1. Spirit Fanfics >
  2. Bastidores Retrato de Uma Jovem em Chamas >
  3. Para Adele Haenel (De mon âme, a ton âme)

História Bastidores Retrato de Uma Jovem em Chamas - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Para Adele Haenel (De mon âme, a ton âme)


Fanfic / Fanfiction Bastidores Retrato de Uma Jovem em Chamas - Capítulo 1 - Para Adele Haenel (De mon âme, a ton âme)

     

"C'est lá fin"... - pensou Celine satisfeita. 

Sentada na cadeira, Celine encarava o seu notebook a frente em cima da sua escrivaninha, onde havia passado a noite inteira escrevendo. 

Nele estava aberto o capítulo final da sua história que ela levara 3 anos escrevendo e cujo título ela já nomeara desde o início:

"Retrato de uma Jovem em Chamas" 

Uma narrativa sobre as mulheres fortes de séculos passados.

 A ideia era dar uma visão feminina no cinema sobre essas mulheres que até então eram retratadas por homens. Homens historiadores, diretores, escritores, todos homens. Nunca sendo retratadas da maneira como as próprias mulheres se viam. Celine via todas essas mulheres cono lutadoras apesar do cenário machista e patriarcal ao qual se encontravam.

"E mesmo seculos depois, ainda nos encontramos assim..." - afirmou para si. 

"Bem. Terminado. A história finalmente acabou. "... - disse ainda sentada ereta, com o corpo ainda tenso e estático. 

Era assim que ficava quando passava noites inteiras compondo ideias, transformando-as em histórias e adaptando-as em scripts para então virarem filmes. Seus filmes. 

Celine mesma os dirigia. E neste não seria diferente. 

"Sim. Sem dúvida está terminado." - pensou relaxando o corpo de vez, finalmente. 

Seus ombros caíram para frente e ela quase se recostou na cadeira. 

-Ops. - disse se inclinando e tomando para si a sua taça de vinho que havia esquecido  ao lado do notebook. 

Restava apenas o último gole e ela saboreou demoradamente. 

Retomou os olhos na tela meio hesitante e apreensiva: 

"Será que Adele irá gostar?" 

Automaticamente tomou um cigarro na boca que ainda estava no cinzeiro e tragou demoradamente, dando um enorme suspiro. 

"Sim. Ela vai gostar. Ela vai... ". - sorriu, apagando o cigarro. 

Adele... 

Adele era aquela menina, agora mulher, por quem Celine se apaixonara ainda jovem quando ambas se encontraram em início de carreira. 

Adele ainda dava seus primeiros passos como atriz e Celine como roteirista e diretora estreante. 

O relacionamento de ambas começara logo após o fim das filmagens do primeiro filme dirigido por Celine e segundo filme de Adele, "Water Lilies". 

Daí a paixão simultaneamente que elas tiveram "offscreen" era difícil de Celine acreditar. 

"Não é possível que ela sinta o mesmo que eu... Será?" - perguntava-se incrédula e extasiada. 

Quando o primeiro beijo ocorreu as filmagens haviam terminado e Celine abriu os olhos olhando a beleza de Adele que a encarava também apaixonada:

-Eu estou nas nuvens... 

-Eu também... - disse Adele agarrando o rosto de Celine e a beijando mais e mais. 

Celine já conhecia Adele antes de trabalhar com ela. A primeira vez que a vira tinha sido com o famoso filme francês Lês Diables. 

A entrega daquela atriz ainda criança tinha chamado a atenção de Celine e a atuação era uma das mais fascinantes que já tinha visto. 

Porém tinha um senão.  A história  com contexto sexual entre os irmãos. Aquilo tinha causado real asco nela. 

"Por que esse diretor insiste tanto em colocar esses personagens que são irmãos de maneira sexual? Um tanto asqueroso... Apesar da atuação magnífica da garota.." - disse Celine para o seu professor de cinema na universidade de Paris. 

"Bem, Celine. A licença poética demanda isto. É preciso respeitar. Não é preciso gostar" - disse seu professor. 

"Sim. Verdade mas... - Celine sentiu - se uma caloura ao discursar sua rejeição ao filme. Queria parecer profissional, afinal já estava no último ano do curso. - Eu respeito as ideias... Eu apenas acho que... Essa visão de colocar irmãos tão novos tão próximos... Crianças... Enfim... Não vejo sentido desse tipo de criação no cinema... São atores, mas são pessoas e aquela garota Adele não precisava ter tanta cena sexual... "

Seu tutor sorriu-lhe e disse:

" Então você não está preparada para ver certos filmes".

"Talvez..." - disse desapontada consigo mesma. 

"Talvez? - riu o professor. - Talvez eu lhe reprove em minha disciplina. Você precisa entender melhor a criação artística da sétima arte. Remova os preconceitos. Eles estão em sua cabeça". 

.... 

"Eles estão em minha cabeça?" - Celine reclinou-se mais na sua poltrona ao relembrar este diálogo que tivera há mais de 15 anos e ainda a incomodava. 

Mas eram 5h35 da manhã. Os passarinhos já cantavam perto do seu apartamento no 3° andar de uma rua pouco movimentada em Paris. 

Uma enorme árvore em frente da sua rua cobria-lhe parte da sua janela com seus galhos fazendo uma sombra, mas os raios solares logo iluminariam todo o seu quarto-escritório. 

Celine voltou-se para o seu notebook e salvou o script na pasta cujo nome era "Para Adele" desligando o aparelho. 

Levantou-se e pegou o celular que havia guardado na gaveta. 

Na tela surgia diversas mensagens de Adele: 

"Celine. Tá online? Terminei de atuar no videoclipe hoje! Foi foda! ".

Celine desfez o sorriso ao ler e continuou séria lendo as outras mensagens de Adele. 

"Hey. Psiu! Tá online ou n? Tá escrevendo essa hora?" 

"Celine. Atende! Preciso que veja o clipe. Dizer se curtiu, sei lá. Vou mandar o link aqui e uma senha porque ainda está privado . A Julie ainda vai demorar de colocar no YouTube pq tem uma pós produção chata etc. Deve levar meses... "

-O clipe... - murmurou Celine sem jeito, mordendo os lábios enciumada. 

Aquele clipe talvez era o que havia lhe causado insônia durante semanas. 

Adele já era a sua ex namorada há 3 anos, e agora era namorada da cantora do clipe, a alternativa pop rock eletro punk :Julie Lanoe'... 

"A pior parte de ficar amiga de ex namorada é ter de vê-la com outra e ainda fingir que está tudo bem" - pensou chateada. 

Celine não ia com a cara de Julie. O fato da cantora gostar de drogas era a maior razão. Mas Adele dizia:

"Nem comece! O meu vício é só o cigarro. O dos outros é dos outros. Julie tem os vícios dela e td bem. Ela não faz nada na minha frente. Nunca vi nada demais. "

"Não confie tanto nisso". - disse Celine na primeira vez que a alertou.

Queria agora ligar para Adele e avisa - lá do script pronto. Um filme escrito e pensado para ela! Era preciso que ela lesse e dissesse se gostava. 

Mas o que fez em seguida foi clicar no tal link e...

O que viu na tela do seu cel deixou-a boquiaberta, chocada. 

Aquele vídeo mostrava a real intensidade entre Adele e Julie e aquilo estava muito acima do que ela esperava. O jeito de se olharem. O toque de Adele apertando o braço da outra. As duas juntas...

"Eu preciso resgatar Adele disso. É urgente. Ela tem de atuar no meu filme o quanto antes".

Ligou novamente o notebook e imprimiu a história 'Retrato de uma jovem em chamas'.



Notas Finais


Link do clip de Adele

https://youtu.be/Qy6i750qfu0


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...