1. Spirit Fanfics >
  2. Barriga de Aluguel >
  3. Eu e Selena não temos nada

História Barriga de Aluguel - Capítulo 57


Escrita por:


Notas do Autor


O capítulo está bemmmm pequeno, pq é só um tira gosto mesmo

Capítulo 57 - Eu e Selena não temos nada


Point of View — Justin 

Sinto a ausência do corpo de Selena na cama assim que acordo e tomo a consciência da noite anterior, isso me deixa bem frustrado, não sabia como ela lidaria depois disso, meu grande medo era que ela tivesse se arrependido do que houve e deixasse isso de lado. Pego meu celular a fim de mandar uma mensagem a ela, ou até mesmo ligar mas ouço o choro de Emory vindo do outro comodo, o que me deixa atento entao largo o celular e decido fazer isso depois de ver como a minha filha estava, pelo horario em que acordei aposto que ela estava me chamando para lhe dar comida. 

— Bom dia, princesa, como está? — Ela solta uma risada que contagia, solto uma também. 

Trato de pegar rapidamente a pequena em meu colo e a levá-la até a cozinha a fim de alimentar ela, eu e a Emory já tínhamos criado uma rotina padrão, ela acordava praticamente todos os dias na mesma hora, eu a alimentava, não demorava muito para ela voltar tirar cochilo de tarde, voltar a comer e dormir novamente, era o ciclo dela. Deixava a comida dela pronta e congelada por uma semana, pois facilitava muito a minha vida e então em poucos minutos estava a alimentando e minha filha estava muito feliz, pois é bastante esfomeada, com toda certeza puxou a sua mãe e isso me faz puxar meus pensamentos na direção de Selena, queria muito conversar com ela sobre a noite anterior. Ouço a campainha assim que término de alimentar a Emory, era muito cedo para alguém estar vindo me visitar e penso que pode ser importante, fico meio em choque quando noto de quem se tratava.

— Oi Justin. — A pessoa estava seria e eu já estava imaginando que ele só podia estar aqui por um motivo, ele iria querer uma briga. 

— Zayn. — Olho de relance para a minha filha, não queria que ela tivesse que presenciar nada disso, mas se ele partisse para cima de mim eu iria me defender. 

— Eu posso entrar? — Fico receoso quanto a isso, mesmo que ele seja qualquer coisa de Selena, eu não o conhecia. — Eu só preciso conversar com você. — Concordo e dou passagem pra ele, seus olhos vão de encontro com Emory e ele parece admirado com ela, talvez seja a semelhança com Selena.

— Você quer alguma coisa? — Tentava de todas as formas ser o mais amigável possível, eu não tinha o por que ter algo contra o homem diante de mim. 

— Não, o que eu irei dizer será rápido, não quero ocupar muito do seu tempo. — Assinto e me sinto ao sofa junto dele, Emory brincava no canteiro distraidamente. — Eu estou sabendo do que aconteceu entre vocês dois. 

— Olha Zayn, eu não faço ideia do que você tem com a Selena, se vocês estão firmes, eu realmente não me importo, eu amo a morena e quero ficar com ela, deixo isso claro para qualquer um, se ficamos ontem foi por que ambos sentimos vontade. — Ele solta uma risada rouca e baixa, bem baixa. 

— Eu sei Justin. Eu e Selena não costumamos mentir um para o outro, eu soube antes dela me dizer mas ainda sim ela foi sincera comigo e eu fui sincero com ela. — Essa comversa toda estava me deixando desconfortável, não queria saber detalhes da relação dele com a Selena. — Agora eu quero ser sincero com você, por que eu sei que se depender dela, irá enrolar demais. 

— Eu não estou entendendo nada, Zayn. — Digo o mais sincero possível. 

Eu e Selena não temos nada, pelo menos não temos mais, nos conversamos e entendemos que o melhor era continuar apenas a amizade. Eu amo muito ela, assim como você, e por isso que eu estou aqui, ela é completamente doida por você, sempre foi. — Meu coração começou a sair pela boca. — Ela mesma assumiu isso pra mim, mas acredito que se você não for atrás dela, ela ficará sem te contar isso. 

— Por que você está me ajudando? — Realmente era algo inesperado para começar o meu dia. 

— Estou ajudando a Selena, ela merece ficar com alguém que ela tanto ama, e também para lhe dizer que se você ousar cometer algum erro que possa foder com a mente dela novamente, eu saberei. — Se fosse outra vez eu não aceitaria uma ameaça dessas, mas eu não ligava agora. 

— Obrigada por ter cuidado tão bem dela, quando eu não pude. — Ele assente, nos levantamos e fazemos um abraço de lado. — Zayn, você poderia me informar o endereço dela? — Ele sorri e tira um papel de seu bolso, nele continha a informação que eu tanto queria. 

— Se cuida, Justin. — Concordo e ele segue até onde a Emory estava. — Você é linda assim como a sua mãe, espero poder ver você crescer para assim você conhecer o Tio Zayn. — Admirava o quão legal o homem era. Ele beija a bochecha de minha filha, acena pra mim e se vai. 

Sentia que sempre estaria em dívida com Zayn pela atitude que ele teve comigo, qualquer outro iria seguir em frente e não iria se importar com isso mas ele realmente se importava com a Selena e eu fico feliz dela ter pessoas tão queridas ao redor dela, ela merece depois de tudo que a mesma passou. Seguro o papel em mãos, como se tudo dependesse dele e guardo o mesmo no balcão em um lugar que não tenha perigo de eu perder, vou na direção da menina que ainda brincava animadamente, estava toda suja de comida que pela visita inesperada não tive tempo para poder limpar a mesma, mas era isso que eu faria nesse momento. Puxo a mesma para o meu colo para levar ela para o banho, ela iria ficar bem cheirosa e linda para visitar a sua mãe. 

— Vamos tomar um banho, minha filha. — Ela fica toda feliz batendo as mãos, ela realmente gostava de banho. — Nós vamos ir buscar a sua mãe, minha querida. — E então ela sorri lindamente como se soubesse exatamente do que se tratava. 

 


Notas Finais


Então o próximo capítulo pode ser o último, ou não, ainda estou vendo isso, mas estávamos chegando ao fim dessa história e bem, tentarei compensar esse capítulo pequeno no próximo. Comentem 💖


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...