História Before You Go - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias One Piece
Personagens Franky, Monkey D. Luffy, Nami, Nico Robin, Personagens Originais, Roronoa Zoro, Sanji, Trafalgar D. Water Law, Usopp
Tags Lawlu, Lemon, Onepieceau, Onepieceyaoi, Sanzo, Thelastofus, Universoalternativo, Yaoi, Zoroxsanji, Zosan
Visualizações 35
Palavras 1.765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Survival, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Canibalismo, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


hey, obrigada por estar acompanhando mais um capítulo. Boa leitura♡

Capítulo 10 - Apologies


Fanfic / Fanfiction Before You Go - Capítulo 10 - Apologies

- estão mortos, estão todos mortos - o homem gritava para o resto do grupo.
- do que você tá falando? Respire e conte direito o que aconteceu - ordenou o outro.
- Toda equipe. Os 79 vigias. Os intrusos os mataram - se referia a dupla que estava escondida pronta para eliminar esses também.
- certo é melhor varculharmos a área.
Dessa vez Zoro decidiu usar o equipamento que havia ganhado do amigo. Ele era muito bom de mira apesar da sua situação, treinava muito essa questão de pontaria e precisão quando se tratava de defesa. Iniciou com as flechas mas não havia reparado num cara, que assim como sanji, estava em um ponto mais alto. Quando começaram a vim em sua direção, Zoro trocou para uma arma de fogo e Sanji não exitou em atirar para ajudar o parceiro. Zoro subiu para o prédio para eliminar o último e finalmente limpar a área para prosseguirem.
- tudo limpo- avisou o maior vontando ao ponto de partida -pode descer.
- acho que podemos seguir agora - estendeu a arma ao maior.
- pode ficar, você me ajudou muito estando com ela - estendeu uma pistola ao outro- essa é para casos de emergência.
- certo.. - não discutiu, apenas guardou as armas, ele também ficava aliviado em saber que protegia o outro de alguma forma.
Vasculhatam o lugar agora sem preocupações para ver se encontravam algumas coisas, nada de tão útil novamente. Haviam apenas cartas para os Vaga-lumes pedindo para que ajudassem o local. Chegaram em mais uma garagem, atravessarem a mesma, estavam dentro de uma antiga conveniência.
- merda, se abaixa rápido- o maior puxou o loiro quando avistou um carro da ronda e pessoas correndo. Os caras que estavam no veículo desceram para atirar sem dó nem piedade na cabeça de uma moça que estava caida. Sanji se encolheu no peito do outro que passou os braços em suas costa fazendo com que ele se acalmase, estava tremendo de nervoso.
- que droga - cuspiu as palavras quando escutou o carro indo embora - eles fazem isso com as pessoas para apenas roubarem seus pertences.
- infelizmente nao podemos fazer nada a respeito- zoro já estava de pé ajudando loiro a se levantar - vamos para a ponte.
- tome cuidado - puxou o braço do maior antes que ele subisse as escadas - pode ter mais deles lá em cima.
- eu prometo que não vou deixar nada disso acontecer com a gente ok? - se virou para dizer olhando nos olhos do menor. No fundo zoro também estava preocupado com Sanji, não queria ter que presenciar aquilo acontecendo com o loiro.
Dois homens passavam por lá mas a dupla evitou entrar em mais conflitos, apenas se esconderam para passarem reto e saírem logo dali, voltaram para as ruas.
- Sanji, atrás de você- avisou o maior, o loiro sacou a pistola e eles trocaram mais alguns tiros - esses desgraçados estão por toda parte.
- cuidado, mais armadilhas- apontou para a entrada da antiga loja.
- que merda. Vamos apenas desviar para não chamar a atenção de mais pessoas.
Atravessaram aquela avenida, no caminho haviam muitas pichações do tipo "sem esperança" e "morte por liberdade".
- como tudo isso foi parar em uma zona.. -o loiro comentou lendo o escrito na parede.
- toda batalha tem um perdedor, mas é uma boa hora para pensar nisso. Vamos.
- ok- puxava uma escada da varanda de fora de um prédio - vamos subir.
Desceram por um caminhão, a ponte era cada vez mais visível e estavam cada vez mais perto.
- cara isso está espalhado por toda cidade - observava o pôster que tinha em uma parede do filme "danw of the wolf".
- eu assisti antes do surto - disse parando para olhar também.
- ele estripa ela no final?
- o que? Não! É apenas um filme idiota de romance- reclamou o maior.
- e quem fez você assistir isso?
- eu.. eu não sei - mentiu para desviar o assunto, ele não gostava de entrar em assuntos do passado - vamos nos concentrar no caminho ok?
- tudo bem -percebeu que o outro estava apenas sendo duro consigo mesmo.
Passaram por um beco e avistaram um caminhão forte que tira um atirador em cima, se aquela arma visse eles, estariam fodidos. Precisavam sair dali muito rápido. Desviaram entrando em uns apartamentos que tinham ali, quando Zoro pulou para dentro de uma das janelas foi surpreendido por uma mulher de longo cabelos negros, ela o agarrou pelo pescoço e o jogou no chão metendo socos consecutivos em seu estômago.
- ei pare com isso - o loiro puxava a mulher evitando machuca-la.
- Robin- uma voz conhecida entrou no cômodo - ahahah parece que não tá reconhecendo ele não é mesmo?

A morena se afastou do maior indo em direção a ruiva e o rapaz de chapéu de palha, enquanto zoro se recuperava, sanji foi até o grupo para matar a saudades dos parceiros.
- arg você bate forte - os esverdeado mal conseguia sentar por causa da dor.
- me desculpe Zoro, pensei que fosse um deles - a morena se desculpou.
- Sanji, essa é Robin. Robin esse é Sanji de quem estávamos falando.
- ah o prazer é todo meu minha dama - disse segurando a mão da mulher que olhava sem entender - que honra saber que lindas mulheres estavam falando de mim.
- parece que não se mataram durante o caminho shishishi - Luffy que estava do lado de zoro comentou - enfim, arrumamos um esconderijo para passarmos pelo menos a noite segura.
Cortaram por dentro dos prédios dos apartamentos, mesmo sabendo que os amigos já estavam ali, Zoro não deixou de procurar suprimentos pelo local, mas acabou achando apenas mais um quadrinho para sanji.
- afastem-se das janelas - a ruiva avisou o bando que rapidamente se abaixou. Agora eles estavam numa loja de brinquedo agachados atrás da vitrine.
- essa merda de caminhão está rodando desde que chegamos aqui - disse a morena se levantando com o resto do grupo quando o caminhão saiu da visão.
Saíram pelos fundos da loja subindo em um caminhão, não demoraram muito para chegar em outro prédio.
- Chegamos - o moreno abria a porta para os amigos. Era um apartamento pequeno, as janelas estavam tampadas com tábuas de madeira com algumas frestas dando visão para a rua.
- vamos explicar o plano - a morena sentou na mesa que havia no centro da sala - iremos passar pela base desses filhos da puta assim que o sol se por - Zoro se levanta para olhar o caminho pela janela e Sanji o segue - de noite, fica apenas uma equipe cuidando do portão. Essa será nossa chance de passar.
- estamos em um grande número agora, teremos chance de passar- completou a morena.
- precisamos descansar, será uma noite longa.

As duas mulheres estavam chochilado no cômodo ao lado de luffy que parecia estar em um profundo sono num sofá velho e rasgado nas laterais. Sanji estava em pé próximo a uma parte da janela que estava livre das tábuas, com o cigarro aceso nos lábios ele observava a noite cair.
- hey - o esverdeado se aproximou - não conseguiu dormir?
- não.. eu só - deixou seu cigarro de lado o apagando na parede atrás de si.
- está com medo? - eles susuravam para não acordar os outros.
- eu não sou um gatinho assustado seu idiota.
A distância em que os corpos estavam deixou a respiração de ambos pesada. A luz que batia na janela deixava os olhos azuis do loiro mais bonitos do que ja eram do mesmo jeito que batia nos brincos dourados do mais alto. Sem trocar nenhuma palavra, eles cortaram a distância que havia entre eles selando seus lábios, foi um beijo calmo sem muito contato físico. Ficaram tempo suficiente para que tomassem consciência do que estavam fazendo.
- zoro e-eu - gaguejava o loiro enquanto o empurrava pelos ombros.
- certo, está na hora de partir - o moreno saia do quarto com a bolsa nas costas.
- me desculpe, não vai acontecer de novo- o loiro sussurrou para Zoro antes de se afastar completamente.
Luffy não entendeu o que tinha acontecido, chamou as meninas para que pudessem começar a missão, o maior os seguiu sem dizer uma palavra se quer.

- todos prontos? - perguntou Luffy que estava na liderança, Sanji estava atrás dele seguido pelas duas garotas e Zoro logo atrás.
- vamos sair logo daqui - disse a ruiva.
Desceram para um restaurante que havia no térreo daquele prédio, deram de logo de cara com dois caras. Robin e luffy não perderam tempo, avançaram nos dois pegando-os por trás. O resto estava do lado de fora escondidos atrás de carros, era claro que aquela zona não teria a ausência de infectados, nami que estava um pouco mais atrás da outra dupla teve que se defender.
- merda, eles nos viram! Se escondam -avisou a ruiva.
- tem um cara naquele refletor ali- o loiro apontou para a luz afrente do bando - ele também está armado tomem cuidado.
O grupo se espalhou novamente trocando tiros com os homens que cobriam o portão, Sanji consegui acertar o cara da luz ficando mais seguro para o grupo atacar o resto.
- conseguimos - o grupo estava reunido na frente do gerador do portão - vamos empurrar isso. Tá pronto Zoro?
- certo, vamos logo com isso - se posicionou para ajudar o menor enquando o trio dava cobertura.
- droga, ENTREM RÁPIDO - o menor gritou para o grupo entrar, o tanque estava se aproximando. O grupo entrou rapidamente para correndo para um caminhão, Zoro que era o mais forte dali, se posicionou para dar impulso para os outros subirem. Quando todos estavam em cima o tanque derruba o portão indo em direção a eles.
- zoro, rápido- luffy estendeu a mão.
- não dá tempo, vocês tem que sair daqui e vou dar um jeito.
- não! Do que você tá falando.
- Luffy saiam daqui, agora! - os tiros começam a vir em direção ao maior, os outros não discutiram e saíram dali.
- ficaremos juntos- sanji desce do caminhão voltando para o lado de zoro.
- entra no prédio rápido - o maior abria a garagem para se esconderem. Cortaram pelo bar que tinha do outro lado, assim que sairiam já avistaram o caminhão vindo em direção.
- PRA RODOVIA, CORRA SANJI.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...