1. Spirit Fanfics >
  2. Beauty Sleeps x Vhope >
  3. Capítulo 08

História Beauty Sleeps x Vhope - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Capítulo 08


🐺 Hoseok

Uma vez que estamos perto da clareira, sinto meu companheiro tenso. Ele deve sentir que estamos chegando.

— Através destas árvores. — Confirmo, respondendo à pergunta silenciosa.

A levo com tanto cuidado, segurando-o perto e querendo protegê-lo, mas não com muita força, temo que minha força possa prejudicar sua pele macia. Quando passo através das folhas grossas e galhos, ele solta um suspiro. Olho para ele, perguntando-me se um galho prendeu seu cabelo, mas sei que fui cuidadoso e o peso dos galhos para nas minhas costas.

— Qual o problema, Belo companheiro? Você está machucado? — A preocupação de que deixei algo acontecer com ele engrossa minha voz. Perdi uma família antes, porque não as protegi. Não vou perdê-lo. Nem um cabelo de sua cabeça nunca vai ser ferido, enquanto eu respirar.

— É.... — Vejo sua expressão, os brilhantes olhos iluminam-se mais quando olha a cabana que construí. — É além de tudo o que sonhei. É algo de um conto de fadas.

Meu peito se enche de orgulho quando o levo para casa e subo as escadas da varanda. Estou feliz que meu companheiro gosta da casa que fiz para ele. É onde vamos aumentar nossa família. Vou mantê-lo feliz aqui, e ele nunca vai querer sair. Vou ser o companheiro perfeito..

— Pensei que talvez você vivesse numa caverna, ou algo assim. — Taehyung diz as palavras como se maravilhado, olhando ao redor do lugar. Lembro-me da conversa que tive com Nam sobre como precisava fazer uma boa casa para meu companheiro e filhotes. Ele estava certo, e estou feliz por ter trabalhado tão duro por ele.

— Sou um bom companheiro.

Taehyung bloqueia os olhos comigo, e vejo o rubor em todo seu rosto enquanto ele sorri. Cheiro seu desejo por mim. Seu calor está aumentando, e minha necessidade está incrivelmente forte. Um grunhido soa em meu peito.

Ouvi dizer que quando um shifter encontra seu companheiro, a atração é imediata. Eu não tinha certeza se acreditava, mas queria que fosse verdade. Ainda mais depois que passei tanto tempo na natureza. Não me pareço mais com a maioria dos shifters. Minhas características mudaram depois de passar muito tempo em forma de lobo e sabia que era pouco atraente. Se meu companheiro estivesse atraída instantaneamente, ele não se importaria com a aparência. Ele não teria escolha. Pode não ser justo com meu lindo companheiro estar preso comigo, mas gostaria de aproveitar qualquer vantagem para mantê-lo. Mesmo que fosse apenas a mãe natureza fazendo-o cativa.

Se as histórias são verdadeiras, precisamos nos unir agora ou a necessidade só vai se tornar mais dolorosa. Uma vez que meu sêmen for lançado dentro do meu Tae, o calor total deve nos bater e o frenesi de acasalamento começará e permanecerá até a lua cheia.

Levando-o para a entrada da nossa casa, chuto a porta da frente para fechá-la e vou direto para nosso quarto. Não quebro o contato visual com ele quando o levo para a cama.

— Você pode ver o resto da casa mais tarde. — digo, precisando tê-lo agora. Entre a força de acasalamento e eles tentando tirá-lo de mim, preciso me relacionar com ele. Marcá-lo agora que sei que ele é realmente meu. Que eles não podem tentar tirá-lo de mim novamente.

— Sim. Mais tarde. — Taehyung confirma, seu lobo subindo um pouco mais perto a superfície, fazendo com que os olhos fiquem num azul brilhante. Um rugido profundo soa em seu peito, e é claro que o calor o ataca com força também. Estou feliz que ele está sentindo tanto quanto eu. Isso está me comendo de dentro para fora.

O coloco suavemente na cama e sinto a mudança nos meus olhos quando ele dá um passo para trás. Não gosto que ele coloque qualquer espaço entre nós. Ainda estou completamente nu a partir de quando mudei na cela e rasguei minhas roupas. Meu pau está grande e duro e tenho certeza que ele está apontando direto para meu companheiro.

Estive tão envolvido em tudo o que aconteceu que ignorei que meu pau estava duro pela primeira vez na vida. Até encontrar seu companheiro, seu pau permanecerá flácido, sem desejar ninguém. Depois de encontrar sua outra metade, ele finalmente ganha vida, e tenho um sentimento que vai ficar assim tendo um companheiro como Taehyung. Ele é a perfeição absoluta. Sua beleza é incomparável e toda minha.

Descendo, me inclino sobre ele sentindo o calor de seu corpo. Eu não tinha ideia que iria me sentir assim. Meus olhos estreitam enquanto observo as mãos irem rapidamente para sua camisa, a tirando de seu corpo junto com o resto das roupas. Em segundos ele está diante de mim, completamente nua e minha boca saliva. Tudo o que posso fazer é olha-lo. Ele é coisa mais bonita do mundo. Como ele ficou preso com um animal como eu, nunca vou entender. Ele merece alguém que possa dar-lhe ambos os lados. Rosno para o pensamento de alguém lhe dando isso. Vou ganhar seu afeto por outro caminho. Sou forte e rápido e vou mostrar-lhe como meu animal estar tão perto da superfície irá funcionar em seu favor.

— Deus, você é todo enorme. — Seus olhos estão brilhando quando percorrem meu corpo antes de se concentrar no meu pau. Ele não parece intimidado pelo meu tamanho. Não sou um jovem, nem ele é um menininho. Isso é claro, porque antes o via como um pequeno gatinho precisando de proteção, agora vejo um pequeno macho com sangue alfa. Quero dominá-lo da forma mais primitiva. 


Outro rosnado baixo soa através da sala, e não posso dizer se é dele ou meu. Posso sentir meus olhos brilhando quando a atração entre nós fica mais forte. O cheiro de luxúria enche a sala, tão espesso que posso prová-lo, mas prefiro fazê-lo a partir da fonte.

— Você está apetitoso. Preciso te provar. — Meus dentes doem com a necessidade de morder. — Eu preciso marcá-lo.

Cerro os punhos ao meu lado e tento controlar meu lobo. Tenho uma necessidade primordial de montá-lo, mas quero ser delicado. Ele provavelmente já pensa que sou muito selvagem. Devo mostrar que posso ser suave, também. Sou muito maior do que ele, e poderia machucá-lo, quando me enterrar nele. Sinto-me louco pela profundidade de tê-lo.

Taehyung coloca seu nariz no ar e respira fundo, em seguida, olha para mim, dando-me um sorriso perverso, e me pergunto se ele está inalando minha luxúria, também.

— Sou o primeiro a estar aqui além de você. Deixa meu lobo feliz sentir apenas seu perfume.

Claro que você é, quero rosnar, mas me impeço e tento algo mais suave, mais humano.

— Você é o primeiro e último, meu amor. —Distraidamente esfrego meu pau, a sensação dele duro é estranha. Tae olha para baixo e vê meus movimentos. Começo a dar um passo em direção a ele, mas não é preciso.

De repente, Taehyung pula para mim, e pouso na cama com ele em cima. No início, estou em choque, mas então rosno e rolo até estar acima dele, e meus instintos dominam. Seu corpo quente está nu sob o meu, e começo a esfregar minha pele contra a dele, apenas apreciando a sensação, querendo o cheiro dele em mim. Quero que ele marque minha pele.

Taehyung nos rola, e mais uma vez está em cima. Sua força pode ser aumentada pelo fato do calor estar guiando-o, mas sua capacidade de levar-me para baixo e rolar é surpreendente, e me enche de orgulho. Meu companheiro é forte. Sou muito mais forte que ele, e estou num estado agressivo por isso leva tudo o que tenho para ficar no controle. Deve ser porque ele tem sangue alfa em suas veias.

Meu lobo rosna pelo desafio, e rola até estar no topo novamente. Inclinando, corro meus dentes afiados através de seu pescoço e prendo seus braços acima da cabeça. Ele se contorce debaixo de mim, mas eu empurro meu pau duro em sua abertura, e ele relaxa, deixando as pernas abrirem mais, um convite que será aceito.

— Você vai gozar para mim, Tae. —Tomo seus lábios num beijo punitivo. Eu queria ser suave para mostrar que não sou todo animal, mas talvez isso seja tudo que realmente sou. É o único beijo que tive. Seus lábios estão suaves como nada que já senti antes. Ele abre a boca, concedendo-me um sabor de sua doçura. Ele varre a língua dentro, e gosto de seu calor e desejo. Aprofundo o beijo, querendo mais, e ele começa a se contorcer debaixo de mim.

Preciso dele para sentir meu domínio e saber que sou um homem digno. Seu lobo é dominante por natureza, e só vai ceder a um protetor feroz. Tenho a intenção de mostrar a ele que sou merecedor de sua submissão.

Inclinando apenas um pouco para trás, o viro sobre seu estômago rápido o suficiente para fazer com que ele solte um grito de choque. Prendo seus ombros na cama e puxo os quadris então ele está de joelhos com o rabo no ar.

Inclino-me sobre seu corpo, cobrindo o dele com o meu, e pressiono a cabeça do meu pau em sua abertura molhada, prendendo-o debaixo de mim. Posso cheirar sua necessidade e senti-lo escorrendo pelo interior de suas coxas. Mantenho a ponta lá e o sinto se mexer debaixo de mim e o aperto forte.

— Você é meu! — Rosnando a última palavra, empurro nele e mordo seu ombro, ao mesmo tempo. O gosto de seu sangue atinge meus lábios, e a ligação entre nós é selada quando provo seu sangue e penetro em seu corpo.

Prendo-me dentro dele, mas seu grunhido é alto e seu lobo precisa de tudo. Ele quer que eu goze dentro dele. Seu corpo está sendo guiado pelo instinto, e Tae está tentando empurrar de volta contra mim, para me fazer gozar dentro de seu interior. Ele quer acionar o calor de acasalamento, um momento em que sua necessidade é mais forte do que nunca.

Lambo a ferida no ombro e começo a empurrar. Sinto meus dentes apertarem e meus olhos começam a mudar quando bombeio dentro e fora de Taehyung. Fechando os olhos, tento focar no que está acontecendo, mas a combinação dessas sensações é demais.

Taehyung começa a pulsar em torno de mim, as contrações em sua entrada me apertando mais, e um orgasmo o toma. Seu corpo arqueia, e ele uiva quando goza nos lençóis. Seguro forte seu quadril para impedi-lo de se mover. Ele está preparado pelo calor, e seu corpo quer abrir-se, tanto quanto possível para levar minha semente. Vou ter certeza que ele a receba. Sua entrada está puxando meu pau, e não tenho escolha a não ser empurrar mais forte e gozar enquanto o seguro contra mim.

Um orgasmo aperta minhas bolas, e pulso dentro dele quando jato após jato espirra dentro de seu interior intacto. Meu sêmen enche seu corpo, e sinto quando o calor do acasalamento começa. É um formigamento quente em meus braços e pernas. Deito em cima de Taehyung e tento ter o máximo contato pele-apele.

Lamento a euforia que estou sentindo. É como se estivesse drogado. Taehyung nos rola e sobe em mim, e nem sequer luto contra isso. Ele agarra meu pau ainda duro e agacha-se nele, levando-me dentro. É então, que vejo meu pau duro pela primeira vez, e percebo que é enorme. Taehyung desliza para baixo, sem qualquer dor. Ele é tão apertado que deve ser o calor do acasalamento lhe permitindo ter tudo de mim tão facilmente. Ou talvez ele só se encaixe perfeitamente. Prefiro acreditar nisso.

Sua entrada aperta, e sinto meus dentes doerem novamente com a necessidade de marcá-lo. Ele mói em cima de mim como se sentisse minha agressão. As mãos dele vêm até meu peito, e ele desliza as unhas pelo estômago, deixando marcas vermelhas. Não rompe a pele, mas amo que deixe sua marca em mim. Mostrando a todos que pertenço a alguém. A sensação é esmagadora. Não me senti pertencer a ninguém por muito tempo. Quero que ele me arranhe mais fundo para as marcas nunca deixarem meu corpo. Toda vez que olhar para elas, sei que pertenço a alguém. Que não estou mais sozinho.

A sensação de ser seu me faz gozar novamente. Este orgasmo é duro e rápido e Taehyung me aperta enquanto o encho, dando-lhe tudo o que posso. Querendo fazer meu companheiro feliz. Ser tão perfeito para ele como ele é para mim.

Uma vez que cada gota de esperma foi liberada do meu pau em seu corpo quente, ele começa a se mover para cima e para baixo. Se inclina e morde meu peito, e isso é tudo o que precisa para eu gozar mais uma vez. Ele está me marcando, e meu lobo está urrando de alegria. Cada vez que me faz dele, eu gozo um pouco mais. Há muito sêmen escorrendo para baixo entre nós, mas meu pau não amolece. Ele só quer mais.

Taehyung traça a língua até meu peito e corre as mãos por meu cabelo comprido, segurando um punhado com força.

— Mais. — Ele geme no meu ouvido enquanto me monta mais forte e pulsa em torno do meu pau, seu cabelo loiro pulando como ondas de seda.

Vou sempre dar ao meu companheiro o que ele pede. Tenho uma necessidade para agradá-lo, fazê-lo sorrir para mim, e empurro, revestindo seu interior com meu prazer. Resmungo minha libertação, sentindo apertar-me em seu próprio clímax, e orgulho enche meu peito porque estou dando o que ele precisa. O prazer que domina seu rosto é melhor do que qualquer coisa que já vi. É de tirar o fôlego.

Sento-me enquanto ele ainda está montando meu pau, e vou para a borda da cama. Ele envolve seu corpo firmemente em mim quando coloco meus pés no chão. Quero bater no peito com a forma que meu Tae está agarrado em mim, não querendo me soltar. De pé, mantenho nossa ligação e caminho para a parede, empurrando-o contra ela. Agarro seus pulsos e os seguro acima da cabeça. Sou forte o suficiente para segurá-lo com um braço enquanto o tomo contra a parede.

Empurrando duro, me inclino e pressiono os dentes contra sua garganta e sinto um grunhido baixinho, mas ele descobre o pescoço para mim. Seu lobo está respondendo e amando minha agressão. Ele ama atenção e me morde enquanto o levo cada vez mais forte contra a parede. Se pudesse transar com ele através da parede, acho que o faria. Quero estar tão dentro dele quanto possível, sem um milímetro de espaço entre nós.

Paro e olho em seus brilhantes olhos azuis, mantendo-o preso à parede. Quero dizer que o amo. Que o amava desde o momento em que pus os olhos nele, e meu lobo sabia antes de mim. Minha alma o reconheceu como meu, e mesmo que não tivesse idade, meu lobo sabia o que estava por vir. Temos ansiado isso todos esses anos, e, finalmente, Taehyung é nosso.

— Foi você, Taehyung. — Seus olhos se arregalam com minhas palavras, e é como se algo se encaixasse no lugar. Vejo em seu rosto o momento em que ele finalmente lembra, e o abraço.— Sempre foi você, meu amor.


Notas Finais


Finalmente Taehyung se lembrou do Hoseok, vale lembrar que ele não reconheceu porque, Hoseok estava com o cabelo diferente e barba, tirando o fato que fazia alguns anos que Taehyung não via ele.

Mais uma coisa. Hoseok cita algumas vezes que Taehyung tem sangue alfa, mas não significa que ele é um alfa como no universo abo. No universo Shifter os alfas são os líderes da matilha, não tem nada haver com classificação, no caso, Taehyung pode liderar a matilha da mesma forma que Jungkook, embora ele seja um pequeno macho.


Até o próximo capítulo 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...