História Batwoman, a namorada do Batman - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Batman, Justiça Jovem, Liga da Justiça, Mitologia Grega, Mulher Maravilha (Wonder Woman), Novos Titãs (Teen Titans), Superman
Personagens Alfred Pennyworth, Apocalypse (Doomsday), Arthur Curry (Aquaman), Asa Noturna, Barbara Gordon (Batgirl), Barry Allen (Flash), Batwoman (Kate Kane), Beatriz Bonilla da Costa (Fogo), Billy Batson (Capitão Marvel / Shazam), Brainiac, Bruce Wayne (Batman), Cassandra Cain (Batgirl), Ciborgue, Clark Kent (Superman), Comissário James "Jim" Gordon, Coringa (Jack Napier), Damian Wayne, Diana Prince (Mulher Maravilha), Dick Grayson, Dinah Lance (Canário Negro), Donna Troy (Troia), Dr. Jonathan Crane (Espantalho), Edward Nashton/Nygma (O Charada), Estelar, Hal Jordan (Lanterna Verde), Harleen Frances Quinzel (Harley Quinn / Arlequina), Harvey Dent (Duas-Caras), Helena Bertinelli, Jason Todd, John Stewart, Jonathan Kent, J'onn J'onzz "John Jones" (Caçador de Marte), Kara Zor-El (Supergirl), Lex Luthor, Lois Lane, Lucius Fox, Martha Kent, Martha Wayne, Morcego-Humano (Kirk Langstrom), Mutano, Oliver Queen (Arqueiro Verde), Oswald Chesterfield Cobblepot (Pinguim), Pamela Lillian Isley (Poison Ivy / Hera Venenosa), Personagens Originais, Rainha Hipólita, Ravena, Renee Montoya, Selina Kyle (Mulher Gato), Shiera Hall (Mulher-Gavião), Stephanie Brown, Thomas Wayne, Timothy "Tim" Drake, Victor Sage (Questão), Wally West (Kid Flash), Zatanna Zatara
Tags Batman, Fogosh, Hawkgreen, Liga Da Justiça, Luta, Magia, Revelaçoes, Romance, Superwoman, Suspense, Womanbat
Visualizações 11
Palavras 3.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi meus morceguinhos e princesinhas!!!! Me perdoem pela demora em postar o capítulo, mas ocorreram alguns imprevistos e eu tive que resolver. Bom sem mais enrolações, espero que gostem do capítulo e boa leitura!

Capítulo 13 - Surpresa geral!!!


Fanfic / Fanfiction Batwoman, a namorada do Batman - Capítulo 13 - Surpresa geral!!!

– Sério? Você usou o nome Duquesa em homenagem ao da nossa amiga Suevilyn? – Pergunto sem acreditar no que ouvi.

– Sim. Por que? – Pergunta ele sem entender nada.

– Por nada, é que eu gostei da homenagem. A propósito paixão, você já tomou café da manhã? – Pergunto sabendo a resposta.

– Na verdade não. Eu estava tão ocupado procurando o seu presente, que ainda não comi nada. – Ele responde me fazendo sorrir.

– Pois então vamos tomar o café. Depois, eu estava pensando em fazer uma caminhada com você. Já que para a faculdade eu já não vou ir mesmo. – Eu digo sorrindo e o deixando meio sem jeito. – Na verdade, as minhas provas e trabalhos acabaram. Então eu não tenho tanta necessidade de ir hoje.

– Também, nós estamos no segundo semestre. Daqui a poucos meses é natal, ano novo, e opa, mais um ano que passou... – Diz o Bruce não terminando o seu pensamento.

– E mais um ano de faculdade. – Eu continuo por ele.

– Bem princesa, na verdade ano que vem eu não vou fazer faculdade, lembra? A propósito, você vai na minha formatura no final do ano, não vai? Se tudo der certo, e não tem nada que indique que não vai dar, devo me formar no final do próximo semestre. – Diz o Bruce me fazendo lembrar disso.

– Ah. Você já está terminando a faculdade. E você vai ter a sua formatura também. Que eu não perderia por nada. – Respondo o segurando pelo braço e segurando Duquesa em minha outra mão.

– Assim como quando você se formar, eu não vou perder a sua. – Ele me responde caminhando perto de mim.

Nós voltamos até a Mansão e fomos tomar o café da manhã, para depois fazermos uma caminhada ao redor da propriedade. Nós tomamos o café da manhã e nos preparamos para fazer uma caminhada. Enquanto passeávamos ao redor da propriedade, vi alguns animais como coelhos e roedores. Vimos também algumas plantas, rios e lagos. Nós dois voltamos para a Mansão, e começamos a brincar um pouco com Duquesa. Ela era muito fofa e macia, e ficava abanando o rabinho freneticamente.

[...]

Após ter chegado na Liga, eu fui em direção ao meu dormitório, para procurar algumas coisas que tinha deixado lá. Eu estava entrando em meu dormitório, quando a Diana me chamou:

- Boa tarde, Beth. Posso falar sobre um assunto em particular com você?

- Boa tarde, Diana. Mas é claro que sim. Entre por favor. – Eu digo dando espaço para que ela entrasse. Fecho a porta e digo: - O que foi? Você parece um pouco nervosa.

- Eu preciso de ajuda. Eu preciso é da sua ajuda, na verdade. – Ela diz apreensiva.

- Acalme-se, Diana. Fale o que aconteceu para que eu entenda como posso lhe ajudar. – Digo enquanto faço um sinal para que ela se sente.

- Bom, é que o Superman, ou melhor dizendo o Clark, me convidou para ir a uma festa de gala com ele. Em um lugar chamado “Beluga”. – Ela me disse preocupada.

- E você aceitou? – Pergunto ansiosa.

- Sim, eu aceitei. – Ela me respondeu.

- Então qual é o problema nisso? Não vejo nada de terrível em você aceitar o convite dele. – Eu digo com dúvida.

- O problema, Beth, é que eu não conheço esse lugar, não sei que roupa usar e muito menos como devo me portar nesse tipo de festa. – Ela me diz fazendo com que eu caísse na risada.

- Ainda bem que você me procurou. – Eu respondo sorrindo para ela.

- Sério? – Ela pergunta.

- Sim. Conheço muito bem esse lugar e esse tipo de festa. Não precisa se preocupar. – Digo me levantando. – Se você quiser, mais tarde nós podemos dar uma volta e escolher umas roupas adequadas para esse tipo de ocasião.

- Você faria isso por mim? – Ela pergunta enquanto fica de pé e se aproxima me dando um caloroso abraço.

- Claro. É para isso que servem as melhores amigas. – Eu digo enquanto apanho meu celular que estava vibrando. – Com licença, Diana. Eu preciso atender essa ligação.

- Está bem. Até mais tarde então? – Ela pergunta se dirigindo a porta.

- Até mais. – Eu respondo acenando para ela.

Eu pego o meu celular, e vejo que era Bruce quem estava ligando. Eu atendo e digo após ter fechado a porta:

- Boa tarde, morceguinho.

- Boa tarde, Beth. – Ele me responde.

- Está tudo bem? Você está na Liga? – Eu pergunto.

- Sim, está tudo bem e eu estou na Liga sim. – Ele responde. – Eu te liguei para saber se você gostaria de ir no Beluga comigo. Hoje à noite vai ter uma festa de gala, em homenagem aos dono do estabelecimento. Você quer ir?

- Claro. Ainda bem que você me chamou para ir ao Beluga. – Eu respondo aliviada.

- Sério? – Ele pergunta não entendendo nada.

- Sim. É que a Diana pediu a minha ajuda, pois o Clark a convidou para ir nessa festa. – Eu respondo não escondendo nada de Bruce.

- O Clark também pediu a minha ajuda. – Ele responde me fazendo pensar um pouco. – Passo na sua casa as 8:00 horas e de lá vamos para a festa. Combinado?

- Combinado. Não recusaria seu convite por nenhum motivo do mundo. – Respondo me despedindo dele. Em seguida, olho o relógio, e vejo que são 15:21. Eu na verdade, só fui a Liga hoje para poder deixar os relatórios em dia, assim como o Bruce.

Não teria problema sair mais cedo, uma vez que não tinha nenhuma missão programada para mim. Tendo feito todas as atividades da faculdade, nada me impediria de participar dessa festa. Eu saio do meu dormitório, e vou atrás de Diana, para irmos às compras. Agora eu iria aproveitar para comprar umas roupas para mim também. Ela estava entrando em seu dormitório quando eu a chamei falando:

- Diana, vamos agora? É melhor irmos mais cedo, para podermos comprar nossas roupas e dar tempo de nos vestirmos até a hora da festa. Lembre-se que vamos precisar dar uma retocada nos cabelos, unhas e tudo o mais. Vamos arrasar na festa. O Bruce acabou de me convidar para ir com ele nessa festa.

- Que ótimo. Você indo na festa não me sentirei sozinha e nem deslocada por não conhecer ninguém. – Ela fala trancando a porta do seu dormitório e me acompanhando ao tele transporte.

- Pois é. Aquela ligação que recebi era do Bruce, aquele que vocês suspeitaram, e ele me convidou para o acompanhar. – Eu respondo sorrindo.

[...]

Depois de chegarmos na minha casa, que ela já conhecia assim como a minha irmã, nós fomos recebidas por Duquesa que estava sendo carregada por Luna:

– Oi mana e oi Di. O que as duas estão fazendo aqui?

– Olá Luna. Eu e a sua irmã viemos nos arrumar para uma festa de gala. Gostaria de nos acompanhar? – Pergunta Diana entrando, e falando com a Luna.

– Obrigada pelo convite Diana, mas eu já me comprometi em ir à casa de um colega para fazermos um trabalho em grupo hoje à noite. Ah, mana, posso levar a Duquesa comigo? Não quero deixa-la sozinha em casa. – Diz ela fazendo uma carinha que eu não tinha como resistir.

– Claro maninha. Mas toma bastante cuidado com ela. – Digo.

– Beth, eu não sabia que você tinha uma cachorrinha fofa como essa. – Diz a Diana se aproximando da Duquesa, e passando a mão por baixo de sua cabeça, e a acariciando.

– Eu ganhei ela do Bruce hoje pela manhã. – Esclareço para ela. – Vem comigo Diana, vamos nos preparar. Ligue para o Clark e combine dele te apanhar aqui as 8:00 horas ou diga que o encontra na festa, caso ele não possa vir. Nesse caso você poderá ir comigo e com o Bruce.

– Tchau maninha. Até amanhã e bom trabalho em grupo – Falo para a Luna enquanto nos retiramos em direção ao meu quarto.

– Obrigada mana. Tchau Diana. Tenham uma boa festa. – Ela nos diz encostando a porta.

Eu e Di subimos rapidamente. Estávamos com pressa e muito ansiosas para colocarmos nossas roupas novas.

– Di, eu vou tomar um banho e já volto. Pode ir vestindo as suas roupas, se quiser. Quando eu sair lhe ajudo com os detalhes. – Falo pegando uma toalha e me dirigindo ao banheiro.

Ela faz um aceno de positivo e eu vou para o banho. Depois de ter me banhado e ainda enrolada na toalha, volto para o quarto. Diana estava vestindo um lindo vestido vermelho que lhe caia muito bem. Ela estava maravilhosa!

– Beth, o vestido é muito bonito mesmo. Com certeza você tem muito bom gosto para roupa. – Ela fala sorrindo.

– Realmente o vestido é muito bonito e você vai arrasar nessa festa. – Eu falo sorrindo, e pegando a sacola com o vestido que eu tinha comprado para mim.

– Anda logo. Vista o seu que estou super curiosa para saber como vai ficar em você... – Ela fala olhando o vestido que tirei da sacola.

– Vou me vestir logo e vamos dar uma arrumada nos cabelos. – Falo enquanto desdobro o vestido com cuidado para não o amassar, pois a vendedora o tinha dobrado com o maior cuidado...

Me visto e pergunto para Diana que me olha espantada, mas com cara de satisfeita:

– Gostou? Como ficou em mim?

– Claro que gostei. Ele combina perfeitamente com você, Beth. Também, com esse corpinho que Deus lhe deu. – Ela me diz sorrindo indo em direção ao banheiro para retocar a maquiagem na frente do espelho.

– Di, se precisar de ajuda é só me chamar. – Eu digo olhando para ela.

– Entendido. – Ela me responde fechando a porta atrás de si.

Eu então pego a pulseira que o Bruce me deu, um kit de maquiagem, secador e mais algumas coisas para terminar de nos arrumarmos. Em seguida, eu olho para o banheiro, e vejo que Diana estava saindo belíssima naquele vestido vermelho e com a maquiagem combinando com a roupa. Ela estava deslumbrante.

– Di, você está linda. – Digo admirada.

– Obrigada, Beth. Você também está maravilhosa com seu vestido. O preto realça ainda mais a sua beleza, sua pele clara e seus cabelos louros. – Ela responde olhando para as coisas que estavam em cima da cama.

– Isso aqui são só algumas coisas para nós usarmos. – Eu respondo pegando o secador e começando a secar o meu cabelo. Ela se senta na cama, e fica esperando eu terminar. Quando dou por terminado o cabelo ela diz:

– Beth! Você está muito bonita! Sério! – Ela diz se levantando e vindo até mim.

– Obrigada, Di. Gentileza sua. – Eu respondo usando os meus poderes para pegar a pulseira.

– Ei, que pulseira é essa? Foi o Bruce Wayne que te deu? – Ela pergunta sorrindo e desconfiada. Todos da Liga já sabiam que eu tinha poderes, então para Diana não eram novidade ver como eu os usava.

– Sim, foi ele que me deu. Por? – Pergunto distraidamente, e colocando a pulseira em meu braço.

– Nada não. – Diz ela pensativa.

– Ah, Di. Você não me engana. Quando você fica pensativa assim, é porque você suspeita de algo. Vamos, o que foi? – Digo sabendo que ela iria me responder.

– Está bem, Senhora Sabe-Tudo. É que isso me deixou curiosa sobre o fato de você poder estar namorando o Bruce Wayne. – Ela me diz sorrindo.

– Di, eu estou namorando ele. Sem brincadeira nenhuma. Eu sou a mais nova namorada dele. – Eu digo rindo do mesmo jeito que Diana.

[...]

As 7:57 horas o Bruce encostou seu carro na frente da minha casa, do lado de dentro do portão. Nem 5 minutos depois o Clark chegava também. Uma característica deles era a pontualidade, com certeza!

Após chegarmos na festa, nós 4 entramos no amplo salão do Clube Beluga e fomos abordados por vários jornalistas de celebridades que faziam perguntas do tipo:

“Mulher Maravilha, você é amiga da Elizabeth Fran? É verdade que você já se relacionou com o Superman? Elizabeth, é verdade que você está namorando o Bruce Wayne? Vocês dois já tiveram um caso?”

Nós duas quase não conseguíamos abrir a boca, com o tanto de microfones enfiados em nossos rostos e a grande quantidade de pessoas que ficavam em cima de nós.

De repente, um par de mãos são estendidas até nós e uma voz forte perguntava:

– Será que vocês nos concedem essa dança?

– Claro que sim. – Nós duas respondemos ao mesmo tempo, enquanto segurávamos, cada uma, a mão que estava na nossa frente, sendo puxadas pelas mesmas em direção aos nossos parceiros “Super-heróis” que nos resgatavam daquela chuva de perguntas. Bruce Wayne e Clark Kent! Ou melhor dizendo: Batman e Superman.

– Sr. Wayne, Sr. Clark. É um prazer imenso vê-los aqui. – Eu digo com a minha formalidade de sempre.

– O prazer é todo nosso, Senhorita Elizabeth. – Responde o Bruce me imitando. – Vejo que trouxe uma amiga.

– Diana Prince, mas você deve me conhecer como Mulher Maravilha. Então você é o famoso Bruce Wayne que a minha amiga tanto fala. – Diz Diana apertando sua mão e pegando duas taças de Champagne e entregando uma para mim.

– Obrigada, Diana. – Eu digo sorrindo para ela.

– Quer dizer que a minha namorada fala muito de mim? Me sinto lisonjeado por saber disso. – Diz ele olhando para mim e rindo.

– Namorada? Isso ficaria bom para colocar no Planeta Diário. – Diz o Clark sorrindo após ter ficado bastante tempo sem falar. – A propósito, as duas estão ainda mais maravilhosas nesses trajes.

– Pelo menos alguém notou. – Digo pegando no pé de Bruce. – Vocês também não estão nada mal.

– Clark, quando eu quis dizer namorada, eu estava falando sério. Ah, e vocês duas estão esplêndidas. – Diz o Bruce me fazendo rir.

– Sério? Quer dizer então que os boatos não são mentira? Beth, eu te desejo boa sorte para lidar com esse play boy aí. Acredite, vai ser difícil. – Diz o Clark rindo e ajeitando o seus óculos.

– Eu? Play boy? Acho que você está me confundindo com outra pessoa. – Diz o Bruce quase que brincando.

– Será que dá para os dois rapazes pararem de agir igual criança? Pelo que eu saiba, vocês perguntaram se gostaríamos de dançar, e nós respondemos que sim. – Diz a Diana ao deixar nossos copos com um dos garçons que passava.

– Pois então, Beth vamos dançar! – Diz o Bruce estendendo a mão para mim.

– Claro! Foi para isso que viemos aqui. Quero me divertir! – Digo segurando a sua mão e começando a rodopiar com Bruce.

A festa foi linda, nos divertimos muito e fomos muito fotografados juntos. Certamente seríamos a manchete de todos os jornalecos e folhetins de Gothan no dia seguinte.

Isso não importa. Ninguém tinha nada que ver com nossas vidas. Éramos todos solteiros e desimpedidos e não havia nada que pudesse depor contra nossos relacionamentos.

[...]

Embora eu já esperasse, as manchetes dos folhetins vieram arrebentando:

“Elizabeth Fran é a nova conquista do play boy de Gothan, o milionário excêntrico Bruce Wayne. Clark Kent, Bruce Wayne e Elizabeth Fran são amigos pessoais da Mulher Maravilha. Mulher Maravilha aparece maravilhosa ao lado da elite de Gothan. Elizabeth Fran e Mulher Maravilha ofuscaram a noite da mulherada de Gothan em seus vestidos lindos. Um arraso.”

O pior é que a notícia menor e bem escondidinha em um canto da folha do meio do jornal, era uma das mais importantes:

“Benfeitores anônimos doam terreno para a construção de 100 casas para os sobreviventes do incêndio da semana passada e a construção já começou. Empresa responsável diz que já foi paga e o material das casas também. Tudo por meio de outra doação anônima.”

De qualquer forma fiquei feliz. Eu e Bruce tínhamos feito tudo para iniciar a construção das moradias daquelas 97 famílias menos afortunadas. Nosso advogado providenciou tudo mantendo nossos nomes em total segredo. Preferíamos assim. Não gostávamos de ver nossos nomes estampados em jornalecos.

Quando cheguei na Torre da Liga naquela manhã, percebi que todos os olhos do mundo estavam sobre mim.

Nossa! Era pesado demais o olhar da turma! Sei que vou ouvir muita gracinha de meus colegas, mas não tenho problema com isso. Quero ver a cara do meu morceguinho quando começarem a tirar onda da cara dele.

Sei como ele é, e vai logo falar: “Não gosto dessas brincadeiras” penso enquanto tento imitar a voz grave do Bruce. Acabo rindo sozinha enquanto caminho pelos corredores cheios de carinhas para fora das portas!

– Bom dia pessoal! – Falo em alto e bom tom no meio do corredor. – Conheçam a Batwoman, a namorada do Batman!

Escuto um burburinho de vozes as minhas costas e continuo andando alterosa e poderosa com todo o orgulho de quem é a Princesa de Gothan! Eu sabia que os maiores boatos chegariam aos ouvidos de todo mundo da Liga. Continuei caminhando no meu ritmo, até ser interrompida por Dinah e Shay:

– Bom dia, namorada do Batman!

– Bom dia! Vejo que todos agora já sabem do meu segredo, não é mesmo? – Pergunto sorridente.

– Você só pode estar brincando não é amiga? É lógico que todos já sabem sobre o seu namoro, sortuda! – Diz a Dinah me fazendo rir.

– Eu não sei porque eu sou sortuda, mas eu acho que vocês têm razão. Tive a sorte de conquistar o Príncipe de Gothan e o Batman ao mesmo tempo! Matei dois coelhos com uma só “bastãosada”. – Digo rindo alegremente.

– E além disso, você estava acompanhada do segundo casal mais comentado da festa. Não podiam ter me convidado não? – Pergunta a Shay sorrindo.

– Infelizmente não. Sabe como é, são os homens que decidem. – Digo sorrindo. – Se me derem licença, preciso falar com o MEU Batman. – Digo pronunciando as palavras de maneira mais pausada e marcante.

– Vai lá, Princesa de Gothan! Só toma cuidado para não conquistar os outros rapazes também! Deixa uma sobrinha para as suas amigas aqui! – Dizem elas com sarcasmo.

Continuando meu trajeto, acabo encontrando o Bruce conversando com a Diana e o Clark no refeitório, então chego chegando, toda empolgada e falo alegremente:

– Bom dia, populares!!! Vocês já leram os jornais de hoje?

– Bom dia, Senhorita namorada do Batman e Princesa de Gothan! E sim nós lemos o jornal. Quem diria que aquela festa de ontem teria essa repercussão toda, não é? – Perguntam Clark e Diana juntos, fazendo Bruce ficar meio sem jeito.

– Não gosto dessas brincadeiras! Aliás, vocês dois também estão sendo comentados aqui na Torre! – Diz Bruce tentando mudar o foco para os amigos e sair de cena.

– Bom dia? Pelo visto o meu namorado está irritado hoje. – Digo em tom provocador.

– Até tu Beth! Eu mereço mesmo! Por que logo hoje eu decidi vir mais cedo para a Liga? Lembrei. Porque hoje eu não tenho que ir para a faculdade. – Diz o Bruce começando a ficar menos irritado.

Nesse instante, chegam Bia e Flash, para se sentarem com a gente.

– E aí morcegão? Bethizinha? O morcegão não perde uma, não é morcegão? – Diz o Flash tirando sarro do Bruce.

– Flash! Me desculpem por ele. Meus parabéns para os quatro. – Diz a Fogo em tom conciliador.

– Ah é. O Azulão também não fica para trás, não é? – Continua o Flash brincalhão. – E ainda mais se for com essa amazona aí.

– É sim, Flash. Não perderia a oportunidade de ficar com a Mulher Maravilha, nem se eu tivesse que aturar a Lois de novo. –  Diz o Clark fazendo todos rirem.

– Princesa de Gothan, tem uma pessoa querendo falar com você pelo telefone. – Diz a Zatanna passando por nós.

– Ok, muito obrigada por me avisar, Zee. Com licença. –  Digo me levantando e indo para o telefone em que a pessoa estava chamando. E digo: – Alô, Batwoman falando.

[...]

 

 


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado e me desculpem pela demora. Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...