História Baldur Odinson (Marvel Fanfic) - Capítulo 39


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers), Thor
Personagens Anthony "Tony" Stark, Carol Danvers (Miss Marvel / Capitã Marvel), Clint Barton (Gavião Arqueiro), Darcy Lewis, Dr. Bruce Banner (Hulk), Edwin Jarvis, Fandral, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Frigga, Heimdall, Hela, Jane Foster, Lady Sif, Loki, Luke Cage, Maria Hill, Nick Fury, Odin, Pepper Potts, Personagens Originais, Peter Parker (Homem-Aranha), Phillip Coulson, Steve Rogers, Thanos, Thor
Tags Asgard, Deuses, Marvel, Os Vingadores, Thor
Visualizações 41
Palavras 2.196
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Misticismo
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 39 - Declaração de Guerra


POV: Baldur
Palácio Real, Genosha
1943


Foram duas semanas de preparação e mobilização. Agora só falta execução, devo dizer que foi um belo trabalha de todos os envolvidos fazer a preparação tão rapidamente.

“Alice, vamos revisar as coisas.”

Sentado no meu trono uma tela holográfica aparece na minha frente.

“Como o senhor quiser”  Alice  responde.

“Como vai à mobilização do exército e das outras forças?”

A tela holográfica mostra todas as posições dos soldados prontos para o ataque com outras informações adicionais.

“oitenta porcento do exército está totalmente mobilizado, equipado e preparado para embarcar nas naves de transporte, os outros vinte porcento vão ficar em Genosha como defesa”

Genosha possui em torno de quatro milhões de habitantes e oitocentos mil soldados. desse número, seiscentos e quarenta mil sendo a maior parte infantaria vão participar do ataque.

“Aeronáutica?”

“Todos os drones e aviões abastecidos, aviões de transporte e médicos também em posição.”

A força aeronáutica de Genosha e monstruosa, fora que nossos aviões são equipados com camuflagem impedindo de serem detectados por inimigos.

“Esquadrão magico?”

“Estão esperando em posição caso necessário, A rainha Amora já partiu para cuidar da marinha inimiga.”

O único ponto fraco em nosso exército é a falta de uma marinha, esse foi um dos meus erros, se possuíamos submarinos e navios rodeando a ilha o inimigo não conseguiria usar seus submarinos, infelizmente não dei atenção para o desenvolvimento marítimo, no futuro vamos mudar isso, então para acabar com as embarcações inimigos vou usar  Amora, estou animado em ver o que ela vai fazer, O esquadrão magico vai ficar na cidade, já que ele são uma das minhas maiores cartas escondidas.

 


“E nossos inimigos?”



“O líder nazista Adolf Hitler continua em sua casa em Berghof, mas os movimentos de Wolfgang von Strucker mudaram, ele foi contatado pela organização secreta chamada The Hand, que propôs uma aliança a ele, para provar sua sinceridade a eles, Strucker sequestrou uma agente promissora da casa vermelha e pretende dar ela como uma oferta para a The Hand, eles agora estão em Madripoor”

Eu não esperava o envolvimento da mão nisso tudo, mas não estou supresso, eles são poderosos, mas sua influência não chegou até nos, essa é uma boa chance de pegar Strucker desprevenido, como pensei antes vou deixar a caveira vermelha para Steve cuidar.

“Alice faça com que os War Dogs que estão em Madripoor evitem que Strecker receba as notícias do ataque, crie falsos relatórios para o enganar, também evite minha declaração de guerra seja transmitida para eles.”

“Sim senhor”

Assim que Strecker descobrir meus ataques é certeza que ele vá voltar correndo para uma de suas bases na Alemanha, não vou perder essa chance, vou pessoalmente atrás dele.

“Senhor, recebemos outra mensagem do Rei Azzuri, ele está perguntando se  você vai aceitar a ajuda de Wakanda”

“Responda dizendo Não, não quero arrastar Wakanda para minha confusão, mas agradeça a ele”

Quando relatei meu plano de ataque Azzuri tentou me fornecer ajuda, com o exército de Wakanda a guerra acabaria dias depois, mas não quero tirar Wakanda das sombras ainda.

(Uma nação secreta aparecendo do nada é o bastante.)

“Você já conseguiu localizar o míssil?”

“Ainda não senhor, mas todos os sensores estão no máximo, tenho certeza que posso localizar qualquer futuro lançamento na terra”

No filme do homem formiga lembro vagamente que os nazistas lançam um míssil que a vespa se sacrificou para parar, não lembro se falaram o poder destrutivo da arma, então estou me certificando que posso acabar com ele, quando eu atacar eles podem lançar o míssil antes do tempo fazendo que a linha do tempo seja alterada e homem formiga e vespa não estejam presentes para deter o míssil, não tenho medo dela atingir Genosha, o escudo nos protege, mas as outras nações não tem esse luxo.

“Alice, junto com nossos planos de ataque e levando em conta o fator surpresa que podemos sofrer, calcule o resultado.”

“Calculando... Calculando... Cálculos completos, levanto em conta o poder de fogo e números inimigos as chances de vitória são de noventa e nove virgula nove porcento.”

“Está bom pra mim”

“Senhor, chego a hora, estamos prontos.”

Me levanto do meu trono e vou para indo em direção a entrada do castelo, quando ando, ativo meu poder remodelando minha roupa para uma armadura quase completa dourada apenas deixando meu rosto a mostra, com minha fiel arma ando entre vários guardas usando armaduras prateadas.

Se vou fazer uma declaração de guerra vou fazer isso bem feito. plano y60, a ideia e transmitir uma mensagem para todos os meios de comunicações que no momento são televisão e rádio, a ideia original era usar isso como maneira de aviso para o mundo, em caso de invasão alienígena ou desastre natural, agora vou usar isso para transmitir minha mensagem para todo o mundo.

Me perguntaram por que fazer isso, por que não atacar de surpresa, eu não quero apenas derrotar o inimigo, quero dar outra mensagem, fazer todos tremerem de medo e desistir de qualquer ideia de ataque ou meu reino, faz muito anos que dei uma mensagem de medo, está na hora de mais uma mensagem.

 

POV: terceira Pessoa.
O mundo, 1943


Durante um dia normal para todos os países que estão ou não envolvidos na guerra um evento único e extraordinário aconteceu, todas as pessoas que estavam perto de algum meio de transmissão ficaram curiosas no início.

No meio-dia (horário americano), todos os meios de transmissão perderam sinal por uma hora, as pessoas normais estavam indignadas com a falta de sinal enquanto os especialistas assustados pelo evento tentaram descobrir o motivo, mas a estática era apenas uma forma de chamar mais atenção para a mensagem.

Pouco depois todas os televisores do mundo mostraram a mesma imagem em preto e branco, nela estava um homem lindo usando uma armadura com um brasão de sol e uma lança, em sua mão direita ele segurava uma lança  e um pouco atrás dele estavam vários soldados em sentido com longas lanças apontadas para o céu usando  armadura completa cobrindo os seus rostos, e a imagem de fundo era um majestoso castelo que parece ter saído de uma história encantada.

“Ei! Mude o canal, não estou interessado em filmes agora, quero ver as notícias da fronte de batalha.”

Num bar um homem pediu ou garçom, mas todos os canais estavam transmitindo a mesma coisa.

“Eu não acho que é um filme!” Foi que alguns estavam começando a pensar.

“Senhoras e Senhores, me desculpem interromper sua programação diária, mas tenho uma declaração a fazer”

A voz do homem que aparece na TV parecia hipnotizar a todos, não só em bares mais nas casas do mundo todos as pessoas ficaram mais próximas da TV esperando suas próximas palavras, alguns mais ainda assustados quando descobriram que a voz do homem também estava sendo transmitida pelos rádios, todo o mundo estavam o escutando mesmo sem saberem ainda.

“Antes de diga o que tenho para dizer para  que todos  posam voltar a suas vidas diárias me permitam me apresentar, meu nome é Baldur Odinson, Rei de Genosha. Uma ilha que várias nações colhessem pela antiga lenda da cidade do ouro, mas isso não importa agora, o que importa é a mensagem.”

O nome de Genosha era conhecido apenas pelos seu povo, mas vários estudiosos recolhessem aonde fica a ilha dourada das lendas.

“Ei Steve, você tem que escutar isso”

Numa pequena cidade da Alemanha o soldado James Buchanan 'Bucky' Barnes leva um pequeno rádio para seu amigo escutar a transmissão, no momento que o rei Baldur diz seu nome.

“Meu amigo, o que você está tramando?”

Num antigo templo budista aonde várias pessoas vestidas com veste estranhas estão reunidas em torno de um pequeno rádio, todas muito focadas no que estava sendo transmitido, eles não perceberam uma mulher careca uma pouco mais distante com espanto em seu rosto.

“O futuro mudou!” ela fala em choque.

Essa cena se repetiu em vários outros lugares secretos do mundo inteiro.

“Uma semana atrás um grupo de agentes da organização secreta nazistas invadiu nossas praias, nunca nos importamos com as tolas tentativas de invasão dos outros países.”

O homem de armadura dourada que se aprensentou como rei de Genosha continua a falar, mas agora com o tom mais sério na voz.


“Durante sua tentativa de invasão duas crianças foram mortas e mais duas ficaram feridas, o sangue das nossas crianças foi derramado, E isso é culpa minha, durante os anos achei que vocês nos deixariam em paz, que estávamos protegidos. mas não foi o que aconteceu, então o que posso fazer agora? Esquecer esse assunto e deixar o tempo nos fazer esquecer desse ataque, Soldados de Genosha. me digam, o que devo fazer?”

Sem se virar para seus soldados atrás dele Baldur grita.

“GUERRA!” Gritou um deles.

“GUERRA!” “GUERRA!” “GUERRA!” “GUERRA!” “GUERRA!” “GUERRA!” “GUERRA!”

Os gritos fizeram os chão tremer, todos que estavam assistindo também tremeram, eles sentiram nos seus ossos a sede de sangue daqueles homens, mesmo sendo apenas uma transmissão.

O rei levantou sua mão fazendo todos os gritos sessarem.

“Muito Bem! Então teremos uma guerra, eu Baldur Odinson rei de Genosha declaro guerra contra toda Alemanha nazista, eu juro em nome dos meu pai que meu exército vai destruir cidade por cidade, soldado a soldado, até chegar aonde os líderes que ordenaram esse ataque estão, depois vou prender eles e os   trazer aqui, para serem julgados por nossas leis e pelo nosso povo.”

“TRUM!” “TRUM!” “TRUM!” “TRUM!”

Os soldados começam a bater suas lanças no chão em concordância as palavras de seu líder.

“Eu não me importo quem esteja no meu caminho, todos os soldados que estiverem usando uniforme alemão são nossos inimigos, matem todos, apenas poupem os covardes, não e honra em matar covardes.”

“TRUM!” “TRUM!” “TRUM!” “TRUM!”

“E para aqueles que tentarem ajudar meu inimigo, dou um aviso, não me importo de lutar contra o mundo inteiro se precisar, então saiam da minha frente!”

Com essas palavras a transmissão acaba, pouco depois os meios de comunicação voltam ou normal, mas a pessoas não, todas ainda estão paradas tentando entender o que aconteceu.

“Um pequeno país que ainda usa lanças quer derrotar A Alemanha sozinho? HAHAHAH, essa é a coisa mais engraçada que eu vi”

Um bêbado fala no bar alto.

“Idiota, que pequeno país tem a tecnologia para invadir nossas TVs e rádios assim?”

Em todos os lugares os discussões começaram, alguns ainda achando que era apenas um filme ou uma pegadinha idiota, poucos acreditaram que aquela transmissão e verdade.

Numa pequena cidade coberta de neve Steve e seu amigo estavam parados com um rádio nas mãos.

“Ele pode mesmo fazer isso?” Bucky perguntou a seu amigo que falou um pouco sobre seu contato com Baldur na África.

“Parece que essa insanidade de guerra vai acabar finalmente.” Fala Steve sorrindo.

Em uma montanha num lugar desconhecido uma mulher vestida como monge está na posição de lotus num antigo tapete persa.

“Então ele é um dos filhos de Odin, mas porque eu não consigo prever seu futuro?”

A mulher abre seus olhos e reflete sozinha.

“Eu também sinto um forte poder magico defendendo sua cidade”

A anciã não tenha meios de sondar o futuro mudado por Baldur, a única coisa que ela podia fazer agora era rezar que esse seja um bom futuro.

POV:Baldur
Em Frente do Castelo real de Genosha, 1943


Quando a Transmissão acabou Baldur olhou para seus soldados e gritou.

“Embarcar!”

“SIM SENHOR!”

De maneira organizada eles entram em grandes naves de transporte, a maioria dos seus soldados já estava a caminho da invasão, esse são a elite da elite, que vão dar apoio as tropas que precisão de ajuda.

(Bem, já que eu declarei guerra, a honra do primeiro ataque deve ser minha)

“Alice, me dê as coordenadas do navio nazista que está próximo a Genosha”

“Sim senhor”

Pouco depois um holograma apareceu na frente do Baldur, nele uma imagem em tempo real do navio, a imagem e exibida por um drone de vigilância que  também da coordenadas da posição do inimigo.

“Bem, vamos começar com isso”

Entro na posição igual dos lançadores de dardo nas olimpíadas, mas não estou usando um dardo, e sim minha lança, Sigel.

Pouco depois a lança começa a emitir uma grande quantidade de calor e luz, então eu a lanço.

“BUMMM!”

Com minha força aumentadas pelas runas e com o meu poder a lança quebra a velocidade do som atravessando toda a ilha assustando os moradores, eu foco minha atenção na imagem do drone, poucos segundos depois vejo minha lança acertando em cheio o navio

 

“Na mosca!”

Quando a lança acerta acontece uma grande explosão de luzes douradas encobrindo a visão do drone por alguns segundos, depois a imagem volta ou normal revelando um navio partido ou meio, às duas extremidades estão em chamas, é possível ver algumas pessoas ainda vivas se afogando nas águas, foram os que não tiveram sorte e não morreram na explosão, é melhor uma morte rápida que se afogar.

“Alice, passe minha ordem para todas as tropas, comecem o ataque!”

“Ordem enviada.”

“Então, que o caos comece!”

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capitulo, qualquer erro por favor me avisem obrigado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...