História Bad things (Lucas NCT) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Muito obrigada pelos favoritos e pelos comentários.

Hj eu consegui postar mais cedo.

Espero que gostem!❤

Boa leitura =)

Capítulo 8 - Briga


Fanfic / Fanfiction Bad things (Lucas NCT) - Capítulo 8 - Briga

-Porque é que você não fez nada quando o idiota daquele garoto me jogou na piscina?

Pergunto para o meu ex no qual estava me levando para casa em seu carro.

-S/N... Na verdade aquilo tudo foi armado. Eu chamei esses caras para poderem fazer a confusão e assim eu ficar com você!

-É acho que Yang Mi não vai te perdoar nunca! Eles destruíram a casa toda!

-Mais que merda! Que isso?

Olho para trás e de longe avisto os mesmos caras que estavam na festa.

-O que eles estão fazendo? Que droga!

Esbraveja o meu ex.

Logo eles aparecem e começam a riscar a lataria do carro e bater nos vidros com pedaços de ferros.

Olho para o lado e vejo o mesmo cretino que me jogou na piscina.

-Para por favor!

Digo para o cara que me jogou na piscina.

Logo vejo o meu ex freiar o carro bruscamente fazendo com que um dos motoqueiros voasse sobre o carro.

Logo vejo os outros descerem para ajudar e o meu ex arrancar com o carro.

-Para! Não viu que ele foi atropelado!

-Vai para o inferno S/N!

Meu ex esbraveja.

Ele anda por mais alguns minutos e logo para o carro em um encostamento, para assim poder verificar o tamanho do estrago.

-Foi nada. Só alguns arranhões!

Ele diz e eu desço do carro também para poder ver.

-Eles poderiam ter nos matado!

Digo desesperada.

-Mais não matou!

Ele diz visivelmente irritado.

Logo atrás surge aquela voz, que eu conheço muito bem o babaca  do Huang Xuxi.

-Desculpas!

Pede o meu ex.

-Pelo que? Por chamar a polícia ou por atropelar o Lay?

O garoto pergunta visivelmente irritado e furioso e logo vejo ele jogar o meu ex no chão.

-Aigoo... Solta ele seu idiota!

Digo tentando separar os dois.

-Larga ele seu animal, você é um bruto e ridículo.

Continuo dizendo mais nada fazia o mesmo parar.

Logo vejo um carro vindo a nossa frente e aceno para ele parar, o mesmo para e desce um homem e uma mulher.

O homem logo vai para cima deles tentando separar os dois mais leva um murro no nariz sem querer, que fez o mesmo cair no chão.

Ele logo levanta e volta para o seu carro junto de sua mulher, largando os dois idiotas ali rolando no chão.

Sem eu ter muito o que fazer pulo nas costas do Huang Xuxi, para ele poder soltar o meu ex.

- Eu te odeio. Você é um animal, eu te odeio!

Grito em cima das costas do mesmo.

Ele solta meu ex porém o mesmo se levanta me colocando novamente em seus ombros.

-Aaaah... Me põe no chão...

Grito em desespero.

-Ta bom. Tá bom!

Ele me coloca no chão e logo meu ex entra dentro do carro e vai embora me deixando lá.

- Ele foi embora, e eu também já vou!

Ele diz sem dar a menor importância.

-Como eu vou voltar para casa?

Pergunto enquanto olho o mesmo subir na moto.

Ele sobe e logo começa a acelerar saindo do lugar que ela estava estacionada e logo parando ao meu lado.

-Deixa eu subir na moto!?

Eu peço.

- Como?

Ele pergunta colocando sua mão na orelha para que eu pudesse repetir.

-Deixa eu subir na moto!

Eu repito já irritada.

-Você disse que eu sou um animal e um bruto não é!?  Eu não posso permitir que alguém assim te leve para a casa. É para o seu próprio bem! Amanhã irá se arrepender de não ter sido coerente!

Vejo um carro vindo em nossa direção e aceno para o mesmo parar.

-Quer que eu te leve para algum lugar gata?

Pergunta o cara do carro com um sorriso um tanto quanto malicioso, o que me fez sentir nojo.

-Você quer levar um murro? Seu palhaço.

Diz o da moto praticamente irritado.

-Vaza!

Diz o mesmo mais uma vez para o cara do carro.

Apenas olho para ele sem falar nada.

-Sobe logo. Hoje eu já briguei com muita gente por sua culpa!

Ele diz.

-Valeu Xuxi!

Digo e abaixo a cabeça enquanto subo na moto.

-Me chame de Lucas!

Ele diz simpático.

-Estranho... Pensei.

Ele liga a moto e eu o abraço para me segurar, ele acelera e freia a moto umas duas vezes apenas para me assusta .

-Pera ai. Pera ai... Eu nao consigo me mexer, você está me apertando. Se você agarrar a minha jaqueta eu não consigo me mexer!

Ele logo levanta a jaqueta para trás para que eu pudesse me segurar nele e não na jaqueta.

Passo os meus braços em volta da sua cintura e logo sinto sua pele exposta, ele tava camisa.

Me agarro com mais força, para não poder cair e ele segue em direção a minha casa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...