1. Spirit Fanfics >
  2. Bad times >
  3. Férias prt.1:mudanças

História Bad times - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura

Perdoe-me qualquer erro

***- não revisado-**

Capítulo 1 - Férias prt.1:mudanças


-Aaaaaaaaaagrhhhh- um grito alto e desesperado foi ouvido do do quarto.

- ELE NÃO PRESTA PRA NADA E AGORA FICA GRITANDO NO MEIO DA NOITE POR CAUSA DE ALGUMA DORZINHA NA BARRIGA !!!

- NÃO É APENAS UMA DORZINHA !! ELE NÃO TEM CULPA TOBIAS!!

Um novo grito foi ouvido tão alto quanto o outro, acompanhado por um barulho de ossos se partindo.

Severus encontrava-se deitado de costas, em posição fetal, em sua cama. Ele chorava enquanto os seus pais brigavam ferozmente na porta de seu quarto, ele segurava a própria cintura, apertando-a com força, naquela noite uma dor imensa se fez presente em sua cintura como se os seus ossos estivessem quebrando-se e movendo-se dentro de si, o seu corpo estava queimando, tanto por dentro quanto por fora, e sua cabeça parecia prestes a explodir.

Seus soluços eram altos e ele chorava sem pudor, só queria que aquele inferno acabasse, os seus pais gritavam em sua cabeça e o medo pelo o que o seu pai poderia fazer a sua mãe era gigante.

Ela não costumava bater de frente com Tobias daquela forma, e o jeito que o seu pai parecia nervoso...

 Não seria a primeira vez se ele começasse a bater nela agora.

-NÃO GRITE DESSA FORMA COMIGO!! QUER QUE EU TE COLOQUE NO SEU LUGAR MULHER?

Severus fechou os olhos apertando os lençóis.

Novamente aquela dor, parecia que os seus ossos estavam sendo esmagados ainda dentro de seu corpo.

-Aaaaaaaaaaaargh- foi impossível não gritar como da primeira vez, sua pele ardia como fogo, talvez aquilo realmente fosse o seu inferno.

 -CALE A BOCA ABERRAÇÃO!!

-TOBIAS PARE COM ISSO!!

Um empurrão foi a sua resposta, fazendo Eileen bater de costas na parede atrás de si, ficou furiosa, Severus passava por um momento difícil e não poderia deixar aquele homem acabar com tudo.  Em um descontrole de magia seu marido voou longe batendo contra a parede da sala, caindo desacordado no chão.

Ela levou as mãos à cabeça, surpresa consigo mesma. Havia acabado de usar magia com a pessoa que mais odiava magia, havia desmaiado o seu marido!

O grito de seu filho lhe tirou de seu desespero interno.

Ao menos estava preparada para o caso daquilo acontecer.

Foi até seu quarto parando de frente a parede, riscando com o dedo o mesmo desenho no papel de parede, assim o "cofre" se abriu.

Os seus olhos brilharam quando viu a sua varinha, fazia tanto tempo… Ela estava tão velha e esquecida, um pouco suja também. Pegou-a e seguiu para o armário desfazendo o feitiço de ocultamento que tinha ali, quando abriu o móvel não haviam mais roupas e sim várias porções.

Pegou uma, de coloração dourada e brilhante, e correu até o quarto do filho. Foi até a cama se ajoelhando perto.

-Sev olhe pra mim- assim o garoto fez, os olhos vermelhos e inchados e ainda molhados pelas lágrimas -Beba isso pra mim, por favor

O garoto abriu a boca e ela ajudou, derramando o líquido para dentro.

Suspirou se sentando ao lado do filho -me desculpe- sussurrou enquanto fazia um carinho um tanto desajeitado nos cabelos negros, mas que para Severus foi o suficiente, ele não sabia se era pelo o efeito da poção ou pelo afeto de sua mãe, que era raro, mas sentiu o seu corpo ficar leve, e assim acabou adormecendo. A dor tinha acabado tão rápida quanto tinha surgido.

Eileen assim que percebeu seu filho dormindo, deixou que as lágrimas soltas pelo seu rosto, afundando as próprias mãos em seus cabelos. Ela sabia exatamente o que estava acontecendo.

Severus fazia seus 15 anos.

Sua vida mudaria completamente a partir de agora.

Eileen se levantou, indo até o marido, o levitando colocou deitado no sofá, observava o rosto desacordado do homem.

Não conseguia odiá-lo mesmo depois de tudo que ele já tinha feito.

Mais um suspiro e ela foi arrumar a bagunça que havia feito, pois o seu pequeno surto de magia não apenas derrubou Tobias, mas destruiu vários objetos.

Obliviou o marido para que não se lembrasse de nada daquela noite e terminou de esconder as porções e sua varinha.

Foi até o quarto de seu filho, parando na porta e olhando-o dormir envolta de um  algum tipo de brilho dourado e intenso que começava a surgir.

Ela aguentaria tudo por ele, pois seu filho era a única coisa que a segurava no que chamava de vida.

As vezes ela imaginava como seria se não tivesse casado-se com Tobias, mas sim com algum pretende puro-sangue que seu pai viesse a escolher.

Ela seria rica, sempre andaria bonita e arrumada, mas…

Seria feliz ?

Seu marido lhe bateria, como Tobias faz?

Ela com certeza não era feliz agora, mas olhando para o menino deitado na cama, poderia ter a certeza que faria tudo de novo por aquele ser, não sabia explicar o porquê, talvez fosse apenas o amor de mãe que tanto falavam.


Notas Finais


Pequeno eu sei

O negocio é que so queria começar pra não perder a história da minha cabeça,

Ela vai ser uma long
Pretendo fazer bem grandinha também

Ja vou avisando nessa fanfic
Eu vou abusar muito do drama então...

Espero que tenham gostado

Tem alguma ideia do que o snape possa ter ?
Sei que vocês são espertos e ja devem saber ne

Enfim

Ficou forçado ????
Me avisem pelo amor de Merlin se tiver forçado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...