História Because You Loved Me - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Daniel Carvajal, Francisco "Isco" Suárez, Gareth Bale, Luka Modric, Marcelo Vieira, Marco Asensio, Sergio Ramos, Toni Kroos
Personagens Francisco Román Alarcón Suárez
Tags Drama, Futebol!, Isco, Real Madrid, Relações, Romance
Visualizações 305
Palavras 1.321
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oii gente
hoje começou os jogos internos do meu colégio, que vão até sexta, e eu gritei tanto que minha garganta tá doendo e olha que é só o primeiro dia kk
porém valeu a pena, minha sala foi muito bem e eu tô muito ansiosa pra amanhã e pras outras categorias que vamos disputar e a continuação das de hoje.
enfim, boa leitura!

Capítulo 3 - Same Girl


Fanfic / Fanfiction Because You Loved Me - Capítulo 3 - Same Girl

Helena

Mais um dia de trabalho terminado. Após enfrentar vários ônibus lotados e muito empurra-empurra chego à minha simples porém aconchegante casa. Vejo Miguel jogando futebol com seus amigos na quadra perto de lá e rio involuntariamente. Esse menino ainda vai nos dar muito orgulho.

Abro o portão e entro em casa. Vejo minha mãe sentada no sofá, assistindo TV. Ao me ver seu semblante muda rapidamente de felicidade à receio.

 Mãe aconteceu algo?  pergunto vendo ela me encarar com um olhar indecifrável.

 Helena, precisamos conversar.  ela diz me encarando e indicando para que eu sentasse no sofá ao seu lado  Esse sempre foi um assunto muito delicado pra mim e você sabe, porém devido as circunstâncias não dá pra adiar isso. É sobre seu pai biológico.

Olho para ela incrédula. O que poderia ser?

 Pode falar.  tentava mascarar a confusão que sentia dentro de mim. 

 Está preparada pra saber de tudo sobre ele? Sei que eu nunca falei dele claramente pra ti mas as coisas sofreram uma reviravolta da qual eu nunca imaginei que aconteceria. E pode acreditar, estou tão confusa quanto você deve estar agora.

 Ok, a senhora está me assustando, me fale logo por favor! Nunca estive tão preparada quanto agora.

 Bom, acho melhor começar do início. Seu pai e eu nos conhecemos em Madri. Lembra que eu disse que já tinho ido visitar a Espanha e havia passado um tempo na casa da minha tia Teodora que vive lá?  assenti – Então, nos encontramos por acaso e logo começamos um romance. Foi por um breve período mas foi lindo e intenso. Só que eu voltei para o Brasil ao descobrir que ele havia acabado de se separar de sua esposa. Eu tinha medo de que ele ainda a amasse e nosso relacionamento não desse certo. Ele se dizia confuso, era mais velho e experiente que eu e eu era somente uma jovem querendo se arriscar porém ironicamente com medo de tentar, então só deixei tudo. E parece que o amor não havia acabado mesmo afinal eles voltaram um tempo depois que eu fui embora. Não o julgo, afinal sei que ele me amou também e que o nosso romance significou algo pra ele, foi algo que foi bom enquanto durou mas tinha que permanecer lá, como a lembrança de uma aventura para ambos. Portanto eu descobri algo que me prenderia para sempre à ele: estava grávida. E esse bebê era você Helena. Eu sentia que não poderia contar para ele, não queria abalar seu casamento logo após uma reconciliação, então decidi que criaria sozinha, sempre com a ajuda de meus familiares que respeitaram minha decisão. Mas aí se passava o tempo e eu te via crescendo e comecei a pensar em como seria se me tirasse o direito de te ver aprender todas as coisas novas, te acompanhar desde o início e meu coração dóia. Então, quando você tinha 2 anos, resolvi escrever uma carta para seu pai, porém nunca obtive resposta, até hoje à tarde.

Arregalei os olhos e a encarei sem saber direito o que falar. Eu estava confusa, porque depois de tantos ele resolveu responder essa carta? Será que ele estava passando necessidade? Mas minha mãe havia dito que ele era alguém muito ocupado e influente.

 Helena, querida? Você está bem? Posso continuar?  segurou minha mão e continuou  É preciso ser forte meu bem. Eu sei que é muita informação mas você precisa saber de tudo, as partes mais importantes nem chegaram ainda  suspirei  mas se você quiser eu posso parar por aqui e depois nós continuamos.

 Não!  disse quase que imediatamente  Por favor, continue. Eu preciso saber de tudo logo, eu não aguento mais toda essa dúvida que me persegue a vida toda.

 Então, voltando à onde paramos, eu recebi uma ligação de seu pai hoje. Ele me pediu perdão e parecia muito emocionado. Me disse que nunca havia me procurado pois não sabia da existência daquela carta, ela nunca foi entregue à ele, sua mãe havia lhe escondido todo esse tempo com medo de que ele largasse tudo e viesse atrás de mim, e ele a encontrou por acaso e procurou minha tia Teodora que deu meu número.  olhei para ela ainda sem acreditar, então quer dizer que eu tenho uma vó que eu nem sabia da existência mas que já implicava comigo? Parece que a vida adora tirar sarro da minha cara  Eu acredito nele. O conheço bem apesar do pouco tempo em que convivemos, ele é um homem de bom carácter.

 Isso é coisa demais pra processar. – disse com as mãos na cabeça e com os cotovelos apoiados nas pernas.

 Eu sei, eu ainda estou tentando ligar os pontos em minha cabeça. Mas tem mais uma coisa que você precisa saber, talvez seja uma das informações mais importantes sobre seu pai.

– Mais coisa ainda? Se bem que depois disso tudo acho que não me surpreendo com mais nada, pode falar.

– Seu pai é Florentino Pérez, presidente do Real Madrid. Você deve conhecê-lo certo? O Real Madrid é um dos clubes com mais visibilidade no mundo e consequentemente ele também tem.

Sabe o que eu falei sobre não me supreender com mais nada? Acho que eu tava errada.

 Mãe, a senhora só pode estar brincando ou estar super enganada, não é possível, não comigo, eu não posso ser filha daquele cara.

 Mas é meu bem, acredite. Eu fiquei muito feliz quando ele assumiu a presidência do clube e queria tanto que você soubesse que ele era seu pai, mas eu não queria lhe falar e criar um suposto ódio seu por ele. Algo sempre me dizia que ele não respondeu minha carta pois havia algo errado e que hora ou outra tudo iria se esclarecer.

 Meu Deus, isso é loucura demais – levantei passando as mãos pelo cabelo  Eu simplesmente não consigo acreditar! Minha vida mudar assim do nada! De manhã eu era só mais uma na multidão agora eu descubro que eu sou metade espanhola e filha do cara que é presidente de um dos maiores clubes do mundo! Será que se eu pedir pra ele deixar o Vinícius Júnior pelo menos mais uns 6 meses aqui no Flamengo ele deixa?

Minha mãe começa a rir.

 Como você é boba Lena! Nem na hora da aflição consegue parar de fazer graça!

– Desculpe mama, tinha que descontrair, minha cabeça tá martelando de confusão. Sabe,  abaixei a cabeça encarando o chão  sempre me senti muito deslocada dos demais. Sempre sentia que tinha algo de errado comigo, me culpava por ser assim, diferente e me culpava por gostar de me sentir assim, pois eu achava que tinha alguma coisa em mim que me fazia sei lá, especial, que tinha mais à descobrir, mas ao mesmo tempo me sentia egoísta por isso. Não é como se eu tivesse descoberto que tenho sangue azul, da realeza, mas agora todo esse sentimento faz sentido.

 Meu amor  ela segurou meu queixo me fazendo erguer a cabeça  você está confusa, isso é normal. Você precisa perceber que sendo filha de alguém assim ou não, você é especial por ser quem é, carinhosa e com uma determinação incrível, sempre querendo o melhor pra todos. Sempre continue sendo essa mesma garota, apesar de todas as coisas que irão mudar em sua vida, porque você sabe que mudarão.

 Sim, eu sei. – suspiro  Acho melhor eu ir descansar né? Vou tomar um banho e já ir deitar, não tô afim de jantar hoje. Tenho muito sobre o que pensar.

 Ok meu bem, vá mesmo, você precisa. Vou lá fora chamar o Miguel pra entrar. Fica bem.

Ela saiu e eu fui para meu quarto e me deitei na cama. Respirei fundo. Agora eu sei o porquê daquela sensação estranha que eu via sentindo... Talvez o lugar para onde as nuvens vão e o arco-íris se encerre seja em Madri. Talvez seja lá onde meus sonhos se tornem realidade. É, talvez eu não esteja vendo série demais. Talvez... 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...