História Beautiful Mistake - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Incesto, Inocencia, Romance, Suga, Yoongi
Visualizações 16
Palavras 598
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Lírica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal!! Mais uma fic de incesto com o Yoongi pq sim.
Não me culpem, quando pensei nessa história, o nome dele veio como uma luz na minha mente, ok?
Assim, eu espero que gostem disso aqui. Eu pensei nessa história há realmente alguns minutos e vim logo escrever.
Como podem ver, nem capa de verdade tem ainda, vou fazer daqui uns dias, mas nada melhor do que colocar uma foto do mozão, certo? A mina da foto do capítulo: podem interpretar ela como a Yumi, ok?
Então não há um planejamento, eu não faço idéia do que vai ser daqui para frente, e espero que me ajudem, sinceramente...
Bom, já falei demais, não é mesmo? Fiquem agora com o prólogo e, se puderem, me digam o que acharam, sim? Um beijo e até as notas finais!?

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Beautiful Mistake - Capítulo 1 - Prólogo

Meu nome é Min Yumi, tenho 17 anos, sou filha única. Estudava numa escola interna para meninas desde que me conheço por gente, os motivos são desconhecidos por mim até hoje.

Meu appa se chama Min Yoongi e minha omma é Min Jihyo. Eles são muito bem casados desde antes de eu nascer, acho que há 18 ou 19 anos. Eles sempre vinham me visitar, todo fim de semana.

Há uns meses, uma garota nova entrou na escola e, por algum motivo, ela quis ficar ao meu lado. Bliss me ensinou muitas coisas que eu não sabia, que a escola não se preocupou em ensinar. Talvez seja isso mesmo que está pensando. Ela diz que somos puras até o momento que olhamos para alguém e queremos fazer coisas sujas com ela. Ela disse que essa coisa de se entregar apenas para seu marido era baboseira, que, na verdade, bastava a gente amar a pessoa o suficiente, fosse quem fosse.

"Como assim 'seja lá quem for'?", Eu lhe perguntei. "Eu nunca disse a ninguém, mas... Eu já fiquei com alguém da minha família. Com meu irmão. Meus pais descobriram e nos separaram. Por isso vim parar aqui", ela me explicou.

A partir daquele dia, eu comecei a pensar em muita coisa. Tipo... Muita coisa mesmo.

Ela riu com a explicação da professora sobre o que era sexo. Basicamente, a professora disse que "é um ato expressamente proibido para menores de idade, e apenas marido e mulher podem fazer tal". Sim, foi tudo o que ela disse.

Ao chegarmos no dormitório que dividimos já que a minha antiga colega de quarto saiu, Bliss começou a me explicar sobre o que realmente era. Eu parecia uma criança enquanto ela falava, doce e inocente e curiosa.

E que agora estou voltando para meus queridos papais, terei uma nova vida. Tudo vai ser perfeito, não vai? O que poderia dar errado? Era só uma casa nova, cidade nova, escola nova, amigas novas e... Essas coisas.

Há uma semana, quando meus pais vieram me visitar, disseram que eu iria com eles da próxima vez. Não pude ficar mais feliz, afinal, eu estava finalmente indo para casa!

Eram dez da manhã de 18 de maio, ou seja, faltava apenas alguns minutos para meus pais chegarem. Verifiquei se tinha colocado todas as minhas coisas na minha mala umas três vezes, até que a diretora veio me avisar que minha mãe tinha chegado.

— Meu appa não veio? — pergunto com um bico.

— Não, só sua mãe. Ande.

Curta e grossa. Suspirei e peguei minha mala. Na porta da saída, Bliss me parou.

— Vou sentir saudades — ela disse, me apertando num abraço que retribuí.

— Eu também, unnie. Eu também.

— Lembra o que eu disse, certo? — ela perguntou, se separando de mim. — Não esqueça a camisinha, está muito nova pra ter filhos ou ficar com AIDS.

— Sim, unnie. — assenti, apertando sua bochecha. — Obrigado por ser uma luz da verdade nesse lugar — disse um pouco alto, fazendo a diretora ranger os dentes e me mandar adiantar. Eu ri. — Tchau.

— Tchau — me deu um beijo na bochecha e, logo, eu segui até o carro de minha omma, colocando a mala nos bancos de trás e me sentando no banco de carona.

— Omma, por que o appa não veio?

— Oh, ele ficou ocupado com umas coisas no trabalho, como sempre — ela murmurou irritada.

— O que houve?

— Nada que precise se preocupar, amor — Ela sorriu doce, pegando na minha mão.

Naquele momento, eu podia até não saber o porquê, mas... Eu sentia que algo grande ia acontecer, mais cedo ou mais tarde, mas ia.


Notas Finais


Pequeno, não é? Desculpem, é que... Bom, é o prólogo. No próximo vai ter mais, juro!
Agora... Não sei mesmo quando vai ser isso. Tá tudo um caos aqui, os meninos lindos e maravilhosos arrasando com meu pobre coração. Ainda tem o MV de sexta feira. Meu deus, já é amanhã. Deus me ajude, deus nos ajude, amém. Acho que não vou nem dormir.
Já falei demais, de novo, enfim... nos vemos no próximo capítulo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...