1. Spirit Fanfics >
  2. Because I Love You? >
  3. Your Security

História Because I Love You? - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 9 - Your Security


Fanfic / Fanfiction Because I Love You? - Capítulo 9 - Your Security

Narrador On


Solar: Então, você aceita? Porquê eu não 'tô afim de cuidar de você não


Hirai: Assim eu fico triste, mas eu aceito. Que horas é para está lá?


Solar: Eu vou falar com ela, e tenta não fazer alguma loucura.


Hirai: Não sou você

Solar: Tchau Momo


            )Ligação Off(


Terminando a ligação, guardou o celular no bolso. E pediu duas garrafas e um vinho, bem, ela era conhecida no bar, e para a mesma, seria fácil levar as garrafas para a casa. No máximo, ela queria acordar com uma ressaca na sua casa, na cama, sem pedir ajuda de ninguém.


- Tchau Momo - A garota do bar, Haily, falou-


- Tchau, outro dia a gente se vê 


Assim que termino de falar, foi para fora do bar, ela nem tinha notado que já estava de noite, suspirou e fechou os olhos bom um momento. Ela não sabia o por quê, mas gostava da sensação do vento que aquela noite trazia.


Abriu o seus olhos e foi para sua casa que ficava três quarteirão dali. Estava sem carro, sem distintivo e sem sua bela arma. Uma bela cidadã "normal".


Enquanto a morena caminhava, percebeu que tinha esquecido da sua carteira no balcão daquele bar.


Merda, merda...


Logo que ela tinha acabado de se xingar e chutar o chão. Deu meia volta, mas agora, ela acelerava seus passos.


Ela nem tinha percebido que tinha alguém a vigiando, nem estava longe dela. 


Mas só notou a presença daquela pessoa, quando sentiu seu corpo colidir com o chão. Escutou as garrafas que ela segurava na mão esquerda quebrando. 


- Melhor você prestar atenção no que eu vou falar.


Uma garota com cabelos curtos e pretos.Vestia uma calça preta, assim como o moletom e seu tênis. Por algum motivo ela não usava capuz que o moletom tinha. Dava para vê que sua mão era cheia de tatuagens. E tinha uma no pescoço. Média.


- Quem é você? - Perguntou se apoiando nos seus próprios braços-


- Isso que eu devo perguntar para você 


- Eu sou uma policial - A garota que estava no chão sorriu sacarticamente-


- Acha que Eu 'tô brincando? Melhor você tomar cuidado de agora em diante - Assim que falou, foi para longe da Hirai rapidamente-


Momo não sabia o que ela queria dizer com aquilo, mas aquele rosto era reconhecido, não sabia de onde ele era conhecido, mas ficou se perguntando como aquela garota a conhecia. 


Nunca saiu em jornal, nenhum. Ou fez uma entrevista, e não postava muito fotos suas no trabalho na redes sociais. 


Finalmente se levantou, não queria passar mais tempo naquela rua. Já que estava ficando cada vez maia frio. Desistiu de para o bar, quando chegasse em casa iria ligar para a barman parafalar sobre sua carteira. 


Mas enquanto isso. Jungkook estava a fazer sua próxima vítima, sabe-se, não era para matar e sim para passar mais uma noite em claro,  só que nada daquele lugar o fazia a se desafiar de suas habilidades. 


Olhou mais uma vez, para o local com barulho, pessoas, bebidas e drogas. Rostos suados, alguns se beijando, outros dançando enquanto erguia o copo na Mão. E alguns sentados procurando mais bebidas ou drogas.


Talvez eu contrante alguém para passar as noites comigo.


Riu de seus pensamentos, deixou o copo vazio na mesa se levantou da área V.I.P e caminhou para que saisse do local. As pessoas que estavam ali, quase o impediam de sair mas por uma gota de paciência, conseguiu. No seu relógio, marcava 21:49, estava cedo para sair daquela boate. Mas o que ele faria? Não tinha ninguém dali que despertasse seu interesse. E o interesse de baixo também. Talvez ele tivesse um sério vício por sexo e  mas nada que remédios e um ótimo auto-controle não resolvesse.


- Não está muito cedo? - Voz feminina e doce suou -


- É... Fazer o que? Ninguém para que desperte os interesses. O que faz aqui Myoui? - Perguntou olhando a sua "irmã"-


- Aqui tem muita movimentação, talvez algum crime aconteça e eu tire as fotos para o site - Levantou a câmera com a mão direita e deu de ombros-


- Não deveria andar sozinha por aqui - Mais uma vez, ele olhou para os lados e depois para ela- Vai querer campainha?


- Você está mesmo sem ninguém há muito tempo - Riu, mas foi uma verdade- Na verdade já estava indo para casa, já tirei muitas fotos dos dois assassinados que teve aqui 


- Dois? Nossa, tem que ter cuidado aqui - Pegou as chaves de seu carro- Então? Carona? Ou quer dá uma parada pra comer?


- Vamos comer - Se desencostou da parede- Rua de Manhattan são bonitas de noite


- Pensava que gostava mais dos Texas


- Na verdade, eu gosto mais das lojas do Texas 


Enquanto eles conversavam e caminhavam para a direção do carro. Entraram no automóvel e o garoto mais novo deu partida.  


E agora decidiram para que lanchonete aberta iriam para satisfazer a barriga.


- Olha, eu sou a mais velha daqui... - Foi interrompida-


- Blá, blá, blá. Eu que 'tô dirigindo


- Serão que você acabou de dizer blá, blá, blá pra mim? 


-  Tá surda?


- Sabe que eu saindo tenha aquela foto sua, quer que eu poste?


- Onde você quer comer? - Mudou rapidamente de ideia ao lembrar daquela foto-


Mina riu, o jeito que ele tinha falado foi engraçado. Logo ela decidiu que queria comer no MC Donalds.


- Sério isso? Você demorou tanto, e decidiu ir no local em que mais vamos? 


- Não tenho tempo pra descobrir mais lugares e até, os que eu mais gosto, estão fechados.


- Chique, qual matéria vai ser agora? 


- Da Hirai Momo, descobriram que ela foi afastada do Distrito 15°



Realmente, ele ficou surpreso, ele não sabia desse "pequeno" problema.


- Como assim?


- Dizem que ela atirou em um cara, daquele tiroteio... Eu esqueci o nome da rua, mas ela revidou os atiros e matou o cara - Assim que ela terminou de falar, Jungkook apertou suas mãos no volante-


Assim que chegaram no local, Jungkook foi diretamente para o banheiro. Já que tinha que informar sobre a novidade. 


           )Ligação On(


D.N15: Que foi?


Dodop: Hirai foi suspensa do Distrito 15°, sobre o caso do tiroteio que teve nessa semana


D.N15: Obrigado por informar


           )Ligação Off(


Guardou o seu segundo celular e tirou o cartão, o jogou na pia. Saiu do banheiro, e foi para a mesa que Mina estava sentanda. E se sentou junto, e bem assim os irmãos continuaram a conversa. Mas um outro assunto surgiu.


- Você tem notícias do Jonyun?

- Não, ele aí da está fora da cidade, melhor que ele continue fazendo as coisas dele para outro lado do mundo. - Mina falou fazendo o Jungkook rir- Você sabe que isso não é engraçado


- Você sempre vai ter esse ódio dele, mas eu entendo - Tomou mais um gole do refrigerante


- Tenho meus motivos 


- Eu sei disso


Ficaram em silêncio por um bom tempo, mas logo começaram a conversar de novo. Com assuntos mais diferentes e leves do que outros.


Logo que terminaram os seus lanches, foi pagar a conta. E depois o Jungkook deixou a Mina na casa deka e foi para a sua. Teria que dormi bem para ir pro seu trabalho, bem ser criador de jogos não era um trabalho ruim. Mas teria que ter mais imaginação.



Dia seguinte


Assim que Dahyun acordou disposta para trabalhar, bem, depois que teve o prazer de demitir o seu segurança pervertido e nem trabalhava direto, se sentiu melhor. Arrumou-se rapidamente, tomou o seu banho calmamente. E vestiu um vestido simples, e preto. E colocou o seu colar, um perfume caro e seus brincos.


E Momo acordou disposta para ser uma segurança de Kim Dahyun. Já estava arrumada, não precisaria usar um terno ou óculos escuros. Só uma roupa que a fizesse trabalhar direito.


Mas, a arma não seria usada e não poderia ser usada, teria que ser mais responsável.


Então, lá vamos Hirai Momo, ser uma segurança.

.

.

.

.

.

.

.

Momo já estava esperando a Dona daquele prédio enorme. Pegou o seu celular e começou a mecher nele, já que estava entediante esperar. Talvez ela tivesse chegado cedo, mas o que ela faria esperando até às 08:00?


- Uma policial sendo segurança? Admito que estou surpresa - Hirai levantou seus olhos, e viu a famosa Kim Dahyun, em pé, diante de seus olhos, e irá ser sincera, queria ela na cama dela, antes de acabar a uma semana e meia de suspensão-


- Fazer o trabalho certo às vezes é injusto - Disse se levantando e ficando frente-a-frente dela-


- Bem, talvez esteja bem preparada, recebo ameaça de morte a cada cinco minutos - Sorriu, mesmo que ela tivesse falando a verdade-


- Você nunca sai do escritório, que fica quase no céu, alguém ainda vai querer de matar? - Disse rindo-


- Fazer o trabalho certo às vezes é injusto - Imitou a frase da Mais alta- 


Dahyun abriu a porta, que tinha um sistema de segurança por DNA. Pediu para que Hirai entrasse, e assim ela fez.


-Bem, policial que faz o certo, sabe o que tem fazer, certo? - A garota baixa perguntou, se sentou na sua cadeira, logo lançou um olhar para a garota que se mantia em pé-


- Te proteger das pessoas qe querem te matar, proteger quando você estiver saindo, proteger quando eu vi yma movimentação suspeita, ser atenda e ser sua segurança? Então sim, eu entendi - Hirai colocou suas mãos atrás de si, em posição de soldado-


A Kim riu da sua resposta.


- Bem, se você compreendeu desse jeito, está certo. Mas se esqueceu de uma parte 


- Qual?


-Terei uma viagem amanhã e voce terá que ir comigo, já que é minha segurança - Falou enquanto assinava umas papeladas -


- Ok, não vou ser uma policial por uma semana, vou ser sua segurança 


- Só cumpra o seu trabalho, segurança.




Com certeza, a Hirai estava adorando aquele momento. E a Kim também.

.

.

.

.

.

.

Continua

.

.

.









Notas Finais


Tarde mas pronto, espero que gostem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...