1. Spirit Fanfics >
  2. Beck e Jade - One Shot >
  3. "Feliz 10 anos"

História Beck e Jade - One Shot - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Hello flores do campo! Mais um capítulo para vocês, dessa vez narrado pelo Beck! Esse está bem grande espero que gostem!

Capítulo 6 - "Feliz 10 anos"


Fanfic / Fanfiction Beck e Jade - One Shot - Capítulo 6 - "Feliz 10 anos"

Focava meus olhos na janela do avião ancioso, estava a dois meses fora e isso estava me matando, deixar Jade e Jordan sozinhos me partia o coração. Para completar o vôo estava atrasado e hoje faziam exatamente 10 anos que eu e Jade estávamos juntos e 6 anos de casados. Ainda me lembro de ela entrando no altar após muito eu insistir com um vestido de noiva lindo com algumas manchas vermelhas e no lugar de um buque ela trazia consigo uma tesoura. Ela estava tão linda e tão feliz apesar de ter colocado medo em todos os convidados.

- Senhores passageiros estamos prestes a pousar, por favor apertem os cintos.

Sorri aliviado, finalmente estava prestes a chegar. Assim que saí do avião corri para fora do aeroporto pegando um táxi qualquer e indo direto para casa, o velho trailer se mantinha o mesmo após os anos o que mudou? Bom não moro mais perto dos meus pais. Logo paro na frente do trailer sorrio logo abrindo a porta.

- Jordan, quantas vezes vou ter que te pedir para não falar palavras feias? - escuto Jade logo a vendo preparar algo no que seria a cozinha

- Desculpe mamãe - disse Jordan que assim me viu sorriu correndo até mim - Papai!

O abracei forte, Jordan tem 7 anos e já é muito esperto, a junção perfeita minha e de Jade e uma paixão incrivelmente herdada da mãe por tesouras. Lembranças passam por minha cabeça, o desespero de Jade ao me contar da gravidez, como ela sorriu ao comprar a primeira roupinha, quando escolhemos o nome e brigamos por meia hora até entrarmos em um acordo e em como Jade se tornou uma mãe incrível. Logo olho na direção de Jade a vendo sorrir.

- Como foi com a gravação do filme, papai? - disse Jade dando um passo em nossa direção o que me fez sorrir, ela sempre me chamava assim na frente de Jordan o que era estranho e fofo ao mesmo tempo.

- É papai como foi? - disse Jordan animado

- Muito bem meus amores, mas senti muita falta de vocês. - olho Jade nos olhos e ela se aproxima entendendo o recado.

Me afasto um pouco de Jordan me aproximando de Jade a puxando para um beijo cheio de saudade, apenas me afastando por me lembrar que meu filho estava presente no local e se eu continuasse não poderia parar. Sorrio colocando de forma delicada uma das poucas mechas coloridas restantes no cabelo de Jade entre meus dedos a vendo sorrir.

- Papai sabia que titia Cat e tio Robbie vão ficar comigo hoje? Eles disseram que você é a mamãe tem que conversar e jogar vídeo game - não posso evitar uma risada, logo desviando brevemente meu olhar do de Jade

- Mesmo? Eles tem razão - sorrio abraçando Jade - Jay não acha meio arriscado deixar Dan com eles - sussurro em seu ouvido em tom de brincadeira e ela ri

- Eram eles ou a Trina - rio junto com ela.

Algumas horas se passaram, fiquei o tempo todo brincando com Jordan e trocando olhares com Jade que sorria largamente me fazendo suspirar. Jordan é muito talentoso e já com sua pouca idade faz desenhos incríveis e toca instrumentos e suas brincadeiras se baseavam nisso o que me enchia de orgulho. Minutos depois escuto a voz de uma certa ruiva no lado de fora.

-Din Don! - diz ela já que não temos campainha. Logo Jordan corre para abrir a porta e Jade vai atrás cumprimentando os amigos e logo passando a lista de cuidados com Jordan.

- Se ele voltar machucado, gripado, ou com qualquer doença tesouras voarão, nada de doces em excesso e estou falando com você Cat! Nada de experiências bizarras propostas por um boneco Robbie, estou falando sério. - ela diz tudo em um tom ameaçador e em seguida se abaixa na altura de Jordan e com uma expressão suave diz - Qualquer coisa ligue para a mamãe ou chame as autoridades, obedeça a titia Cat e o titio Robbie, a não ser que seja algo que eu jamais te pediria para fazer. - ele concorda e eu logo me aproximo de Jade a abraçando

- Tudo bem Jade, deixa eles se divertirem - Robbie sorri aliviado enquanto Cat já conversava com Jordan - Obrigado pela ajuda - agradeço e logo eles se vão.

Percebo nitidamente que Jade estava preocupada, já que ela se sentou na beira da cama e começou a cortar os lençóis com uma de suas tesouras me aproximo dela e acaricio seu rosto sorrindo.


- Hey vai ficar tudo bem, Jordan sabe se cuidar - beijo o canto de sua boca e ela relaxa largando a tesoura.

Me levanto recebendo um olhar de reprovação dela o que me faz sorrir, caminho até minha bolsa e de lá retiro um embrulho.

- Feliz 10 anos - ela sorri e logo puxa da minha mão o embrulho o abrindo como uma criança, assim que ela vê do que se trata o presente coloca uma das mãos no lábio e me olha nos olhos

- Aí meu deus!

- Você gostou?

- Você está brincando? Eu amei!! É a réplica da tesoura que entrei no altar no nosso casamento e que perdi na mesma noite o que me deixou bem triste - falou a mesma sem parar e muito animada o que me fez sorrir

- Olha do outro lado - ela olha confusa e assim que vê nossos nomes escritos na tesoura seus olhos adquirem um brilho lindo e ela sorri me abraçando

- EU TE AMO! - grita logo em seguida me dando beijos que retribuo na hora. - Eu também tenho algo pra você

- Você sabe que não precisa Jay

- Calado - ela diz me apontando a tesoura nova me fazendo sorrir - fecha os olhos - fecho na hora e logo escuto ela se aproximar - pode abrir. - logo abro o grande embrulho vendo o violão mais lindo que já tinha visto e que queria a um bom tempo.

- Como? - digo espantado a olhando.

- Eu sabia que você queria muito então fui juntando dinheiro dos meus trabalhos como atriz...ganho pouco com as peças que faço e você sabe, mas eu consegui - a puxo para um abraço forte deixando o violão de lado.

- Não devia gastar dinheiro comigo, eu sei quanto isso custa e não é nem um pouco barato Jay...e pensei que se mudar para uma casa de verdade fosse importante para você. - ela senta em meu colo e sorri

- Beck...amor, nem tudo é sobre o futuro, de que vale ele se não vivermos o agora? Eu amo o seu trailer ele é tão você e um dia vamos ganhar dinheiro o suficiente, você conseguiu seu primeiro papel importante em um filme, eu estou quase lá e cada vez fazendo mais peças, um dia vamos conseguir comprar quantos trailers ou casas quisermos. - A esse ponto eu já sorria feito um bobo a olhando acariciar meu rosto enquanto falava.

- Eu te amo meu amor

- Eu também te amo Beck...sempre

Ela logo me puxa para um beijo ao qual retribuo na mesma intensidade. Paramos o beijo apenas para guardar os presente e logo voltamos dessa vez mais intenso, a coloco deitada na cama com cuidado e começo a retirar seu vestido preto e extremamente sexy.

- Oh Beck... - a mesma diz me deixando mais excitado.

Bom nem preciso dizer que minutos depois estávamos os dois nus gemendo. Assim que atingimos o ápice a deixo deitada com a cabeça em meu peito acariciando seus fios castanhos e suas lindas mechas verdes.

- Por que quer tirar as mechas? - digo aleatoriamente

- Ah...não sei para ser uma mãe mais responsável? - diz não muito animada

- Você já é responsável Jay...me diz a verdade - ela suspira e diz

- Tenho medo de não conseguir papéis bons por causa disso.

- Amor você é uma ótima atriz e é isso que vai fazer você pegar os melhores papéis - percebo que ela sorri - além do mais sou apaixonado por suas mechas. - ela sorri mais e abraça minha cintura se aconchegando em meus braços.

- Sabe a 10 anos fiz a melhor escolha de todas, dizer sim quando me pediu em namoro e a 6 fico feliz de ter aceitado seu pedido de casamento após algumas tentativas - rio

- Algumas? Te pedi de 8 formas diferentes - ela ri

- Eu sei. - diz simplesmente

- Bom posso te dizer que a 7 anos eu fiz a coisa mais insana e inconsequente da minha vida, mas a mais certa também - ela me olha confusa - estou falando de Jordan

- Chamou nosso filho de coisa, Oliver? - ela diz e eu logo tento concertar

- Eu..não de jeito nenhum...eu...amo Jordan eu quis dizer que. - quando menos espero ela me interrompe com um beijo.

- Eu sei só queria ver sua reação - ela ri

Suspiro aliviado e a abraço forte, Jade é e sempre será meu porto seguro, apesar das brigas que devo dizer que diminuíram bem após o nascimento de Jordan, Jade detestava brigar na presença do filho. É o que muitos diziam ser apenas um namoro passageiro se mantém forte como uma pedra e assim vai continuar. Logo somos surpreendidos pelo toque do celular de Jade. 

-Alô?..Jordan o que aconteceu? Eu vou matar a Cat! - a olho espantado.

- O que foi?

- Pega a chave do carro enquanto eu pego as tesouras, Cat deu doces de mais a Jordan e agora ele está passando mal e sofrendo bullying daquele boneco velho - Jade diz irritada e preocupada. Colocamos as roupas e assim que pego a chave do carro a olho nos olhos acariciando seu rosto.

- Vai dar tudo certo! - ela sorri e seguimos até a casa de Cat e Robbie e posso garantir que quem sofreu mais com as tesouras foi Rex.



Notas Finais


Obrigada por lerem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...