1. Spirit Fanfics >
  2. Be yourself >
  3. Preciso dar uma geral

História Be yourself - Capítulo 4


Escrita por: e IzzyPollini


Notas do Autor


Boa tarde meninas!
Lá vai mais um capitulo que na moral... Ta bom demais Kkkkkk

Capítulo 4 - Preciso dar uma geral


Fanfic / Fanfiction Be yourself - Capítulo 4 - Preciso dar uma geral

-Ok, chega… - Disse Cornell entrando pela sala jogando as sacolas em cima do sofá - Estou cansado e essa camisa está me matando, e tudo que eu quero agora é tomar um banho.

Eddie veio logo atrás, e fechou a porta, virando de costas para Chris.

-Tá, mas antes precisamos discutir sobre… - Eddie parou a fala quando viu Chris ameaçando a tirar a camisa - Não cara! Está maluco?!

-O que foi?! - perguntou Chris já de sutiã de frente para seu amigo.

-Você tirou a camisa na minha frente!

-Ah… Claro! - Franziu a testa - Qual é o pro… - Chris arregalou os olhos ao se tocar de que agora tinha seios - Desculpa.

Rapidamente, Chris colocou a camisa deixando um Eddie constrangido.

-E então? O que você ia falar mesmo? - Chris perguntou curioso.

-Ah, sim… Precisamos discutir sobre o que falamos lá na loja sobre a maldição, e precisamos ver agora qual será seu nome feminino até pelo menos revertermos essa situação.

Chris se jogou no sofá olhando para o melhor amigo de uma forma mais relaxada possível.

-Não estou com pique de falar sobre isso... 

-Precisamos Chris. A Violet pode ter sido a causa da sua transformação, e as coisas não podem ficar assim. Você tem show nesse fim de semana e… Imagina subir no palco desse jeito?

-Desse jeito como?! Sendo uma mulher?!

-E quer que o publico fique contente em saber que não é mais o Chris Cornell nos vocais? Me desculpa Chris, não estou sendo machista mas é que o publico está esperando o Chris Cornell homem, entendeu?

-Não precisa explicar Eddie, eu já entendi! - Suspirou pensativo - Mas tenha calma… Creio eu que amanhã tudo vai ficar normal e eu vou voltar a ser o Chris Cornell, ok? E se isso não acontecer, eu vou atrás da Violet nem que seja no inferno, e ela vai ter que desfazer esse feitiço.

-Até lá, como eu posso te chamar? De Kristen?

-O que?! - Chris riu cinico - Kristen?! Está falando sério?!

-È um nome legal.

-È um nome bosta!

-Vai ser mais facil de te chamar de Chris sem ninguem achar estranho não acha?

-Mas eu não quero me chamar de Kristen!

-Então quer se chamar como?

-Sei lá… Madalena?

-Ahn?! - Eddie riu - Que nome de prostituta!

-Só porque lembra a Maria Madalena? Ah não Eddie, agora sim você está sendo o machista da historia!

-Eu não estou sendo machista! Mas olha que estranho: Madalena Cornell. Cara, isso é muito travesti!

-Tá, ok! Então qual nome sugere?

-Kristen Cornell. Vai ser bom na hora de dizer que você é uma prima distante dele. O que acha?

-Cismou com esse nome hein?! Quem é Kristen?! Uma de suas namoradinhas?!

-Mas já está com ciúmes?

-Meu pau que está com ciúmes dessa bundinha gorda!

-Que pau?

-O me... - Chris parou a frase na metade e suspirou desapontado - Deixa quieto…

Eddie soltou uma risada enquanto dava passos em direção a cozinha.

-Ok Kristen, irei fazer algo pra comer agora. Prefere lasanha ou hambúrguer caseiro?

-Bom… Já que minha opção de comer sua bunda não existe mais no meu cardápio, então eu quero lasanha mesmo.

-Fico feliz por ser poupado essa noite, camarada. Irei fazer uma lasanha de presunto dahora.

-Tudo bem! Eu vou no banheiro tomar meu banho e praticar a arte de mijar sentado. Se o Matt ligar, você atende e fala que eu tive uma emergência pra resolver em São Francisco e só voltarei antes do show.

-Tudo bem.

Chris então se levantou do sofá e seguiu em passos largos em direção do banheiro e fechou a porta encarando o vaso sanitário. Observou a tampa branca colocando sua mão direita no queixo e se perguntou naquele instante se ela estava limpa ou não. Soltou um suspiro observando o objeto por alguns longos segundos tentando tomar coragem, e logo se viu levando sua mão até a testa em um olhar indignado.

-Eu não acredito que vou ser obrigado a fazer isso… 

Chris com muita coragem, abaixou a calça, e se sentou no vaso sanitário lentamente sentindo o gelado da tampa em volta de seu bumbum, e logo soltou um gemido acompanhado de uma leve risadinha.

-Isso é muito estranho… - Murmurava enquanto mijava.

Foi então despejando o líquido ouvindo o som da urina despejando no vaso até que não se ouvia nada, e logo sentiu o alívio em sua bexiga, o fazendo soltar o ar.

-Graças a Deus… - Suspirou pegando o papel higiênico.

Se lembrou de quando via as garotas mijando logo após do sexo, e de como Violet fazia assim que terminava seu serviço, e logo tentou seguir o exemplo, juntando um monte de papel na mão, e passando na parte de baixo, quando franziu a testa ao sentir algo fofo entre elas. Olhou para baixo e observou então sua coleguinha, que se encontrava então toda perdida em meio de tantos pelos.

Chris soltou um suspiro e fez uma careta enquanto jogava o papel no lixo. Ele nunca foi fã de pelos, tanto nele quanto nas garotas com quem dormia, e ver aquilo o estava lhe incomodando.

-Preciso dar uma geral…

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...