1. Spirit Fanfics >
  2. Because Of You >
  3. Queria apenas um ligar pra descansar

História Because Of You - Capítulo 40


Escrita por:


Notas do Autor


Ooie xuxua 😍❤️🤟
Então estamos no finalzinho da fic *-* e sim pra quem achou que não podia piorar sim o Brian piorou kkkkk mas como está no fim vamos aguardar algo de bom kkk
Boa leitura 🤩😁

Capítulo 40 - Queria apenas um ligar pra descansar


POV’S Lexy

 

 Brian me olhava de uma forma um tanto quanto agressiva e seu maxilar estava serrado, em qualquer outro momento eu poderia pensar que ele fosse me bater

_ O que você pensa que está fazendo Lexy ? – perguntou de modo ríspido

_ Você é um hipócrita Brian, você só pensa em você seu desgraçado – gritei

 _ Você só pensa em você e na Alissa, desde que você ficou grávida você não se importa mais comigo, você só quer saber da sua filha – gritou de volta

_ Minha filha Brian ? Então você não me ajudou a fazer ? Seu filho da puta, eu sou mesmo uma idiota por achar que você um dia mudaria que nós poderíamos ter uma vida em paz.Meu olhos estavam ardendo e eu sentia que a qualquer momento eu desabaria, mas eu não daria esse gostinho a Brian

_ Eu larguei tudo por você, eu faço tudo por você. Mas você nunca valoriza, você só sabe falar sobre meus erros, mas você não é perfeita Lexy.

 _ Cala a sua boca, eu não aguento mais você reclamando Brian.

 _ Ah você não aguenta mais me ver reclamando ? Então faça essa criança ficar quieta pelo amor de deus – gritou e eu dei-lhe mais um tapa em sua cara, mas dessa vez ele soltou meu pulso e se levantou irritado.

Brian me puxou e me prensou na parede, ele me apertava grosseiramente quase me deixando sem ar.

 _ Me solta Brian – gritei tentando o empurrar. O que foi falho

_ Eu não aguento mais. Você não entende, eu não aguento mais essa tortura. Eu não aguento mais essa criança chorando, eu não aguento mais ficar sem te tocar, eu só não consigo mais me segurar, eu preciso sentir você Lexy, eu preciso disso. – falou rouco em meu ouvido  o que me deixou com certo nojo do modo como ele falava aquilo.

Senti um arrepio quando algo rígido tocou minha coxa, fechei os olhos respirando fundo.

_ Brian ... – tentei falar, mas ele me puxou para seu colo e começou a beijar meu pescoço agressivamente.

A essa altura eu já podia escutar os soluços desesperados de Alissa.

_ Brian me solta. A Alissa está chorando – falei tentando afastá-lo

 _ Deixa chorar, eu preciso de você – arregalei os olhos não acreditando no que havia ouvido.

_ Você é um monstro Brian. Eu nunca deveria ter acreditado nas suas promessas. Você tem noção de que você está falando da sua filha e não de uma criança qualquer seu desgraçado – dessa vez ele me olhou e eu o empurrei com toda minha força.

Corri do quarto e fui até o da minha pequenina. Ela chorava tanto que eu mal sabia o que fazer. A peguei em meu colo e comecei a nina-lá. Algumas lágrimas desciam por meu rosto e eu as secava rapidamente. Peguei algumas coisas de Alissa e coloquei em cima do sofá, fui com ela até meu quarto e Brian estava lá sentado com as mãos apoiadas na cabeça.

_ Lexy ... – Brian ia falar, mas eu o interrompi  não querendo ouvir mais merda alguma vindo dele.

_ Vou dormir com Alissa – peguei algumas coisas e fui para a sala ligando a tv no mudo.

 Brian insistiu para que eu fosse dormir com ele. Mas eu não conseguia nem olha-lo na cara. Então o melhor era me distanciar. Alissa já voltou a dormir em meu colo e eu estava ainda sem sono, na verdade eu estava com um pressentimento ruim e isso não me deixava dormir.

Percebi certo movimento na rua e algumas sirenes ligadas, estremeci quando vi que vinham de minha casa. Rapidamente chamei Brian que veio correndo. O entreguei Alissa e corri para fora de casa escutando ele me chamar. Encontrei papai do lado de fora e ele estava assustado com um telefone em mãos.

_ Pai – o chamei ainda sem entender

_ Lexy meu bem – falou colocando a mão em meu ombro

_ O que está acontecendo pai ? – perguntei já sentindo meus olhos arderem

 _ Desculpa filha, não tem uma forma melhor pra lhe dizer isso. É só que... sua mãe faleceu – falou e suspirou pesado, enquanto meu rosto se banhava em lágrimas.

Senti minha garganta se fechar, não sabia bem explicar o que eu estava sentindo, não sabia dizer como reagi a nova notícia, só sei que paralisei ali em estado de choque olhando todo aquele movimento indo rumo a minha antiga casa que não era muito longe dali, olhei para trás e Brian vinha rapidamente sem camisa e descalço com Alissa no colo embrulhada em sua manta ele veio rapidamente até mim confuso.

O encarei com toda minha dor e permiti com que minhas lágrimas caíssem ainda mais grossas e fortes, minha mãe... havia morrido, mas de que? Como? Claro que não era difícil imaginar vários motivos, mas eu não queria que isso acontecesse, e meu Deus com estava minha irmãzinha? Não, realmente minha vida não podia ficar mais pior que isso.

_ O que foi? Brian perguntou preocupado e eu não tive nem forças para lhe responder.

_Sarah, ela faleceu agora pouco Brian! Papai respondeu para Brian que fez uma cara de espanto.

_A... Ah... Sério? Perguntou e meu pai assentiu.

Engoli seco sem conseguir dizer qualquer coisa, somente olhava para os lados apavorada, então depois de muito tentar controlar as lágrimas eu olhei para Brian completamente sem chão, sem rumo.

_Eu quero ir lá! Falei entre soluços e Brian assentiu.

_Eu te levo! Meu pai se aprontou.

_ Não eu a levo, tudo bem, eu vou cuidar dela, só... só preciso ligar para Nat vir me ajudar com a neném! Brian tomou as redias da situação de modo firme e meu pai assentiu.

_ Tudo bem, eu vou indo na frente! Meu pai afirmou e Brian assentiu.

Ele olhou para mim com pena e meio confuso tentando me passar segurança, mas a dor que eu sentia em meu peito era maior que tudo, maior que qualquer coisa, eu sei que minha mãe não era a melhor mãe do mundo, mas ela era... Minha mãe, e só esse fato já me fazia desabar completamente, e eu estava mais que preocupada com Mel, eu só queria tomar minha pequena em meus braços e mostrar a ela que está tudo bem.

_ Meu amor, vem comigo! Vai ficar tudo bem, eu prometo! Brian falou calmo respirando fundo.

Eu nem assenti apenas o segui ainda em choque tentando entender como as coisas aconteciam rapidamente e de modo confuso.

Entrei novamente seguindo Brian que a essa altura já estava ao telefone com Nat, ele veio até mim e me deu um beijo na testa me puxando para o andar de cima, colocou nossa filha com cuidado sobre a cama com travesseiros a envolvendo e tratou de colocar uma camiseta e calçar um sapato qualquer, pegou um casaco comprido e colocou em Meus ombros e voltou até a cama e pegou nossa pequena.

Puxou-me de volta para a sala e saímos para fora onde ele trancou a porta e demos de cara com Nat abraçada cm Matt com caras nada contentes, Matt veio até mim e me abraçou sussurrando algumas palavras reconfortantes para mim que só fazia chorar mais e mais.

_Nat cuida dela para mim?! Brian pediu entregando Ali a morena que a pegou cuidadosamente.

_ Pode deixar Bri! Nat afirmou séria sorrindo para nossa pequena que fazia alguns barulhos enquanto dormia tranquilamente.

Brian respirou fundo e veio até mim e me abraçou me guiando pela calçada afora até chegarmos perto de um local completamente tumultuado, cheio de curiosos, faixas e policiais, senti minhas pernas falharem, mas logo senti meu corpo de encontro com o de Brian que parou atrás de mim me apoiando.

As lágrimas vieram mais forte observando aquela cena um pouco mais de longe.

_ Fica calma, vai dar tudo certo minha princesa! Sussurrou em meu ouvido tentando me incentivar, mas tudo que ele fizesse para mim era em vão.

 

Continua...

 


Notas Finais


Tadinha da Lexy ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...