História Beautiful, Tired and Dangerous - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Badboy, Jungkook, Máfia, Namjin
Visualizações 2
Palavras 1.408
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ficção, LGBT, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Aquele da prisão


Fanfic / Fanfiction Beautiful, Tired and Dangerous - Capítulo 3 - Aquele da prisão

Eu sempre amei acordar cedo, é, eu sou estranha, mas era um hábito que eu realmente amava, principalmente no verão.

No verão o dia todo faz calor mas a parte da manhã é realmente fresca, então quanto mais cedo mais frio está. O sol, a brisa gelada da manhã e todo o resto tornava os meus dias os melhores possíveis.

Mas hoje eu não quero levantar.

Não sei se é por causa daquela gangue ou se é somente desânimo mesmo.

Mas vou ter que levantar né, agora eu faço parte de uma gangue, que estranho falar isso.

Gangue, a palavra gangue soa como se fosse a pior coisa do mundo, igual quando seus pais falam...
"Nunca entre nunca gangue"
"Fique longe de pessoas que se envolvem com essas coisas"
"Faça qualquer coisa mas não entre para uma gangue"
"Quer entrar para uma gangue? Então se mate, é quase a mesma coisa"

Pesado né, mas nem é tão assim também.

Então resolvo levantar.

Meu quarto está gelado, parecia com o inverno daqui.
Tirei a minha coberta quentinha e desliguei o ar.

Me levantei, como não tinha outra roupa, vesti meu short e continuei com a blusa de Jungkook.
Penteei meus cabelos e os arrumei.
Abri a porta de meu quarto e desci para a cozinha.

Estranhei não ver nenhum barulho naquela casa, olho as horas e são 6:37 da manhã, agora está explicado.

Mas eu já estava com fome, ontem a noite não havia comido -Saudades minha batata frita- então vou fazer algo para mim comer.

Pior que eu não conheço essa casa, não sei aonde fica nada.
Resolvo fazer um ovo mexido, simples, fácil e rápido.

Estava dedicada a fazer o mais gostoso, para matar minha fome de 2 dois, até que sinto alguém me abraçando pro trás.

-Bom Dia- Jungkook diz em meu ouvido, sua voz estava rouca como a de quem acabou de acordar.

-Bom Dia- Me viro para ele e o encaro, ele desfaz o abraço e se encosta na bancada- Porque está acordado tão cedo?

- Hoje nós temos alguns compromissos, eu como líder acordo cedo mesmo, mas eles devem acordar lá pras 7:30.

- Ah faz sentido agora- Volto a fazer meu mexido porque já estava queimando -Vai querer?

-Não, obrigada, de manhã não tenho fome.

-Uma pergunta, o que eu vou ficar fazendo aqui, não digo só hoje, mas o resto dos dias.

-Boa pergunta, também não sei- Logo depois solta uma risada.

-Então tá de boa, enquanto você não sabe eu vou ficar só de folga né.

- Não é que eu não sabia, mas não sei se daria certo- Diz ele com um certo receio.

- O que você quer que eu faça?

-Quero te treinar, te ensinar a lutar, te-

- Eu sou faixa preta no Taekwondo.

-É verdade, tinha esquecido, mas tambem vou te ensinar a atirar, te ensinar as coisas daqui e principalmente te ensinar a mentir.

- Mentir?-Digo retirando meu mexido da panela e colocando no prato.

-Sim, isso é essencial. Você mentir pra todos. Você não pode falar nosso segredo a ninguém sequer, nem a um Padre na hora de confessar os pecados.

-Nossa, mas nem a um Padre?- Dou uma garfada no meu mexido.

- Nem a um Padre - Ele rouba o garfo de minhas mãos e come a comida presa nele.

-Eii, você disse que não estava com fome- Disse pegando o garfo de suas mãos.

-Não estou, está ótimo seu mexido.

- Eu sei né, fui eu que fiz.

-Vou subir lá para me arrumar e chamar os meninos, se eu fosse você eu comeria isso logo e outra eu vou estar cheiroso do jeito que você gosta- Disse convencido e me lança uma piscada.

[Jungkook P.O.Vs]

Bato Na porta do quarto de Namjoon.

-Namjoon-ah vamos acordar, temos que ir daqui a pouco.

-Ja vou- Disse com voz sonolenta.

Saio dali para o quarto de Jin, o quarto rosa daquela casa.

-Jin Hyung vamos acordar.

-Aish, Jungkook-ah deixe eu dormir- Disse manhoso.

-Não, nos precisamos sair.

-Aish que droga.

Ao lado ficava o quarto da fera, vulgo Min Yoongi.

Dou três batidas na porta e o chamo.

-Yoongi-Hyung vamos acordar, vamos!!

- Quem é o filho da mãe que tá tentando me acordar? É você Jungkook, se eu fosse você eu correria porque eu tô levantando da minha cama agora.

-Fudeu.

Começo a correr e olho para trás, Yoongi com os sangue nos olhos fechando a porta de seu quarto correndo atrás de mim.

-SOCORROO, ME DESCULPA.

-VOLTA AQUI FILHO DE RAPARIGA.

Desço as escadas correndo, encontrando no fim delas uma _____ confusa e que estava morrendo de rir.

-O que tá acontecendo Jungkook?

-Olhe para cima da escada e tire suas próprias conclusões.

Ela olha e vê Yoongi descendo dela com rapidez e Jungkook volta a correr em círculos por volta do sofá.

-TENHA PIEDADE DA MINHA ALMA HYUNG.

-VOLTA AQUI PIOLHENTO.

-QUEM TEM PIOLHO É VOCÊ HYUNG.

-O QUE QUE VOCÊ DISSE? AGORA QUE VOCÊ MORRE MESMO.

-______ ME AJUDA.

- Eu não- ______ disse eu parei e a encarei, já viram a ousadia dessa menina.

-TE PEGUEI- Yoongi me derruba no sofá e começa a me fazer cócegas.

- Me desculpa Hyung, mas para, qualquer coisa é melhor do que isso.

- Você já teve a punição que merecia agora me deixe em paz.

- Que gritaria é essa? -Jimin aparece ali na sala.

- Yoongi correndo atrás de Jungkook, Jungkook gritando, Yoongi correndo mais rápido ainda e eu rindo, Yoongi fazendo cócegas em Jungkook. Foi isso- _____ diz.

- Agora faz sentido.

-Gente vou fazer uma ligação pra minha amiga porque ela está preocupada, alguém pode me emprestar um fone?

- Aqui- Yoongi deu o dele para ela.

- Muito Obrigada.

[______ P.O.Vs]

-Oie amiga.

- ______ Porque você não veio na aula?

- É que eu não pude ir Ana.

- E isso é motivo pra deixar sua melhor amiga preocupada?

- Não foi essa a intenção, me desculpa.

- desculpada, oh _____ que sofá é esse?

- S-Sofá? É que eu tô na casa de um a-amigo.

- Que amigo é esse?

- Ele é lá da faculdade.

- Me mostra ele .

- Espera ai, vou chamar ele.

Pauso a minha tela da chamada de vídeo.

-Jungkook-ah urgente- Jungkook se aproxima -A Ana, lembra dela?- Disse, vendo Jungkook concordando.-Então, ela estranhou o sofá que eu tô deitada, falei que tava na casa de um amigo e ela quer te ver.

- Okay, tô bonito?

- Você quer nos safar dessa, ou quer ganhar uma foda com ela?

- Ih amoreco, não quero uma foda com ela mas com você eu aceitaria, eu só queria que você falasse que eu tô bonito.

-Você está bonito, satisfeito?

- Sim, vamos lá.

Despauso a câmera.

- Um segundo Ana, Jungkook-ah venha aqui dar um oi pra minha amiga.

- Oi Ana.

- Jungkook! Menino, quanto tempo que eu não te vejo, aonde você foi?

- Tive que ajudar minha mãe em algumas coisas.

- Depois eu quero saber dessa história direito, viu senhores, agora eu tenho aula de Jazz, depois te ligo amor, beijos.

- Beijos.

Desligo a chamada.

-Meu Deus nós fomos ótimos.

-Fomos mesmo, agora nós temos que sair pra resolver aquele negócio. Já vamos ok?

- Ok, tchau - Ele vem e beija minha testa.

- Tchau.

Achei que ele já tinha ido embora até que o mesmo rouba um beijo meu.

No começo era só um selinho, mas ao sentir a língua dele em meu lábio, sedo na hora, começamos aquela
dança harmoniosa com nossas línguas, parecia que nossas bocas se encaixavam.
Por falta de ar nos separamos.

- Vim só pra dizer que você pode fazer o que quiser aqui, se sinta em casa, mas aí eu não resisti e tive que te dar um beijo, fica bem baixinha. - Me da um selinho e logo saí.

12 horas depois ......

Jungkook e os meninos ainda não haviam voltado, isso me deixava preocupada.

Ate que meu celular toca um número desconhecido.

Eu atendo.

-Alô.

-_____ sou o Jungkook, nós acabamos sendo presos. Nós ajude por favor.

- Como? Eu não sei fazer nada.

- Use o que sabe, aprenda, não é tão difícil assim, aproveite amanhã e venha nos ver, eu te explico algumas coisas, até amanhã baixinha.

Ele desliga...

Realmente o pior aconteceu e eu nem sei como ajudar, mas eu vou ajudar, nem que eu tenha que aprender a atirar.

Já chego logo meninos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...