História Behavior Analysis Unit - Dramione - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Draco Malfoy, Hermione Granger
Tags Draco Malfoy, Dramione, Ewe, Hermione Granger, Hot, Post-hogwarts, Romance, Suspense
Visualizações 147
Palavras 2.500
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Amigo, estou aqui! Amigo, estou aqui!
Se a fase é ruim e são tantos problemas que não tem fim...
Não se esqueça que ouviu de mim...
Amigo, estou aqui! Amigo, estou aqui!

Feliz dia das Crianças para todos nós! 🎀💖🎈

Capítulo novo chegandooo... 😍

~ I solemnly swear I am up to no good. ⚡

Capítulo 19 - Capítulo 19 - Dream a Little Dream of Me


Fanfic / Fanfiction Behavior Analysis Unit - Dramione - Capítulo 19 - Capítulo 19 - Dream a Little Dream of Me

Capítulo 19 - Dream a Little Dream of Me

 

Sexta-feira, 16 de maio de 2008.

Hampstead Garden Suburb – Casa de Hermione Granger

 

A semana passou tão rápido quanto um “pop” de uma aparatação. A consultoria de mais dois casos menores em auxílio ao Esquadrão de Lei Mágica, o julgamento de Richard Thompson que retomou na segunda, durou mais três dias, o treinamento de defesa pessoal e os almoços corridos de Hermione para visitar as obras da casa, que Draco fez questão de acompanhar todas às vezes. Ela tinha certeza que a vontade repentina surgiu depois que Pansy comentou na manhã da segunda-feira que o corretor e o empreiteiro eram dois gêmeos lindos, simpáticos e solteiros e só pra alfinetar Draco, Theo comentou que nenhuma das meninas estava contando, mas ele tinha certeza que os dois devem ter flertado abertamente com todas elas e que aproveitariam a visita da dona da casa durante toda semana. Draco tinha se mostrado indiferente ao comentário de Theo no momento, mas quando se aproximou a hora do almoço ele comentou displicentemente que gostaria de acompanhar Hermione. Ela sorriu e disse que adoraria a companhia dele. Hoje sexta-feira Hermione receberia as chaves da casa e no dia seguinte todo mundo viria para ajudá-la com suas coisas pessoais como, roupas, livros, fotos, utensílios...

 

- Srta. Granger, Sr. Malfoy. – Cumprimentou Drew que estava esperando o casal na frente da casa. – Gostaria de vê a sua nova casa? – Ele perguntou animado. Logo no primeiro dia Draco pôde perceber que Theo colocou caraminholas na cabeça dele. Os dois homens eram divertidos, porém eram super profissionais e trataram Hermione respeitosamente em todos os momentos. Hermione era muito detalhista e fazia questão de participar de todas as escolhas. Ele pôde conversar com os irmãos e Draco inclusive deu algumas ideias que foram apreciadas pelos dois e pela namorada. E agora eles veriam o projeto final de tudo que foi discutido durante a semana.

- Eu estou muito ansiosa. – Ela disse sorrindo. Draco passou o braço pelos ombros dela e beijou a sua têmpora. Hermione só faltava saltitar. – Podemos? – Ela perguntou eufórica.

- Sim. – Disse Drew. Estendendo a mão para eles irem à frente. – A casa é sua. – Os três andaram até a porta da frente e Hermione girou a maçaneta e deu um passo para dentro da casa sendo seguida por Draco e Drew.

- Oh Meu Deus! A casa está incrível! – Hermione gritou olhando em volta da sala emocionada. Jonathan desceu as escadas sorrindo.

- Acredito que esse gritinho seja de aprovação. – Disse o gêmeo responsável pela obra.

- Sim. Claro. Isso é muito melhor do que eu imaginei. Isso é maravilhoso! – Ela disse ainda sorrindo, passando a mão pelas superfícies da cozinha que tinha um conceito aberto com a sala. – O que você achou baby? – Ela perguntou a Draco. O loiro já tinha se acostumado com o apelido carinhoso da namorada.

- Realmente os irmãos Scott arrasam. – Ele disse. – Está lindo amor. Aquelas são as almofadas que Pansy obrigou você a comprar? – Ele perguntou apontado para uma poltrona que estava numa sala lateral.

- Sim. Realmente a bruxa tinha razão. Fico feliz que ela tenha me convencido a comprar. – Hermione disse ignorando o fato que ela tinha chamado a outra mulher de bruxa, mas para os irmãos isso devia ser apenas um “apelido carinhoso”. Coisa de mulher.

- Ela tinha razão? – perguntou Draco sorrindo. – Que gosto essas palavras tem na sua boca? – Ele perguntou implicando com a morena.

- Vinagre. – Ela disse revirando os olhos, mas nunca deixando de sorrir.

- Vamos subir? – Drew perguntou e eles subiram para vê o segundo andar da casa onde estavam os quartos. Hermione estava encantada com a casa. A decoração era em tons claros e as poltronas e sofás pareciam tão acolhedores, a casa recebia muita luz natural. Só faltava alguns itens pessoais como seus livros, fotos e alguns arranjos de flores e estaria perfeita. Quando os dois homens se despediram Draco foi até ao carro e tirou uma mala de dentro com tudo que Hermione tinha comprado para casa. A mala tinha um feitiço indetectável de extensão e Hermione tinha organizado tudo dentro dela por categoria. No dia seguinte ela distribuiria as funções para cada um. Eles saíram da casa e voltaram para o Ministério para o resto do expediente.

 

Sábado, 17 de maio de 2008.

Hampstead Garden Suburb – Casa de Hermione Granger

 

Hermione deixou Draco dormindo e aparatou para sua casa para começar os preparativos para o brunch. Ela tinha pensado em uma coisa simples, mas esse brunch ganhou vida própria e estava se tornando algo como um evento.

Ela estava estendendo outra quiche no aparador quando o flu soou e seus primeiros convidados chegaram. Foram Daphne, Pansy e Theo. Eles foram seguidos rapidamente por Harry e Ginny. Os homens começaram a fazer coquetéis, enquanto as mulheres ajudavam Hermione a colocar frutas, biscoitos e doces variados no buffet.

Os pratos e utensílios foram dispostos, foram feitos café e chá e, é claro, uma grande variedade de coquetéis disponíveis, porque com brunch havia margueritas.

Os convidados continuaram chegando pelo Flu. Blaise foi o próximo a chegar junto com Luna. As meninas sorriram, mas não falaram nada. Dean chegou e logo depois Ron saiu segurando duas ruivinhas que eram as coisas mais lindas do mundo, Hermione correu para pegar as crianças e encher de beijos quando Lavender apareceu com os outros dois meninos. Em seguida Narcisa e Andrômeda chegaram com Teddy a reboque. Durante a semana Hermione e Narcisa se aproximaram ainda mais e trocaram inúmeras mensagens e a Doutora inclusive estava ajudando Narcisa e uma Professora do orfanato a atualizarem o currículo de Ensino dos Trouxas. Teddy soltou a mão de Andrômeda e correu para seu padrinho, Harry que já estava brincando com os filhos de Ron. Com sua nova liberdade encontrada, Andrômeda caminhou alegremente para a mesa e prontamente misturou um Bloody Mary que era sua especialidade. Narcisa caminhou até Hermione e entregou uma bolsa. Ela abriu e começou a tirar de dentro os mais lindos arranjos de flores.

- Eles foram feitos com flores do jardim da Mansão. – Disse Narcisa. – Vai trazer vida para sua nova casa. – Ela disse e Hermione agradeceu com um beijo na bochecha da loira. Narcisa colocou a mão na bochecha de Hermione e as duas bruxas sorriram como velhos amigos uma para a outra.

- São as flores mais lindas que eu já vi. – Disse Hermione. – Obrigada Narcisa. Foi muito gentil da sua parte trazer algo tão único. – Ela disse pra loira que sorriu e saiu para sentar no sofá ao lado de sua irmã, e começou a conversar alegremente, aproveitando o tempo que Teddy passava com o padrinho.

Draco foi o último a atravessar o Flu e ninguém na sala perdeu o olhar de surpresa em seu rosto ao ver sua mãe e tia sentadas diante dele, com drinks na mão.

- Draco, querida. – Narcisa murmurou enquanto se levantava do sofá e o abraçava com força. Draco abraçou sua mãe de volta, ao mesmo tempo em que fixou os olhos com Hermione por cima do ombro, que estava sorrindo naturalmente.

- Oi mamãe. – Ele disse devolvendo o abraço. – Estou feliz por você estar aqui para Granger. – Ele disse e deu um beijo no rosto da mãe.

- É claro, Draco. – Narcisa sorriu. – Ela tem sido uma jóia absoluta e eu não quero deixar passar nenhuma oportunidade de conhecê-la melhor. – Hermione chegou ao lado de Narcisa, oferecendo-lhe outro coquetel, que ela aceitou com gratidão. Então ela passou a mão pelo rosto de Hermione em um gesto gentil e se afastou, retomando as atividades anteriores com a irmã.

A familiaridade entre Hermione e Narcisa e sua interação abertamente doce não passou despercebida para todos os outros convidados. Todos ficaram congelados por um momento antes de voltarem o seu caminho para a mesa de coquetel. Eles precisavam de álcool. Hermione sorriu docemente pra ele e puxou ele até a cozinha que estava vazia naquele momento. Hermione estendeu a mão e despenteou o cabelo dele.

- Eu acho linda a relação que você tem com a sua mãe. – Ela disse para ele. – Você é o filho da mamãe mais fofo. – Ela brincou.

- Eu não sou “fofo”.  – Ele disse com nojo enquanto reorganizava os danos causados ao cabelo. – Embora eu não negue ser filho da mamãe. – Ele murmurou baixinho se aproximando mais dela e dando um beijo doce em seus lábios. Hermione riu com a admissão dele.

- Eu diria que seu segredo está seguro comigo, mas tenho quase certeza de que você já foi taxado de filhinho da mamãe por todo mundo há muito tempo. – Ela disse sorrindo.

- Não há vergonha em amar sua mãe. – Ele argumentou. Draco gentilmente passou a mão pelo braço dela e a puxou para mais perto.

- Concordo. – Ela disse. – Eu amo muito meus pais. Obliviá-los na guerra foi a coisa mais difícil que tive que fazer. Mas ser capaz de restaurar suas memórias e reconstruir nosso relacionamento é algo que agradecerei todos os dias. – Ela disse e Draco a apertou ainda mais contra ele. Ela colocou a cabeça no peito dele, inalando seu perfume masculino picante e ouvindo a batida constante de seu coração, enquanto ele descansava o queixo no topo de sua cabeça e acariciava seus cabelos com delicadeza.

- Eu sempre admirei sua força durante a guerra. Eu estava no inferno absoluto e não consigo imaginar que algo fosse mais fácil para você. Você realmente é uma bruxa incrível... Uma mulher incrível. – Ele falou em voz baixa, a emoção e sinceridade por trás da declaração abrangendo mais do que apenas as memórias da guerra. Eles voltaram à vida um do outro, abrindo caminho para que os novos sentimentos se realizassem plenamente. Criando raízes dentro deles.

Cada um deles respirou fundo profundamente e deram um longo beijo antes de se afastarem um do outro; Ele se encostou na bancada e a observou por um momento enquanto ela lavava as frutas e as colocava em uma bandeja.

- Lava esses mirtilos pra mim baby. – Hermione pediu entregando um bowl pra ele com as frutas.

- Tem waffles? – Ele perguntou animado fazendo a tarefa que ela pediu a ele.

- Sim. – Ela respondeu sorrindo.

Ele ficou distraído ao vê-la colocando um morango na boca. O fruto vermelho brilhante encontrou seus lábios carnudos e Draco sabia que suas pupilas estavam dilatadas de desejo. Ele respirou fundo e ela ergueu os olhos para encontrar os olhos dele, o morango ainda entre seus lábios deliciosos. Ela mordeu suavemente e consumiu o doce vermelho maduro observando-o enquanto ele observava seus lábios. Um sorriso sexy surgiu em sua boca enquanto ela chupava o pedaço de suco deixado pela fruta do polegar, o pop suave que soou quando ela removeu o dígito da boca trouxe Draco de volta à terra. Hermione terminou sua bandeja de frutas e Draco pegou outra bandeja preparada e caminhou até a sala de jantar. Hermione rapidamente seguiu com a bandeja dela, e deu a Draco um sorriso tímido enquanto ela pousava o prato.

Hermione distribuiu as tarefas. Pansy e Lavender ficaram com o closet, Daphne e Luna responsável por organizar as roupas de cama dos quartos, Narcisa e Andrômeda com os utensílios de cozinha, e os homens responsáveis por organizar a adega, a garagem e olhar as crianças. Ela e Draco arrumaram a sala, colocaram as fotos no aparador e os livros na estante do pequeno escritório. Depois que terminaram, Hermione subiu com ele e o levou para dentro do banheiro da suíte, Draco reparou que tinha vários produtos masculinos que ele tinha no seu próprio banheiro, o shampoo que ele usava, a mesma loção pós-barba, entre outras coisas. Isso era um sinal de que ela queria que ele se sentisse em casa ali. Ele a levantou e a colocou sentada na bancada, ele abriu suas pernas para que ele ficasse entre elas. Ela estava ali agora, bem na frente dele, sorrindo para ele e ela era tão bonita. Ele não conseguiu se conter, então se inclinou para beijar sua bruxa. Era para ser um beijo casto e doce, mas quando ela abraçou seu pescoço e o puxou para mais perto, transformou-se em algo muito mais profundo, mais quente e infinitamente mais gratificante.

- Eu senti sua falta quando acordei. – Ele sussurrou entre beijos.

- Eu não quis te acordar, você estava dormindo tão pacificamente. – Ela suspirou e o beijou novamente. – E eu precisava que você recuperasse suas energias. Nós precisamos batizar a casa nova.  – Ela brincou.

- Você é insaciável. O que eu vou fazer com você? – Ele disse e ela apenas sorriu para ele e o beijou repetidamente.

Um belo patrono de veado entrou no banheiro e interrompendo o casal. A voz de Harry ecoou pelo banheiro. "Desçam seus pervertidos. Vocês ainda têm visita na casa".

O casal suspirou, mas desceram e se juntaram ao restante do pessoal na varanda nos fundos da casa. O restante do brunch foi mais leve. Os convidados riram e combinaram os detalhes para o jogo de quadribol no dia seguinte que trouxe à tona os planos para o jogo de quadribol na final da liga. Durante todo o brunch, Hermione e Draco continuaram cochichando. Draco continuou sussurrando sugestões sujas no ouvido dela e mordiscando o lóbulo da orelha, pensando que ninguém estava notando, mas todo mundo percebeu, eles simplesmente não disseram nada.

Eles terminaram o brunch e a geração mais jovem ficou para ajudar na limpeza, quando Narcisa e Andrômeda se despediram, elas voltaram para a Mansão para colocar um Teddy muito cansado para dormir, assim como Ron e Lilá com as gêmeas que já estavam dormindo uma no colo de Pansy e outra no colo de Daphne e os meninos.

- Ela realmente é a garota mais linda, não é? – Disse Narcisa quando se despediu de Draco, e deu-lhe um sorriso satisfeito e piscou quando ela desapareceu em um turbilhão de chamas verdes.

Draco voltou para a sala de jantar e cozinha para ajudar na limpeza depois do brunch. Ele aproveitou a oportunidade para tocar Hermione cada vez que passava por ela. Eles terminaram a limpeza rapidamente e os casais se despediram, com Luna praticamente arrastando Blaise para o flu. Hermione e Draco estavam sozinhos pela primeira vez no dia.

- Qual superfície vamos batizar primeiro? – Hermione perguntou. Ela estava em êxtase por ele estar lá com ela, na sua nova casa, finalmente sozinhos eles puderam se divertir tão livremente quanto quisessem.

Então eles fizeram. Ele mostrou a ela várias vezes. Depois da primeira e muito carente transa no sofá eles desabaram na cama dela juntos. Ambos estavam saciados, finalmente, e ela estava saboreando a sensação fácil de estarem juntos.

Algum tempo depois Hermione desceu para preparar alguma coisa para ele comerem, mas tudo foi esquecido, pois ele a levara de novo lentamente, mas com muita  precisão na ilha de cozinha, lembrando do último fim de semana juntos na casa dele. Ele a fez desmoronar com muita facilidade, mas ela adorou cada segundo.


Notas Finais


Eu estou muito feliz com o retorno que a fic está tendo e agradeço a todos pelos comentários tão amáveis e as mensagens carinhosas que transbordam amor. Eu adorei todas elas e faço questão de responder! Muito obrigada! 💖🙏😍

PS: A casa que aparece em DH Part. I onde Hermione mora com os pais é realmente em Hampstead Garden Suburb e inclusive está a venda por alguns milhões de Euros. 🏘💸

Vou deixar o link da pasta com as fotos da casa da Hermione: https://br.pinterest.com/joannatmbarreto/casa-hermione-bau/

Agora queria perguntar se alguém conhece alguém, que conhece alguém, que faz capas para fics.
Eu preciso muito fazer uma capa fodarástica pra essa fic! HELP ME! 🙏

Deixem seus comentários sempreeee... 😉

Beijos e até segunda-feira... 💋

I love you... 💓

~ Mischief Managed


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...