1. Spirit Fanfics >
  2. Barriga de Aluguel >
  3. Eu estava gravida

História Barriga de Aluguel - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Eu estava gravida


Point of View — Selena

UM MÊS DEPOIS:

Comia meu café da manhã entediada, Dylan me arrastou para vir com ele em cafeteria para comermos juntos, ele notou que eu estava desanimada durante esse um mês que se passou e tentou me animar de todas as formas possíveis, sou grata a ele que se esforça tanto para me ajudar, sou grata por nossa amizade. Confesso que senti falta da nossa intimidade que tínhamos perdido antes mas que agora estamos voltando ao normal, isso me deixava feliz e percebo que para o mesmo também, meu relógio indicava que daqui vinte minutos tínhamos que estar na faculdade, que estava indo até que bem, meus resultados estavam bons e satisfatórios, não via a hora de me formar.

Durante esse longo mês que se passou eu e Justin não nos falamos mais, no caso, eu mandei uma mensagem a ele dois dias depois do que tivemos mas eu fui ignorada e não iria me humilhar para o mesmo, mantive o contato com Lucy que estava sendo amável comigo e isso indica que o loiro não falou nada a ela sobre o ocorrido. Mas ele nunca me chamou, ligou ou me visitou durante um mês, o que me deixou irritada e chateada com ele, mas se essa era a escolha dele eu iria apenas aceitar suas escolhas, entendo que o que fizemos foi errado mas me ignorar é infantilidade da parte dele, deveríamos conversar sobre já que eu não transei sozinha, porém se ele não quer mais a minha ajuda eu irei seguir minha vida.

— Eu irei pagar. — Concordo e finalizo de comer enquanto Dylan segue até o caixa. Em poucos minutos ele volta. — Podemos ir? —Assinto e sigo com ele até o carro.

 Saio do carro do meu amigo junto a ele, antes mesmo de chegarmos dentro do campus uma garota aleatório vem em nossa direção e abraça meu amigo, ele a beija e entendo que essa era a garota que ele me contou que conheceu quando estávamos distantes. Não me incomoda ele tentar começar um relacionamento, mas a garota não parecia ser muito agradável e ele sabe que eu não iria engolir uma pessoa que eu não gosto, a mesma o larga e então nota a minha presença, claramente incomodada com a minha presença ela me lança um sorriso amarelo que não faço questão de retribuir. Provavelmente meu melhor amigo levaria isso como ciúmes ou birra de minha parte mas eu apenas não fui com a cara dela e notei que claramente a  mesma não gosta de mim.

— Selena, essa era a garota que te falei, Sara, essa é a minha melhor amiga. — Sorrio de canto querendo ir para a sala.

— Prazer. Eu vou entrar, Dylan. — Beijo sua bochecha e sigo em passos ágeis para dentro da faculdade.

Sinto uma dor de barriga intensa antes mesmo que eu chegue em minha sala, mudo minha direção e vou para o banheiro feminino, me tranco na cabine que tinha acabado de ser limpa e tinha um cheiro forte de produto de limpeza. Era um embrulho no estômago e antes que eu espere um líquido pastoso é despejado na privada, esse ato se repete três vezes até que eu me sinta segura para sair dali sem mais ânsia de vômito, limpo minha boca e pego uma pastilha em minha bolsa para aliviar o gosto ruim de vomito. Me sento no banco que tinha fora da sala pensando no vômito que tive, poderia ser facilmente apenas um enjoo causado pelo café pesado que fizera mas não conseguia tirar de minha mente que eu poderia estar grávida, afinal, eu não sabia se Justin tinha gozado dentro ou não. Suspiro pesado e pego minha bolsa seguindo para fora da faculdade decidida a fazer um teste de gravidez o mais rápido possível, por sorte tinha uma farmácia na esquina de minha faculdade, meus passos eram rápidos e desastrosos pelo nervosismo. Passo por Dylan e Sara que conversavam animadamentes e ouço o gritar por meu nome de meu amigo que ignoro e continuo a seguir até a farmácia que não estava longe, entro e vou até o balcão chamando a atenção da atendente que tinha um sorriso simpático em seus lábios.

— Bom dia. — Ela diz educada. — Do que você gostaria? — Pego a minha bolsa e tiro de lá minha carteira.

— Dois testes de gravidez de marcas distintas, por favor. — Ela se vira e entra em uma sala, após segundos sai de dentro com duas caixas. — Obrigada. — Lhe entrego uma nota de vinte.

Estava ansiosa demais para saber o resultado mas decido fazer o teste na faculdade, poderia pedir para ir ao banheiro da farmácia mas não seria tão confortável. Coloco a sacola com as duas caixas em minha bolsa, não queria que ninguém imaginasse coisas sobre a minha vida, nunca fui a fim de fofocas e muito menos de minha vida. Quando eu atravesso o campus Dylan não esta mas onde conversa com Sara, mas o meu celular indicava que o sinal ainda não bateu e então seria estranho ele não estar aqui, dou de ombros e adentro os corredores cheios de pessoas conversando ou estudando. Sinto uma mão em meu pulso e me viro dando de cara com Dylan que parecia preocupado com algo, não tinha tempo para isso.

— Me diz brevemente por que foi na farmácia. — Reviro meus olhos, eu não mentiria ao meu amigo mas preferia contar depois que soubesse o resultado.

— Eu fui comprar teste de gravidez ok? — Ele sabia do ocorrido com Justin. — Eu preciso o fazer, depois falo com você. — Seguro firmemente a minha bolsa e sigo para o banheiro.

Entro na mesma cabine que despejei todo o meu café da manhã e me sento no vaso com minha bolsa em mãos, retiro a sacola da farmácia e tento abrir com toda calma os dois testes que havia comprado. Os dois estavam devidamente prontos para uso em minhas mãos e assim eu faço, os dois testes e os coloco em cima do apoio que tinha ali, eu poderia acreditar facilmente que o café da manhã não me fez bem, mas quem eu quero enganar, lógico que estaria morrendo de vontade de fazer esse teste depois do sexo que eu e Justin tivemos, eu não esperava um fruto disso mas se temos uma chance seria ótimo. Se passa tempo o suficiente para descobrir o resultado, estava com medo de olhar e saber o que aquilo significava mesmo se fosse qualquer dos resultados, jogo todo o suspense de lado e olho. Dois riscos. Positivo. Pego meu celular e busco rapidamente pelo nome dele, dane-se que ele me ignorou durante um mês eu precisava apenas e exclusivamente dele.

 — Selena. — Sua voz não tinha raiva, mágoa e muito menos indiferença, posso até dizer que preocupação.

— Justin. — Suspiro. Eu não queria ceder a ele mas não tinha muito opção. — Eu preciso que você venha ao meu encontro urgentemente! — Passo mais preocupação do que eu queria.

— Tudo bem. — Ouço o som das chaves. — Me diga onde você está, que eu chego rapidamente.

— Estou na minha faculdade, irei lhe esperar na entrada. — Ele concorda e antes que fale algo eu o desligo. Ainda estava tão chateada com ele.

Pego os dois testes e os coloco novamente na sacola que jogo em minha bolsa, eu não irei falar algo do tipo sem nenhum tipo de prova sobre, eu não preciso da desconfiança de Justin sobre mim. Mando uma mensagem para Dylan para ele sossegar, avisando que irei embora com o Justin, eu sei o quanto ele imaginaria coisas com essa mensagem mas não tinha muito tempo para o explicar tudo de forma detalhada, vou para fora da faculdade e sigo até a entrada principal para ficar à espera do loiro. Eu estava grávida. Essas palavras não paravam de rondar a minha cabeça, ainda não sabia ao certo como estava me sentindo com isso, há um mês atrás isso era tudo o que eu mais queria e desejava mas agora na situação que me encontro não sei se consigo estar tão alegre, já que isso tudo é fruto de algo traídor e desonesto de minha parte e de Justin para com Lucy, que não merecia isso. Vejo o seu carro parado à frente e então sigo até o mesmo, entro e noto o quão diferente Justin poderia ser comigo, eu noto que ele estava preocupado mas ainda tentava manter distante de todas as formas de mim.

— Eu sei que está arrependido pelo o que fizemos, acredite, apesar de ter sido bom eu me arrepende demais e não queria ter o feito. — Engulo a seco. — Não tinha planos de te chamar nunca mais, Justin. Não depois de você me ignorar como se eu fosse a única culpada de tudo isso. — Ele não me olhava, dirigia com toda atenção no caminho, sem desviar o olhar uma sequer vez. — Eu não sou disso mas a situação se fez necessária de verdade, sinto muito termos de estar assim mas não poderia te esconder isso. — Abro a minha bolsa e tiro os dois testes. — Eu estou grávida. — Dessa vez ele me olha pela primeira vez desde que entrei no carro, não sei decifrar o que se passava em sua mente, seus olhos revezam entre mim e o teste em minhas mãos.

— Selena. — Noto as lágrimas em seus olhos, ele leva o teste e parece não acreditar no que está diante de seus próprios olhos. — Oh. Isso é demais. — Ele sorri e aquele sorriso é tudo o que eu queria ver em todo esse tempo. Ele me puxa para um abraço e todo meu corpo se arrepia com seu toque, eu ainda estava tao magoada com ele mas não conseguia me soltar de seus braços. — Você sabe que não podemos contar a Lucy que esse bebe nasceu através de nosso sexo, ela tem que acreditar que foi inseminação. — Concordo. — Na verdade, vamos esquecer que um dia isso aconteceu. — Então parece que me bateram no coração após ouvir isso, por que eu não queria esquecer, era o que eu menos queria, pois mesmo que errado foi tão bom.

— Tudo bem. — Suspiro. — Me leve para casa, por favor. — Tento parecer o mais normal possível, rapidamente ele concorda e sorri. Estava tudo normal novamente, só que agora Justin e Lucy iriam se tornar a família que tanto sonharam.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...