História Because Of You - Imagine Jung Subin (VICTON) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Victon
Personagens Byungchan, Chan, Hanse, Personagens Originais, Sejun, Seungsik, Seungwoo, Subin
Tags Subin, Victon
Visualizações 37
Palavras 1.770
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores ❤

~Desculpem a demora 💙💛

~Amanhã é o 2° dia do ENEM e eu estou nervosa, espero que eu me saia bem 😪❤

Boa leitura meus amores ❤

Capítulo 6 - Capítulo - 6


Fanfic / Fanfiction Because Of You - Imagine Jung Subin (VICTON) - Capítulo 6 - Capítulo - 6

S/N ON

[...]

Já era noite e eu estava jogada na cama, fazendo altos nadas. De repente me veio a imagem de Subin com os cabelos molhados e grudados em seu rosto, aqueles lábios avermelhados e com um corte no mesmo. Sinto uma fisgada entre minhas pernas e me contorço na cama, segura esse fogo S/N.

Ah mas não dá, eu não sabia que aquele garoto transava tão bem. Droga!

???: FILHA CHEGAMOS! - minha mãe grita da sala.

- JÁ ESTOU DESCENDO! - grito de volta e me levanto, saio do quarto e desço as escadas os encontrando indo para a cozinha.

S/P: Oi minha filha.

- Oi papai, oi mãe!

S/M: Me ajuda a fazer o jantar querida?

- Tá bom! - a ajudo com as sacolas e vamos para a cozinha.

S/M: Querido tome um banho e vá assistir, daqui a pouco o jantar sai.

S/P: Está bem querida - ele sobe para o quarto e começamos a fazer o jantar.

S/M: Como foi a aula filha? - acabo me lembrando do que aconteceu no banheiro com Subin e deixo um riso escapar - Vejo que foi muito boa hein?

- Não mãe, é que a aula foi muito chata isso sim.

S/M: Chata não é?

- Sim!

S/M: E essas marcas em seu pescoço?

- Aish mãe, eu não tive culpa.

S/M: Ah minha filha, a gente nunca tem culpa - riu.

- Mãe!

S/M: Desculpa minha filha, quem fez essas marcas foi o filho dos Jung's?

- É...que... é... que...- me enrolei toda.

S/M: Sabia que vocês íam namorar.

- Não estamos namorando mãe, só ficamos mesmo.

S/M: Foi uma baita ficada hein?

- Minha nossa Dona Cláudia o que é isso hein?

S/M: Desculpa minha filha, vamos logo fazer o jantar ou seu pai vai reclamar que está demorando.

E a noite toda foi assim, minha mãe me zoando e fazendo piadinhas com meu pai. Pois é, ele ficou sabendo também, mas não brigou comigo nem nada, só me deu avisos e tals.

[...]

Estava quase pegando no sono, quando meu celular apita notificando uma mensagem, pego o mesmo e o número não era conhecido.

MENSAGEM ON

???: Oi?

- Oi, quem é?

???: Sou o irmão da Nari, SeungSik.

- Ah sim, ela me falou de você - salvei o número do mesmo.

SeungSik: Pois é, ela me passou seu número.

- Ela me falou mesmo que ía passar.

SeungSik: E então, fazendo o quê de bom?

- Nada, apenas deitada pensando na vida. E você?

SeungSik: Também, você quer tomar um sorvete qualquer dia desses? - mas já está me chamando pra sair?

- Aceitaria, mas eu ainda não vi como você é.

SeungSik: Vou mandar uma foto de agora - (foto do capítulo), uau ele é muito lindo.

- Agora sei como você é!

SeungSik: Então nos vemos amanhã?

- Amanhã depois da aula pode ser?

SeungSik: Pode sim, passo lá pra te buscar.

- Okay, até amanhã então.

SeungSik: Até!

MENSAGEM OFF

Nossa, eu mal conheço o menino e ele já me chamou pra sair? Em que momento será que Nari passou meu número à ele? Acho que foi mais cedo quando eu cheguei, já que agora estamos brigadas por causa de Subin.

Deixo meu celular de lado e vou até o banheiro, escovo meus dentes e saio do mesmo. Volto a me deitar e me enrolo na coberta.

[DIA SEGUINTE]

Acordo com uma dor de cabeça enorme, mas não sei por quê. Me sento na beirada da cama e massageio minhas têmporas, olho de relance para o criado mudo e vejo a pílula do dia seguinte em cima do mesmo, a pego e saio do quarto bem devagar para não acordar os meus pais, caminho até a cozinha e pego um copo com água. A coloco em minha boca e tomo a água.

- Subin você me paga! - digo sozinha e ponho o copo na pia, olho no relógio da cozinha e ainda era 5:15 da manhã. Ah ninguém merece!

Volto para o quarto e me deito novamente, minha dor de cabeça ainda continuava e isso estava me irritando já. Eu odeio quando tenho dor de cabeça, me deixa irritada com tudo. Tento dormir novamente e nada do sono vir, pronto perdi meu sono.

[...]

Já eram mais de 6 horas e eu ainda estava jogada na cama, sem vontade pra me levantar.

Toc Toc!

- Oi - digo sem ânimo.

???: Filha sou eu a mamãe, meu amor já são 6:30 você não está pronta?

- Eu não quero ir à aula hoje mãe.

S/M: Por que meu amor?

- Estou com dor de cabeça.

S/M: Já tomou um remédio?

- Já sim!

S/M: Okay então, você não vai.

- Obrigada mãe!

S/M: De nada filha.

Ouvi passos se afastarem e suspirei com mais dores em minha cabeça.

[QUEBRA DE TEMPO]

Me levanto arrastada, quase parecendo um zumbi e caminho até o banheiro, faço minhas higienes e tomo um banho frio. Saio do banheiro com a toalha enrolada em meu corpo e vou até meu guarda roupa, pego um short jeans e uma regata, visto minhas peças íntimas e visto a roupa que separei, deixo meu cabelo solto secando e saio do quarto, desço as escadas e não havia mais ninguém em casa, meus pais já haviam ido trabalhar a muito tempo, olho em meu celular e marcava 9:00 horas, vou até a cozinha e a mesa estava limpa e a pia limpa e organizada, abro a geladeira e pego um suco de laranja, tomo ele sentada na cadeira do balcão e começo a revisar meu celular. Acabo por me lembrar de SeungSik, ele me buscaria no colégio para sairmos, mas como não fui hoje, pedirei para que ele venha aqui em casa.

[...]

Já passava do meio dia e eu estava arrumada com um vestido amarelo, calçada em minhas sapatilhas amarelas com uma trança francesa de lado, à espera de SeungSik.

Toc Toc! - caminhei até a porta e o encontrei com uma bermuda jeans branca com uma blusa amarela e uma camisa branca por cima.

- Oi!

SeungSik: Oi - sorriu, que sorriso lindo - Você está muito linda, valeu a pena esperar - falou fazendo eu rir.

- Obrigada, você também está lindo, realmente Nari não mentiu - foi a vez dele de rir.

SeungSik: Que bom que ela falou bem de mim - tranquei a porta de casa e saí com minha bolsa.

Fomos caminhando até a sorveteria e fomos conversando, conhecendo mais um do outro, sei que ele tem 22 anos e que é solteiro, ele mesmo falou. Chegamos na sorveteria e nos sentamos na mesa fora do estabelecimento.

SeungSik: Eu não perguntei se você tem namorado S/N, mas pelo que eu pude perceber, você tem alguém não é?

- A-ah, essas marcas em meu pescoço foi uma brincadeira que meus amigos fizeram comigo.

SeungSik: Brincadeira bem interessante essa não é? - senti um pouco de sarcasmo em sua pergunta e sorri meio sem graça.

- Pois é, eles foram muito além da brincadeira.

SeungSik: Será que eu vou poder brincar com vocês na próxima?

- Ah não vai dar - ele me olha confuso - É que essa foi a última que fizemos.

SeungSik: Podemos fazer a nossa, o que acha? - fiquei sem reação e não falei absolutamente nada - Okay, vamos pedir os sorvetes - assenti e tentei não o olhar - Qual o sabor que você quer?

- Açaí.

SeungSik: Que sabor é esse?

- É um lá do Brasil, será que tem aqui? - me levanto - Qual o sabor que você quer?

SeungSik: Chocolate - assenti e entrei no estabelecimento e fui até o balcão.

- Com licença - chamo o atendente - Vocês servem sorvete de açaí?

???: Açaí? - assenti - Aah, você está falando daquele sorvete que tem gosto de terra? Não sei porque vendem esse sorvete aqui.

- Só pra você saber de uma coisa, açaí não tem gosto de terra, o que você acha parecido com terra é a textura dele, ele não tem esse gosto.

???: Você é só uma cliente, eu sou o encarregado de servir os sorvetes.

- Okay, você é o encarregado, então faça o seu serviço e me sirva um sorvete de açaí e outro de chocolate.

???: Okay - foi até a máquina e colocou os dois sabores na mesma casquinha, olhei aquilo com uma cara de ódio - Aqui está - ele estava com cara de paisagem e eu com ódio.

- Olha eu pedi um de cada, você é muito incompetente cara.

???: Então eu entendi errado, deve ser a terra do sorvete que está afetando a minha cabeça.

- Então não coma esse sorvete se você acha que tem gosto de terra... Olha eu não vou discutir por causa dessa besteira, só põe o meu sorvete e o sorvete do meu amigo por favor.

???: Tudo bem - voltou para a máquina e colocou os sorvetes em suas devidas casquinhas - Aqui estão.

- Obrigada - os pego e caminho para fora da sorveteria e SeungSik olhava o nada - Cheguei e aqui estão os sorvetes - entreguei o dele.

SeungSik: Por que a demora?

- O atendente estava testando a minha paciência - me sentei e comecei a tomar o meu sorvete.

SeungSik: É bom mesmo?

- Sim, é uma delícia.

SeungSik: Posso provar?

- Pode sim - o entreguei e ele provou.

SeungSik: É muito bom mesmo.

[...]

Estávamos a caminho de casa e íamos conversando pouco a pouco, ele estava concentrado na rua e em mim ao mesmo tempo.

SeungSik: Bom S/N, você é uma moça muito bonita e engraçada, gostei de conhecer você.

- Obrigada - fiquei meio sem graça novamente - Você também é engraçado, mas me deixou um pouco sem graça.

SeungSik: Em qual momento?

- Quando eu falei da brincadeira dos meus amigos - ele riu.

SeungSik: Eu estava brincando.

- Ah bom.

SeungSik: Espero não ter decepcionado você.

- Por que decepcionaria?

SeungSik: Deixa pra lá - riu sem graça, chegamos em casa e caminhamos até minha porta.

- Bom, obrigada pelo passeio eu adorei cada momento.

SeungSik: Eu também adorei - sorriu e sério, o sorriso dele é lindo - Até a próxima S/N - se aproximou e deixou um selar em minha bochecha - Você está corada por quê?

- Nada, eu estou corada mesmo?

SeungSik: Está sim, você é fofa desse jeito.

- Obrigada então - o carro dos meus pais chega - Meus pais chegaram, até a próxima SeungSik.

SeungSik: Até! - ele foi e passou por meus pais, o olharam de cima a baixo e minha mãe veio com um sorrisinho.

S/M: Que menino bonito filha.

- Obrigada mãe!


Notas Finais


Ui gente, olha só quem apareceu 😻😻

Espero que tenham gostado ❤

Beijoooos 💛💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...