1. Spirit Fanfics >
  2. Bad Guy >
  3. Capítulo 17

História Bad Guy - Capítulo 18


Escrita por:


Capítulo 18 - Capítulo 17


Fanfic / Fanfiction Bad Guy - Capítulo 18 - Capítulo 17

• Todoroki Shouto •

- Katsuki, me fala o que te faz ficar tão triste.

Eu sabia que ele não estava bem, e não era só pelas pessoas perguntarem sobre o Deku. Tinha alguma coisa a mais mexendo nele, eu sei que Bakugou não é assim.

Ele olha para o lado pensativo, mas com a expressão triste.

- Bakugou, eu sei que você se preocupa muito comigo e chega a esconder sobre alguma coisa que possa me fazer mal.- seguro seu rosto e viro em direção ao meu, para que ele pudesse me encarar.- Mas eu consigo ver que isso está te machucando muito, e te ver nesse estado me deixa muito triste...

De uma forma inesperada, ele me da um abraço forte. Ele parecia precisar muito disso e, por mais que eu estivesse meio desajeitado, retribuo o mesmo.

- Eu... não posso... não posso arriscar te por em perigo...

Começo a acariciar seu cabelo bagunçado tentando acalma-lo. Ouso pequenos soluços vindo dele, parecia começar a chorar baixo.

- Por favor Bakugou, me fala o que está acontecendo. Eu não vou ficar em perigo.

- Eles vão vir atrás de você, eu não posso arriscar que aquele pesadelo seja real!

Ele solta o abraço e começa a me olhar nos olhos.

- Todoroki, eu te amo demais para te contar isso. Eles podem tentar te matar, e eu sei que não sou forte o bastante para impedir.

Ele coloca uma de suas mãos em meu rosto para me acariciar mas a seguro observando-a.

- Desse jeito você estará somente colocando seu psicológico em perigo...- volta a encara-lo.- Bakugou eu te amo muito também, eu não vou suportar vê-lo dessa forma. Lembre-se que eu também consigo me defender, eu quero te ajudar! Mas eu preciso que você confie em mim.

Pego sua mão e coloco em meu rosto dando um pequeno sorriso demonstrando confiança. Queria que ele confia-se em mim.

Mas Bakugou só fez uma expressão mais triste e soltou sua mão da minha.

- Eu sinto muito Todo...

Ele se levanta e sai do jardim.

Me senti completamente abandonado com isso, ele não confiava em mim? Deitei sobre a grama pensando e tentando segurar as lágrimas, mas infelizmente não consegui.

• Bakugou Katsuki •

Eu odiei ter que fazer isso, mas não posso arriscar perdê-lo. Já é muito difícil aceitar que contei pra Kirishima no completo impulso, mas com ele não tem como voltar atrás.

Não vou arriscar perder o Todoroki, perder o Deku e colocar Kirishima em perigo já foi doloroso o suficiente...

Vou em direção ao ginásio para tentar ficar sozinho, mas encontro Kirishima no caminho.

- E aí Bro, de boa?

Respiro fundo e não o respondo, mas sei que ele entende só de eu fazer isso. Me sento na escadaria enquanto ele fica em pé atrás de mim.

Sinto meu celular vibrar, era o número desconhecido. De novo os vilões me mandavam mensagens, fotos e vídeos sobre o Deku. Era horrível ver mas não podia deixar de saber como ele estava, eu estou completamente preocupado com ele.

- O que eles mandaram dessa vez...- Kirishima pergunta já sabendo que seria alguma coisa pesada.

Abro a mensagem:

"Dessa vez você quase contou pro Todoroki sobre a gente em, já não basta esse de cabelo ridículo?"

Respiro fundo e respondo:

"Mas eu não contei, deixa ele em paz. Cadê o Deku?"

"Nossa, apressadinho você em! Ele tá nas mãos da colegial agora, não precisa se preocupar ela é um amorzinho."

Colegial... pera, ela é super perigosa! O que ela tá fazendo com ele agora? Ele pode morrer!

Sinto a mão de Kirishima sobre meu ombro e se sentando ao meu lado.

- Não fica com medo Bakugou, eu to aqui pra te ajudar. Não perde a cabeça.

"Pelo visto ele ainda tá bem, estamos cuidando direitinho dele. Quando terminar te mando foto, mas agora eu tenho que ajudar. Tchau tchau!"

Ele bloqueia o contato novamente e eu começo a chorar, não sabia como segurar essa vontade interna. Kirishima me deu um abraço para me consolar.

- Eles vão matar o Deku, e a culpa é minha. Eles vão matar o Deku, e a culpa é minha...- repito varias vezes cochichando pra Kirishima.

- Bakugou, a culpa não é sua! Você é uma pessoa maravilhosa e forte, você vai superar isso!

Ele me solta do abraço e me olha no fundo dos olhos, demonstrando um olhar de perseverança.

Sinto sua confiança como se ela fossa doada pra mim. Me recomponho e estranhamente me sinto mais confiante e confortável.

Depois de conversarmos por mais um tempo, resolvemos voltar para o dormitório. Já estava quase escuro quando voltamos.

Quando chegamos, fomos direto para nossos respectivos quartos. Quando chego na porta do meu, encontro Todoroki encostado na porta. Eu realmente não sei o que dizer a ele...

- Todoroki, lembra do nosso acordo de não ficar indo no quarto do outro pra não desconfiarem da gente?

- Não fuja do assunto.- ele responde frio e seco, coisa que não vejo nele dês de quando nos conhecemos. - Porque você conta pro Kirishima? O que tem nele que te faz confiar mais nele do que em mim?

Ele se vira pra mim e vejo seus olhos cheios de raiva, pareciam realmente estarem com fogo.

- Nani?

- O que você está escondendo de mim Bakugou!- ele levanta a voz, o que não era nada normal.

- Do que você tá falando? Ele é meu amigo, eu falo pra ele sobre meu dia a dia ué!

- Então por que você estava chorando e abraçado nele?

Fico paralisado, ele viu eu conversando com o Kirishima? Será que ele ouviu a conversa?

- O que você viu, foi só coisa da sua cabeça, eu só contei sobre as pessoas perguntando sobre o Deku pra mim, idiota.- menti para tentar não entrar no assunto.

Todoroki se aproxima furioso pra cima de mim e me aponta o dedo.

- Não minta pra mim! Eu ouvi pedaços da sua conversa! Se você não me contar, nos vamos terminar!

 


Notas Finais


Oi oie gente, td bom? ^^

Só quero avisar q daq a alguns cap eu vou ter q colocar os avisos sobre coisa pesada d novo. Infelizmente o Deku vai sofrer muuuito ainda ;-;

Mas enfim, Bjs ♥️♥️♥️♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...