1. Spirit Fanfics >
  2. Before You >
  3. Race started

História Before You - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


porra não consegui dormir

Capítulo 5 - Race started



- Carne nova? - perguntou uma voz que tanta a irritava saindo da escuridão em que os olhos da morena fitavam.

Um dos seis tronos era ocupado por horas, se fossem contar. A mente da mulher maquinava sem parar em jeitos alternativos de mudar o que estava acontecendo mas todos voltavam para ela deitada com a pequena humana.

O garoto moreno arrancou a camisa suja que estava vestindo, jogando-a de lado. Retirou uma flanela do bolso da calça e limpou os braços e peitoral ensanguentados.

- Hum?

Pelo o que estava vendo, Yves supôs que o rapaz tinha acabado de fazer sua refeição. Os braços pareciam mais fortes, a feição estava mais saudável. Os pequenos cortes no abdômen deixaram explícito que a comida tinha lutado.

- Quando está desse jeito é porque quer comer alguém ou se alimentar de mais uma pobre e frágil alma. - desdenhou. A forma como o rapaz falou deixou Yves com nojo. Não se lembrava da última vez que agiu como o garoto supôs.

- Sim, é isso! - mentiu.

- Faz muito tempo desde a última. - o mais velho dos três se pronunciou logo atrás dos tronos. Estava cercado de livros na mesa de pedra, parecia bastante focado no que pesquisava. - Você agora só sai meia-noite e quando volta está sempre carregada do mesmo cheiro. - o rapaz passava o indicador nas linhas realmente focado em achar o que procura mas não ficava alheio na conversa.

Nem sabia o que tinha começado.

- Verdade, Ten. - o mais novo limpou as mãos no pano vermelho ainda encarando Yves; se aproximou do trono aos poucos. - Você tem saído no mesmo horário nesses meses, essa carne deve estar sendo bastante amaciada. - as palavras causaram repulsa e raiva na mais velha devido ao sorrisinho malicioso e competitivo do bronzeado.

- Calado, seu verme. - com essas palavras se levantou mas logo foi puxada pelo braço. - Solte-me, bastardo! - os olhos da morena pegavam fogo e só serviram de combustível para o mais novo.

- Talvez eu queria saber a fundo quem é a cadelinha privilegiada que está recebendo os dedos da minha irmãzinha. - provocou, movendo mais um peça em direção ao rei. Se deixasse se levar pela emoção, Yves perderia e estragaria tudo.

- Faça alguma coisa à respeito e eu acabo com tudo que você mais preza, Donghyuck. - de fato entendeu que aquilo seria uma competição e estava louco para iniciá-la. Tanto que não sentiu o impacto do seu nome na boca da irmã.

- Será um prazer ver você tentar. - Donghyuck não tirou o sorriso de seus lábios nem uma vez. Era um sádico do caralho e estava disposto a iniciar uma guerra se fosse preciso.

- Chega! - o barulho do livro pesado se fechando atraiu a atenção dos dois para Ten que se mantia pleno. - Não comecem algo que não vão terminar; a última vez foi há três décadas e eu não quero ter que prender vocês em uma gaiola com fogo e enxofre novamente. - a voz suave do rapaz até causaria arrepios em quem não estive familiarizado.

O menor acenou com a cabeça tanto para Ten quanto para Yves e sumiu pelo mesmo lugar que brotou. Estava claro que não deu ouvidos ao mais velho dos irmãos. 

A mais velha viu uma criatura corcunda seguir os rastros de Donghyuck para pegar a camisa do rapaz e jogá-la fora.

- Ama. - a voz áspera da criatura reverenciou o demônio sendo ignorada, como sempre.

A intriga iniciada por Donghyuck apenas tirou o foco de Yves da cabeça por um momento.


Precisava ver Jiwoo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...