História History - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren G!p, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani Kordei
Visualizações 329
Palavras 2.095
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Dois disparos


Fanfic / Fanfiction History - Capítulo 18 - Dois disparos

Enzo Jauregui

Depois que Colton veio com seu irmão até minha casa e me falou sobre o plano de Dean, eu vi que ele não queria fazer isso e me parece ser um garoto de bem. Eu prometi que Dean e ninguém faria mal a ele e seu irmão, não vou decepciona-los.

Saímos de casa e ele me mostrou o caminho, fomos por uma estrada de terra. Quando chegamos estacionei o carro um pouco antes da casa e desliguei o farol.

— É aqui senhor. — Apontou pra a cabana. — Ela tem uma porta atrás, mas tá emperrada não dá pra abrir e o único jeito é pela frente e pela janela que tem na cozinha. — Assentir.

— Ok, pegue meu carro e saia daqui. — Puxei minha arma.

— Não, senhor eu que coloquei sua família nessa, então vou ajudar a tirar.—Ele segurou meu ombro.

— Olha garoto, eu te agradeço muito por ter me trazido aqui, mas eu não vou deixar que se machuque. Eu prometi que ninguém iria fazer mal a você e seu irmão. — Ele negou com a cabeça.

— Eu quero ajudar. Por favor. — Suspirei. 

Que eu não me arrependa.

— Tudo bem, vamos lá.

Fomos em silêncio até a janela que era perto da porta e eu pude ver Camila e nossos filhos no sofá.

Ela olhou pra janela e me viu. Eu fiz sinal pra ela ficar em silêncio.

— Ok, eles estão na sala, então o Dean deve está na cozinha ou no quarto. — O olhei e ele assentiu. — Eu vou distrair o Dean e você pega a Camila e os meninos e tira eles daqui, tá bom?

— Sim, senhor.

— Vamos lá, eu vou entrar e você vem atrás e pega a Camila e as crianças e vão embora no meu carro o mais rápido possível pra minha casa e avisa a Demi.

— Tudo bem.— Quando eu ia sair pra ir na frente ele me chama. — Senhor.

— Sim? — Ele me abraça, eu fico surpreso no começo, mas retribuo.

— Obrigado, por não fazer nada de mal comigo e com meu irmão. — Passei a mão em seu cabelo.

— Olha Colton, eu não sou igual a Dean, eu tenho dois filhos e não deixaria nada acontecer com eles, mas eu quebrei minha promessa de protege-los, e eu não vou fazer isso com vocês. — Ele assentiu.— Agora, vamos lá.

Fomos até a porta em silêncio. Eu contei até três nos dedos.

— Um, dois, três! — Quando eu arrombei a porta Dean apareceu com uma arma. — Acabou, Dean. — O homem riu e olhou para Camila que entregou Logan nos braços de Colton.

— Onde você pensa que vai, vadia? — Foi pra cima de Camila, mas eu dei um soco nele.

— Colton corre, agora! — Então o garoto pegou Matt pela mão e correu pra fora de casa. — Vai, Camila! — Ela correu junto.

Em um momento de distração Austin me acerto um soco e pegou a arma dele que estava no chão e correu pra fora da cabana.

Quando levantei e corri e pude ver ele pegando Camila pelo braço e à colocando dentro de um carro.

— Camila! — Corri até Colton. — Leva as crianças pra casa! — Ele entrou dentro do carro e saiu dali.

Olhei em volta e vi uma moto na lateral da casa, corri até lá e tive sorte em saber fazer ligações diretas.

Fui atrás de Dean que entrou na principal e estava que nem louco entrando na frente dos carro. Eu estava acelerando a moto o mais rápido possível.

— Eu não vou deixa nada acontecer com você, meu amor. — Falei a mim mesmo.

Camila Cabello

Depois que Enzo entrou na casa com o garoto que nos trouxe aqui, ele bateu em Dean e Colton veio até mim.

— Vem, eu vou tirar vocês daqui. — Eu fiquem em dúvida claro. — Eu não vou fazer nada, eu prometo. — Assentir e entreguei Logan em seus braços, Enzo gritou pra sairmos de lá, eu não queria deixa-ló sozinho com aquele mostro do Dean, mas ele gritou novamente e me mandou sair.

Quando corri atrás de Colton, que já estava colocando as crianças no carro sentir Dean me puxar.

— Você vem comigo! — Me puxou até seu carro e entramos, em seguida saindo dali o mais rápido possível. — Você acho que iria se livrar de mim, Camila? — Riu e acelerou o carro. — Achou que eu não iria me vingar dessa aberração?

— Por qu você está fazendo isso, Dean? — Eu estou com muito medo dele. — Você vai nós matar. Para o carro! — Gritei quando ele iria batendo o carro. — Por favor, Dean.

— Você nunca olhou pra mim, Camila sempre foi pra quela aberração. Você nunca me amou, nunca me deu uma chance, Camila nunca! — Bateu no volante. — Eu sempre te amei, Camila! Sempre! E você nunca me deu bola! — Ele gritava e eu chorava. — Mas olha só, agora você esta aqui comigo e eu não vou te deixar escapar, você será minha só minha! — Entramos em uma rua que bem a frente tinha uma ponte que passava por cima de um rio. Quando estavamos chegando em frente eu vi que não tinha um pedaço de rua.

— Dean, para! A gente vai morre! Para pelo amor de Deus! — Comecei a me desesperar, mas era tarde de mais o carro virou e caímos dentro do rio.

Enzo Jauregui

Quando eu vi o carro caindo no rio eu gritei o nome de Camila, mas já era tarde o carro capotou e caiu.

— Camila! — Joguei a moto no chão e tirei as armas da minha cintura, pulei no rio e nadei até o carro que já estava no fundo do lago. Vi Camila desacordada, o carro tinha enchido de água. Olhei para o lado do motorista e não vi Dean.

Abrir a porta e tirei o cinto de segurança pegando Camila em seguida, nadei até esta fora do rio e à carreguei até onde estava a moto.

Coloquei ela deitada na rua e comecei a fazer respiração boca a boca, mas ela não reagia.

— Vamos, meu amor vamos. — Repetir o processo agora com massagem cardíaca. — Vamos, Camz! Eu preciso de você...— Repetir novamente e agora ela começou a tossir água, virei ela de lado. — Camila. — Ela me olhou e me abraçou começando a chorar. — Tá tudo bem, amor eu estou aqui agora.— Ela me abraçou forte. — Vem, vamos sair daqui. — Quando nos levantamos, Dean apareceu.

— Olha que bonitinho. Mas onde vocês pesam que vão? — Apontou a arma pra mim e então lembrei que eu não estava com as minhas. Coloquei Camila atrás de mim.

— Dean, chega. Você não precisa fazer isso. A polícia já está atrás de você — Ele riu e engatilhou a arma.

— Não estou nem aí pra polícia! Você tirou Camila de mim. — Eu sabia que ele sempre amo Camila. — Você tirou a mulher que eu amo.

— Eu nunca fui sua!

— Você não foi por causa dele! — Gritou assustando Camila.— Mas agora você vai ser! — Então, ele atirou e tudo que eu ouvir foi Camila gritando e mas um disparo.

— Enzo! — Ela se abaixou ao meu lado. — Fica comigo, amor. Não fecha os olhos, por favor! Fica comigo. — Vi Vero se abaixando no outro lado.

— Enzo, presta atenção em mim.— Segurou meu rosto. Eu não iria conseguir ficar acordado por muito tempo. — Maninho, não fecha os olhos, por favor.— Ela estava chorando. — Nós vamos te tirar daqui. Shawn! — Gritou. — Precisamos levá-ló pro hospital, agora! — Afastaram Camila, me carregaram para dentro de algum carro e tudo o que eu fiz foi apagar, mas antes ouvir a voz de Shawn.

— Droga! Vai rápido, Robert!

Camila Cabello

Eu estava em choque, não podia perde-ló. Eu não podia viver sem ele.

— Vem, Camila vamos pro hospital. — Vero me ajudou a levantar e entramos dentro do carro. — Vai ficar tudo bem, Mila o Enzo é forte, sempre foi! — Afirmou, mas eu não conseguir falar nada, eu só queria ele bem.

Quando chegamos em frente ao hospital, desci do carro e corri pra dentro, encontrei Troy que estava na recepção falando com o homem que trouxe Enzo.

— Cadê o Enzo? Onde ele está? — Comecei a chorar e Troy me abraçou.

— Calma, ele entrou pra sala de cirurgia e quem está cuidando dele é Ian, confie nele, ele sabe o que faz. — Me abraçou mais forte. — Eu vou tentar saber algo ok?!

— Por favor.— Eu não podia perde-ló.

As lembranças de nós dois apareceram como flashes.

Flashbacks on

— Não, Lo! — Ela estava fazendo cócegas em mim. — Chega! — Exclamei e ela parou e ficou rindo. — Que bela amiga você é.— Ela deu de ombros e sorriu.

— Admita, que você me ama vai. — Me empurrou.

— Claro, você é o amor da minha vida. — Ironizei, mas era verdade, ela é o amor da minha vida.

— Eu já sabia.— Riu e levantou da minha cama. — Vamos comprar pizza? — Sorri e bati palminhas.

— Vamos! — Exclamei e sair correndo pra fora do meu quarto com Lauren logo atrás.

[…]

— Cala a boca, Camila! — Ela estava irritada eu podia ver pelo seu rosto completamente vermelho. — Você é tão idiota que não ver que ele não te ama como...— Parou de falar.

— Como o que, Lauren? Você não pode aceitar meu namoro com Niall só dessa vez? Você que é uma idiota! — A empurrei pelos ombros. — Você é uma babaca! — Gritei.

— Cala a boca, Camila! Você é uma idiota por nunca ter visto que eu te amo! — Arregalei os olhos.

— Me ama? — Ela suspiro e passou a mão pelo rosto.

— Sim, eu te amo. Na verdade, sempre te amei. Eu tenho ciúmes de você com Niall por quê eu te amo e você... - Não deixei ela terminar e a beijei. Ela demorou um pouco pra corresponder, mas logo retribuiu o beijo.

— Você também é uma idiota, por não perceber que eu te amo tanto e esse namoro é tudo de mentira pra te causar ciúmes. — Falei ofegante. — E o Niall tem namorada. — Rimos e voltamos a nos beijar.

[…]

— Onde vamos? — Perguntei entrando no carro da Lauren.

— Fica quieta, amor.— Eu amava quando ela me chamava assim. — Surpresa.

— Ai, não! Me fala Lo. — Fiz biquinho, mas ela só riu e negou com a cabeça, bufei e olhei pra frente.

Quando chegamos em um lugar que parecia ser campo, mas apenas para fazer piquenique, brincar e tinha um lago logo a frente. Tinha poucas pessoas ali.

— Vem. — Abriu a porta do carro e me ajudou a sair. — Gostou?

— Aqui é lindo!

— Que bom que gostou.— Caminhamos de mão dadas por ali, conversamos de várias coisas até Lauren parar e ficar em minha frente. — Eu quero fazer um pedido. — Assentir e ela pegou algo no bolso da sua jaqueta. Era uma caixinha com duas alianças. — Sabe, quando eu te conheci eu te achei a garota mais incrível e bonita, ainda acho. Uma mulher perfeita pra mim e pra seguir uma vida toda juntas, para ter filhos, ser feliz. Você foi a única garota que me aceitou com eu sou e sempre me apoiou nas minhas decisões, eu te amo tanto, Camz. Agora aqui nesse momento eu quero te fazer um pedido...— Se ajoelhou na minha frente, eu estava banhada a lágrimas. — Você aceita ser minha namorada? — Não pensaria duas vezes.

— Sim!— Pulei encima dela que caímos no gramado.

— Eu prometo te fazer feliz. Eu te amo. — Me beijou.

— Eu também te amo, meu amor.

[…]

— Camila, me escuta...— Dei um tapa nela. — Camila!

— Volta lá pra aquela vadia! — Me soltei e andei até o meu carro. Mas ela me prendeu contra o carro.

— Camila, você é tão lerda. — Riu e eu a olhei sem entender. — A Demi é minha melhor amiga, amor. Ela chegou ontem da Alemanha. — Riu e eu com certeza estava vermelha de vergonha.

— Demetria, sua amiga? — Perguntei só pra ter certeza. Ela tinha me falado da Demi e eu já tinha falado com ela por celular.

— Sim, amor para de ciúmes vai. — Ela beijou minha bochecha.

— Desculpa, amor eu...— Ela me beijo.

— Tá amor, mas confia em mim. Eu te amo e nunca iria te trair. — Nós beijamos e depois fomos embora.

Flashbacks off

— Eu preciso de você, Lo... Não me deixa. — Me encolhi nos braços de Troy.


Notas Finais


O que acharam? ESTAMOS NL FINAL AMORES! COMENTEEEEM!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...