História Be Mine - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Comedia, Drama, Romance
Visualizações 4
Palavras 541
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura!!!

Capítulo 1 - Fire Meet Gasoline


Fanfic / Fanfiction Be Mine - Capítulo 1 - Fire Meet Gasoline

 


Ainda irei a muitos lugares, isso é uma certeza. Ainda verei muitas coisas, encontrarei muitas pessoas, e é provável que passe tão pouco tempo ao lado delas que não irei conhecer nenhuma verdadeiramente. Eu costumava dizer isso a mim mesmo a cada vez que me preparava para uma nova mudança, e na maioria das vezes era exatamente o que acontecia.

 


    Eu estava acostumado a ter sentimentos comuns por pessoas comuns. Nenhum motivo pra estender um olhar mais do que o normal. Nenhum motivo pra olhar uma segunda vez. Eu acreditava que se conseguisse não nutrir determinados sentimentos tudo correria perfeitamente bem, mas algo aconteceu.

 


    Durante muito tempo eu quis saber o que havia feito pra ser o escolhido. Não sou muito diferente do resto do mundo, não tenho um corte de cabelo bizarro, não escrevo de trás pra frente, não ando plantando bananeira. Eu sou apenas eu, e até onde eu sabia isso não era grande coisa pra ninguém. E talvez não fosse mesmo, mas sempre estamos destinados a encontrar alguém pra nos tirar dessa zona de conforto a qual nos habituamos. Estar preparado pra distinguir esse alguém entre todo o resto é que é a parte complicada. Talvez a primeira vista ele seja apenas um idiota como cem mil outros, ou na pior das hipóteses um idiota ainda maior. Mas também pode não ser nada do que se espera.

 


    Não era lá uma posição muito agradável na hierarquia do colégio ser o saco de pancadas de alguém, menos ainda quando você não é exatamente o tipo de pessoa suscetível a ser menosprezado e ridicularizado. Aí, a probabilidade estatística do universo desandar é grande.

 


    - Sai da frente, panaca! - foi a primeira frase que ouvi de Viktor Müller na vida. Loiro, alto, de olhos verdes, e com grandes tendências a se tornar um psicopata neonazista num futuro próximo. Toda sua beleza era camuflada pela repulsa que causava nas pessoas ao abrir a boca para articular palavras. Acredite em mim, mau-hálito ou problemas nas glândulas salivais seriam mais facilmente compreendidos.


    - Idiota - falei apanhando meus materiais recém atirados ao chão. Pode não parecer de grande inteligência, mas aprendi que nem sempre é necessário sair por ai despejando um vasto vocabulário sobre a humanidade. E foi o suficiente pra ele.


    - O que você disse? - perguntou vindo em minha direção.


    - É uma pergunta retórica?


    - Quem é você?


    - Já desisti de descobrir. Mas se quiser saber o meu nome, é Gabriel.


    - Muito bem, Gabriel só tem uma coisa que você precisa saber...


    - Você vai me contar ou espera que eu adivinhe?


    - Fique fora do meu caminho, e tudo vai ficar bem.


    - Tá legal. E por onde costuma andar? Só pra eu saber - ele riu, achei bom saber que havia alguém em toda a História da Humanidade que entendia meu senso de humor. Num universo paralelo onde todas as coisas são formidáveis nós poderíamos até ser amigos.

 


    Olhei para trás enquanto ele se afastava pelo corredor, ainda tentando entender o que tinha acontecido. De repente eu tinha entrado num filme onde os clichês tinham tudo para funcionar, mas de alguma forma falhavam. Ele olhou em minha direção uma última vez e sumiu de vista.
 

 


Notas Finais


Espero que gostem.
É um grande passo pra mim escrever novamente, pois é algo que amo, mas acabei deixando de lado um tempo.
Mil beijocas...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...