1. Spirit Fanfics >
  2. Beginning of new loves >
  3. More already starts like this?

História Beginning of new loves - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - More already starts like this?


Fanfic / Fanfiction Beginning of new loves - Capítulo 3 - More already starts like this?

Any: gente vamos dormi eu estou tão cansada depois dessa aventura!

Sina: vamos mais antes precisamos saber quem vai dormir com quem

Sabina: eu vou dormi com a Heyoon no quarto de hospede

Any: tá eu durmo com o Josh na sala

Sina: sobro você né Noah – olho para ele com um bico discreto

Noah: vai subindo que eu já vou

O celular da Any toca e ela olha pro celular com uma cara nada boa.

Ligação on

Any: oi mãe!

Mãe: onde você tá Gabrielly ?

Any: mãe eu estou na casa do Noah com o pessoal.

Mãe: volta para casa.Agora!

Any: não mãe, vou passar as férias aqui.

Mãe: seu pai não vai gostar nada de saber disso.

Any: se eu não posso ir para casa de praia, eu pelo menos quero curtir com meus amigos.

Mãe: ta bom filha, eu me viro com seu pai. Beijo fica bem

Any: eu ficarei mãe, obrigada também te amo.

Mãe: dorme bem filha

Any: a senhora também, tchau

Ligação off

Josh: que bonito Gabrielly, mentindo que coisa feia

Any teve uma ideia e decidiu colocar em pratica.

Any: oi pai, aham, não,eu só queria te dizer que uns amigos meus me influenciaram a pegar a chave da casa de praia e se o senhor quiser vim buscar está aqu – interrompida

Josh: não, não, não, Any para, desliga esse telefone – falando por cima da voz de Any

Any: eu estava brincando seu tonto, eu não liguei para ele.

Josh: ainda bem, pensei que eu iria passar minhas férias olhar para a parede do meu quarto.

Any: para de ser uma criança exagerada e dramática  Joshua

Josh: eu vou me deitar aqui na sacada vem cá olhar a lua  comigo – esticando o braço e chamando a Any

Any foi em direção do Josh e ficaram conversando por um bom tempo, sentindo a brisa fria da noite batendo em seus rostos e balançando seus cabelos.

Por Sina

Grrr! Que merda nem para me ajudar Any, eu queria e não queria ficar com o Noah, aquela sensação da ultima vez, foi boa, foi muito boa e aconchegante mais e estranho por que  gente é muito amigos seria muito errado estragarmos isso, ainda mais dormi na mesma cama que ele seria prazeroso sentir um contato físico com ele, ou pelo menos sentir que a pessoa está no seu lado,eu pareço uma apaixonada boba totalmente fora de si e que fica louca por qual atenção do crush, quem disse que eu estou apaixonada por ele?? Eu não estou,ainda mais o Noah, moleque que só me enche o saco e testa minha paciência.

 

Sina estava perdida em seus pensamentos durante um tempo,até Noah entrar naquela porta e ver Sina olhando para o nada sem ao menos picar, depois de Noah ficar chamando Sina diversas vezes e se toca com uma presença masculina ao seu lado.

Sina: a-ah Noah, já chegou? – não ele tá em Júpiter, Sina Júpiter! E porque dirrachos tu gaguejou?

Noah: tudo bem? Tava  pensando em que? – ué a Sina não é de gaguejar-

Sina: eu to bem, e não te interessa o que eu estava pensando, para de querer tirar minha privacidade com meus pensamentos Urrea.

Noah: sua chata, eu só estava querendo ajudar, sem graça.

Sina: desculpa – digo com um sorriso ladino

Noah: pode ir se ajeitando na cama! -pegando algumas cobertas e colocando no chão-

Sina: o que você estava fazendo?

Noah: arrumando para mim dormir ué?

Sina: você vai dormi no chão? – disse arregalando os olhos

Noah: vou qual problema? – olhando em direção a cama

Sina: você não vai dormi no chão Noah!

Noah: porque?

Sina: por que você vai dormir comigo Noah,aqui, na cama!

Noah: não Sina, você que vai dormir ai!

Sina: se você não dormir aqui nessa cama ninguém dorme nela.

Noah: ta bom, eu durmo com você.

Sina:ebaa, deita aqui amanhã eu arrumo esses cobertores do chão.

Noah: apaga a luz aí do lado.

Sina: vamos conversar?

Noah: não está com sono?

Sina: não, depois dessa aventura,parece que tomei energético agora pouco e fiquei ligada nos duzentos e vinte.

Noah: vamos lá embaixo fazer brigadeiro pra nós.

Noah levanta e estende a mão para Sina que fico um tempo sem entender, mas ela estendeu a mão e completou o ato, Ambos foram para cozinha preparar o brigadeiro Noah foi quem ficou no fogão, depois de ficar pronto eles sentaram no chão da sala e ficaram conversando e rindo após a risada de Sina ouviram uns passos na escadaria, e então a Sabina desceu e viu ambos rindo de algo.

Sabina: gente o vocês estão fazendo aqui em baixo? Vão dormir, dá para ouvir vocês lá de cima. – andando até eles – vocês estão comendo brigadeiro e não me chamaram? Vou pegar uma colher para comer com vocês -andando até a cozinha pegando uma colher e voltando-

Os minutos foram passando e ambos foram dormir.

Any: bom dia, Josh!

Josh: bom dia, Any!

Any: desce para chamar as meninas para tomar café , por que depois temos que ver como está a casa da praia.

Josh: eu vou lá então.

Josh desce as escadas e encontra Noah e Sina preparando o café da manhã esperando os outros descerem para o café.

Noah: Josh vem tomar café as meninas daqui a pouco descem, depois nós vamos.

Josh; ta bom então!

Any: bom dia gente – sentado na mesa

Sina: bom dia pessoas ,como foram a noite de sonho de vocês?

Any: eu dormi feito um baby

Josh: eu também dormi muito bem e vocês?

Noah: muito boa – olhando para baixo

Sina: aham eu dormi feito um anjo – sorrindo

Any: iiihh, o que você fizeram ontem?

Noah: nada ueh, eu hein

Sina: nada demais

Sabina: good morning people, tudo bom? Bom Noah, Sina e eu noite passada fizemos brigadeiro e comemos sozinhos sem vocês.

Any: aah, por isso foi muito boa a noite ontem.

Noah: aham foi muito boa.

Josh; ta chega de conversa vamos pro lugar que realmente interessa a gente.

Any: é vamos, só deixa eu pegar a minha bolsa aqui – pega e sai andando-

Any; bom gente,é só passar por esse caminho de pedra e chegaremos até a casa.

Noah: não vejo a hora de chegar logo na casa .

Sina: gente e só nos caminharmos um pouco até a casa.

Todos chegaram até a frente encontrando uma enorme piscina  logo de entrada.

Noah: não acredito piscina – pulo de empolgação

Any; toda sua, cavalheiro dos olhos verdes.

Any: vamos para dentro.

Any mostra a casa toda para todos.

Josh: caraca, é enorme aqui dentro, bom a pergunta é, teremos que dividir quarto né?

Any: sim, infelizmente para alguns e felizmente para outros, só tem três quartos aqui. Vamos dividir os quartos.

Sabina: Heyoon!

Any: Josh!

 

Sina

Droga, de novo o Urrea até quando isso vai durar? No máximo dois meses e meio Maria Sina Deinert, você vai ter que aguentar ele dia noite, noite dia.Mais nem para deixar eu dormi com a Saby, ou a Any ou Heyoon, mas.... Noah! Que merda esses pensamentos que eu achava que era apenas aqueles de antes estão se tornando eróticos, e eu estou completamente errada por pensar isso, eu... aí merda, droga de divisão de quarto repentina.

 

Sina: ai Urrea! – soou um tom envergonhado carregado em minha voz que fez ambas perceberem.

Any: Sina?

Sina: fala!

Any: nada! – solta uma risada curta

Any: Josh me ajuda a pegar a mala de todos. – andando até a porta –

Josh: claro!

Any e Josh foram até o carro e conversando no caminho.

Any: Josh, como vai aguentar dois meses e meio sem beijar? Sabendo que para você isso é quase impossível – solta uma risada curta

Josh: eu consigo Gabrielly, eu não sou nenhum homem que não aguenta um dia, sem beija na boca.

Any:  Josh,vamos esclarecer as coisas você é uma pessoa que não gosta de ficar sozinho mais também não gosta de se apegar, pois isso nunca namorou sério.

Josh: ei! Eu já namorei, mesmo que meu último namoro não tenha dado muito certo. – diminuindo o som da voz ao decorrer da frase-

Any: mais. Não foi sério. Beuachamp!

Josh: Any!

Any: Josh! – usando o mesmo tom que o mesmo

Josh: pega logo essas malas, antes que eu te agarre aqui e agora

Any: você não quebraria a regra.

Josh: a se eu quebro– se aproximando da Any-

Any: Josh para – ficando ofegante- Josh...!

Mesmo que não poderem fazer aquilo, Josh imediatamente sem perca de tempo, ataca os lábios da Any em um beijo nada calma, Josh colocou a mão na cintura de Any puxando para mais perto, e outra mão no pescoço, após Josh puxa-la pela cintura causa um suspiro entre o beijo, e tiveram que para pela falta de ar.

Any: Josh...porque fez isso...?

Josh: eu dize que eu ia te agarra aqui e agora.

Any: Josh.. -recuperando o folego – sigilo....

Josh: sempre – dando um selinho rápido e se recompondo –

Any; vamos voltar.

Josh: vamos!

 

Noah: meninas onde estão Any e Josh?

Sabina: foram buscar as malas no carro mais estão demorando muito.

Sina: devem estar se pegando dentro do carro!

Sabina: ou!minha regra!!! – aumentando um pouco a voz de brincadeira

Sina: aliás, minha divisão de quarto é contigo... de novo!

Noah apenas me olha, e volta a andar pela casa.

Não deve ser nada, na cabeça dele deve estar passando a seguinte frase: ela de novo, porque não foi o Josh? Mas além de mim ter que aguenta ele, vai ter que aguentar a mim também.

Noah: sininho de novo...?! quem diria – um sorriso toma conta de meus lábios, e continuo andando até a beira da piscina.

Any: gente para que duas malas para cada pessoa?

Sina: onde vocês estavam?

Any: estávamos conversando e perdemos a noção do tempo. E antes que vocês perguntem sobre o assunto, estávamos falando como o Josh nunca namorou sério.

Josh: eu escutei isso tá, meu namoro foi ruim,eu sei, mais eu já namorei sim.- entrando no desvio de conversa que a mesma criou sem hesitação –

Any: Eu vou arrumar minhas roupas no guarda roupa. -Subindo as escadas -

Josh sobe as escadas disfarçadamente junto com a sua mala pois se alguém ver, o mesmo já tem uma desculpa.

Any: Josh! Me assustou. – entrou e trancou a porta – porque trancou a porta Josh?

Josh: Any... eu sou quero uma segunda rodada. – se aproxima –

Any: Josh eu não sou seu  brinquedo.

Josh: eu sei, nosso primeiro beijo tornou a gente ficantes .

Any: “ficantes” ?-arregala os olhos – Josh não somos ficantes foi só... um beijo

Josh: eu sei que foi um único beijo, que também pode se tornar vários – empurrando a Any contra a parede –

Any: ah! – Any suspira contra a parede e solta um sorriso – Josh você está ... interrompida – o Josh me beija novamente e eu cedo a tal desejo e luxuria.

Any: jo-josh, o que você quer? – suspirando e tentando recuperar o folego.

Josh: quero que aceitei que somos ficantes daqui em diante.

Any: Jo-josh, não so-somos ficantes, -suspiro depois de Josh depositar beijos em seu pescoço –

Any: t-ta Josh, quero ver você contar a todos agora – Josh saiu se afastou do meu pescoço e me encarou respirou.

Josh: Any, ninguém vai saber, ninguém vai contar nada a ninguém vai ser sigilo total – depositando um selinho em seus lábios e me afastando –

Any: josh você é inacreditável. Agora vai fazer o que você não ia fazer dentro desse quarto que é arrumar as suas roupas e destranca a porta.

Any: vou lá em baixo  avisar ao povo que vamos fazer uma festa de inauguração da casa. -abrindo a porta – vem junto.

Ambos desceram para a sala e avisaram que iria ter a festa de inauguração. Como ainda não haviam comprado alimentos para a casa. Heyoon comprou uma pizza, pois confirmaram que iriam no mercado logo pela manhã ou pela noite.

Noah: já que ta todo mundo unido nessa mesa, quem vai como quem pro mercado, e que horário?

Sina: eu posso ir

Noah: então vamos eu e sina para o mercado tomar conta dos alimentos.

Heyoon: Sabina e eu vamos no shopping comprar roupas novas!

Any

Porque Deus?! Porque? Josh e eu sozinhos em casa? O que eu tinha falado para ele que não vive sem beijar um dia, ele vai querer ficar em cima de mim, nesse período que o resto do pessoal saiu de casa, não vou deixa, ainda mais que insistiu que somos ficantes, Mais até que eu gosto de ter alguém do meu lado,ainda mais o Josh.

 

Any: gente, eu vou tomar um banho pra depois dormir eu estou com um cansaço.

 

Eu sai da mesa de jantar subi as escadas e entrei no meu quarto, a porta do quarto eu deixarei encostada, mas porta do banheiro eu trancarei não quero que o Josh entre no banheiro  enquanto eu esteja tomando meu banho.Pego apenas o necessário para pós banho tipo peças intimas e meu pijama. Após sentir a água fria descendo pelos cabelos cacheados, posso relaxar meu músculos e pensar um pouco,saio do banho com meu pijama e com um toalha na cabeça,vejo oque Josh tomou banho e esta mexendo no celular me esperando  sair do banheiro.

Any: oieh

Josh: oii, bom vai sobrar só nós dois antes da festa, então que tal a gente ver um filme ou sair para conhecer pessoas novas aqui perto? Elas parecem ser legais.

Any: o filme? É para realmente ver o filme?

Por que sempre tem essa de filme, e nunca e realmente ver um filme  e sim todos já sabem onde da.

Josh: não sei... mais filme me parece ser muito entediante, então passamos para segunda opção.

Any: tá prefiro conhece os vizinhos que você acha legais. – me sentando na cama

Josh: eu acho que são legais poxa.

Any: vamos dormir deve ser tarde.

Josh: sim, é um pouco tarde

Any: boa noite Josh. – me viro para o lado e me cubro ate metade do braço –

Josh: boa noite princesa.

Nossa! Achei que ele iria vir me dar um beijo de boa noite, nem ao menos um selinho, ta vou ficar na vontade e esperando um beijinho de boa noite, para eu ter isso tenho que o menos ter atitude.Me viro subo em cima do Josh que ainda esta acordado, eu dou um selinho e me afasto, com essa tentativa ele me faz voltar mais perto de ti, e deposita um beijo descente em meus lábios que agora fiquei satisfeita. Depois que eu falei boa noite escutei uma voz rouca repetindo o que eu disse, fiquei calma e super confortável e agora sim consigo dormi.

Sina:Não vai dormir no chão não, Urrea!

Noah: não, vou dormi aqui! Porque quis que eu dormisse com você aquela noite ?

Sina: nunca ouviu falar em ato de bondade Urrea?

Noah: e porque não fala meu primeiro nome?

Sina: seu sobrenome sai tão sexy,Urrea.

Noah: é melhor para com isso! – sentando-se na cama-

Sina: porque o que vai fazer Urrea?

Não acredito que vou fazer isso mais meus atos impulsivos me impedem de não fazer, então eu apenas me aproximo da Sina encaixo minha mão atrás da sua nuca, e encosto nos lábios sem movimento algum, após a mesma soltar um suspiro colocou a mão em meu pescoço e cedeu ao o beijo. Depois se afastou por falta de ar.

Sina: Noah? Porque fez isso?

Noah: eu precisava fazer isso.

Sina subiu no meu colo e começo a retribuir o beijo de minutos atrás, e sem querer minhas mãos desceram até sua bunda que mais um motivo para meus impulsos resolverem tomar conta de uma parte do meu corpo, então eu apertei a bunda dela que fez a mesma solta um suspiro entre o beijo, e vejo que a mesma não reclamou. Sina se separa de mim e me encara com os braços em volta de meu pescoço e a mesma percebe sua ousadia, e sai do meu colo e corre de baixo do edredom e coloca a mão no rosto ela estava tão vermelha após seus atos. Me fez solta uma curta risada.

Noah: é um pouco tarde para se esconder Sininho. – com um sorriso ladino em meu lábios

Sina: vai dormi Noah!! – disse envergonhada entrando dentro do edredom –

Eita! Ela tá brava ou envergonhada? Me chamou pelo primeiro nome,vou dormi e parar de paranoia besta.

Assinto e deito ao lado da platinada que esta virada para o outro lado.

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...