História Beast. - Capítulo 5



Notas do Autor


AMO HOPEKOOK, É ISTO!.



Boa leitura (◍•ᴗ•◍)❤
Nos vemos lá embaixo.

Capítulo 5 - O lago.


Hoseok corria entre as árvores, poderia se arrepende depois ? Talvez. Nem sabera que sentia em questão ao mais velho, nem tinha sequer certeza que o outro gostava de si, na mesma intensidade. Hoseok atravessou o rio para chegar ao outro lado, é correu até o vilarejo em que o mais alto morava.

Quando chegou a frente da casa de Jungkook e bateu sua destra contra a madeira da porta do mais velho enquanto chamava-o. Mas nada de obter resposta vindo de trás da porta. Hoseok parou com as batidas e ficou um tempo olhando para ela enquanto pensara.

O único lugar que o outro poderia está era o lago, cogitou Hoseok. Este que voltou a correr em direção ao local onde ficava o lago. 

Hoseok parou de caminho e olhou para o lago cristalino e viu o mais velho dentro dele. E o mesmo estava banhando no lago. Hoseok não sabia o que estava pensamento ou fazendo naquele momento, mas queria deixar a emoção tomar conta de si. 

Então tirou sua veste e se encolheu quando o vento bateu contra seu corpo nu, caminhou em direção ao lado onde o outro se encontrara de costas para si.

Jungkook estava tão pensativo que só fora notar a presença alheia quando Hoseok ficou  seu lado. Ele olhou com os olhos um pouco crescidos quando notou que Hoseok estava nu ao seu lado, mesmo que ele não poder-se ver a parte baixo, por contar que estara de noite. Mas não deixou de ficar surpreso com ele, ali. 

— O qu-

— Por favor, não diga nada — Hoseok interrompeu-lhe. 

E o outro não ditou mais nada, ficaram assim até que o silêncio fora quebrado por Hoseok, este que estava olhando para frente. 

— Sabe... — começou a dita, atraindo atenção alheia. — Você não presta, sabia ? — tomou coragem para olhar o mais velho que olhou e franziu para si.

— Você só veio aqui para dizer que eu não presto ? — levantou a sombrancelha enquanto tinha um sorriso brincalhão nos lábios. 

— Sim, mas o que quero dizer... — respirou fundo. Hoseok queria ser direto, não era fã de enrolacão. — Eu gosto de você, idiota — fitou o outro e seus batimentos só aumentaram a cada passara de segundos.

Jungkook por um momento não saberá o que ditar, olhou para os íris de Hoseok. O mesmo estava com o rosto avermelhado, visto que estara morrendo de vergonha. 

Hoseok estava começando a se arrepende do que disse, pois o  outro estava demorado demais para lhe responder. Caso se o outro não quisesse aceitar seus sentimentos que seja direto, não necessitava daquela demora toda. 

Quando Hoseok ia retorna a ditar, seus olhos se arregalaram quando Jungkook tomou seus lábios em um beijo calmo. Hoseok não estava acertando em tal ato do mais velho. Embora não quisesse de fato saberá disto, então fechou os olhos enquanto aproveitava os lábios macios do mais alto aos seus.

Hoseok roedor seus braços no pescoço do outro, este que estava com suas mãos sobre a cintura fina do menor. Jungkook abriu a boca deixando que a língua alheia adentrasse sua boca quando pediu passagem. 

A língua de Hoseok explorava cada canto da boca do mais velho, este que não estava para trás. Também explorava e chupava a língua alheia. Contudo seus pulmões clamaram por ar, fazendo com quê ambos se afastassem.

Hoseok encostou sua cabeça no peito alheio enquanto Jungkook ainda tinham suas mãos sobre a cintura do menor.

— Você demorou para dizer isto — sorriu e atraiu atenção de Hoseok, este que olhou com a boca entreaberta. 

— Estava tão na cara, assim ?. — perguntou-lhe sem acreditar que estava tão óbvio.

— Claro, mas  não te culpo. Ninguém resistir ao Jungkook, aqui — se gabou. 

—  Você e muito convencido — rolou os olhos com a fala do maior, mas logo riu quando o outro fez o mesmo ato.

— Bom... — Jungkook fitou o rosto alheio que rapidamente ficou corado — Vamos ao que interessa — apertou a cintura do outro que quase gemeu com a pegada.

É outra vez, Jungkook tomou os lábios doce de Hoseok naquela madrugada. 


[...]


Jungkook finalizou o beijo com uma chupada no lábio inferior de Hoseok e saiu de cima do outro, ficando ao lado. Ambos tinha saindo de dentro do lago, visto que estava ficando cada vez mais frio e ninguém queria ficar doente por conta disto.

O peito de Hoseok descia e subia enquanto tinha sua respiração ofegante. Jungkook não estava deferente do outro, o mais velho puxou Hoseok para seus braços que colocou sua cabeça sobre o peitoral cheios de tatuagens espalhadas pelo seus corpo. 

— Jungkook ? — a voz doce de Hoseok tirou o outro dos seus pensamentos — Por que você me pediu em casamento e depois foi embora ? — ditou enquanto desenhava com a ponta do dígito por cima da barriga dividida do maior, este que soltou um suspirou.

— Me desculpa, mas eu não queria que ele me visse — começou a fazer carinho nos fios de Hoseok enquanto este colocou seu queixo e fitou melhor o outro.

— Quem ? Pêra, o Park ?.

— Então, e esse o nome dele... — ditou mais para si, do pra Hoseok que franziu o cenho. — Me desculpe, sim ? Eu não queria lhe deixar sozinho — ditou, após sair dos seus devaneios e beijo a testa alheia. 

— Tudo bem, ele me acompanhou de qualquer forma — deu de ombros e deitou sua cabeça no peitoral do outro. 

Hoseok teve uma leve impressão que escutou um rosnando vindo do outro, mas acabou dando de ombro. Talvez seja sua imaginação, cogitou para si.

— E sobre o pedido... — engoliu em seco. Era difícil para si, contara isto. Visto que a única pessoa que saberá era Namjoon e Seokjin. — Você me lembrou alguém.

— Lembrei ? — olhou novamente para o maior que fez sim com a cabeça. 

— Sim. — suspirou — E muito difícil de falar sobre isso, me desculpe.

— Tudo bem, quando você quiser falar sobre isso. Estarei aqui para ouvir-lo — selou a bochecha alheia.

— Obrigado — sorriu, mostrando os seus dentinhos de coelho. — Então que dizer que você gosta de mim ? — sorriu malicioso enquanto via o rosto de Hoseok ficar corado e escondeu seu rosto avermelhado no pescoço do maior que sorriu de tamanha fofura. 

— Cala a boca — murmurou abafado.

— Não precisa ficar assim — abraçou-lhe com mais força — Eu também gosto de você, Hoseok — sussurrou rouco no ouvido alheio, fazendo com que o corpo de Hoseok se arrepiasse por completo.

Dito estas palavras Hoseok sentiu que seu rosto ia explodir de tanta vergonha. É seu coração ? Por incrível que pareça ainda batia, nunca que passou pela sua cabecinha que o outro ia lhe corresponder-lo. Taehyung ia amar saber disto, embora não conversasse muito nesses meses que conhecera Jungkook.

Mas não deixou de ficar feliz em saber que o outro gostava de si. 


[...]


Hoseok saiu da floresta quando viu o sol nascer ao lado de Jungkook, não deixou de sorriu quando se lembrou que ficaram a madrugada toda se beijando. O menor só faltava pular de tamanha felicidade é alívio, pois pensou que ia levar um fora. Pensado que o mais velho o visse apenas como um amigo.

O Jung tocou seus lábios enquanto lembrasse dos lábios macios do mais velho aos seus, sorriu bobo enquanto andava pelo vilarejo. Vendo as pessoas saindo de casa para seus devidos trabalhos. 

Ele caminhou até sua casa, Hoseok não  importasse se ficaria casando para ajudar sua vó, visto que não dormiu nada. Mas se fosse para ficar ao lado do mais velho, ele ficaria várias noites sem dormir. Hoseok não estava acreditando que de fato estava tendo um sentimento pelo outro. 

Ele balançou sua cabeça e respirou fundo antes de abrir a porta da sua casa. Contudo quando ia fazer tal ato, teve sua mão segurada e sentiu uma respiração contra seu pescoço o fazendo arrepiar. 

— Precisamos conversar, Hoseok.

— Park Jimin ?.


Notas Finais


Sorry, pelos erros!.
;-; gosto quando rola putariaaa, é isto!.
Espero q tenham gostadooo!

Bem, é isto.
Lᵒᵛᵉᵧₒᵤ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...