeira, com minhas pernas cruzadas enquanto espero alguma ligação.

E mesmo sabendo que ele não apareceria, eu não consigo aceitar que sou uma tola que passou a noite de aniversário sozinha.

Isso é tão estranho.

Eu odeio o quanto eu demorei para perceber que isso aconteceria, já que agora é duas e meia da manhã, e as velas estão apagadas...

.
.
.

O final de semana havia passado, e o dia do teatro havia chegado.

Os alunos que foram para suas casas já haviam retornado ao colégio.

Era por volta das três da tarde, e o clube de teatro estava indo se apresentar.

O auditório estava cheio, e no meio daquela multidão eu estava na primeira fileira, junto de jungkook. Eu tinha uma imagem completa do palco, e sabia que quem estava no palco tinha uma visão sobre mim.

As cortinas foram abertas, dando visão de Yoongi

De yoongi LOIRO.

Eu olhei pra jungkook e ele estava com uma feição emburrada, mas então ele me olhou e sorriu.

- Você quer mesmo ficar aqui? - ele me perguntou, então eu olhei rapidamente para o palco, quando eu escutei a intro e em seguida Dahyun apareceu junto de namjoon

- sinceramente? Não. - ele deu risada, e por alguns segundos eu encarei sua boca, então ao olhar em seus olhos eu vi que ele me olhava hipnotizado - mas, eu prometi aos garotos que viria.

- entendo... - ele disse e respirou fundo

-Ya, relaxa. - ditei e segurei sua mão, o fazendo me olhar surpreso.

Olhei pra frente, e deitei minha cabeça no ombro de jungkook, que estava imóvel

Eu realmente tentei prestar atenção nas falas e nos papéis interpretados, mas eu só conseguia ver o quanto aquela peça refletia sobre as mentiras que foram ditos no blog da escola, e sobre todos os incidentes que me deixavam assustada

A peça era sobre relacionamentos tóxico

Era bizarro o quão abusivo era o papel de Dahyun. Realmente, garotas também podem ser abusivas.

Havia alguns figurantes, mas os principais eram yoongi, Namjoon, kang dae e Dahyun.

Namjoon fazia o papel de um detetive que estava analisando o relacionamento dos dois.

Kang dae era o irmão de yoongi, que tentava o alertar sobre o que estava acontecendo com ele, e sobre tudo o que ele estava perdendo

Mas Yoongi não percebia, pois sempre que Yoongi chegava perto de ver o quão tóxico aquilo era, Dahyun dizia que o amava e cobria os olhos dele.

Era emocionante como cada um dos garotos estavam se entregando para fazer um conteúdo legal e bem feito.

Mas algo realmente me chamou a atenção. A cena onde Dahyun falava enquanto dormia, enquanto dizia coisas assustadoras que queria fazer com Min Yoongi. A faca embaixo dos lençóis e as fotografias destruídas...

Yoongi parecia desconcertado em alguns momentos, mas o olhar de nojo que ele lançava para Dahyun, não parecia ser parte do teatro.

Dahyun o beijava constantemente, e fazia ameaças dizendo o que poderia acontecer caso ele a deixasse.

Mas Yoongi nunca a deixou, já que ela o matou primeiro.

Aquilo havia mexido comigo de uma forma assustadora.

.

~Vestido na capa~

Eu estava realmente bonita.
O vestido que eu usava, acentuava minha cintura e a deixava fina, valorizando meu quadril. Minha tattoo do Inferno de Dante estava esposta.

Não havia nenhum outro piercing em mim além dos que eu tenho em minhas orelhas e em meus mamilos.

Meus cabelos loiros estavam soltos e ondulados, e minha maquiagem era composta por uma pele bem trabalhada, cílios postiços e um batom vermelho.

E em meus pés haviam um salto altos pretos que eram simplesmente desconfortáveis

Me escostei em uma parede enquanto bebia o líquido sem nenhum teor de álcool que estava no meu copo

-voce, está maravilhosa - jungkook se aproximou de me me abraçou.

-voce não está nada mal também - ditei ao ver que ele vestia uma calça preta que marcava bem suas coxas grossas, uma camiseta branca e jaqueta de couro preta.

-Ya! - ele ia argumentar, porém foi atrapalhado por meu irmão, que estava acompanhado de Young

- Eu trouxe a gata hoje - ele ditou se referindo a Young, e eu o olhei surpresa

-Voces estão juntos? - jungkook perguntou

- apenas por uma noite, baby - ela disse e eu ri da cara da face emburrada que tae mostrou

- Vocês ficam bem juntos - ditei, vendo como meu irmão olhava para ela

- eu disse ! - tae exclamou eufórico - se a minha noona diz, então é o certo a se fazer

-como? - ela ditou confusa, e senti jungkook me abraçar por trás, depositando um beijo na minha bochecha, me fazendo sorrir mais ainda

- sei lá, quer casar comigo? - tae disse e ela sorriu, o puxando para outro lugar daquele Pátio.

Jungkook me virou para ele, e me puxou, me levando até uma mesa onde Eun ji, namjoon e kang dae estavam

-ue, voltaram? - perguntei no momento em que Namjoon puxou eun ji pela nuca e a beijou

Kang dae me olhou e deu de ombros como resposta, e voltou ao mexer no celular

- Minha garganta tá ficando seca - ditei ao perceber que meu copo havia ficado em algum lugar.

- tudo bem, eu vou pegar bebida para mim e pego a sua  - kang se ofereceu e saiu em seguida.

- você fez um ótimo trabalho no teatro - ditei para namjoon, no momentos em que ele se separou de Eun ji

- Eu estava nervoso, sem contar que a peça quase não aconteceu

- Ué, por que? - Jungkook indagou

-Yoongi havia discutido com Dahyun. - namjoon disse e eu concordei -

- sério, foi um saco, sem contar que depois daquilo ficou extremamente chato trabalhar com ela por que ela ficou emburrada e começou a falar merda a respeito das roupas dos personagens, quando quem criou cada roupa fui eu - eun ji disse, revirando os olhos - insuportável pra caralho

- ela não é tua prima? - jungkook ditou confuso

- é de consideração -

- falando no diabo... - namjoon sussurrou, e então eu em virei para trás, vendo ela e yoongi um pouco afastados

- eles dois não tinham brigado? - perguntei confusa

-sim, mas depois disso ela chamou ele para um canto dizendo que queria dar algo a ele

-deve ter ido dar o cu - eun ji disse, mas logo se calou quando os dois se aproximaram da nossa mesa jundo de kang dae que estava sozinho

O garoto entregou minha bebida e eu agradeci, vendo os três se sentarem

- você está bonita Jinna - dahyun disse e eu concordei - não vai me agradecer?

- obrigada por nada - ditei e jungkook passou a mão pela minha cintura, me abraçando de lado.

- sentimos muito por ter te deixado sozinha no seu aniversário - kang dae disse e eu neguei.

- eu já deveria saber que vocês não teriam tempo, já que nunca ficam no colégio - ditei, sorrindo para ele

- Yoongi havia ficado, mas é uma pena para você que ele tenha feito isso para ficar comigo - Dahyun disse e eu continuei sorrindo, pois eu sabia que era verdade

- Dahyun, por favor, não. - Yoongi disse

- você estraga mesmo o dia de qualquer um, em Dahyun - jungkook disse, e eu gargalhei.

- são apenas fatos, gato

-acho que o soco que eu te dei não foi o suficiente, Kim Dahyun.  - ditei, com uma feição seria e em seguida dei outro gole em minha bebida

- jinna... - ouvi yoongi ditar baixo

- Vai se foder.  - ditei, então olhei para o lado e jungkook me olhou sorrindo

- lindíssima, eu que criei! - Eun gritou do outro lado da mesa

e eu ri, puxando kang Dae e jungkook para a pista de dança, ao ouvir que a playlist do SoMo havia sido colocada.

Nós três dançamos animadamente, e por alguns minutos eu me senti bem.

Tae se juntou a nós, e eu dancei com a Young,

Eu sentia os garotos me abraçavam as vezes, e via alguns deles dançando. Eun ji e Namjoon se juntaram a nós,

-ya noona, devolve minha namoradinha - tae disse para mim, e nem deu tempo de responder, já que ele a puxou de mim

- Nós dois vamos para a área de natação, vocês vem?? - namjoon perguntou, sorrindo, abraçado de Eun ji

abracei Dae e segui os garotos.

E chegando lá, a maioria dos meninos entraram na piscina, mas eu apenas tirei meus saltos e  coloquei meus pés dentro da piscina

- Você não vai entrar? - Jungkook me perguntou e eu neguei

- Prefiro continuar na superfície. - ditei e ele assentiu, se sentando comigo.

- Você tá bem com tudo isso? - ele me perguntou, e eu fiquei confusa - digo, eu sempre vi vocês e yoongi juntos, e em uma hora para a outra ele simplesmente te deixou de lado

Eu arqueei minhas sobrancelhas e coloquei minha cabeça encostada em seu ombro que estava coberto apenas pela camisa branca.

- eu sempre sou jogada de lado, então eu tô tentando me acostumar. Achei que ele fosse diferente.

- Se você fosse a minha garota, eu faria qualquer coisa por você. - ele ditou, e eu o olhei surpresa.

-Olha jungkook, você é um garoto legal, mas eu não quero isso, não agora.

Yoongi havia aparecido com Dahyun. Ele tirou a camisa e entrou na piscina, e Dahyun tirou sua saia e entrou na piscina apenas com um cropped de veludo vermelho, e uma calcinha fio dental

vi Dahyun me olhar, e abraçar yoongi, que estava visivelmente incomodado com a minha presença.

Yoongi segurou a cintura dela, e ela o beijou.

Eu ia me levantar para sair dali, mas jungkook segurou minha cintura e me prendeu ao meu lado

- me deixa sair, jungkook. - ditei baixo em seu ouvido e ele sorriu

- você vai sair comigo, eu preciso te levar em um lugar - ele sussurrou em meu ouvido, e eu neguei - isso não é um pedido loirinha - ele se levantou e pegou meu salto, e em seguida puxou minha mão

Jungkook me tirou dali o mais rápido possível, e me levou ao estacionamento, local que estava vazio

- Me solta, jungkook. - ditei séria e ele sorriu, me empurrando contra um pilar.

- não consigo mais aguentar, loirinha, preciso te colocar na cama. - então ele segurou minha cabeça, e a bateu no pilar.

E a última coisa que eu vi, foi o sorriso sádico de jungkook, antes de desmaiar completamente

 


Notas Finais


deixando claro que jinna não gritou nem nada quando eles estavam na piscina, por que ela confiava em jungkook, e não achava que ele poderia fazer algo com ela
jungkook...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...