História Bad Romance (TodoDekuBaku,TodoBaku, TodoDeku , BakuDeku,etc) - Capítulo 48


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia), Kuroshitsuji
Personagens Dabi, Eijirou Kirishima, Enji Todoroki (Endeavor), Fuyumi Todoroki, Katsuki Bakugou, Midoriya Izuku (Deku), Personagens Originais, Sebastian Michaelis, Shouto Todoroki, Tomura Shigaraki, Yagi Toshinori (All Might)
Tags Angel, Bakudeku, Bakugou, Bakukiri, Bakutodo, Bar, Bisexualidade, Bnha, Dekukiri, Demon, Harem, Homosexualidade, Kirishima, Lemon, Lgbt, Midoriya, Neko, Polidance, Quadradoamoroso, Sadomasoquismo, Sebastian, Sexo, Shouto, Swinghouse, Todokiri, Transseualidade, Trianguloamoroso, Wolf, Yang
Visualizações 212
Palavras 1.496
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo Lobinhos...
Tenho novidades :3 Uma é boa e a outra não muito...
1) RUIM: Eu estou em época de TCC ;-; possivelmente não conseguirei postar todo dia... mas, vou tentar postar pelo menos 2x na semana, prometo! ><
2) BOA: Ao final de cada capitulo vou deixar aberto para fazerem perguntas aos nossos queridos personagens :v eu responderemos a FAQ nas notas finais de cada capitulo ^^

Yang: Não sejam tímidos... eu não mordo *voz manhosa* só se pedirem
Kacchan: Vira-lata pervertido

Bem é isso
Capitulo novo para vocês
Boa leitura ^^

Capítulo 48 - Um coração Duvidoso


Fanfic / Fanfiction Bad Romance (TodoDekuBaku,TodoBaku, TodoDeku , BakuDeku,etc) - Capítulo 48 - Um coração Duvidoso

(BAKUGOU)
Mordomo de merda... fugindo assim de uma luta, justo quando estava ficando empolgante, eu estava louco para chutar a bunda dele... quando eu achar ele, vou faze-lo em pedaços. Maldito!
Eu andava pelos corredores daquela maldita mansão, distraído em meus pensamentos com as mãos nos bolsos, quando ouvi um barulho de choro.
- Unh... – instintivamente segui o som e me deparei com Ali-chan sentada no chão com a face entre os joelhos, a observei de longe por alguns segundos e a ouvi
- Porque? Eu sou uma grande idiota... – ela soluçava de tanto chorar, meu coração apertou com a cena... merda... me sentei ao seu lado a assustando.
- K-KACCHAN! – Ela se afastou um pouco, seus olhos estão vermelhos e mareados... o que será que aconteceu?
- Hey o que houve com você? – o olhar dela é profundo e doce, tão frágil que me lembra meu querido Izuku, ela desvia o olhar e responde em tom ríspido.
- Não importa...
- Tse... se não importasse não estaria chorando, vai desembucha vira-lata – fechou os punhos e pude notar seus dentes rangendo, as lagrimas ainda pingavam de seus olhos.
- Porque você se importa? Eu estar chorando ou não ... o que você sem haver com isso? Vê se me deixa em paz... – ela me encara com um olhar furioso.
- Você é da família...
- Família?
- Sim... Família – eu correi e coloquei a mão atrás da nuca - Além de ser prima do pulguento, você ajudou também... eu, o bicolor e o Deku. – eu corei levemente, Ali-chan é amiga do Deku, e tecnicamente é o mais próximo que o Yang tem de uma irmã, talvez possa a considerar minha cunhada -  Mas, chega de falar disso... anda logo e me diz o que aconteceu com você? – ela se encolheu e enrolou a calda sob seus joelhos, exatamente igual ao pulguento.
- Eu fiz besteira... eu...
- Você... – ela cora e fala quase murmurando
- Beijei o Sebastian
- O mordomo de merda? – seus lábios tremem e ela cora, o que aquele maldito fez? - Ele abusou de você? EU VOU MATA-LO – eu já estava irritado com ele antes, agora estou furioso, me levantei pronto para caça-lo até o inferno mas ouço a voz desesperada da canina, ela gaguejou.
- N-Não! eu que beijei – ela desviou o olhar para o chão, e eu suspirei e me sentei novamente tentando entender a situação.
- Ele te rejeitou então? – ela ri
- Eu preferiria que sim as vezes... Mas, Ele... nunca... disse isso ... Mas, também não diz o contrário– ela fica com uma voz rouca em decorrência ao choro – ele sempre foi apaixonado pelo Armin... eu estou tão... cansada de viver a sombra dele... Mesmo sendo gêmeos, ele nunca reparou em mim... Ele sempre só teve olhos para o meu irmão, isso sempre me doeu tanto. Desde que o Sebastian apareceu aqui, meu coração bateu forte por ele, mas de que adianta, ele não é capaz de me amar– por um momento, eu entendi... eu apenas a abracei e deixei que chorasse em meu ombro, ela chorava como criança, eu sou péssimo com palavras, eu queria muito ajuda-la... Que merda...
- Ali-chan...  – Por algum motivo comecei a lagrimejar junto a ela... a Raposa se afastou enxugando as lagrimas.
- Arigatou Kacchan... eu precisava mesmo desabafar...Alias, amanhã você e os meninos tem que ir a U.A ... eu vou pegar o uniforme para vocês, assim podem passar a noite aqui – ela desvia rapidamente o assunto, fingindo ter enterrado aquele assunto.
- Verdade... eu tinha me esquecido da merda da aula... – ela acaricia meus cabelos e some subitamente... suspirei e me dirigi ao salão principal. O esverdeado estava no sofá deitado sob o colo do bicolor. Kirishima estava perto da lareira, onde será que o Yang esta?
(ALICE)
Kacchan...eu não entendo... o loiro me vê como família? Andava pelo bosque ... tantas lembranças tenho daqui.
Foi aqui a primeira vez que te vi... Sebastian
“ -Papai – puxei sua camiseta afobado, ao longe perto dos pequenos pinheiros, um garotinho estava machucado, totalmente desacordado.
- O que foi Alex?
- Um menino... está machucado...”
Evee levou Sebastian para casa, ele pouco falava, quase não comia... mas, algo nele mexeu com toda a família. Logo, ele passou a morar conosco... E cada dia que passava, eu queria conhecer mais e mais dele.
“ -Demon... me ensina por favor...
- Não... você é fofinho demais para isso Yang
- Por favor... eu quero aprender a dançar...
- Vai continuar me enchendo não?”
Eu sem duvida me apaixonei pelo cara errado, ele sempre foi... cruel, cafajeste e tudo que há de ruim em um homem – suspirei – Mas, eu simplesmente não pude evitar.

(YANG)
Alice... o que eu faço? ... Eu nunca imaginei que ela pudesse se apaixonar justo pelo Sebastian – coloco a mão sob a face e ouço suaves passos, direciono meu olhar e vejo Demon tentando sair de fininho
- Onde pensa que vai? – meus olhos ficaram amarelos, minha doce priminha... Não sei se devo tentar aproxima-los, eu conheço o passado dele... e convenhamos ele nunca foi um exemplo de cara, alias, ele é um dos caras mais cafajestes que eu conheço.
-Eu... Vou continuar minhas tarefas – Sebastian não olhou diretamente para mim, mas é possível notar sua confusão, ele mudou muito ao longo desses últimos anos que nos afastamos... um alpha como ele, sendo facilmente dominado e não só isso, ele está calmo e cortes, ele não era assim.
- O que foi aquilo?
- Um beijo... apenas.... – ele desviou o olhar
- Sebastian... você gosta da Ali-chan?
- Não devo satisfação a você Yang – ele me olha furioso – se me der licença tenho mais o que fazer – ele arruma a gola da camisa e sua gravata, eu não vou desistir tão fácil de conseguir essa resposta.
- Tanto faz... Hey, Demon... eu estava pensando, faz um bom tempo que não saímos para nos divertir... como nos velhos tempos – ele dá uma leve risada e ergue uma sobrancelha.
- Na época que você era inocente quer dizer não?
- Deixe de ser chato... eu conheço um lugar ótimo.
- Não sei não... estou meio enferrujado, faz tanto tempo que não saio.
- Qualé... foi você quem me ensinou a dançar poli dance, a fazer stripp e a – Sebastian tampa minha boca.
- Ok Ok eu vou... mas não repita isso em voz alta outra vez... o Evee pode te ouvir...
- Olha só... está tentando se fazer de anjinho agora?
- V-Você sabe bem o porque... – ele cora.
- Amanha depois da aula eu passo aqui para te buscar – eu pisco para ele, ele abaixa a cabeça e continua andando, como ele mudou... Sebastian era de fato um alpha bem mais interessante antes, o garoto misterioso que surgiu em nosso quintal e se infiltrou na família... pensando bem, Ali-chan sempre teve muito carinho por ele... eu sempre pensei ser algo mais... amor de irmão, mas pelo jeito estava redondamente enganado. Pobrezinha... deve ter sido difícil, afinal ser cupido do cara que você ama... eu não teria esse sangue frio.
Eu vou até o salão principal onde todos já se encontram lá... Preciso pensar em um plano, e decidir o que fazer com esses dois, mas sinceramente... com a cabeça quente assim, não vou conseguir pensar direito, precioso relaxar.
- Yo Boys – me jogo no sofá... – foi uma semana agitada não?
- Bota agitada nisso – Kacchan estava jogado de qualquer jeito em algumas almofadas – tinha até me esquecido que temos aula amanhã... Onde estava vira-lata?
- Resolvendo umas coisinhas com o Sebastian...
- Tse... qual o problema daquele imbecil – Kacchan ficou mais irritado que o comum quando eu falei do mordomo, deve ser ciúmes... Bem, sei bem como resolver isso... engatinhei sob o loiro com uma voz manhosa.
- Kacchan... acho que precisa relaxar um pouquinho não? – ele sorri maliciosamente para mim, reparo que Kiri-kun e Deku nos observam atentamente de perto da fogueira... acho que está mais do que na hora de faze-los interagir um pouco e sussurrei no ouvido do explosivo.
- O que acha de colocarmos os ômegas para brincar? – ele cora
- Adoraria ver isso
(SEBASTIAN)
Entrei apressado na cozinha, meu coração... o que está acontecendo comigo? Ali-chan... sinto minhas bochechas corarem... eu nunca senti atração por mulheres em toda minha vida, porque justo pela Alice?
Eu não posso fazer isso, sempre a considerei como minha irmã...
“ – Alex... eu... estou apaixonado pelo Armin
- Pelo Armin?
- Sim – minhas bochechas coraram e Alex sorriu gentilmente para mim
- Eu vou ajuda-lo Demon
- N-Não vai contar pro Evee?
- Anh? Logico que não...
- Arigatou Alex – o abracei com força”
Evee... meu mestre... meu pai de criação, me vê como seu filho e como uma das pessoas de maior confiança, que péssimo ser humano que eu sou... me apaixonei pelo Armin, transformei Yang em um sádico e agora beijei Alice... O que ele diria se soubesse de tudo?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...