1. Spirit Fanfics >
  2. Bayt majnun >
  3. Elise

História Bayt majnun - Capítulo 6


Escrita por: Allu_pevertida

Notas do Autor


To de volta na bagaça, tem nada a declarar não bora pro capítulo. °^°

Capítulo 6 - Elise


Fanfic / Fanfiction Bayt majnun - Capítulo 6 - Elise

Autota


No dia seguinte quando Chuuya acordou não sabia direito onde estava então decidido levantar e abrir a porta olhou envolta mais não vio ninguém e ficou olhando para as escadas um tempo ate a decidir decer, deceu se segurando nas paredes por que ainda estava tonto por conta da noite anterior, quando chegou ao fim vio Dazai que estava arrumando sua mochila para ir para a escola e não demorou muito percebeu a presença de Chuuya.

- Então você finalmente acordo, achei que ia dormir a manhã inteira - disse com um sorriso no rosto.

- huum? - o ruivo não entendia o que acontecia ali, so se lembrava de ter saido pra a festa com o garoto e mais nada - que lugar e esse com cheguei aqui?? - perguntou ainda sonolento.

- Essa e minha casa, eu te trouxe pra cá depois de você fica bêbado na festa ontem ja que não tinha ninguém na sua casa e você não tava com as chaves, não se lembra??

- Me lembro vagamente - falo colocando a mão na cabeça - pera eu bebi ontem?

- Sim e não foi pouco - disse o moreno rindo da expressão confusa do ruivo. 

- huumm - isso explica a dor de  cabeça apenso ele.

- Bom eu tenho que ir para a escola se não vou me atrasar, se quiser pode fica aqui ou ir para casa não sei se e uma boa ideia você ir para a escola hoje ja que bebeu ate ontem - disse o moreno pegando a mochila e lembrando da noite anterior.

- Eu acho que vou para casa pegar minha coisas e depois vo para a escola.

- Bom tabem te vejo na escola então - disse o moreno indo em direção a porta. 


Quebra de tempo


Chuuya


Fui correndo para casa para pegar minhas coisa s chegar a tempo na escola, quando finalmente cheguei em casa lembrei das malditas chaves que estavam com Kouyou, então bati na porta pra ver se ela estava em casa e logo ela abriu a porta como se estivesse esperando minha chegada ja estava esperando a bronca dela mais assim que a porta se abriu por completo ela me abraçou chorando.

- Por que demorou tanto pra voltar? por que n me ligou estava preocupada.

- Desculpe Kouyou eu fiquei bêbado na festa de ontem e cabei dormindo na casa de um amigo, desculpe devia ter te ligado - nunca mais tinha visto Kuoyou assim des da morte de nosso pai.

- Tudo bem, que bom que esta bem - ela falou sorrindo e se afastando colocando as mãos em meu rosto e arrumando meus cabelos.

- Não vai briga comigo?

- Bom na verdade eu tava com o discurso pronto pra fazer assim que você chegasse mais agora eu esqueçi tudo - falou enquanto ria e arrumava meus cabelos - bem vamos entrar sua acra ta péssima - disse enquanto me puxava para dentro da casa - Vamos me conte o que aconteceu - falou enquanto fechava a porta.

- Pode ser depois e que eu tenho que ir para a escola agora - falei tentando fugir do assunto.

- Como assim escola, você vai fica aqui e me conta o que ouve eu estva preocupada e com você, você saiu ontem a noite so volta agora ja de manhã e ja quer sair de novo.

 Naquela hora eu não sabiá dizer se ela estava brava, triste ou uma mistura dos dois.

- E eu sei que te devo uma explicação e prometo explicar tudo depois por agora to com uma dor de cabeça lascada e não quero conversar agora - falei desviando o olhar para todos os lados menos para seus olhos acho que não consigo encarar ela, agora - sei que tenho que explicar isso para você mais depois - a expressão dela ficou mais triste.

- Tabem, mais assim que você voltar mais me explica o que aconteceu e cuidado no caminho.

- Tabem - Falei indo arrumar minhas coisas.


Quebra de tempo


Quando cheguei na escola todos ja tinham ido para as salas e fui correndo para minha sala também, quando cheguei la por incrível que pareç o professor estava atrasado e agradeci aos céus que não existem por isso então fui por meu lugar. Não demorou muito ate eu ver Dazai que foi até onde eu estava fala comigo.

- Oi, então você realmente veio, achei que não viria - falo ce centado na cadeira da frente.

- Eeh eu acho que ra melhro vir pra ca do que ter que explicar tudo q aconteceu para minha irmã - falei colocando o capuz para esconder o corte na minha cabeça.

- Boa sorte para explicar depois então - falou rindo, ele estava presteya dizer alguma coisa quando o professor entrou na sala interrompendo todo que estavam conversando para irem para seus lugares, e assim a aula começou.


Ate que a aula passou bem rápido o professor nos lembrou sobre o trabalho explicou a matéria nova e depois dispensou os alunos para o intervalo, não demorou muito ate Dazai vir fala comigo mais o que ele queria.


Dazai

 

Assim que o sinal do intervalo tocou e todos saíram da sala fui atrás do Chuuya queria perguntar o por que de ele fica tão trsite quando falei de seus pais na noite anterior. Assim que sai da sala eu vi ele então fui fala com ele.

- Olá Chuuya tudo bem?

- Oi eh sim.

- Posso te perguntar uma coisa meio pessoal?

- Pode.

- Por que você ficou meio     diferente quando falei dos seu pais na noite passada? - Ele parecia esperar qualquer tipo de pergunta menos essa deu para perceber que ele arregalou os olhos um pouco com o susto e tentou esconder o rosto olhando para o lado oposto.

- Nenhum motivo especial - deu oara perceber que ele estava mentindo mais acho que esse e ym assunto que ele não que fala agora ou oelo menos não comigo ja que não somos tão próximos.

- Sei que esta mentindo mais não vou insistir ja que não somos tão próximos, agente pode se encontrar hoje as 15:30 (3:30) na mesma biblioteca do outro dia para termina o trabalho o que você acha.

- Por min tudo bem 

- Tabem então eu vou indo agente ce ver a tarde agora tenho que ir procurar o Taniy tchau.


Quebra de tempo


Depois da aula Chuuya foi para casa pensando sobre o que o moreno avia dito mais logo seus pensamentos foram quebrados quando vio Kouyou centada na porta da casa olhando para o ruivo com uma cara de " você me deve uma explicação " .

-  A quanto tempo ta ai - Perguntou o ruivo rindo da irmã.

- Acho q meia hora por ai, bora entra e me conta essa história - falou se levantando e abrindo na porta e puxando o irmão para dentro que não parava de rir da irmã que ficou esperando ele na rua meia hora so por causa de uma história.


⁄(⁄ ⁄•⁄-⁄•⁄ ⁄)⁄⁄(⁄ ⁄•⁄-⁄•⁄ ⁄)⁄⁄(⁄ ⁄•⁄-⁄•⁄ ⁄)⁄


Notas Finais


Como eu sou eu esse capítulo acaba por aqui mil beijinhos ate o próximo ep adeusss (◍•ᴗ•◍).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...