1. Spirit Fanfics >
  2. Beastars - Destinados >
  3. Celebridade em Cherryton - Parte 2

História Beastars - Destinados - Capítulo 2


Escrita por: Yourmine0110

Notas do Autor


Bom diaaa, boa tardeee e noiteee!! ❤️
Espero que todos estejam bem, desejo um dia maravilhoso pra vocês, anjinhos!! :3
Peço desculpas pelos erros e se o cap ficou meio chatinho 😅 mas a promessa ainda está de pé: "os próximos ficarem m++ interessantes" =3

Ótima leitura a todos! ❤️

Capítulo 2 - Celebridade em Cherryton - Parte 2


Fanfic / Fanfiction Beastars - Destinados - Capítulo 2 - Celebridade em Cherryton - Parte 2

Meus olhos ainda estão fechados, até vir um incômodo. A luz do Sol está bem em minha face, nem virar para o outro lado me ajudaria a dormir de novo, pois o quarto está totalmente iluminado.

Olhei para o teto, o branco parecia um amarelo claro devido ao Sol, eu juro que não quero levantar da cama...

Coloco meu braço ao redor dos olhos, e ouço alguém batendo na porta, em seguida entrando. - Maika, você sabe que não pode dormir até mais tarde. -  Hana, uma coruja das Neves, é minha coreógrafa, junto com Ken, uma coruja-orelhuda.

- Ainda são 08:00 horas... - Coloquei o travesseiro na cara. - Não vai querer levar um sermão do Mike em plena manhã haha - O pior é que ela tem razão. - Muito bem, vou levantar. - Hana fechou a porta e preciso de oragem para levantar.

Queria que a noite durasse para sempre, dormir é tão bom. Fui para o banheiro, pra me livrar dessa preguiça.

***

Depois de tomar um banho e comer algo, sai do quarto e fui ver Hikari. Chegando em seu quarto, dava para sentir um cheiro muito bom de produtos de limpeza. Bati na porta e ouço alguns passos quase escorregando. - Ai meu Deus! Amiga, está uma bagunça aqui. - Hikari está aparecendo uma faxineira, com seu avental e chapéu.

- Resolveu fazer uma faxina hoje?

- Sim, e acho que estou me arrependendo, não sabia que tinha tanta coisa para arrumar. - Realmente, seu quarto está uma zona, as roupas do armário espalhadas pela cama. Algumas cômodas fora do lugar.

- Hahaha coitadinho, quer que eu te ajude?

- Ah, não não, obrigado haha - Acho que ele queria ajuda mas está com vergonha de aceitar. - Vamos, eu te ajudo. - Hikari me impediu de entrar. - Sério, querida, você já fez tanta coisa pra mim. Não quero te dar esse trabalho também. - Suas bochechas ficaram vermelhas, ele ficou tão fofo.

- Muito bem haha quando terminar vamos dar uma volta? - Hikari ficou muito animado. - Claro, claro! Mas espera... Você não tinha que falar com o Mike?

- Ah é, eu tinha... Você sabe onde ele está? - Fiz uma cara pensativa. - Provavelmente, está no quarto dele. Até me pediu pra te acordar mas acabei inventando de arrumar o quarto e esqueci, desculpe.

Hikari fez um bico, indicando está um pouco triste. - Não tem problema, querido. Você sabe o porque ele queria falar comigo?

Ele ficou pensativo por alguns instantes. - Ele disse que era algo importante. - Acho que já sei do que se trata. Agradeço pelo tempo que conversamos um pouco e fui até o quarto de Mike.

Bati na porta duas vezes e na terceira fui atendida.

- Pode entrar. - Eu entrei. Mike estava escolhendo um terno para ir ao jantar importante. Ele está a frente do espelho, colocando e tirando as gravatas. - O que houve, Maika? - Mike me pergunta, sendo que ele é quem queria falar comigo. - Na verdade, o senhor queria falar comigo.

- Eu queria? Não estou lembrado... - Ele fez uma cara pensativa. - O Hikari disse que você estava me procurando e tinha algo importante para dizer. - Mike fechou os olhos batendo a mão no rosto. - Ah, claro! Isso! - Será que é... - Hoje é seu primeiro dia na Cherryton. - Fiquei espantada. - O que?!

- Sim, seu uniforme está no seu armário. E é melhor se apressar, já está atrasada.

- Minha nossa! E agora você avisa?! - Corri para a porta, abrindo-a. - E... Muito obrigada por conseguir a vaga. - Sai correndo para o meu quarto, abri o armário e vi o vestido branco, e ao lado está os sapatos pretos e com meias brancas.

Me troquei rapidamente. O vestido me serviu bem, o sapatos estão um pouco folgados mas dava para andar, é estranho me ver com uniforme todo branco, já que o meu antigo era preto com algumas listras brancas.

Meu primeiro dia de aula e já estou mais do que atrasada, será que Mike ligou para falar sobre meu atraso? Não... Tenho certeza que não. Ele está ocupado de mais por causa desse bendito jantar, independentemente do compromisso, odeio chegar atrasada.

Desci as escadas correndo e pedi para o motorista ir para Cherryton.

Pior que não queria um carro chamativo igual essa limusine, mas até o motorista pegar as chaves e outro carro na garagem do hotel, irá demorar mais ainda.

Imaginar que vou me habitar em uma nova escola, ter me acostumar com as pessoas atrás de mim.

Principalmente, os garotos interesseiros... Se eu soubesse que seria tão difícil ser cantora, teria escolhido outra profissão.

Pelo menos, não tem trânsito. Logo vejo a escola... Meu coração está acelerado. Só de lembrar o motivo de ir para essa escola me dá um frio na barriga e deixa meu coração mais acelerado do que já está.

Estranho, era para o portão está fechado mas tem pessoas entrando ainda...

- Senhorita, chegamos. - Só de ouvir a voz do motorista dizer essas palavras, eu congelei. Eu não queria sai do carro e muito menos entrar lá... - Senhorita Maika? - Acordei do pequeno "congelamento". - Ce-certo, obrigada. - Desci do carro com coração na garganta.

Respirei fundo e comecei a caminhar até a entrada da escola, tentei ao máximo me esconder mas é algo impossível quando se é conhecida pelo mundo todo.

- Olhem! É Maika Aikyo!

Ouço uma garota gritando meu nome, logo tem uma multidão correndo em minha direção.

A maioria tinha cadernos e canetas nas mãos, e me pediam autógrafos. Eram tantos que ficava confusa em qual já tinha assinado ou não, tirei fotos com alguns deles. São pessoas bem simpáticas, por mais que estão falando comigo por causa da fama.

Eu tentei sair da multidão mas não consegui. - May, quando você iria fazer músicas novas? - Bem que Mike tinha razão em relação a isso. -  Eu ainda não sei ao certo, mas prometo que farei logo. Mas preciso ir até minha sala, com licença pessoal. - Tentei sair  novamente e não deu certo.

Já estava sem idéias de como sair dali, até todos pararem e olhar para o lado. - O que está acontecendo aqui? - Alguns abriram passagem para aquela voz, eu olhei no caminho no qual eles abriram e vi as galhas e os olhos vermelhos olhando para todos com uma expressão seria.

- Que confusão é essa? - Esse cervo tinha um olhar sério, parecia penetrar em sua alma. E todos o respeitam, pelo jeito.

- Ah, Louis... É que... - Louis? Esse é seu nome? Será a mesma pessoa que ela me falou?

Ele me olhou ignorando totalmente o garoto que estava falando. - Então, você é a garota nova que eles mencionaram que ia chegar? - Esse tal Louis é tão frio e sério que tira qualquer ânimo. - Eles mencionaram?

- Sim, os diretores me avisaram da sua chegada. Enfim, esse horário de atraso é um proibido nessa escola, mas como é sua primeira vez, vou simplesmente ignorar isso. - Será que ele é o líder dessa escola? Por sua postura e jeito de falar aparenta ser.

- Espero que isso não se repita mais. - É tão fria sua voz. - Não vai se repetir, senhor... - Ele olhou para o pessoal. - Chega dessa confusão desnecessária, agora voltem para seus afazeres. - Todos começaram a sair, murmurando algumas coisas, pareciam que estão irritados. - O-obrigada pela ajuda. - Por que eu gaguejei?!

- Disponha. Aliás seja bem-vinda. - Ele virou a cabeça para me olhar e sorriu simpaticamente, andando para qualquer lugar dessa escola. Certo, isso foi totalmente estranho, por que eu gaguejei?! Não tenho motivos para ter feito isso.

- Olá. - Ouvi uma voz feminina, me fez sair dos pensamentos. - Olá. - Olhei para a raposa-do-ártico ao meu lado. - Não vou negar que sou sua fã, mas dessa vez não vou querer um autógrafo haha - Ela parecia legal. - Quase ia pegar minha caneta para te dar um haha

- Hahaha não não, deixe isso pra depois. Posso te mostrar a escola? - Ela é bem gentil. - Sim sim, vamos. - Pelo menos alguém irá me ajudar nas localizações. - Como se chama? - Vou puxar assunto enquanto andamos pela escola. - Nina, muito prazer. - Seu sorriso é tão simpático.

- Você está em que ano? - Nina parece interessada em puxar assunto também. - Estou no 3° e você?

- No 2°, uma pena você está no último, achei que ia passar mais tempo aqui. - Suas orelhas abaixaram, ela ficou tão fofa com a cara triste. - Talvez eu fique por pouco tempo, antes de terminar. - Acho que Nina ficou mais triste ainda.

- Mas vamos nos concentrar no agora haha você sabe onde fica os quartos? - Antes, das próximas aulas começarem, Nina me mostrou toda a escola.

Ela é muito legal, estou começando a achar essa escola interessante.

***

Participei das últimas aulas. E ao pôr do Sol, todos estavam indo embora ou indo para seus dormitórios.

Estava andando perto de um lago e me apoiei em uma árvore em frente a ele. A imagem do Sol deixando o lago alaranjado é muito lindo. Ouço algumas risadas, estão um pouco longe mas dava para ouvir, olhei em direção as risadas e um grupo de garotas desciam uma escada pequena.

Se vou fazer o plano para minha irmã, então preciso me socializar. Até agora, não sei porque estou fazendo isso mas é para o bem dela, então não tem porque recusar... Certo?

Talvez essas garotas tenham alguma informação pra mim. Vou fingir que estou indo para algum lugar e perguntar: "onde fica?"

Antes de eu executar meu plano, as garotas se aproximaram. Provavelmente, vão querer tirar fotos ou autógrafos. - Ah, Maika, estou tão feliz por ter uma celebridade nessa escola! - A zebra está bem animada. - Amiga, você não pode esquecer do Louis. - Uma ovelha Suffolk fez uma cara apaixonada.

- Louis é aquele cervo vermelho? - Todas olharam chocadas pra mim. - Sim?? Como você não o conhece, minha amiga? - Não sabia que já era amiga dessa cabra. - Ele é o garoto popular da escola. Fica com aquele terno lindo, um jeito de líder e melhor ainda, um excelente ator. - Uma gata preta disse em tom apaixonada. Elas parecem aqueles fãs loucos que idolatram seus ídolos

- Ator? - Levantei a sobrancelha, um pouco "confusa" digamos assim.

- Sim, aqui em Cherryton temos clubes. - Nina não tinha me falado sobre isso. - E quais são? - Fiquei curiosa, talvez eu goste de um deles.

- Clube de teatro, clube de literatura, clube do jornal... - Parece muito interessante esses clubes. - E o nosso: Clube de dança!! Hahaha! - Eu ri junto com elas. - Vocês poderiam me mostrar alguns clubes? - Todas ficaram bem animadas.

- Sim!!! -  Elas falaram ao mesmo tempo e me puxou para mostrar os clubes. Mostraram o clube do jornal e fiquei preocupada com a garota que tira fotos, devo ficar de olho nela. Estava duvidando um pouco, mas realmente tem um clube de teatro e aquele cervo está nele...

***

Quando anoiteceu por completo, fui para o meu dormitório. Esse é separado dos outros, não tenho colegas de quarto. É o tipo de quarto que me agrada, sem um espaço exagerado, sem uma janela enorme para todos verem o que estou fazendo, enfim, é muito confortável.

Tomei um banho e troquei de roupa, colocando uma camisa branca e short vermelho. Amanhã vou ligar para Hikari e ver se pode trazer algumas roupas para mim. Deitei na cama para descansar, o dia de amanhã será mais produtivo do que o de hoje.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ^^
Nop esqueçam de votar, comentar e compartilhar com seus amigos q amam Beastars. Isso me ajuda mto  ❤️❤️
Obrigada pela atenção, até o próximo  😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...