1. Spirit Fanfics >
  2. My Bastard - Imagine Jeon Jungkook >
  3. Here again

História My Bastard - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem, o que é essas pegação deles dois em gente kkkkkkkkk
Boa leitura

Capítulo 4 - Here again


Fanfic / Fanfiction My Bastard - Imagine Jeon Jungkook - Capítulo 4 - Here again

     _________ P . O . V

Faço a mesma rotina de manhã, e vou para escola, estava a caminho da escola e avisto umas pessoas se pegando no meio da rua, e logo me lembro de ontem com o Jungkook, gatilhos vem a minha mente, dele passando sua mão pelo meu corpo, dele pegando no meu peito, chacoalho minha cabeça tentando tirar aquilo da minha cabeça, então passo pelos dois, só que uma coisa eu havia percebi, que o homem que estava ali sem beijando com mulher era meu padrasto.

Como ele já tá solto

Era isso que passava na minha cabeça, mas então ele fala alguma coisa para a mulher e sai me acompanhando, eu já estava com medo então apresso meu passos sei que ele pode tentar alguma coisa comigo. Demorava 10 minuto para mim ir pra a escola, e já faz uns 5 minuto que eu estava andando, e ele não saia do meu rastro, e quando percebo tem uma pessoa no meu lado.

Jeon Jungkook

Ele passa seu braço no meu ombro, então né já é a segunda vez que ele me salva, ou ele tá me seguindo toda hora, ou é pura coincidência.

— Não fala nada só entra no papel ~ me puxa pra mais perto e eu passo meu braço em sua cintura ~ Monstrinha, pensei que você não vinha mais, tava demorando o que foi?

— Desculpa, estava um pouco cansada então andei de vagar ~ entro no personagem, não queria ficar sozinha com meu padrasto.

Com licença ~ era ele, congelei toda, tinhamos parado, nós viramos e olhamos para ele ~ vocês são namorados?

— Sim ~ Jungkook responde frio.

Desculpe, é que eu acho muito estranho, vocês serem namorados, e darem nenhum beijo.

— Que não seja por isso ~ Jungkook me puxa pela cintura, e encosta sua boca em meus ouvidos, me fazendo arrepiar completamente e sussurra ~ entra na onda, acho que isso vai ser bom ~ mesmo eu não vendo seu rosto sei que havia um sorriso cheio de malícia estampado nele, e então começamos fomos juntando nossas bocas lentamente, até se encaixarem em um só, o beijo por sua vez era calmo, nossas línguas exploravam nossas bocas em busca de mais espaço, de vez em quando ele apertava minha cintura, me fazendo arfar com tal ato, mas a falta de ar se fez presente e então paramos.

Acho que isso já foi o bastante para o senhor não ~ fala ofengante, por conta do beijo, seus lábios ainda vermelho, minha vontade era de maltrata-los, morde-los, chupa-los ate não poder mais ~ se não se importa temos que sair, estamos atrasados ~ sorri ~ vamos Monstrinha.

— Obrigada por me ajudar ~ tento o acompanhar, mas era difícil seus passos eram compridos, e minha pernas eram pequenas ~ calma ai, minha pernas não são grandes igual as suas não tá.

— Aish, anda logo..

— Espera só  mais um segundo ~ falo tentando recuperar o fôlego.

Pronto já deu, vamo..

— ME ESPERA JUNGKOOK..

Já havíamos chegado na escola, estávamos na segunda aula.

— Então para terminar a aula de literatura de hoje, vou passa um trabalho, mas não será em dupla tá bom.

Toda a sala faz um barulho de reprovação. Se eu fico incomodada, não nenhum pouco, tô de boa.

— Então continuando, quero que vocês me tragam alguma história de romance antigo ~ sinal toca ~ então esse foi a aula de hoje, e espero a história de vocês na próxima semana.

Todos saíram, e eu fui para o estádio, não fui pensar ou ficar sozinha eu só fui, chegando lá, sempre a mesma coisa, umas pessoas  se pegando, outras fumando e assim se vai, estava sentada escutando música, quando sinto alguém me puxar, era Jungkook.

— O que foi agora em..

— Só cala a boca e me segue ~ dito isso, apenas me calei, e fiquei observando aonde ele me levaria dessa vez.

— Pronto ~ fala trancando a porta do quartinho do zelador.

— Aqui denovo, o que que você quer agora

— Só vou querer uma coisinha ~ se aproxima me fazendo dar passos para trás até bate na parede, onde fui imprensada novamente.

Então eu quero conversar uma coisa com você, na verdade um convite ~ coloca suas mãos em minha cintura, me puxando para mais perto de seu corpo, deixou minha cintura subindo meu dorso, indo direto para o meu peito, que ainda nada estava coberto bela blusa do uniforme, ele desce a mão e passa por baixo da blusa, agora entrando em contrato com minha pele.

Hoje vai ter um festa lá na minha, casa que tal você aparecer lá hum ~ aperta minha cintura me fazendo arfar com o contando que ele fazia.

Por que você quer que eu vá? ~ não iria ficar parada, então rodei meus braços em seu pescoço, minha mãos amasa vão seus cabelos pretos e macios.

—  Não sei, mas espero que você vá ~  sua mão subia e descia pela linha das minha costa, mas que agora pararam em meus ceios raspando o bico, me fazendo estremecer com o toque ~ quem sabe a gente se diverte lá não é mesmo ~ se aproxima mais, colando completamente nossos corpos, ele abaixa a cabeça, a colando em meu ombro, sentia sua respiração ofegante, logo sinto ele começar a chupar meu pescoço, passava a língua, eu estava em êxtase, com sua outra mão começa a apertar minha cintura, e a outra aperta  meu ceio.

Acho que não estou com vontade de ir 

— Tem certeza ~ morde o lombo da minha orelha e eu estremeço.

Hum rum ~ ele para o que estava fazendo e me encara, mas logo aproxima seu rosto e me beija, vagarosamente, colando nossos lábios lentamente, começando um beijo calmo que logo vira frenético e necessitado, nossas línguas esxplravam a boca um do outro, sinto sua mão descer sobre meu braço, parando e pegando minha mão e a levando para seu corpo descendo pelo seu abdômen onde deu uma leve para e continuo seu percurso indo para sua virilha e parando em seu membro duro, e o apertando, ele deixa minha mão e eu continuo seu trabalho dando leves apertas em seu membro que pulsava louco por uma atenção, sinto sua mão descer pelas minhas costa e parando em minha nádegas e dando leves apertadas, agora eu me encontrava completamente molhada. Jeon Jungkook tinha uma pegada e tanto, paramos o beijo e ficamos nós encarando, tentando recuperar o fôlego.

Tem certeza de que não quer ir? ~ apertava minha cintura.

Talvez eu vou lá.

— Ok te espero la 

Saímos do quartinho, voltamos para a sala, e assistimos a mesmas normalmente, já tinha tocando a campainha e todos nós saimos, já tinha chegado em casa, passei a tarde toda mechendo no celular, tinha chegado a noite, eu estava pensando se eu iria ou não para aquela festa, havia recebido uma mensagem.

                   Mensagem 

- oiiiii

- aqui é o Jeon 

Oiii

Oque foi?

Tá aqui o endereço da minha casa se você vinheta pra festa XXXXXXX*.

Tá bom, mas não sei se eu vou.


Não sei ainda se eu vou, sou muito indecisa nesse tipo de coisa.

Ah quer saber eu vou sim. Começo a me arrumar, coloque uma roupa bem básica iria com um short não queria ficar desconfortável com uma saia. 

— Mãe, vou sai tá bom?

— Tá bom mais cuidado, e volte cadê tá bom?

— Tá bom mãe, tchau.

Chamo um táxi, e entrego o endereço para ele, cheguei estava todos mundo lá, joga muita bebida, então eu só entrei na casa estava todo mundo se divertindo, passei meu olhar por todo o lugar até se prender em uma pessoa , nele , ele estava com um jeans rasgado deixando um pouco de sua coxa bem torneadas a mostra, e ele me olha e vem até mim.

— Oii, já tava achando que você não vinha mais.

— Eu não falei que vinha, só que eu tava sem nada e vim.

— Hum legal, então vamos subir ali um pouco pra conversar? ~ pergunta chegando mais perto por conta do barulho.

— Tá bom..





Notas Finais


Espero que tenham gostado do capítulo de hoje. O que será que esses dois vão fazem em kkkk
Vejo vocês no próximo capítulo
Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...