História Be My King! - Fanfic Taekook - ABO - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Park Bo-gum
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Bo-gum, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé
Tags Abo, Namjin, Taekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 204
Palavras 2.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal!
Tudo bom?
Espero que sim.
Trouxe mais um capítulo pra vocês.
Espero que gostem!
Boa leituraaaa!!!
❤❤❤❤

Capítulo 2 - Capítulo 2 - Eu esperei tanto por você!


Fanfic / Fanfiction Be My King! - Fanfic Taekook - ABO - Capítulo 2 - Capítulo 2 - Eu esperei tanto por você!

Anteriormente 


Eu estava saindo do banho quando escutei várias batidas na porta. Achando que era um dos meus irmãos, abri a porta só fiquei surpreso ao ver Jungkook.


Kookie: E-eu... Vim avisar... Do jantar... –Vi seu olhar sobre mim o que me deixou tenso–


Agora


Comecei a sentir sua presença o que começou a me incomodar e o seu cheiro ficou mais forte, porém me senti atraído por tal aroma. Olhei para seus olhos e eles não tinham mais a cor negra de antes. Seus olhos se tornaram vermelhos. 


Pensamento on


O que está acontecendo?


Off


Jungkook se aproximou e seu rosto se encaixou na curvatura de meu pescoço o que me fez arrepiar. Suas mãos seguraram a minha cintura me puxando para mais perto enquanto eu não conseguia controlar meus movimentos. 


Kookie: Tão doce! Eu esperei tanto por você! –Escutei o sussurro rouco de Jungkook em meu ouvido–


Eu sabia que não era totalmente ele naquele momento. Seu lobo mostrava sua presença o que estava me fazendo derreter gradualmente. Para não cair ali mesmo me apoiei no Jeon. Senti seus lábios tocarem o meu pescoço deixando lá um beijo. Rapidamente ele se afastou e foi embora em passos largos e rápidos. Eu tentava raciocinar os acontecidos ali e reorganizar minha mente. 


Pensamento on


Como? Não é possível. Eu nunca deixei um alfa chegar tão perto de mim. Toda vez que um alfa tentava chegar muito perto eu rosnava em resposta. Bogum já tentou fazer isso e meu lobo rosnou. Então, por que o Jungkook conseguiu? Como? E como assim ele esperou por mim?


Off


Terminei de vestir minha roupa e desci para sala de jantar. Quando cheguei lá, vi que apenas faltava eu. Sentei-me ao lado de Nam que me cutucou. 


Nam: Tudo bem? –Perguntou em um sussurro–


Tae: Sim. Por quê? –Perguntei no mesmo tom–


Nam: Você está pálido! Parece que viu um fantasma. –Falou em outro sussurro–


Pensamento on


Eu não vi um fantasma. Eu vi um alfa colar em mim e cheirar meu pescoço. Os fantasmas não tem nada a ver com isso. 


Off


Tae: Está tudo bem! –Sussurrei e sorri–


O jantar foi tenso, pelo menos, pra mim e Jungkook que não falamos uma palavra e apenas observarvamos os outros conversando. Ao terminar de comer, pedi licença e voltei para o meu quarto. Tirei minhas roupas e fiquei só de box. Me joguei na cama e tentei dormir, mas a única coisa que vinha em minha mente era aquela cena. 


◇~Pov's Jungkook~◇


Deitei-me na cama e comecei a pensar sobre o que aconteceu mais cedo. 


Pensamento on


Por que eu fiz aquilo? Porra, qual é o problema do meu lobo? Nunca deixou eu me relacionar com um ômega, então o rei de Moonlight aparece e ele simplesmente se joga pra cima dele? Você rejeitou todos os ômegas que tentaram se aproximar e tentou machucá-los. Por sua culpa eu sofri em todos os cios. Por que você está se jogando pra cima do Taehyung? Ele estava apenas... sem camisa... É o ômega com o corpo mais belo que eu já vi... E como assim você o esperou? Conhecemos ele hoje. H-O-J-E! Eu preciso falar com o Jin.


Off


Vesti uma roupa e fui até o quarto do meu irmão. Bati na porta e escutei um "Já vai". Ao abrir a porta vi que o mesmo estava com uma cara e sono. 


Jin: O que é?


Kookie: Preciso falar com você!


Jin: Entra!


Entrei no quarto de meu irmão e sentei na beira da cama. Ele se sentou em uma cadeira próxima à cama e me olhou. 


Jin: Diga!


Kookie: Jin, hoje aconteceu algo que não deveria acontecer, porém, não tinha como eu controlar.


Jin: Tem a ver com o Taehyung, não é?


Kookie: Como você sabe?


Jin: Eu vi a tensão entre vocês no jantar. Todo mundo viu.


Kookie: Eu fui avisar a ele que o jantar estava pronto. Eu bati na porta e quando abriu ele estava sem camisa.


Jin: Eita! O corpo dele é bonito? –Perguntou o meu irmão se inclinando para frente e cruzando as pernas totalmente interessado no assunto–


Kookie: É sim. Muito bonito... Enfim, eu não sei o que qconteceu. Você sabe que meu lobo parece não gostar de ômegas porque toda vez que um chega perto ele tenta machucá-los. Meu lobo deixa apenas você e o Jimin chegarem perto, porque são meus irmãos. Quando eu vi o Taehyung. Quando eu senti o cheiro dele, eu não tive mais controle do meu lobo... 


Jin: Ele tentou agredir o Taehyung? –Perguntou meu irmão com a voz alterada arregalando os olhos–


Kookie: Não. Ele... Ele procurou mais contato. O cheiro do Taehyung me deixou encantado. Meu lobo cheirou e ainda o beijou no pescoço. Quando voltei a mim apenas saí de lá quase correndo.


Jin: E como o Kim reagiu? 


Kookie: Ele não fez nada. Ele me deixou tocá-lo e, por um momento, senti como se ele tivesse aceitado a carícia. 


Parei para voltar aquele momento. 


Kookie: O lobo dele aceitou.


Senti uma alegria tomar conta de meu corpo no mesmo momento. Eu estava feliz só não sabia o porque de estar tão alegre com aquilo.


Jin: Jungkook, está se interessando por Taehyung? 


Kookie: O-o quê? C-claro que não. 


Jin: Ata. E eu sou uma fada. 


Kookie: Cala a boca, Jin! Eu não estou interessado nele.


Pensamento on


Ou estou? 


Off


O Jin ficou quieto por um momento e depois se levantou rapidamente. 


Kookie: O que foi, Jin?


Jin: Eu preciso pensar em uma coisa. Poderia me deixar sozinho?


Kookie: Claro!


Saí do quarto de Jin e voltei para o meu onde fiquei pensando no acontecido até finalmente adormecer.


[...]


No dia seguinte 


Acordei cansado por ter ido dormir tarde noite passada. Levantei e fui diretamente para o banheiro tomar um banho. Estava disposto a pedir desculpas a Tae pelo acontecido da noite anterior. Depois de me vestir fui até o quarto do Tae. Bati na porta esperando resposta. Quando ele abriu a porta vi que entrou em seu modo de defesa.


Kookie: Calma! Eu só vim conversar. Poderíamos ir até o jardim? 


O mesmo assentiu e fomos até o jardim. Sentamos em um banco que dava vista para uma roseira e ficamos alguns minutos calados. 


Tae: Então, sobre o que quer conversar?


Kookie: Eu queria pedir desculpas por ontem! Meu lobo agiu sem o meu consentimento. Eu não achei que ele fosse fazer aquilo. 


Tae: Tudo bem. Eu sou um ômega. Isso acontece.


Kookie: O problema não é esse. Não sei o que deu no meu lobo pra fazer aquilo. Ele nunca fez isso. Eu nunca passei o cio com alguém, sabe? O meu lobo nunca deixou. Toda vez que um ômega se oferecia ele tentava mahucá-lo. Estava com medo de fazer algo errado na sua visita. 


Tae: Por quê? –Ele me olhou com a sobrancelha erguida–


Kookie: Tirando meus irmãos, nunca fiquei perto de um ômega. Ao ver um se aproximar o meu lobo rosnava pra ele. E, ele não fez nada com você. Estava controlado. Até se jogar pra cima de você ontem a noite. 


Tae: Você não é o único confuso. Antes, eu tinha um noivo. E eu nunca havia entrado no cio. Então, no meu primeiro cio ele se dispôs a me ajudar. Fiquei feliz com a notícia. Até que, chegou o dia. Quando ele entrou no quarto eu estava encolhido na cama. Estava com muita dor. Ao se aproximar eu fui pra cima dele o mandando embora. Ele ainda disse que tinha vindo me ajudar a aliviar a dor, então o meu lobo disse que preferia chorar de dor ao invés de ir pra cama com ele. Eu não entendi. Meu lobo sempre foi tranquilo em relação a ele, mesmo que não gostasse dele nunca o impediu de fazer nada. 


Kookie: Ele casou com você?


Vi o ômega se encolher e olhar para baixo.


Tae: Não. Eu o vi me traindo três dias antes do casamento. 


Escutei seu choro e senti meu lobo ficar agitado. Eu senti raiva. Ódio. 


Pensamento on


Que tipo de idiota magoaria, Taehyung?


Off


Passei a mão nos cabelos do mais novo e em uma ação inesperada ele me abraçou apertado. O acolhi em meus braços e senti meu lobo se acalmar com a tal ação. Continuei fazendo carinho em seu cabelo até ver o ômega se acalmar.


Tae: Me desculpe! Ainda dói falar disso. –Ele disse ao me soltar e começou a enxugar as lágrimas que insistiam em descer–


Peguei um lenço de meu bolso e segurei o seu rosto delicadamente, enxuguei as lágrimas do mais novo que prestava atenção em meus movimentos. Eu estava começando a ter uma necessidade. Eu quero... Protegê-lo. 


Pensamento on


Qual é o meu problema? Eu o conheci ontem. Por que isso? 


Off


Fiz carinho em seu cabelo e vi um sorriso aparecer no seu rosto. Era tão... lindo. Ao perceber que eu observava seu sorriso ele o desmanchou. 


Kookie: Deveria sorrir mais. 


Tae: Meu sorriso não é normal. 


Kookie: Você tem razão. Não é normal. 


Tae: Sei que é estranho. 


Kookie: Não. Ele é incomum e... lindo. Te deixa fofo. Na verdade, te deixa mais fofo. Porque fofo você já é. 


Vi o ômega corar e desviar o olhar. 


Tae: O-obrigado!


Pensamento on


O que que eu tô dizendo? Que tipo de efeito esse garoto tem sobre mim? 


Off


Tae: Eu queria te fazer uma pergunta. Eu posso? 


Kookie: Claro. 


Tae: Você não acha estranho a nossa aproximação repentina?


Kookie: Acho, porém não acho ruim. Gostei de saber que confia em mim a ponto de contar suas histórias de vida. Por que se tornou rei tão cedo?


Tae: Meus pais morreram em um ataque ao reino. Os rebeldes invadiram e eles morreram tentando nos salvar. Conseguimos fugir graças à eles. Meu appa queria que eu me tornasse rei. Ele disse que me queria no comando. –O ômega voltou a chorar e eu comecei a me sentir mal por estar fazendo ele relembrar seu passado doloroso–


Kookie: Tae, não precisa contar se dói tanto. 


Tae: Eu quero. Eu confio em você e não consigo mais esconder essa dor. –Disse ele enxugando as lágrimas–


Kookie: Estarei aqui, escutando. E, se possível, ajudarei você. 


Tae: Meus irmãos quiseram realizar o último pedido que ele fez em vida. Então, aqui estou eu. Rei. O único rei ômega. 


Kookie: Seus pais estão cuidando de você. Acredite!


Tae: Bom, e você? Por que se tornou rei tão cedo? 


Kookie: Tae, meu appa também morreu na guerra e minha mãe tem câncer, então eu precisava assumir o trono, já que era o mais velho e o alfa. –Dei um sorriso triste e fui surpreendido com um abraço do ômega–


Pensamento on


Como alguém teve coragem de mahucá-lo? 


Off


Tae: Eu sinto muito, Guk! 


Kookie: Guk? –Perguntei confuso e o mesmo se afastou rápido–


Tae: Desculpa! 


Kookie: Não, não. Eu gostei, Taetae! 


O mesmo sorriu e eu acabei por sorrir também. 


Kookie: Tae! 


Tae: Hm?


Kookie: Eu poderia fazer o que eu fiz ontem?


Tae: Chei-cheirar o meu pescoço? 


Vi o ômega corar e abaixar a cabeça. 


Kookie: É-é que... Eu queria ter certeza de que reconheço seu cheiro. Pra saber quando você está por perto.


Tae: Tá-Tá bom! E-eu poderia... Fazer isso também? 


Kookie: Claro! Posso? –Perguntei me aproximando—


Ele assentiu e sem demora encaixei meu rosto na curvatura de seu pescoço sentindo o aroma adocicado do ômega. Era bom. Muito bom. Eu já sabia como era o cheiro dele. Eu reconheceria em qualquer lugar. Era inconfundível, porém eu precisava fazer isso de novo. Senti meu lobo se agitar com a aproximação. Percebi que ele gostava do cheiro de Taehyung.


Pensamento on 


Quer merda! Você só pode tá querendo entrar no cio antes do tempo. 


Off


♤~Pov's Taehyung~♤


Após alguns segundos, Jungkook se separou de mim e eu pude perceber que seus olhos estavam meio avermelhados, mas dessa vez não senti a sua presença. Talvez faça parte do reconhecimento. 


Tae: Então, eu posso?


Ele assentiu com um sorriso no rosto. Foi a minha vez de cheirá-lo. Quando cheguei perto o suficiente e senti o cheiro amadeirado do alfa, senti meu lobo começar a ficar inquieto. Eu queria mais. Deixei um rosnado escapar fazendo meu lobo ficar presente. 


Kookie: Tae, está tudo bem? 





Continua???...

Notas Finais


Por que será que o Tae rosnou?
E o que ele responderá a Jungkook?
Quem responderia o Tae ou seu lobo?
Espero que tenham gostado!
Bjus!!!
Até a próxima!
Fuuiii!!
❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...