1. Spirit Fanfics >
  2. Bastou um único beijo - Zhuiling >
  3. A aparência e humor em contraste

História Bastou um único beijo - Zhuiling - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Hellou!
Esse capítulo possívelmente vai ser meio monótono no começo, mas prometo melhorar no decorrer até o final.

•Desculpa por quaisquer erros de ortografia.

Capítulo 3 - A aparência e humor em contraste


– Sizhui. Filho acorda, já são 6:14 horas. - Wangji colocou a mão na testa do garoto verificando se o mesmo não estava com febre, já que passou alguns minutos da hora que o menino constumava se levantar.

– Hmm? - Piscou os olhos algumas vezes até se acostumar com a luz que entrava no quarto. - Pai? Por que está aqui? Você não deveria estar trabalhando? - sentou se na cama com um olhar sonolento e confuso.

– Eu tirei alguns dias de folga. Seu tio disse que iria cuidar do comando da CR sozinho por alguns dias, já que, na opinião dele eu deveria passar um tempo maior com você e o Ying. - soltou um pequeno sorriso. - Eu vou preparar o café da manhã, qualquer coisa é só me chamar.

– Okay. - disse o mais novo.

Wangji deu um beijo na testa do filho e saiu do quarto do menino, que em seguida levantou-se, arrumou a cama e foi para o banheiro fazer suas higienes e vestir o uniforme.

Em poucos minutos ele já estava pronto e desceu para o andar de baixo, em rumo a cozinha.

– Olá pai. - Disse abraçando Wuxian e se sentando ao lado dele em seguida.

– Bom dia, dormiu bem? Quer que eu te sirva? - Disse puxando o bolo para perto.

– Não, não precisa, eu me sirvo. - Pegou um prato e colocou algumas torradas e um pedaço de bolo.

– Aqui. - Wangji entregou um copo de suco para o filho, que agradeceu com um sorriso.

– Ah, Lan Zhan, você pode levar o A-Yuan para o colégio hoje? - Disse entre uma mordida e outra no pedaço de bolo.

– Hm.

Os três terminaram o café da manhã e Wangji levou Sizhui para a escola, enquanto Wuxian foi para o trabalho.

*No colégio*

– O que custa A-Qing? - Implorou JingYi aos pés da menina. - Pelo menos me ajuda.

– Ninguém mandou você dormir. - Dizia sem olhar na cara do mesmo.

Sizhui se aproximou dos amigos e se sentou ao lado de ZiZhen.

– O que está acontecendo? - Perguntou.

– O JingYi está pedindo as respostas da tarefa de história para a A-Qing, porém ela fala que não vai passar, mas ele continua insistindo. - Disse já cansado da briga.

– Yuan, Yuan, fala para ela me ajudar, por favor. - se ajoelhou na frente do mesmo.

– Ela não é obrigada a te passar as respostas, já que você dormiu na aula. - Disse no mesmo tom calmo de sempre.

– Nem você para me ajudar em um momento como esse? O que vai ser da minha vida? - JingYi disse em um tom dramático, como se fosse a pior coisa do mundo.

Sizhui olhou para A-Qing, que, em seguida se pronunciou.

–Tá', bom, tá' bom. Eu te ajudo. - Enfatizou a última palavra. - Mas essa é a última vez. A partir de agora você tem que prestar mais atenção nas aulas, entendido? -Olhou seriamente para ele.

– Entendido. - Falou JingYi, se levantando, e em seguida abraçando a mesma.

– Vamos entrar? Na sala a gente ajuda o JingYi. - Disse ZiZhen se levantando e colocando a mão no ombro de Sizhui.

– Vamos. - JingYi falou animado, já que estava "salvo".

Os quatro foram para a sala, ajudaram JingYi a responder a tarefa, e assistiram as aulas como nos outros dias.


*Na saída*


– Que horas a gente se encontra amanhã? - ZiZhen perguntou. 

– Eu só vou poder ir lá pelas 1:30. - A-Qing disse entre após dar uma mordida da casquinha do seu sorvete.

– Por mim tanto faz, o horário que vocês escolherem está ótimo. - JingYi falou enquanto jogava algo no celular. - AHAH, venci! Mais sorte na próxima Sizhui.

– Wherever. - soltou uma breve risada. - Que tal as 2 horas? Eu posso ir adiantando algumas coisas e quando vocês chegarem terminamos.

– Por mim pode ser... - ZiZhen foi interrompido por um barulho de buzina. Era o carro de seu pai. - Tenho que ir, até amanhã às 2 horas. - Saiu em direção ao carro e foi embora.

– Também já vou, tchau meninos. - A-Qing se despediu e também foi embora.

– Quer que eu te faça companhia até seu pai chegar? - perguntou JingYi.

– Não precisa, quando terminarmos essa partida pode ir. - respondeu Sizhui.

– Entendido. Acho que não vai demorar muito então. - Soltou uma risada.

– Você que pensa.

Os dois terminaram a partida do jogo, onde o vitorioso da vez foi Sizhui, e JingYi foi embora, já que tinha compromisso. Pouco tempo depois, Wangji chegou para buscar o filho.

Sizhui almoçou e passou o resto da tarde dividindo o tempo entre estudar e jogar.


*No dia seguinte*


Já era 14:47, e Sizhui, JingYi e ZiZhen estavam pesquisando e escrevendo algumas coisas para o trabalho. A-Qing havia avisado que iria se atrasar um pouco, pois iria comprar algumas folhas e imprimir imagens para deixar o trabalho mais organizado.

Depois de alguns minutos ouviram um barulho na campainha, e em alguns segundos Wuxian apareceu na porta do quarto do filho.

– Olá meninos. - abriu a porta para a menina entrar. - Fique a vontade.

– Obrigada senhor Wei. - Agradeceu-o antes do mesmo retornar ao andar de baixo. - Aqui as folhas e as fotos. - Colocou uma sacola na escrivaninha.

Não demorou nem 2 horas até que a parte escrita do trabalho estivesse pronta.

– Amanhã eu arrumo as imagens. - Disse Sizhui fechando o notebook.

– Eu pensei que esse trabalho seria mais difícil e demorado. - JingYi se jogou na cama.

– Isso se deve ao Sizhui, ele separou muita coisa antes de chegarmos. - Falou ZiZhen.

– Mesmo assim eu estou morta. - Falou A-Qing deitando a cabeça no ombro de ZiZhen. - Espero que... - foi interrompida por batidas na porta do quarto.

– Sim? - Sizhui foi até a porta e abriu-a. - Jin Ling? Entre. - Deu passagem paro o menino.

– Olá. Minha mãe falou para eu vim aqui conversar com você, já que vamos estudar na mesma escola. - Disse em um tom que poderia parecer desprezo. - Hm? Não sabia que tinha visitas. - Olhou para os três perto da cama. 

– Esse são meus amigos, Lan JingYi, OuYang ZiZhen e Jing. - Apontou para cada um quando citava os nomes.

– Como Sizhui já disse sou a Jing, mas pode me chamar de A-Qing. - Se aproximou e estendeu a mão para o mesmo.

– Tanto faz. - Falou de braços cruzados

A-Qing deu uns passos para trás, sentou ao lado de ZiZhen novamente.

Tô' vendo que esse aí é insuportável" Sussurrou JingYi ao se aproximar de ZiZhen e A-Qing.

"Com certeza" respondeu A-Qing, também sussurrando.

"Tem certeza que ele tem parentesco com o Sizhui?" Perguntou ZiZhen.

"Eles não são parentes de sangue. O senhor Wei é como um irmão para a mãe de Jin Ling, apenas" respondeu JingYi.

"Tão bonito, mas com um humor tão ruim" A-Qing falou.

Sizhui vendo o clima que se formou, propôs assistiram algo. 

A-Qing sugeriu algum filme de comédia, ZiZhen um de romance, Sizhui um de ação, Jin Ling era imparcial. Enquanto isso JingYi colocou Herois Rising, fazendo até o jovem Jin soltar algumas lágrimas no final.


Notas Finais


Demorei, mas terminei ksk.

•Filme citado: My Hero Academia: Heroes Rising.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...