História Been Through (BTS JIMIN) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Amor, Bangtan Boys (BTS), Colegial, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Min Yoongi
Visualizações 82
Palavras 1.044
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Ecchi, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Finalidades


Jimin acabou com o espaço entre os corpos, e atacou a boca da garota novamente, com mais fervor do que antes. Suas mãos apertavam a cintura fina e sua boca descia pelo pescoço da garota, plantando beijos e mordidas até chegar em um dos pontos de prazer dela.

 

Ambos conheciam bem o corpo um do outro, e JImn sabia o quanto sua pequena era sensível ali, e ele adorava isso. Sua boca foi em direção ao seio esquerdo tão lentamente quanto a sua mão, subindo pela cintura e encontrando o outro seio. A garota fechara os olhos e suspirava baixo sentindo todos os arrepios gostosos que aquelas carícias lhe proporcionavam.

 

Foi quando a boca circulou o mamilo, que ela gemeu fogosamente, e para Jimin, aquilo foi um combustível alucinante. Ele sentia tanta falta de dar prazer a garota que te-la ali, em seus braços, lhe parecia uma alucinação.

 

A boca e mão trabalhavam em um conjunto perfeito, a boca chupava e lambia lentamente, enquanto a mão apertava aquele pedaço de carne. Ela já não controlava seu próprio corpo, enquanto Jimin a fazia suspirar de puro prazer, a garota movia-se em seu colo. Seu corpo pedia por mais a cada vez que sentia o membro duro dele.

 

Aquilo foi o que bastou para que ela fosse jogada para a cama, enquanto Jimin tirava sua calça, admirando o corpo seminu de sua amada. Ela ainda sentia-se extasiada, e queria sentir o calor de Jimin.

 

O garoto não perdeu tempo e arrastou seu corpo por cima da garota, mas na direção oposta. A boca de Jimin decidiu deixar rastros de beijos pelas coxas da garota, e a cada centímetro mais perto do centro, a fazia sentir seu corpo prestes a explodir.

 

Ela não conseguiu prender o gemido alto que saiu de si, assim que sentiu Jimin a beijar por cima do tecido do short do pijama. Era fino, e ela não usava qualquer calcinha por baixo, e ele havia percebido, por isso decidiu beijá-la ali, do mesmo jeito que beijava sua boca.

Usando a língua.

 

A língua de Jimin era provocadora, ele sabia onde pressionar mesmo por debaixo de um mero tecido. Nayeon abriu mais as pernas, mostrando o quanto estava necessitada.

 

“Por favor”, a súplica deixou seus lábios de forma baixa, mas Jimin tinha a escutado mesmo assim. Cansado da pequena tortura, levou suas mãos as laterais do short o puxando por entre as pernas da garota.

 

Ela finalmente estava nua

 

E era toda sua.

 

“Você brilha como uma estrela e ilumina meu coração meu amor”, foi tudo o que ele conseguiu falar.

 

Jimin não quis perder nenhum segundo, e logo flexiona as pernas da menina, as colocando entre sua cabeça e afundando sua boca no centro carnudo.

 

A sensação de ser chupada era algo surreal, e Jimin a fazia ir ao céu várias vezes. A língua do garoto percorria por todo o local, precionando o clitoris inchado da menina e lambendo a entrada.

 

Ela mantia suas pernas cada vez mais abertas, e com os olhos fechados se entregava a ele. Foi então que ela sentiu um dedo a penetrando lentamente, enquanto a boca de Jimin a chupava com louvor.

 

A cada gemido manhoso que escutava, Jimin sentia seu pau ficar ainda mais apertado dentro de sua cueca. 

 

A língua do garoto rodeava o seu clitoris no mesmo ritmo em que os dedos a invadiam. Ela sentia-se prestes a enlouquecer.

 

“Você está tão molhada meu amor, tão pronta pra mim”

 

Jimin logo moveu sua língua para a entrada apertada, a empurrando belo buraco pequeno, enquanto seus dedos, agora brincavam com o clitoris. Aquilo bastou para que o corpo embaixo de si entrasse em combustão. Gemendo alto o nome do seu amado, ela se desmanchou na boca dele. Talvez por conta daquele orgasmo forte, ela não tenha percebido que Jimin havia tirado o resto das roupas que permaneciam em seu corpo masculino.

 

Ela foi apenas interrompida de sua redoma de sensações, quando o sentiu a penetrando brutalmente. Os olhos da garota se abriram e viram Jimin ajeitando suas pernas ao redor do seu quadril, ficando de joelhos enquanto continuava metendo velozmente.

 

Seus corpos pegavam fogo, os gemidos já não conseguiam serem escondidos. A saudade e amor estavam ali.

 

Verdadeiramente.


 

“O sol está atrás das nuvens que cobrem a luz, sem mudança, você brilha em mim para sempre.”


 

As sensações circulavam os corpos do casal,  e Jimin moveu seu corpo, ficando em cima da garota, grudando suas bocas em um beijo profundo e apaixonado.

 

“Eu amo você”, a declaração escapou dos lábios dela, a deixando ainda mais entorpecida. Jimin investiu ainda mais forte ao escutar.

 

Com o corpo do garoto ainda mais perto, ela circula seus braços ao redor do pescoço de Jimin. Suas pernas apertaram ainda mais o quadril do seu amado, sentindo seus seios roçando no peito acima de si. 

 

O rapaz também aproveitava aquela sensação, e não se contendo, levou sua boca até os mamilos duros, os sugando. Suavemente um, e depois o outro, ainda, enquanto seu quadril se encontrava arduamente com o abaixo de si.

 

“Jimin eu… mais... mais rápido”, a garota suspirava a cada estocada, seu corpo estava a beira do abismo.

 

Jimin obedeceu seu pedido e aumentou a velocidade, os dois se abraçaram, como se quisessem se fundir ali mesmo. Então a explosão veio.

 

Primeiro ela gritou, contorcendo seu corpo por conta dos tremores de puro prazer; Logo depois Jimin seguiu sua amada, a sentindo apertar seu membro com força devido ao orgasmo. Então não demorou muito para que ele a acompanhasse.

 

Sorrindo ofegante, a garota moveu seu olhar para Jimin, sentindo todo seu amor fluir por entre suas veias. Ela havia esquecido da perfeição que era estar com ele, de todas as maneiras possíveis.

 

“Você sabe que nunca mais vou deixar você ir a lugar algum, não sabe?”, o garoto pergunta ao sair de cima do corpo pequeno, se deitando ao seu lado.

 

Ela apenas ri procurando a mão de Jimin, e ao achá-la, entrelaça com a sua virando seu corpo de lado, para o observar melhor.

 

É tudo o que eu quero.


 

“No céu cinzento há uma luz mais brilhante. Atrás das nuvens escuras há uma luz deslumbrante. No final das dificuldades de hoje, brilhe fortemente em mim.”

 


Notas Finais


Último capitulo dessa fic que eu amo tanto, em breve estarei e escrevendo bastante sobre nct, fiquem avisados.
Aproveitem e favoritem, e se quiserem comentem!
Dá aquela seguida marota pra não perder as loucuras que eu escrevo: @chuchuya


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...