1. Spirit Fanfics >
  2. Before spring -jikook >
  3. Capítulo 05.

História Before spring -jikook - Capítulo 5



Notas do Autor


Mano tu e gay?

Capítulo 5 - Capítulo 05.


Me dei por vencido assim que vi que o Jimin já havia ido embora, eu já tinha noção do porque, quando o Jackson disse que ele havia ido prós fundos. Basicamente do mesmo lugar que eu estava aos beijos com IU.

Voltei pra minha casa, achei que ele tivesse lá, mas percebi que ele havia passado lá apenas pra pegar sua mochila, nem se quer deixou um bilhete avisando.

Fui para o banheiro e tomei um banho relaxante, desci pra cozinha e preparei um sanduíche pra mim mandei algumas mensagens para Jimin, que o mesmo apenas visualizou e ignorou.

Jiminie❤

-Jimin, você já está em casa?

-Estou preocupado...

Enviado. 4:21 AM.

-Me responde por favor

-Jimiiiiiiiiiin????

- Ok, amanhã a gente conversa.

Visualizado. 4:25.

Desliguei o celular e me dei por vencido, logo me deitando para dormir. Apesar de não achar tão necessário essa atitude do menor, eu me senti mal, por sabe que o magoei, provavelmente por conta da nossa amizade ser tão forte quanto é.

[...]

No dia seguinte, acordei com minha mãe me chamando para acompanhá-la até a casa dos park, me levantei de pressa, precisava resolver isso logo, odeio brigar com Jimin, da mesma forma que ele também odeia.

Sempre fomos unidos, claro que há brigas, sempre ouve na verdade, mas sentir que ele está magoado, me machuca ainda mas sabendo que é por culpa minha.

A ressaca veio com tudo, é claro, o que você esperava depois de ficar até as três da madrugada bebendo?

Tomei um banho, coloquei minha calça preta com rasgos e a blusa da mesma cor, acompanhado meu meus fiéis coturnos e claro acessórios. Tomei um remédio pra dor de cabeça antes de sair, pois sabemos que minha mãe vai encher o meu ouvido sobre a minha ressaca.

 Passamos no mercado e comprei nosso sorvete preferido, costumávamos nós desculpa com sorvete desde pequenos, e isso nunca mudou.

Assim que chegamos lá, Tia park estava preparando o almoço, foi Jimin que abriu a porta, e estranhamente se assustou por me ver ali. Lhe lancei um olhar de "precisamos conversar" e ele apenas assentiu.

ficamos conversando durante o almoço, ambas as nossas famílias se davam muito bem desde sempre, então já era costume da gente se reunir pra almoçar ou jantar juntos.

[....]

Após o almoço, nossas mães ficaram na sala enquanto eu e Jimin subimos pro seu quarto, eu peguei o pote de sorvete que havia comprado e duas colheres.

-Certo, agora que estamos sozinhos podemos conversar - Digo suspirando - Me explica por que você foi embora sem mim?

-Ah Jungkook por Deus né, não queria atrapalhar seu romancezinho ridículo com a IU - ele falou revirando os olhos.

- Jimin, você achou mesmo que eu não ia pegar ninguém na festa? Pelo amor né! - digo logo em seguida.

- Eu não ligando se você quer pegar alguém ou não, o que me deixa puto é que você literalmente me largou pra ficar com aquela garota, porra custava avisar que ia demorar tanto? - ele suspirou e eu passei a mão pelo cabelo - Eu te procurei por todo lugar, pra no final te ver quase engolindo a IU?  que noite foda a minha em - fala em tom de deboche.

- Só pra você saber, eu fiquei desesperado atrás de você depois.

- Depois. - Ele riu soprado. - Jungkook você acabou de admitir que ficou fodasse enquanto tava com ela.

- Aish Jimin, por que esse ciúme todo em? - digo o olhando, e ele revirou os olhos.

- Que ciúme Jungkook, se enxerga. - Ele disse e se levantou, cruzando os braços.

- Certo, eu me rendo. - Percebi ele me olhar de canto de olho. -  Mesmo assim, me desculpa, sim? não era minha intenção te deixar sozinho - Me levanto em seguida com o sorvete em mãos - Aqui oh, trouxe até sorvete, o nosso favorito.

Jimin se virou e me olhou, ainda com os braços cruzados.

- Olha eu só vou te desculpar, por que vc é meu melhor amigo, só por isso mesmo.- ele diz sério, mas logo tomando a colher da minha mão.

- O senhor que manda. - Disse e rimos. - Mas, você passou lá em casa e depois voltou pra sua? - Perguntei, enquanto comia o sorvete.

- Na verdade... - Ele me olhou meio tímido? - Enquanto eu vi você engolindo a IU, conheci um cara. - Ele sorriu, e eu fiquei um pouco confuso. - Eu meio que acabei dormindo na casa dele.

- Que? - Perguntei, um pouco surpreso.

Como o Jimin pode acabar de conhecer um cara e dormi na casa dele?

- Sim, estranho, né? Ele é legal, seu nome é Woosung. - Disse tudo com um sorriso no rosto, enquanto enchia a boca de sorvete. - Ele tem dezenove anos.

- Jimin, você dormiu na casa de um estranho, que é de maior? - Meu tom saiu meio sério, e percebi a expressão dele mudar.

Mas eu tô errado? O que deu na cabeça dele em dormi com um estranho?

- Fala sério, Jungkook. - Ele revirou os olhos. - Eu já tenho idade o suficiente. - Deu de ombros.

- Porque não me avisou? - Suspirei.

- Porque talvez você estivesse comendo a UI? - Disse irônico, e eu meio que fiquei sem reação. - Relaxa, ele é gente boa.

- Parece até de mais. - Disse baixo, voltando a comer o meu sorvete.

Eu acho incrível a maneira que Jimin tende a confiar em estranhos, eu sempre o avisei desde de que me conheço por gente que não é pra confiar em um estranho do nada, mas ele sempre aparecer com algum amigo novo. Agora, ele passou um pouquinho dos limites, além de fazer amizade do nada com um estranho, ainda por cima dormiu na casa dele.

Ele sempre fala que tem idade o suficiente pra saber com quem conversar, mas não importar quantas vezes ele me diga isso, eu sempre vou tá atento nas amizades dele.

- Que tal passamos o dia juntos, sei lá, jogando como sempre. - Jimin disse largando a colher dentro do pote vazio. 

- Você acabou com o sorvete todinho? Credo Jimin. - Disse fazendo o mesmo que ele.

Ele ficaria bravo comigo de novo se eu dissesse que marquei de sair com a IU hoje? 

- Não era pra mim? - Debochou. - Mas iai, qual vai ser?

- Na verdade, Jiminie... - Disse o olhando, vendo ele arquiar a sobrancelha. - Eu vou sair com a Ji Eun hoje. - Disse por fim.

- Ah, claro. - riu soprado. - De boas, da tempo de fazer alguma coisa antes? 

- Eu meio que tenho só meia hora. - O olhei com um pouco de medo, sabem né.

- Claro, sim. - Se levantou. - Então se quiser já pode ir. 

Me levantei e fiquei na sua frente, estava prestes a falar algo quando o celular do Jimin me interrompeu.

- Vou atender. - Ele pegou o celular levando até a orelha e sorriu. - Alô, Woo? - Disse um pouco feliz de mais. - Sim, dormi bem. E você? - riu. - Ah, claro. Sair hoje? - Ele me encarou por alguns segundos, mas logo voltou a atenção pro celular. - Pode ser, não vou fazer nada o dia todo. Certo, ate mais tarde, Woo.

- Parece que não sou o único que vai sair. - me pronunciei assim que Jimin desligou a chamada.

- Sim, vou me encontra com o Hyung mais tarde. 

- Então, já vou indo. - Disse, indo até a porta do seu quarto sendo seguido por ele. - Cuidado, e qualquer coisa mesmo me liga, entendeu?

- Sim senhor. - riu. - Até amanhã.

Sai do corredor e ouvi a porta do quarto sendo fechada, suspirei e fui até a sala.

- Oh, já está aqui? - Minha mãe disse. - Já vamos indo, Senhora Park. - Sorriu.

- Mas já? Tudo bem, voltem em segurança.

A tia Park nos acompanhou até a porta, se despedindo com um abraço.

[...]

Assim que cheguei em casa troquei de roupa e sai, pra me encontrar com a IU na praça que tem aqui perto.

Estou um pouco nervoso? Sempre quis ficar com ela, quem diria que eu fiquei, e estamos saindo agora.

Não demorou muito pra chegar até a praça, onde me sentei em um banco assim que recebi a mensagem da Ji Eun dizendo que estava chegando.

Depois de alguns minutos a avistei vindo, e fui até ela.

- Desculpe a demora. - Disse, sorrindo.

- Tudo bem, acabei de chegar. - Sorri de leve e demos um abraço. 

Senti seu perfume um pouco doce de mais, porém era bom.

- E a ressaca? - Perguntou. - Não tá com uma cara muito boa. 

- Veio com tudo, mas não foi só eu que bebi. - Respondi a olhando.

- A maquiagem esconde muita coisa. - Ela disse fazendo uma pose engraçada e rimos.

- Certo, vamos fazer alguma coisa. - Falei calmo, colocando uma mecha do seu cabelo atrás da sua orelha.

- Que tal sorvete? Eu gosto de sorvete. - Por algum motivo me fez lembrar da conversa com Jimin a pouco tempo, estranho.

- Certo, tem uma aqui perto. - Sorri e vi ela bater palminhas. - Fofa. - Murmurei.

O caminho até a sorveteria foi divertido, é tão bom ver ela sorrindo. Assim que chegamos, pegamos nossos sorvetes e fomos nós sentar.

- Como assim? Você é louca. - Disse rindo, junto à Ji Eun. 

- A qual é, eu sempre quis te uma franjinha. - Riu. - Só que eu era muito pequena pra saber cortar direito.

- Pequena você ainda é. - Murmurei rindo, vendo ela enrrugar a testa.

- Olha, tu me respeita. - Riu.

Ficamos uns minutos em silêncio, apenas saboriando o sorvete. Na verdade, eu queria tentar algo, sabe. Não namorar, mas talvez nos considerarmos ficantes. Só não tinha coragem pra dizer. 

Respirei fundo, e deixei o sorvete de lado.

- Sabe, Ji Eun... - Disse meio baixo, tendo a atenção dela pra mim. - Nós já nos conhecemos a um tempo, e eu sempre tive um interesse em você, sabe. - Vi suas bochechas corarem.

- S-sabe, eu também, Jungkookie. - Ela sorriu tímida, me fazendo encarar o seu sorriso. É tão perfeito.

- Ah, sério? - Sorri. - Acho que, poderíamos tentar algo. - A olhei. - Não namoramos assim, poderíamos ser como ficantes? Ah, nem sei o que estou dizendo. - Suspirei.

- Tudo bem, podemos tentar, Jungkookie. - Fiquei sem reação, ela aceitou mesmo?

Eu, Jeon Jungkook, estou ficando com a Ji Eun oficialmente? A garota que eu sempre tive uma queda?

Eu sorri e fiquei a encarando, admirando qualquer detalhe perfeito que ela possui.

- Vamos dar uma volta, Jungkookie? - A menor deu um sorriso de lado e se levantou.

- Claro. - Fiz o mesmo, a seguindo pra fora da sorveteria.

Tenho quase certeza que não vamos dar apenas uma volta.

Park Jimin Pov's 

Assim que o Jungkook foi embora, fiquei um tempo sem fazer nada até começar a me arrumar pra sair com o Woosung.

Optei por uma calça Jeans com alguns rasgos e uma camisa amarela, peguei um boné branco e nos pés um tênis qualquer.

Mandei uma mensagem pro Woo avisando que já estava pronto, ele apenas disse que já iria vir aqui em casa.

Em apenas uma noite, descobri bastante coisas sobre ele. Ele me disse que fugiu de casa com quinze anos porque seus pais não aprovavam seu curso de fotografia, que iniciou com o dinheiro que guardava, depois disso ele passou um dia na rua, mas depois que seu colega do curso Dojoon soube, o deixou morar na sua casa junto com ele, depois disso aconteceu algumas coisas mas tudo levou ele a onde ele esta agora, e ele não se arrepende, como ele disse.

Eu fiquei boca aberta toda vez que ele contava mais alguma coisa sobre sua vida, e a única coisa que eu disse da minha era que eu quebrei o dente uma vez quando eu e o Jungkook brincávamos na escada.

Todas as histórias que eu tinha pra contar envolvia o Jungkook, chegava até a ser chato.

Woo é engraçado e divertido, um ótimo amigo pra ter.

Meu celular apitou indicando uma mensagem do Woo, dizendo que já estava na calçada.

Peguei a carteira e sai do quarto, vendo a minha mãe no sofá.

- Vai sair com o Jungkook, querido? - Perguntou.

- Não, ele saiu com a namoradinha dele. - Disse, me despedindo dela e saindo de casa.

- Eai, Jimin. - Woo me abraçou, e eu fiz o mesmo.

- Eu só queria saber pra onde vamos, sabe. - Disse, pegando o capacete da moto que Woo me estendeu. - Eu ainda vou comprar uma moto dessa.

- Vai nessa, tô pagando meu bebê até agora. - Brincou. - Vamos no shopping, pequeno.

Revirei os olhos com o nome que me chamou e ele riu, subindo na moto, fiz o mesmo logo em seguida, colocando minhas mãos em sua cintura.

- Preparado? Acho melhor você segurar bem. - Woo riu soprado assim que eu me apertei a ele. - Muito bem, vamos lá!

- Se eu morrer você vai pagar o enterro! 

Falei alto, sentindo o vento forte e rápido bater contra meu rosto.


Notas Finais


Mais um ae, hehe

De Sweet_Bluemind and Smurfpink_14

Até o próximo, bes.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...