História Because Of You - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Izuna Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Mikoto Uchiha, Obito Uchiha (Tobi), Orochimaru, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Suigetsu Hozuki
Tags Hentai, Itaizu, Kakashi, Luta, Marfias, Sasusaku, Tortura, Traição
Visualizações 502
Palavras 4.566
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Então né, aqui estou \o/\o/
Quero pedir desculpas pela demora, tive alguns problemas familiares e estou tendo aulas extras com a Enfermeira, sempre que tinha tempo tentava escrever mas era tanta coisa que não saia nada.
Fiz esse capitulo bem maior pra compensar, e espero realmente que gostem. Estou mal por que me tornei algo que não gosto, uma escritora que atualiza uma vez na vida. haha
Eu li o capitulo e talvez tenha algum erro, sempre fica então me desculpem. Em fim... Boa leitura ^^

(Há, para os que leem The Cure vou atualizar a fic. o mais rapido possivel.)

Capítulo 9 - Fuga


Naruto via o quanto a rosada estava se esforçando para ficar perto dele, sentia suas mãos tremendo um pouco quando o tocava e como seus olhos focavam apenas no ferimento, uma onda de culpa e arrependimento percorreu o loiro, queria dizer algo mas não sabia por onde começar ou o que dizer. Enquanto ele a machucou, ela estava cuidando dele.

- Vai arder um pouco. – Diz Sakura pingando o medicamento e como resposta o loiro geme apertando os olhos, aquilo ardia muito.

Sasuke acompanhava todo movimento da rosada cuidadosamente, não acreditava que existia realmente uma pessoa como ela, Sakura se mostrava mais uma vez muito forte. De longe via o desconforto que apenas crescia em Naruto, e tudo pela atitude da rosada.

- Izumi, ela vai ficar bem? Temari vai ficar bem?! – pergunta Gaara que não soltava a mão da irmã por nada, seus ferimentos sangravam muito e ele já sentia a vista escurecer e um pouco de tontura, porém se recusava a se afastar, ação que surpreendia a rosada.

- Vai sim. – Diz a morena cuidando do ferimento abaixo do seio esquerdo da loira. Porém todos param quando o ruivo despenca, Gaara estava desacordado e muito machucado, Sakura vendo que Izumi estava muito ocupada com Temari termina rapidamente para cuidar do No Subaku.

- Pronto, fique aqui.. Quietinho. – Diz a rosada colocando o ultimo esparadrapo e andando apressada em direção a Gaara.

- Neji. – Chama Sasuke vendo que o moreno era o menos machucado. Os dois vãos para um canto sendo logo seguidos por Izuna que, sem se importar com os ferimentos, repassa tudo para o primo, toda a operação e como foram emboscados no meio da estrada já no caminho de volta, e o Uchiha fica extremamente raivoso.

- Temari, Temari fique quieta, ok. – A voz de Izumi chama a atenção do trio, que viam a loira olhar para todos os lados reclamando de dor. – Eu já estou terminando, já retirei a bala agora por favor fique quieta para que eu possa terminar de enfaixar.

Izumi trabalhava o mais rápido que podia e via o quanto Sakura estava tendo trabalho cuidando de Gaara desacordado, mesmo tendo a ajuda de sua tia já que Itachi estava com seu pai em um canto. Temari olha para a morena e murmura algo antes de desmaiar novamente.

- Itachi, por favor liga pro Shikamaru. – Diz a morena ao terminar os cuidados.

 

- Eles estão se unindo Sasuke, precisamos pegar logo esse soro ou Orochimaru arranjará uma forma de colocar a metade de Tokyo contra nós. Sem falar que vamos ter de lidar com vários inimigos de vocês. – Diz Izuna  olhando para os dois irmãos e o grisalho, um momento de silencio e acaba se assustando ao sentir um tapa em seu braço.

- Não deveria está de pé, nem falando de trabalho nesse estado seu idiota! – Rosna a morena erguendo um dos braços do moreno, que já estava sem camisa, e passando a tratar do ferimento. Tudo é acompanhado por Sasuke que logo ver seu irmão fitando os dois. Aquilo com certeza viraria um enorme problema mais a frente.

- Você vai arrancar um pedaço de mim Izu! – grunhi o moreno vendo a prima resmungar algo antes mandá-lo se deitar no chão para que pudesse retirar a bala.

- Ele está vindo Izu. – Diz Itachi se aproximando da morena e parando ao lado dela vendo cuidadosamente todo o serviço. Izuna percebeu certo desconforto vindo do primo, mas não poderia fazer nada e tinha que admitir, estava gostando de toda aquela atenção vinda de Izumi e sabia que Itachi não.

- Kakashi precisamos conversar, você também Itachi. Cuide de tudo aqui Izumi.

Diz Sasuke já ouvindo um carro parar do lado de fora.

 

oOo

 

- por que estamos aqui? – pergunta Kakashi já sem paciência com todo aquele silencio.

- Lembram da amostra da droga que peguei naquele moquifo. Eu fiz algumas pesquisas e pedi para as garotas ficarem a par de tudo.

- E..

- Eles estão tentando terminar minha pesquisa e usando os consumidores das drogas como cobaias.

- Como?!

- Está misturando o resultado das pesquisas dele na droga que ele fabrica, sabem que um quinto da população de Tokyo é consumidora.

- Eles estão loucos! – dispara Itachi fitando os documentos da pesquisa. – Sem saber o efeito que pode causar caso não deem certo, estão dispostos a sacrificarem toda essa gente!

- Ele não quer saber, o único objetivo é acabar com Amaterasu, isso que dizer, nós. Está disposto a acabar com tudo para isso.

Sasuke rosna irritado,tudo isso era muito cansativo e sabia que estava apenas começando. Fitou o celular e viu novamente a mensagem que recebeu a alguns minutos, era um numero desconhecido porém sabia perfeitamente de quem se tratava.

- O que diz.. – pergunta Itachi a respeito da mensagem e vê a carranca que se formou no rosto do irmão.

- Eles estão agindo e o que aconteceu hoje foi apenas o começo. – Diz já sem está com o aparelho em mãos, “ele” sempre avisava quando era preciso.

Kakashi escutava tudo atentamente e sabia perfeitamente o que fazer agora, teria que entrar com tudo.

- Você vai continuar com isso. – Diz o grisalho atrapalhando a conversa dos irmãos.

- Ela é a única coisa que podem usar contra mim, digo, vocês sabem se cuidar, todos sabem, mas ela está mal. – Diz Sasuke neutro. – Manter minha mãe aqui é fundamental e não conheço ninguém melhor que Izumi para cuidar dela, do jeito que está o melhor é mantermos ela longe de toda essa bagunça, se souberem o estado dela eles virão direto para cá.

- Falando nisso... Você está pegando muito pesado com Izumi. – Diz Itachi olhando atentamente para o mais novo que continua neutro.

- Não acho.

- Sasuke, ela não está bem.

- Chega Itachi, já falamos sobre isso, se ela não está bem é bom que fique logo, esse é o trabalho que ela está encarregada e não quero erros, ouviu! – rosna o mais novo fitando duramente o irmão que aperta os punhos antes de sair da sala batendo a porta.

Kakashi fita o mais novo que suspira irritado o grisalho nega com a cabeça, não se meteria, afinal, a muito tempo não precisa cuidar de Izumi e acha que nunca fez isso direito, não depois daquele dia. É, nunca conseguiu ser um bom pai, não na opinião do grisalho.

- Mikoto e Sakura estão em boas mãos. – Di Kakashi antes de sair da sala.

 

oOo

 

- Você fez um ótimo trabalho Sakura, muito obrigada por me ajudar. – Diz Izumi vendo a rosada assentir e sorri um pouco.

- Não conseguiria ver você fazendo tudo sozinha sendo que eu posso ajudar.

- Muito obrigada mesmo. – Fala a morena. – Eu... não achei que me ajudaria, ainda mais cuidando de Naruto ou Gaara, você realmente é... intrigante, deve ser por isso que Sasuke presta bastante atenção em você.

Izumi sussurra a ultima frase vendo a mulher a sua frente franzir o cenho, ela não havia escutado o final.

Sakura fita a janela e avista o ultimo carro sair e logo após Sasuke sai em sua moto, porém viu que o moreno a fitava antes de sair, tinha que admitir Sasuke era muito lindo.

[...]

Os dias se passaram rapidamente e quanto mais Sasuke destruía os carregamentos de droga – para evitar uma tragédia maior com a população -, mais o inimigo avançava.

Sasuke fita a rosada se mover lentamente e assim que teve a certeza que ela estava acordando, deixou o quarto. A partir do dia em que a viu cuidar de Naruto e Gaara, abandonando o medo e se dedicando apenas em ajuda-los, Sakura o interessou ainda mais. O único problema era mantê-la dentro de casa, a dois dias a rosada o procurou, ela queria sair, mas precisamente queria ir para o hospital e claro que sua resposta foi não. Karin acredita que a irmã está morta e se descobrir que está a protegendo seria mais uma vantagem para o inimigo.

Sasuke desce as escadas dando de cara com seu tio na cozinha, a mesa estava pronta e tudo muito bem arrumado. Kakashi podia não dizer, mas Sasuke sabia que aquilo era para amenizar o trabalho da filha, o Uchiha sabia que estava pegando pesado com a prima, mas era melhor assim e manteria sua promessa para com o tio, do seu jeito mas manteria.

- Onde está Izumi?

- Não sei. – Diz o grisalho levando a xícara a boca, o silencio permaneceu no local e aos poucos a mesa foi ficando mais cheia, até mesmo Sakura estava ali e assim que avistou Izumi franziu o cenho ao não ver sua mãe.

- Estou com tanta fome. – Murmura Izumi sentando ao lado do noivo e por coincidência, ao lado de Izuna que sorrir vendo a mesma encher seu prato.

- Acho melhor não comer tudo isso Izu. – Sakura diz fitando a nova amiga que sorrir não ligando para o comentário, Sakura havia percebido algumas coisas nos últimos dias e ajudaria a morena no que fosse possível.

- Fala isso por que não está sentindo a fome que eu estou. – Responde a morena começando a comer.

Sasuke prestava atenção na conversa das duas e ainda intrigado pela sumiço da mãe, porém quando a viu entrar apressada sua preocupação diminuiu.

- O que está fazendo Izumi! – diz Mikoto com a voz seria e dura capturando a atenção de todos no mesmo instante, fazendo ate mesmo a morena que levava um pedaço de bolo a boca parar no meio do caminho. – O que eu falei pra você, não tolero atrasos, na verdade odeio e além de acordar tarde ainda come como se não houvesse amanhã!

- Tia..

- Cala a boca Obito! – rosna a mais velha fitando o moreno mortalmente. – Levante e vamos, você queria um treinamento extra, conseguiu, tem cinco minutos pra subir e se arrumar antes que eu arraste você do jeito que está. – Diz a morena puxando Izumi da cadeira e apontando para a escada. Izumi da uma ultima olhada para Itachi que percebe o desagrado da garota com a situação, porém nada podia ser feito.

- Como está se sentindo mãe? – pergunta Sasuke tendo a atenção da morena.

-  Não estou de bom humor, seu pai vive enfurnado naquele escritório e a vontade de arrombar a porta e arranca-lo de lá se torna maior a cada momento. – Diz a morena olhando para todos a mesa até parar em Kakashi e logo depois em Sakura. – E quem é você?

- Eu.. Eu sou.

- Uma amiga minha. – Diz kakashi fitando a mulher que logo sorrir.

- Anda atrás de novinhas agora kakashi, falando nisso veio ver Izumi, fazia tempo que não aparecia. – Diz sentando no lugar da sobrinha e dando um beijo no filho mais velho e no sobrinho ao lado.

- Eu sei.

- Ela sente muito sua falta sabia. – Diz Mikoto com foco no grisalho e todos olham para o mesmo. – Deveria falar com ela mais tarde, está na hora de contar pra ela.

- Não. É melhor eu ir. – Diz o grisalho se erguendo e Itachi o fita curioso.

- Fugindo de novo. – Murmura a morena que se ergue. – Vou atrás daquela garota, foi um prazer conhecê-la... Como é seu nome mesmo?

- Sakura.

- Foi um prazer Sakura. – Dito isso a morena sobe as escadas deixando todos intrigados no andar de baixo, Kakashi fita os sobrinhos e passa a mão pelo cabelo bagunçado enquanto vai em direção a saída.

 

Sakura prestava bastante atenção na janela e via o quanto Izumi estava se matando na área de treinamento da casa, via o quanto aquilo estava deixando a morena desgastada, seu lado Médica a deixava em alerta, porém teria que aproveitar a oportunidade. A rosada anda apressada até sua cama e retira de baixo da mesma uma mochila pequena, viu novamente se Izumi estava com Mikoto e se assustou ao ver a morena erra alguns tiros, estava a par de que a morena não errava nenhum. Ao sair do quarto andou cuidadosamente verificando se Obito, Itachi e Kakashi ainda estavam e logo viu que os três não se encontravam. Desceu as escada e guardou a mochila atrás de uma poltrona e andou até a parte de trás do Casarão vendo Mikoto gritar com a morena que já tinha seu rosto vermelho e o corpo suado.

- Está tudo bem?

- Sakura ainda está aqui!? – pergunta Mikoto vendo a garota se aproximar. – Está tudo bem sim, Izumi só está distraída hoje.

- Você está horrível. – Murmura a rosada ao se aproximar da morena que faz uma careta sofrida. - Vocês vão demorar, Kakashi saiu e me deixou aqui.

- Aquele irresponsável, ainda temos meia hora de treinamento.

- Oh Meu Deus. – Murmura a morena sentindo um mal estar horrível. – Fique a vontade Sakura, daqui a pouco estamos entrando.

A rosada assente positivamente e se distancia das duas e assim que se aproxima da sala a voz de Sasuke e Izuna se faz presente.

- Estou falando Sasuke, temos que ter cuidado!

- Mas que porra! – grunhi o Uchiha esmurrando a parede. – Isso é pra você Izuna, dê um jeito nesse infeliz, não quero rastros. Agora era só o que me faltava, estarem vigiando Amaterasu.

Diz Sasuke saindo da casa e Sakura se apressa a pegar sua mochila.

- Eu os quero mortos Izuna!

Sakura fita os dois saírem pelo grande portão e corre em direção à um dos carros estacionado na garagem e após ligar o GPS vendo a distancia até sua casa e hospital a rosada sai sem problema.

 

oOo

 

- Está pronta Karin?

Pergunta Suigetsu vendo a mesma terminar de vestir sua saia novamente, a ruiva sorrir limpando o resto de batom da boca do homem que logo rouba um beijo quente da ruiva que aproveita ao maximo.

- Vamos, o chefe não quer atrasos.

Diz Suigetsu saindo na frente, a caminhonete estava pronta e apesar de não gosta de tudo aquilo, por não se a sua área Suigetsu espera karin e Juugo e partem com mais resultado de amostras dentro de uma maleta.

 

oOo

 

- Sasuke pra onde estamos indo?! – resmunga Izuna vendo o moreno irritado dirigindo feito louco, seu foco estava no celular e na rua. – Sasuke está louco, quando a viatura do tio começar a nos perseguir estaremos ferrados!

- Cale a boca!

Diz parando de frente a um prédio, conhecia muito bem aquele local havia visitado depois de toda a confusão com a troca das garotas.

- Ligue pra Izumi! – rosna Sasuke vendo a garota sair do prédio e se dirigir ao carro, ela vestia branco e tinha uma bolsa em mãos.

[...]

- Oh meu deus tia, por favor vamos. – Diz vendo a carranca no rosto da mulher, Mikoto esta brava pela falta de atenção da morena e por ela não ter conseguido desviar nenhum golpe seu, claro que ao ver as duas marcas arroxeadas no corpo da morena se sentia mal, afinal, perdeu a cabeça e descontou a raiva nela.

- Ok, mas depois vamos atrás de Fugaku. – diz a mulher saindo atrás da morena que mal teve tempo de trocar de roupa, estava suada e respirava rapidamente. – E Izumi, querida me desculpe.

- Tudo bem. – diz olhando para a costela esquerda e coxa direita, onde tinha as marcas.

Ao saírem de casa Izumi acelera indo em direção ao único local que Sakura poderia ter ido. E depois de um tempo agradeceu que sua tia havia voltado a si.

 

Sakura andava animada, percebeu que sentia até falta do cheiro que tinha o local, sorriu novamente antes de sair da sala de Tsunade e segue pelo corredor. Claro que ao entrar na sala da loira viu o quanto perturbada ela ficou e desejou muito saber como Sasuke falou com a mulher; a melhor parte foi a Senju ter ignorado todos os protocolos e a aceitado de volta.

Entrou em sua sala e viu uma pequena pilha de prontuários, seus novos pacientes, colocou o jaleco e saiu em direção ao primeiro quarto, viu uma mulher deitada e um homem grande e ruivo vestido de enfermeiro.

- Boa tarde. Como ela está?

Pergunta a rosada assustando o homem que está de costas para ela, Sakura fita a cama e a paciente continua dormindo.

- Ela está bem. – Diz o homem se afastando e saindo em direção a porta, porém assim que o homem abre a mesma o monitor começa a apitar assustando sakura que ver os batimentos da paciente subirem rapidamente.

- Venha rápido precisamos... – Sakura fita a mangueira do soro e vê um liquido azulado, seus olhos se arregalam sem entender, aquilo não poderia estar acontecendo e se manteve alerta quando ouviu a porta se fechar de vagar e passos se aproximarem.

Olhou para a mulher por alguns minutos sem reação, ela já estava morta na maca e respirou fundo colocando a mão no bolso do jaleco, tinha uma caneta no bolso.

- Se vire de vagar! – diz o homem serio e Sakura sente um frio na espinha ao notar o cano da arma na direção de sua cabeça. – Eu conheço você, Karin vai odiar saber que você ainda está viva, então, tenho que resolver o problema.

- O que estão fazendo com os pacientes?

- Não disse que poderia perguntar nada gracinha, agora, se vire!

Sakura respira fundo novamente e ao se virar abaixa rapidamente e com a mão segurando firme finca a caneta na perna do homem que se espanta com a rápida reação e grunhi de dor.

- Sua vadia!

Sakura abre a porta desesperadamente e assim que se vira pronta para correr, da de cara com sua irmã que a fita assustada porém tem uma reação rápida de da uma rasteira da rosada que cai no chão com tudo.

- Não acredito que Sasuke não acabou com você! – Diz a ruiva que grita porém se assusta sentindo o impacto com o chão após Sakura chuta-la no estomago. – Suigetsu!

- Tranquei ele. – diz a rosada achando se tratar do ruivo e o estrondo da porta se abrindo assusta Sakura que se arrasta para longe ao ver o homem com o rosto vermelho emanando ódio.

- Pega ela Juugo! – diz Karin se erguendo e assim que Sakura se ergue pronta para correr sente seu braço ser puxado com força a fazendo gemer de dor e seu corpo ser prensado contra a parede, a mão do homem apertava com força seu pescoço.

 

Izumi chega no hospital apressada recebendo vários olhares pelo seu estado, temia o que poderia acontecer e percebia que os traficantes ou membros de outras marfias que estavam no local já a reconheceram, assim como reconheceram Mikoto.

A morena agarra no braço da tia temendo que a mesma se perdesse ou algo pior, mesmo estando num hospital, nenhum local é seguro não diante de uma guerra entre as marfias.

 Izumi já estava se desesperando após passar por vários corredores e nada de Sakura, mas logo o som de tiro chama a atenção da morena que corre arrastando a tia pelo braço.

- Sai de perto! – Rosna Sasuke com a arma na cabeça de Juugo que tira as mãos da rosada, Sakura é puxada contra o peito do Uchiha e viu o quanto seus batimentos estavam acelerado.

- Juugo leve Karin! – Grita Suigetsu vendo a ruiva sangrando no chão com a mão na costela e o grandalhão faz sem questionar.

- O Chefe não vai gostar. – diz o ruivo sumindo pelo corredor.

- Uchiha, veio buscar a rosada não sabia que tinha uma nova protegida. – diz Suigetsu sorrindo sem abaixar a arma apontada para o moreno.

- E eu não sabia que aprendeu a atirar. – Diz Sasuke sorrindo de lado porém seu olhar tinha foco. Suigetsu. – Vieram testar aquela merda nos pacientes, orochimaru deve está muito desesperado pra nos derrubar.

- Desesperado você vai ficar se não abrir o olho... não sabia que ela estava tão bem. – Fala o Suigetsu apontando para trás do moreno que respira fundo já sabendo de quem ele estava falando. – Bom, vou indo, até logo Sasuke.

Dito isso o homem sai e Sasuke afasta um pouco a rosada de seu corpo.

- Está machucada? – pergunta já virando o rosto da mulher e vendo uma marca de mão em seu pescoço e braço que começava a ficar arroxeada. – Eu falei pra não sair, porra! – rosna Sasuke irritado, se demorasse um pouco seria tarde de mais. Então sua atenção vai em direção a morena mais atrás e a carranca que se forma no rosto de Sasuke so deixa Izumi pior.

A saída no hospital foi o pior, Sasuke sabia que alguns de seus inimigos estariam ali, ou aliados deles, eles estavam por toda parte e sabia também que era questão de tempo até divulgarem que a rosada estava sob sua proteção e o pior aconteceria, tentaria usa-la contra ele assim como sua mãe.

Olhou novamente Izumi vindo mais atrás calada e próxima a Izuna e foi só o momento de Mikoto entrar no carro.

- Sasuke..

- Cala a boca, conversamos em casa! – rosna o moreno sem olhar para a mulher e sai cantando pneu deixando os dois primos ali.

Izumi olha ao redor respirando rapidamente, aquilo não poderia ter acontecido.

- Oh Deus! – exclama colocando as mãos na cabeça e se acocando ali mesmo. Izuna via o quão angustiada a morena estava e após se acoca ao lado dela a puxa para um abraço forte, ela estava quente e apesar de seu estado Izuna apreciou cada momento abraçado a ela.

 

oOo

 

- Onde estavam!? – pergunta Itachi irritado, mas a carranca do irmão o calou. Algo havia acontecido e se tocou no que aconteceu assim que viu Sakura aparecer toda de branco. Itachi fechou a cara já sabendo no que aquilo iria dar e viu Sakura olha-lo, o arrependimento estava estampado em seu rosto.

Neji se ergue vendo Mikoto se aproximar e o mesmo foi feito por Shikamaru e Kankuro.

- Filho, tenha calma.

- Não mãe. – Diz Sasuke.

- Onde está Izumi e Izuna? – pergunta Itachi e a única coisa que teve como resposta foi um silencio, Sasuke se apressou indo em direção aos copos de Wisky e garrafas com a bebida e após duas goladas, a garrafa é estourada na parede assustando todos.

Izumi aparece com Izuna ao lado e o Uchiha se apressa, Itachi foi o primeiro a parar na frente da noiva por proteção, o mesmo é feio por Izuna e Neji.

- Sasuke, por...

- Suba, por favor e se limpe não quero ter que olhar pra essas marcas ou vou perder a cabeça. Me espere que vamos conversar. – Diz serio e Sasuke ainda viu que a mesma protestaria porém ao fitar Izumi ela sai.

- Sasuke.

- Não interfira Kakashi, por favor. – Diz respirando fundo antes de ver a morena sair da barreira humana e ficando cara a cara com o primo, poderia está errada mas não mostraria qualquer sinal de fraqueza, não na frente de todos.

- Você sabe o que fez?! Eu estava evitando tudo isso Izumi, a única coisa que pedia era pra manter a Sakura e minha mãe aqui. – Começa. – Porra, isso é simples e agora sabem que estou protegendo Sakura, Karin vai fazer questão de avisar a todos!

Grita assustando todos.

- Não é tão simples.

- O que?!

- Cuidar delas não é tão simples, Sasuke eu estou fazendo tudo aqui ou você não percebeu, estou dando o melhor de mim, foi só um erro.

- Só um erro... ela disse que foi só um erro. – Repete olhando para os lado e após uma gargalhada animalesca seu punho se fecha e sem pensar tenta soca-la porém Itachi para o mesmo usando uma das mãos.

- Você está louco! – grunhi o mais velho e Sasuke respira fundo murmurando um pedido de desculpas. Kakashi fitava tudo em silencio, mas tinha os punhos cerrados, se Itachi não o tivesse parado teria que reeducar seu sobrinho.

- Você é uma inútil! – grita e Izumi o fita espantada.

- Com é?! – rosna a morena sem acreditar no que ouviu. Por que ele estava fazendo isso, na frente de todos ainda.

– Não fez seu trabalho direito porra! Foi irresponsável e ainda quer discutir comigo, há da um tempo! Se eu não tivesse chego, ou melhor, visto ela saindo daqui Sakura estaria nas mãos do orochimaru agora, ela poderia está morta e eu prometi protegê-la, deixei você encarregada por que era a melhor e você me apronta uma dessa.

- A tia Mikoto...

- Tia Mikoto o caralho. Você tem o deve de cuidar das duas, se minha mãe não esta sã de um jeito de cuidar dela e ficar de olho na Sakura.

- Sasuke..

- Cala a boca Obito! Não tem mais, agora todos sabem dela e de brinde você levou minha mãe, ninguém sabia o paradeiro dela e você o entregou de bandeja. Amanhã todos estarão esperando a oportunidade pra atacar e minha mãe e Sakura serão os alvos.

- Não podia deixar ela só.

- Olha, quer saber Izumi, some da minha frente antes que eu esqueça que é minha prima e meta bala na sua cara e na cara de quem se meter! – Grita virando de costas, o olhar de Kakashi e Sasuke se encontram e o moreno ignora o tio indo em direção ao escritório. – Há, você tem trabalho hoje e é bom que faça tudo certo entendeu!

Sasuke some deixando a morena parada no meio da sala, todos dirigiam seu olhar a ela enquanto Izumi fitava o chão, se sentia humilhada e queria sumir dali.

- Izu..

- Está tudo bem Itachi, eu... ahm, vou subir. – Diz sentindo a barriga doer novamente e então o moreno assim como os primos fitam o roxo mais no canto. Izumi percebe o olhar do pai e encara o grisalho por um tempo antes de sair calmamente em direção ao seu quarto.

O silencio toma conta da sala e apesar dos olhares rondando o cômodo, ninguém diz nada até escutarem o primeiro barulho de algo se quebrando. O som vinha do segundo andar e sabiam perfeitamente o que acontecia.

- Itachi, acho bom você ir lá.

- Eu vou, mas primeiro deixa ela descontar a raiva. – Diz o moreno sabendo perfeitamente o que fazer, conhecia bem sua noiva.

Alguns minutos se passaram até que o som de coisas se quebrando cessou. Itachi se ergue sem dizer nada e sobe em direção ao seu quarto. A porta estava aberta como tinha que ser, viu alguns pedaços de jarros espalhados pelo chão e outro objetos. Izumi estava sentada no chão, escorada na cama com a cabeça baixa.

- Izu..

A morena não diz nada, apenas o fita e Itachi sente o coração parar, o rosto da morena estava vermelho e seus olhos repletos de lagrimas que escorre pela bochecha. A morena apenas levanta e o abraça fortemente chorando ainda mais.

- Eu... eu..

- Shiii, não fala nada, está tudo bem eu to aqui.

Murmura o moreno acariciando a cabeça de Izumi, porém isso para assim que sente o corpo da morena mole.

- Não me sinto bem ita.. – murmura a mulher desfazendo o abraço e foi só o tempo dela fita-lo e despencar, Itachi a apara e se desesperar, Izumi estava desacordada.

 

oOo

 

- Estou entrando. – Diz Sasuke abrindo a porta, Sakura estava sentada na cama olhando para a janela, estava limpa e vestida.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...