História Before I Forget - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Black Veil Brides (BVB), Juliet Simms, Supernatural
Personagens Andrew "Andy" Biersack, Ashley Purdy, Bobby Singer, Castiel, Christian "CC" Coma, Chuck Shurley, Crowley, Dean Winchester, Jacob "Jake" Pitts, Jeremy "Jinxx" Ferguson, Juliet Simms, Personagens Originais, Sam Winchester
Tags Adolescente, Andy Biersack, Andy Black, Romance, Sobrenatural
Visualizações 5
Palavras 3.158
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii
Demorei mais eu voltei hahahaha
Prometo que vou postar com mais frequencia.
Espero que gostem do capítulo.

Boa Leitura!!!

Capítulo 9 - Capítulo 9


Fanfic / Fanfiction Before I Forget - Capítulo 9 - Capítulo 9

Foram mais ou menos 20 minutos da casa do Ash até o endereço que eu consegui pelo rastreador, entramos em uma estrada de terra o lugar era totalmente deserto, Ash parou o carro perto de uma trilha e a gente desceu do carro, olhamos a nossa volta.

-Que droga, e agora o que a gente faz? –Perguntou Ash apavorado.

-Vamos ter que seguir pela trilha a pé. –Eu disse e respirei fundo voltei até o carro e abri minha mochila tirei duas lanternas lá de dentro e dei uma ao Ash. –Daqui  a pouco fica escuro vamos precisar disso. –Eu disse e comecei a seguir pela trilha.

-Tudo bem. –Disse Ash que logo me seguiu e eu o puxei pra minha frente.

-Vai na frente e fica de olho. –Eu disse e a gente continuou andando eu o tempo todo olhava pros lados e pra trás, pois se Kath realmente estava ali alguém devia estar vigiando. Acho que caminhamos por uns 10 minutos até que avistamos uma casa de longe, a casa aparentemente estava abandonada mais tinha uma fumaça saindo da chaminé e havia dois carros parados na porta.

-E agora o que a gente faz? –Perguntou Ash com medo olhando em volta.

-Vamos dar a volta na casa e achar um jeito de entrar. –Eu disse sussurrando, e sai andando devagar olhando em volta nós nos aproximamos da casa pelos fundos e demos a volta na casa, encontrei uma janela me levantei lentamente olhando dentro da casa e vi a Kath amarrada a uma cadeira. –Ela ta lá dentro. –Eu sussurrei.

-Tem alguém com ela? –Perguntou Ash sussurrando olhando em volta, e continuei olhando e logo vi uma sombra se aproximar e me abaixei rapidamente.

-Tem alguém com ela sim. –Eu sussurrei novamente olhando pro Ash e fiz sinal pra ele me seguir eu continuei andando e notei que havia um cara de guarda na porta olhei em volta e peguei uma pedra e taquei do outro lado fazendo barulho lá o cara logo olho em direção ao barulho fui devagar até ele e o acertei na cabeça bem forte com a lanterna ele caiu no chão Ash pegou em uma perna e eu em outra e o puxamos pra parte de trás da casa e o amarramos voltamos pra frente da casa, peguei na maçaneta e girei com cuidado a porta se abriu olhei dentro da casa em volta não havia ninguém ali apenas a Kath sentada em um canto amarrada a uma cadeira e com o rosto todo machucado e desacordada olhei pro Ash e fomos até ela eu comecei a chorar e a sorrir ao mesmo tempo por ter encontrado ela e passei minha mão em seu rosto.

-Kath? Acorda Kath sou eu a Lisa. –Eu sussurrei passando as mãos em seu rosto, ela suspirou e se mexeu um pouco.

-Lisa é você? –Ela perguntou a voz bem fraca.

-Sou eu Kath eu vou te tirar daqui. –Eu disse e olhei pro Ash que olhava pra gente de boca aberta.

-Ash desamarra ela. –Eu sussurrei enquanto Ash caminhou até ela e começou a desamarrar ela.

-Vocês tem que sair daqui agora, ele vai voltar. –Disse ela ainda com a voz fraca e abriu os olhos me encarando.

-Eu não vou sair daqui sem você. –Eu disse olhando ela e comecei a ajudar o Ash a desamarrar ela.

 

P.O.V. ASH

Eu estava com muito medo de ter que fazer aquilo mais por Lisa eu faria qualquer coisa e eu não poderia deixar ela se meter nessa enrascada sozinha, mesmo morrendo de medo e temendo pelas nossas vidas eu decidi ajudar, fomos até o tal local onde a amiga dela se encontrava escondida, eu estava sentindo mais medo a cada segundo, enfim conseguimos entrar e encontrar a amiga de Lisa, quando eu vi aquela menina ali amarrada, debilitada, com o rosto todo machucado eu fiquei em choque afinal que tipo de monstro doentio bate em mulheres? E sem contar que mesmo ela toda machucada daquele jeito é linda, tem uma beleza que eu nunca vi antes em minha vida, ela é perfeita, seu rosto, seu cabelo e seu corpo era de uma total simetria perfeita, eu estava paralisado pela beleza de Kath, mais eu fui despertado desse meu pensamento por Lisa que me pediu que a desamarrasse então assim eu fiz os nós foram bem dados estava difícil de desfazer.

-Esses nós são difíceis de desfazer. –Eu disse forçando a desfazer um nó.

-Que droga de cordas. –Disse Lisa tentando desfazer um nó com força, estávamos distraídos ali quando de repente eu vi uma sombra e parei.

-Lisa. –Eu disse olhando pra pessoa que surgia das sombras, Lisa me encarou e se virou pra onde eu estava olhando.

-Vai Ash continua desamarrando anda. –Lisa disse colocando a mão pra trás pegando a arma, ela a destravou e apontou pra sombra com o dedo no gatilho.

-Pronto. –Eu disse terminando de desamarrar a garota e a segurei pelos braços.

-Corre. –Disse Lisa que correu tentando ir pros fundos da casa e eu imediatamente a segui correndo, ela tentou abrir as portas dos fundos mais estava trancada. –Droga de fechaduras. –Disse lisa e eu ouvi passos ela então nos puxou nos escondendo ao lado do armário, Lisa ficou o tempo todo com a arma na mão com o dedo no gatilho. –Ash pega a faca. –Ela disse e aproximou a perna dela para que eu pudesse pegar a faca em seu coturno mais eu estava com medo.

-Não Lisa. –Eu disse assustado ela então enfiou a mão dentro do coturno e pegou a faca e colocou em minha mão.

-Pega a droga da faca. –Ela disse irritada então eu peguei, ela olhou em volta e os passos estavam cada vez mais perto, nós estávamos olhando pra um lado e ele nos surpreendeu vindo pela cozinha não deu nem tempo de ver por onde ele veio.

-Finalmente eu peguei vocês, três pelo preço de um isso vai ser perfeito. –Eu ouvi o cara dizer e aquela voz não me era estranha eu então o encarei e não acreditei no que vi, o cara se aproximou todos estávamos com medo.

-Thomas? –Eu perguntei e o cara me olhou por alguns segundos e voltou a olhar Lisa e alisou o rosto dela eu estava com a faca nas mãos, eu sabia que Lisa não ia atirar a não ser que fosse realmente necessário eu então tomei coragem e enfiei a faca em sua perna ele gemeu de dor e me olhou se abaixando um pouco Lisa então desferiu um soco na cara dele e o empurrou com o pé, o homem então caiu no chão.

-Corre! –Lisa gritou e eu então me levantei com a Kath e corremos pra fora daquela casa.

 

P.O.V. ELISABETH

Eu temia por nossas vidas ali mais graças ao Ash que tomou coragem e enfiou aquela faca na perna do homem eu não precisei atirar, eu realmente não queria porque por mais que ele fosse um bandido eu não queria ter o sangue de um homem em minhas mãos, nós então corremos pra fora daquela casa e continuamos correndo seguindo a trilha de volta pro carro, eu acendi a lanterna e fui na frente olhando o caminho, ao chegarmos perto do carro eu me lembrei de algo que tinha ouvido.

-Ash você conhece aquele homem? –Perguntei abrindo a porta de trás do carro pra que ele pudesse colocar a Kath.

-Depois conversamos sobre isso Lisa vamos tirar a menina daqui primeiro ela precisa de cuidados. –Disse Ash a colocando no banco de trás com toda delicadeza do mundo eu fiquei olhando aquilo e sorri.

-Tudo bem, eu dirijo vai com ela no banco de trás. –Eu disse e imediatamente Ash jogou a chave pra mim ele nem protestou, entrei no carro e dei a partida e sai com o carro dali.

-Como você se sente? –Perguntou Ash olhando pra Kath.

-Eu vou sobreviver. –Disse ela ainda com a voz fraca. –Caramba eu to ao lado de Ashley Purdy e não consigo nem ter um ataque de fã. –Disse ela ainda com a voz debilitada, Ash e eu rimos do que acabamos de ouvir.

-Com certeza você vai ter muito tempo pra isso Kath, nós duas vamos ter tempo pra isso. –Eu disse sorrindo e respirei fundo, um pouco depois finalmente estávamos de volta a casa de Ash, saímos do carro e entramos dando de cara com o CC na sala sentado vendo TV assim que ele viu a Kath naquele estado ele se levantou assustado.

-O que aconteceu com ela. –CC perguntou vindo até nós.

-Ela se envolveu em uma briga, mais vai ficar bem. –Eu disse subindo as escadas com a Kath.

-Ai caramba é o CC. –Disse Kath que logo me olhou, por dentro ela estava bem animada mais não conseguia esboçar essa reação por fora por conta das dores, eu sorri.

-Calma Kath logo você vai ter tempo pra conhecer todos eu prometo. –Eu disse e sorri a abraçando, levei ela até meu quarto entreguei roupas limpas e uma toalha e a deixei a vontade pra tomar um banho então sai do quarto e encostei a porta fui até o quarto de Ash que estava se trocando. –Então quer me falar de onde você conhece aquele cara? –Eu perguntei me sentando na beira da cama.

-Lisa, eu tenho quase certeza de que aquele homem é irmão da Juliet. –Disse Ash e eu naquele momento fiquei sem reação, como assim irmão da Juliet? Será que eu estava enganada quanto a ela? Não podia ser, essa história esta ficando cada vez mais confusa em minha cabeça.

Ouvindo aquelas palavras do Ash eu realmente já não sabia mais o que pensar, aquele cara era irmão da Juliet, como assim? Eu nem sabia que ela tinha irmão, a minha cabeça ficou mais confusa do que já estava antes, eu coloquei as mãos no rosto.

-Lisa. –Disse Ash se abaixando na minha frente e tirou as mãos do meu rosto. –Você não acha melhor parar com tudo isso e se entregar, afinal porque motivo Juliet ou o irmão dela estaria atrás de você? Talvez você esteja correndo riscos a toa. –Disse Ash me olhando e eu respirei fundo e levantei um pouco irritada.

-Você acha que é simples assim Ash? Você quer que eu me entregue e voltei praqueles desgraçados que me obrigam a chamá-los de pai? –Eu disse nervosa.

-Não Lisa, eu só... É que você logo completa 18 anos e ai tudo vai ser mais fácil... –Disse ele com a voz calma não sabendo exatamente o que está dizendo e eu o interrompi.

-Mais fácil Ash? Você acha mesmo que a minha vida até agora foi fácil? A minha vida até agora foi um grande rio de merda que ninguém quer atravessar duas vezes e agora que eu to saindo dele você quer me empurrar de volta? Valeu Ash. –Eu disse bem nervosa e irritada gritando com ele.

-Eu entendo... –Disse ele novamente com a voz calma e o interrompi sem pensar duas vezes.

-Não Ash, você não entende por que você sempre teve essa sua vidinha perfeita e nunca teve que se preocupar com nada, eu preciso sim da sua ajuda Ash mais se você não tiver caminhando junto comigo do meu lado vai ser difícil. –Eu disse ainda bem nervosa sentindo as lágrimas caírem pelo meu rosto sem eu conseguir me controlar, eu não podia voltar e me entregar eu iria morrer eu tinha certeza disso. –Você não entende Ash agora já era eu fugi a meses sabe o prejuízo que eles estão tendo? Os processos que eles devem estar levando agora? Acha mesmo que se eu voltar vou conseguir sair viva dessa história? Não Ash se eu me entregar pode ter certeza de que nunca mais vai me ver. –Eu disse ainda nervosa um pouco e vi que Ash me olhava espantado pela minha reação e um silencio constrangedor ficou ali por alguns segundos, quando ouvi Kath me chamando. –Eu vou ver o que ela precisa pensa bem no que eu disse Ash. –Eu disse um pouco mais calma com a voz triste e sai batendo a porta atrás de mim, entrei no meu quarto e fechei a porta eu respirei fundo e engoli meu choro, afinal a minha amiga precisava mais de mim agora do que eu dela. Entrei no banheiro vendo ela debaixo do chuveiro.

-Me ajuda eu não consigo me abaixar. –Disse ela me olhando um pouco triste ainda, eu sorri.

-Claro eu ajudo sim. –Eu disse indo até ela e peguei o sabonete para que ela pudesse tomar banho, ajudei a lavar seus cabelos.

-Então, quer me contar agora como você veio parar aqui com a banda? –Ela perguntou com a voz ainda um pouco fraca, eu respirei fundo e comecei a contar a ela tudo desde o inicio, desde quando fui parar dentro do ônibus até agora. –Nossa tudo isso aconteceu em tão pouco tempo? –Perguntou ela um pouco espantada pelo que ouviu eu apenas sorri.

-Foi Kath e sabe o que é o pior de tudo isso? É que essa briga ainda nem começou a gente tem muito o que conversar mais só depois que você tiver alimentada e descansada. –Tirei ela do chuveiro a ajudei com a roupa e logo desci com ela indo até a cozinha ela se sentou enquanto eu preparava o jantar. –Você tem noticias de Bryan e Dean? –Eu perguntei.

-Não, eu nem sei onde eles estão, devem ter sidos devolvidos pros pais deles. –Ela disse e respirou fundo.

-Eu sinto muito por eles, tentaram salvar as nossas vidas e acabaram sendo presos no nosso lugar. –Eu disse um pouco triste. –Eu queria poder fazer alguma coisa pra tirar eles de lá. –Eu disse respirando fundo eu só queria ter todos eles de volta.

-Eu também Lisa, mais não podemos nem pôr o rosto na janela. –Disse ela me olhando, eu estava feliz por ter encontrado a Kath mais nós duas estávamos tristes por não podermos fazer nada pelos nossos amigos eu me virei e olhei pra ela.

-Eu prometo que a gente vai acabar com tudo isso logo e enfim vamos poder seguir a nossa vida. –Eu disse e tentei sorrir pra ela e voltei a fazer o jantar, em seguida Ash apareceu na cozinha.

-Oi Kath. –Disse ele indo até a garota eu apenas observei. –Você está se sentindo melhor? Precisa de alguma coisa? Sabe eu to aqui pra ajudar se precisar de alguma coisa. –Disse Ash que olhava pra garota e passava seus dedos em seu rosto eu fiquei olhando aquilo um pouco espantada, ele nunca tinha sido daquele jeito comigo, ai caramba não acredito que eu to com ciúmes.

-Obrigada Ash, eu estou bem eu acho e Lisa esta me ajudando com tudo que eu preciso mais obrigada você é muito gentil. –Disse Kath toda sorridente o encarando.

-Bom estou a disposição de precisar de alguma coisa. –Disse Ash que deu um beijo em sua testa e em seguida veio até mim. –Posso falar com você um minuto? –Ele perguntou encostando no balcão e me olhando eu não consegui encará-lo não depois dessa cena aqui na cozinha.

-Claro pode sim. –Eu disse ainda concentrada no que eu estava fazendo, logo parei e o encarei. –Vamos pro meu quarto. –Eu disse e olhei pra Kath. –Fica a vontade ta bom eu já volto. –Eu disse sorrindo pra ela que logo concordou então eu subi e me esbarrei com o CC descendo as escadas. –CC fica fazendo companhia pra minha amiga por favor? –Eu pedi a ele sorrindo.

-Pode deixar comigo. –Disse CC todo animado, eu nunca tinha visto alguém tão animado como ele é todos os dias ele está assim com um sorriso no rosto.

-Valeu. –Eu disse e entrei no meu quarto em seguida Ash entrou e fechou a porta, eu me sentei na cadeira olhando pra ele.

-Bom primeiro quero te pedir desculpas pelas coisas que eu disse a você lá no meu quarto. –Disse ele sentando na ponta da cama e eu me virei com a cadeira olhando pra ele.

-Olha Ash, na verdade sou eu que peço desculpas. –Eu comecei a falar um pouco triste. –A minha cabeça ta uma confusão e eu só tenho 17 anos eu devia estar fazendo coisas inconseqüentes como um adolescente normal, mais pelo contrario eu estou aqui fazendo coisas inconseqüentes que nem um adulto deveria fazer. Me desculpe também. –Eu disse olhando pra ele que logo pegou em minha mão e sorriu.

-Bom agora que já estamos desculpados, eu quero falar uma coisa, eu vim até seu quarto e olhei seus papeis. –Disse ele pegando um montante de papel. –E eu encontrei essas coisas aqui sobre o Thomas e o mais interessante encontrei mais essa pilha de papéis sobre uma garota chamada Angie –Ele me entrega os papéis e eu os olhos.

-Como assim? Então essa pessoa que provavelmente é a Juliet está investigando sobre a minha vida e mais dessas duas pessoas? Por que? –Eu perguntava olhando pros papéis. –Aqui diz nome e sobrenome? –Eu perguntei ainda olhando pros papéis.

-Não, só consta o do Thomas por isso eu sei que é irmão dela ele tem o sobrenome Simms e eu já o vi com ela, enfim ele é irmão agora essa Angie eu não faço idéia de quem seja. –Disse ele mostrando pra mim nos papéis e eu respirei fundo.

-Bom eu vou analisar isso aqui depois do jantar. –Eu disse deixando os papéis na mesa. –Eu posso te fazer uma pergunta? –Eu perguntei um pouco sem jeito me sentindo uma idiota por querer perguntar aquilo.

-Claro pode perguntar. –Disse ele me olhando.

-Você está... Está gostando da Kath? –Eu perguntei um pouco sem jeito e Ash logo sorriu.

-Ciúmes é? –Perguntou ele rindo e eu fiquei vermelha de tanta vergonha. –Ah eu achei ela bonita muito bonita, mais eu nem a conheço e além do mais eu já tenho a minha mulher. –Disse ele levantando vindo até mim e me beijou eu apenas sorri e retribui o beijo.

-Tudo bem. –Eu disse e levantei, eu sabia que era mentira, Ash estava visivelmente afim dela, mais estava com medo de me magoar e também porque ele a acabou de conhecer, nós então descemos e ouvimos risadas quando cheguei na cozinha CC estava fazendo palhaçadas e Kath se matando de rir na cadeira eu sorri e terminei o jantar, fiz uma lasanha nós comemos e depois fomos pra sala ver um pouco de TV como fazíamos todos os dias aquilo já estava virando rotina e eu adorei aquela rotina, logo em seguida subimos deixei Kath dormir na minha cama pra descansar peguei meus papéis e o notbook e fui pro quarto do Ash, a gente ia trabalhar um pouquinho, me sentei na cama dele e comecei a olhar os papéis aquela seria uma longa noite.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...